Sousa Neto pedirá convocação de secretário

0comentário

Deputado Sousa Neto pedirá convocação de secretário para explicar fuga em Pedrinhas

Na sessão plenária desta quinta-feira (25), o deputado Sousa Neto (PROS) voltou a criticar duramente o Governo Flávio Dino (PCdoB) em relação à crise no Sistema Prisional do Maranhão. O parlamentar falou da controvérsia nos números de fugitivos divulgados pela mídia comunista, que para ele, são inverídicos.

“A sociedade maranhense está completamente vulnerável. O Governo não tem controle sobre a situação dos presídios. Usaram Pedrinhas na eleição de 2014, para governo, como palanque eleitoral, mas, hoje, o governo da mudança diz, em sua propaganda midiática, que lá é um exemplo para o mundo todo, no entanto, a realidade é outra. Em pouco mais de dois anos, o Maranhão já registrou o maior número de fugas em massa nos presídios do Estado, batendo o recorde de todos os governos anteriores”, disparou Sousa.

O deputado contestou as informações repassadas pela Secretaria de Comunicação e Articulação Política (Secap), que segundo ele, está omitindo o verdadeiro número de detentos foragidos. “Nossa preocupação é com esses dados divulgados pelo Governo, que são fictícios. Na área da Saúde, da Educação, da Infraestrutura, em todas as áreas importantes, não podemos confiar nos números. São feitos pelo secretário Márcio Jerry, dentro do Palácio dos Leões, para maquiar e enganar a população. Obtivemos informações que, na verdade, mais de cinquenta presos teriam sido resgatados do presídio”.

Como membro titular da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, Sousa Neto disse que fará um requerimento à Mesa para a convocação do titular da Gestão Penitenciária. “Foi feita uma festa maior do mundo quando chegou o body scan para poder barrar a entrada de celulares, de tudo. Body Scan não evita fuga, mas o Governador foi lá inaugurar junto com o secretario Murilo Andrade, que para mim e para nós, maranhenses, parece o Lombardi: ninguém nunca viu. Quero dizer aqui que eu vou convoca-lo pela Comissão de Segurança, até para ele esclarecer os dados que eu tenho aqui”.

(mais…)

sem comentário »

Prefeitura prorroga vacinação contra gripe

3comentários

Prefeitura prorroga campanha de vacinação contra gripe até o dia 9 de junho em São Luís

A Prefeitura de São Luís prorrogou a campanha de vacinação contra a gripe até o dia 9 de junho. A extensão do prazo é para garantir o cumprimento da meta de imunizar 201.187 pessoas contra o vírus influenza, somente na capital. A vacina ficará disponível à população nos 61 postos de saúde da rede municipal e deverão ser imunizadas pessoas que compõem o chamado grupo prioritário.

“A imunização é uma estratégia importante para diminuir os índices de internação por causa da gripe e suas consequências. Então é muito importante que o público alvo da campanha, compareça aos postos de saúde. A Prefeitura de São Luís montou um grande aparato de modo a garantir que vacina seja assegurada a todos do grupo prioritário”, disse o prefeito Edivaldo.

A prorrogação foi uma recomendação do Ministério da Saúde para cidades que não alcançaram a meta. Segundo o MS a baixa cobertura vacinal foi uma tendência nacional. Em São Luís, segundo a totalização feita pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), foram vacinadas contra a gripe – de 17 de abril a 24 de maio – 108.870 pessoas, ou seja, 54,11% do grupos prioritários. A maior adesão se deu entre os idosos e a menor, entre as crianças.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, diz que a orientação é prosseguir com a mobilização do público-alvo. “A Prefeitura está disponibilizando a vacina em 61 unidades de saúde da rede municipal, e vamos utilizar as equipes de Saúde da Família para buscar as pessoas que ainda não foram vacinadas. Esperamos que a população continue procurando os postos para garantir a imunização”, afirmou a secretária.

