Flávio Dino não confirma reunião com Bolsonaro

10comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) ainda não confirmou se participa ou não de uma reunião, agendada para esta quarta-feira (14), em Brasília com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Procurada pelo Blog do Zeca Soares, a assessoria do governador informou que a participação de Flávio Dino “ainda está sem confirmação”.

No fim da tarde desta terça-feira (13), o secretário de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry respondeu ao blog.  “A reunião foi convocada pelo governador eleito de São Paulo, João Dória, e não pelo presidente eleito. O Fórum de Governadores do Nordeste designou o governador do Piauí, Welington Dias, para representar os governadores nordestinos”, disse.

Flávio Dino que está em Brasília tem sido um crítico severo do presidente Jair Bolsonaro desde a campanha eleitoral. No dia 23 de outubro, Flávio Dino chegou a comparar Bolsonaro a “Drácula”.

Um dia antes, Flávio Dino já havia usado o termo “filhote de fascista” para se dirigir ao filho do presidente Jair Bolsonaro.

Mesmo após a derrota do seu candidato Fernando Haddad (PT), Flávio Dino mantém as críticas ao presidente eleito nas redes sociais.

Ontem, ao editar o decreto “Escola Sem Censura”, Dino disparou: “Falar em “Escola Sem Partido” tem servido para encobrir propósitos autoritários incompatíveis com a nossa Constituição e com uma educação digna”, disse ao alfinetar mais uma vez Bolsonaro.

Até agora, confirmaram presença os governadores eleitos do Acre, Gladon Cameli; Amapá, Waldez Góes; Amazonas, Wilson Lima; Distrito Federal, Ibaneis Rocha; de Goiás, Ronaldo Caiado; Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; Minas Gerais, Romeu Zema; Mato Grosso, Mauro Mendes; do Pará, Helder Barbalho; Paraná, Ratinho Júnior;, Rio de Janeiro, Wilson Witzel; Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra; Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; de Roraima, Antonio Denarium; Santa Catarina, Coronel Carlos Moisés da Silva; São Paulo, João Doria; e do Tocantins, Mauro Carlesse.

Resta saber se o governador terá coragem de encarar Jair Bolsonaro ou vai mandar um representante como fez no governo de Michel Temer (MDB).

Ou simplesmente vai ignorar a reunião.

10 comentários para "Flávio Dino não confirma reunião com Bolsonaro"


  1. Marcos Lima

    Muito bla bla bla esse governador, tipivo de um comunista, fala muito e não resolve nada.

  2. joana

    ta com medinho!! kkkkk procure olhar pelos médicos que irão parar no interior pq o Senhor mandou cortar a verba.vá estudar medicina e atender nos hospitais públicos.

  3. fabiano

    Não acho prudente promover essas discussões, visto que as eleições já acabaram, ja temos um presidente e o mesmo é nossa autoridade máxima no país. O momento é de todos independente de partido contribuirem para o bem do país.

    • Zeca Soares

      Mas quem promove essas discussões é o próprio governador Flávio Dino que fica falando sozinho, pois Bolsonaro não dá nenhuma importância a essas coisas que Flávio Dino escreve nas redes sociais.

  4. Robert

    Isso é uma grande tolice do governador Flávio Dino que precisa o quanto antes descer do palanque e respeitar a decisão do povo brasileiro que escolheu um presidente que não é o dele. Ele tem que pensar agora é em não prejudicar o Maranhão e essas suas atitudes de atacar o Bolsonaro só vão complicar a vinda de recursos para o Maranhão nos próximos anos.

    • Zeca Soares

      Concordo com você, Robert em gênero, número e grau.

  5. Paulo

    Essa seria uma excelente oportunidade para Flávio Dino olhar no olho do presidente eleito Jair Bolsonaro, mas ele só sabe mesmo ficar no Twitter e se esconde com medo.

    • Zeca Soares

      Paulo, não acredito que Flávio Dino queira isso.

  6. Manoel

    VAI FUGIR DO BOLSONARO, FLÁVIO DINO?????????

  7. Arthur

    VAI LÁ FLÁVIO DINO VOCÊ TEM A OBRIGAÇÃO DE SE REUNIR COM O PRESIDENTE ELEITO OU VAI FUGIR DELE NOS PRÓXIMOS 4 ANOS?

deixe seu comentário