Foto: A. Baeta

3 comentários »

Audiência Pública discute PPA em Ribamar

0comentário

Realizada em São José de Ribamar, I Audiência Pública para discutir elaboração do PPA

A Prefeitura de São José de Ribamar realizou nesta quarta-feira (24), no Salão do Turismo, a primeira de um total de três Audiências Públicas para composição do Plano Plurianual, o PPA, que estabelece as diretrizes, objetivos e metas para a gestão ao longo dos próximos quatro anos, 2018-2021.

De acordo com o prefeito ribamarense, Luis Fernando, o PPA já vinha sendo pensado conjuntamente com a população desde o período da pré-campanha quando na ocasião reuniu-se cerca de 600 proposições elencadas pela população nas mais diversas áreas de atuação da administração. Foram pelo menos 19, os seminários denominados “Planeja – O cidadão Decidindo”, realizados em toda a cidade.

“Mapeamos toda a cidade e realizamos oito Planejas Regionais, ou seja, um em cada polo definido além de 11 seminários temáticos, voltados a de cada uma das áreas de atuação das políticas públicas. O resultado desse trabalho foram as 600 propostas vindas diretamente da população e que foram incorporadas no nosso plano de governo, e que hoje começamos a discutir quais serão as prioridades para execução ao longo de todo o governo”, explicou o prefeito enaltecendo a participação da população nas audiências.

Entre as proposições elencadas pela população, a recuperação de vias coletoras importantes, ruas e avenidas, pontes, construção de escolas, postos de saúde, feiras, abastecimento de água, sinalização, requalificação turística da entrada da cidade, reorganização do trânsito, além de cursos e oportunidades para os jovens.

A próxima Audiência Pública para discutir a elaboração do PPA, deverá ocorrer no dia 31 maio na sede do Centro Social da Vila Sarney Filho, às 19h.

Plano Plurianual (PPA) – O Plano Plurianual está previsto no artigo 165 da Constituição Federal e estabelece as diretrizes, objetivos e metas a serem seguidos pelos Governos Federal, Estadual ou Municipal ao longo de um período de quatro anos. A Lei de Diretrizes Orçamentárias estabelece as metas e prioridades da administração pública municipal, e dispõe sobre critérios e normas que garantam o equilíbrio das receitas e despesas do Orçamento.

Foto: Divulgação

sem comentário »

STJD confima o Sampaio como finalista

29comentários

STJD confirma o Sampaio contra o Cordino na decisão do 2º turno do Campeonato Maranhense

Deu Sampaio, também no Tapetão. Após duas vitórias e um empate dentro de campo sobre o Moto, o Sampaio venceu mais uma, desta vez fora de campo.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu que o Sampaio é o finalista do 2º turno do Campeonato Maranhense contra o Cordino.

A Federação Maranhense de Futebol (FMF) deverá marcar para o dia 7 de junho, a segunda partida decisiva.

No primeiro jogo, em Barra do Corda, Cordino e Sampaio empataram por 1 a 1. O Sampaio joga por outro empate para ser campeão do 2º turno e forçar uma decisão contra o próprio Cordino.

Foto: Elias Auê/ Sampaio

29 comentários »

Edilázio repudia vandalismo em Brasília

1comentário

Deputado Edilázio Júnior repudia atos de vandalismo registrados em manifestações no DF

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) manifestou repúdio hoje, no Legislativo Estadual, aos atos de vandalismo praticados por manifestantes ontem contra o patrimônio público em Brasília.

Durante os protestos, houve depredação da Esplanada dos Ministérios, prédios, paradas de ônibus, bancas, orelhões e refletores destruídos com uso de pedras e fogo.

“Ontem o que nós vimos em Brasília pelos meios de comunicação foram imagens de baderna e de vandalismo. E aí nada contra se manifestar, o que nós não podemos ser favoráveis é à depredação do nosso patrimônio”, disse.

Edilázio lembrou que no ano passado, durante as manifestações em favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), não havia registro de depredação do patrimônio público.

“Nós acompanhamos as manifestações contra a presidente Dilma pedindo ‘Fora Dilma’. Nós vimos 1 milhão de pessoas na [avenida] Paulista, da mesma forma em Brasília também mais de 300 mil pessoas, e não vimos um empurra-empurra, não houve um quebra-quebra, não houve um spray de pimenta, porque as pessoas que saíram de casa para se manifestar contra o PT eram pessoas de bem, famílias. Quantos de nós vimos crianças, idosos naquelas manifestações. E ontem o que nós vimos eram só mascarados, quebraram todas as paradas de ônibus, atiravam pau e pedra contra a polícia. Tocaram fogo em três Ministérios, quebraram os computadores. E tudo aquilo é patrimônio nosso, é patrimônio do país”, completou.

O parlamentar classificou como correta a decisão do presidente Michel Temer (PMDB) de convocar as Forças Armadas para fazer a contenção dos atos de vandalismo e repudiou a atuação de militantes de esquerda nos movimentos.

“Quando se pediu ali o auxílio do Exército, não foi para querer reprimir uma manifestação não, mas para proteger o patrimônio. O Exército também esteve na Copa do Mundo e nas Olímpiadas para por ordem e garantir a segurança do brasileiro. Fica o meu repúdio àqueles vândalos que ontem estavam ali, foram apenas para fazer baderna, meia dúzia de desocupados que estiveram fazendo de Brasília um campo de guerra. E aí eu pergunto: por que essas imagens passaram no mundo todo ontem. Qual o investidor que vai ter coragem de vir para este país com essa insegurança que tem da esquerda? Porque vocês podem ver que não tem uma bandeira do Brasil, é só bandeira vermelha. Então, fica o meu repúdio e a minha solidariedade aos brasileiros”, finalizou.

Foto: Agência Assembleia

1 comentário »

Wellington pede incentivo aos times do MA

7comentários

Deputado Wellington solicita ao Governo incentivo a times maranhenses no Brasileirão

Durante pronunciamento feito na Assembleia Legislativa do Maranhão, nesta quinta-feira (25), o deputado Wellington do Curso (PP), defendeu o futebol maranhense. Ao se pronunciar, Wellington destacou que o torcedor maranhense tem este ano a oportunidade de acompanhar quatro representantes na maior competição do mundo, que é o Campeonato Brasileiro. Dessa vez, tem-se o Sampaio e Moto na Série C e Maranhão e Cordino na Sërie D.

“Todos nós sabemos das dificuldade que os clubes tem para formar equipes competitivas para que possam brigar de igual por igual com equipes de outros estados do país. Para isso, é necessário que os clubes tenham patrocínio, mas infelizmente, sem ajuda financeira, os clubes agonizam. Por assim ser, venho aqui solicitar ao governador Flávio Dino e, no caso dos três clubes de São Luís, ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que ajudem os nossos times de futebol. O esporte é fator de inclusão social, além de gerar milhares de empregos. Sampaio, Moto, Maranhão e Cordino elaboraram um projeto e aguardam a captação de recursos pela Lei de Incentivo ao Esporte. É necessário que o Governo se posicione de forma favorável quanto a liberação de tais recursos. Incentivar os nossos times de futebol é incentivar o desenvolvimento desportivo do Maranhão”, pontuou Wellington.

Ainda sobre a situação, o deputado Wellington solicitou brevidade por parte Supremo Tribunal de Justiça Desportiva no julgamento que definirá quais os times que, de fato, participarão das finais, já que tanto o Moto quanto o Sampaio aguardam o posicionamento e, como consequência negativa disso, o campeonato maranhense está suspenso até o presente momento.

Foto: Agência Assembleia

7 comentários »

Morre o prefeito de Presidente Vargas

0comentário

Morreu na manhã desta quinta-feira (25), em São Luís, aos 61 anos, o prefeito de Presidente Vargas, Herialdo Pelúcio (PCdoB).

Ele estava internado na UTI do UDI Hospital e lutava contra um câncer de pulmão.

Com a morte de Herialdo quem assume o cargo é vice-prefeito, Wellington Costa Uchôa (PEN).

Nota da Famem

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), através da sua presidência, manifesta pesar pelo falecimento do Excelentíssimo Senhor Prefeito Herialdo Pélucio  (PC do B) na manhã desta quinta-feira (25).

Desta forma, se irmana á família enlutada diante da imensurável dor e inestimável perda, assim como externa solidariedade e consternação a todos os munícipes da afável cidade de presidente Vargas.

sem comentário »

O desafio de Leston e do Moto na Série C

3comentários

Após dois, jogos, Moto segue sem vencer sob o comando do técnico Leston Júnior na Série C

A partida contra o Confiança poderá ser um divisor de águas para o time do Moto no Campeonato Brasileiro Série C.

A incomoda posição de “lanterna” do grupo A, após duas rodadas e duas derrotas consecutivas acendeu o sinal de alerta no time rubro-negro.

O discurso de que ainda está montando a equipe e que jogou bem, mesmo perdendo os jogos para o Salgueiro e Sampaio não cabem mais. É hora de vencer!!!

O Moto trouxe jogadores para a posição que o treinador indicou, dessa forma, o técnico Leston Júnior já tem elenco suficiente para definir o time titular e definir estratégias para enfim fazer o Moto começar a vencer.

O time vem jogando com três volantes e mesmo assim tem sido facilmente dominado no meio-campo é um time que pouco cria e ainda assim perde as oportunidades. Além disso, o treinador deve observar melhor aqueles atletas que estão cometendo falhas individuais e corrigir esses erros ou do contrário vai continuar amargando as derrotas.

No treino de ontem, Leston deu pistas de que o time será ofensivo o que já é bom, pois treinou com Márcio Arantes; Bebeto, Lula, Michel e Lorran; Diogo Oliveira, Felipe Dias, Válber e Toni Galego; Vitinho e Rafamar.

O fato é que o torcedor rubro-negro não aceitará desculpas e muito menos outro resultado que não seja a vitória contra o Confiança. Ou vence ou a situação no Moto ficará bastante delicada…

Foto: Welliandrei Campelo

3 comentários »

MP aciona Prefeitura por reformas em escolas

3comentários

Segundo o Ministério Público, a Prefeitura de São Luís não cumpriu TAC firmado em 2014

A 2ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa da Educação e a 28ª Promotoria de Justiça da Probidade Administrativa ingressaram, no último dia 11, com uma Ação Civil Pública contra o Município de São Luís, na qual cobram a reforma das escolas da rede municipal de educação. A recuperação de várias unidades de ensino estava prevista em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado em 2014, mas não cumprido.

O TAC foi firmado em 26 de maio de 2014 e previa prazo máximo de seis meses para que fosse feita a manutenção corretiva das instalações civis, sanitárias, elétricas e hidráulicas de 54 escolas que estavam em condições precárias.

Um Relatório de Vistoria da Coordenadoria de Obras, Engenharia e Arquitetura do Ministério Público, que analisou as 54 escolas, no entanto, apontou uma série de problemas. O relatório aponta a “necessidade de reforma das escolas para adequação ao TAC, dado que, mesmo depois de decorrido quase um ano de sua assinatura, ainda existem escolas elencadas que não passaram por nenhuma reforma e, mesmo aquelas que passaram por reformas não deram aos usuários mínimas condições de conforto”.

Segundo informações encaminhadas pela própria Prefeitura de São Luís, em 2016, das 54 escolas previstas no TAC, apenas 14 foram concluídas. O outras 24 sequer haviam sido iniciadas ou tinham qualquer previsão de início dos trabalhos.

“Durante os três anos de vigência do TAC, o Município apresentava medidas protelatórias que faziam crer em uma execução inexistente, furtando-se de sua responsabilidade em dar publicidade a seus atos e manter a eficiência do serviço público com a devida aplicação de recursos e celeridade das obras”, afirmam, na ação, os promotores Maria Luciane Lisboa Belo e Lindonjonson Gonçalves de Sousa.

Ainda de acordo com a Prefeitura, 14 escolas não previstas no Termo de Ajustamento de Conduta estavam em obras, outras 13 tinham serviços em andamento e 14 haviam sido atendidas em caráter emergencial. No entanto, há denúncias de abandono e comprometimento de estruturas físicas de algumas dessas escolas.

(mais…)

3 comentários »