Imperatriz perde e deixa G4 na Série C

0comentário

No duelo direto dentro do G4, o Imperatriz levou a pior e foi derrotado pelo Confiançca, por 3 a 1, no estádio Batistão, em Aracaju, pelo Campeonato Brasileiro Série C.

Os gols da vitória dos sergipanos foram marcados por Marcelinho, Renan Gorde e Ítalo. Para o Imperatriz descontou o atacante Manoel.

O resultado não poderia ter sido pior para o Imperatriz e também para o Sampaio, pois além de cair para a 5ª colocação e sair do G4, o Confiança ainda assumiu a 1ª colocação com 24 pontos.

Na próxima rodada, o Imperatriz recebe o Botafogo-PB, na quinta-feira (25), às 20h, no Frei Epifânio D’Abadia. O confiança enfrenta o Náutico, nos Aflitos, na sexta (26), às 20h.

Série D

Definidas as equipes que garantiram o acesso à Série C em 2020. Brusque-SC, Manaus-AM, Jacuipense-BA e Ituano-SP seguem nas semifinais da Série D e no ano que vem disputam a 3ª divisão.

Foto: Reprodução

sem comentário »

Série Estado Quebrado: saúde

1comentário

Por Adriano Sarney

Em mais um artigo desta série trataremos do desmonte da saúde no governo comunista e o que podemos fazer para reverter essa situação. A visível piora nos serviços, principalmente para a parcela mais carente da população, se dá, dentre outras coisas, por despesas excessivas, fechamento de hospitais, redução de procedimentos, atraso de salários e diárias, falta de material e medicamentos, excesso de burocracia. O Executivo deve reorganizar o sistema e aumentar suas receitas federais por meio dos repasses do SUS.

As despesas mensais na rede são de R$ 151 milhões e as receitas somam R$ 121 milhões, o que resulta em um rombo mensal de R$ 30 milhões, ou seja, cerca de R$ 360 milhões ao ano. Esta realidade resultou no cancelamento de convênios com municípios e, consequentemente, no fechamento de hospitais no interior, retornando com a famigerada “procissões de ambulâncias” e obrigando os pacientes a enfrentarem os corredores superlotados dos Socorrões e hospitais da capital, de Imperatriz e de Teresina.

Na má tentativa de cortar custos, o governo também transferiu unidades para serem administrados pelos já cambaleados municípios, a exemplo da Upa de Caxias, e reduziu procedimentos importantes em diversas casas de saúde, como no Hospital de Matões que virou uma Policlínica.

Por outro lado, para angariar popularidade em São Luís, os comunistas prometem entregar um Hospital Metropolitano. No entanto, quem vai custear as despesas para sua manutenção é a Prefeitura de São Luís. Um verdadeiro absurdo! Ora, se a gestão municipal não tem capacidade para gerir os Socorrões, como absorverá mais uma unidade de saúde de alta complexidade?

Dados do Relatório Detalhado Quadrimestral Anterior 2019 (RDQA), apresentado pela Secretaria de Saúde à Assembleia Legislativa, mostram uma realidade completamente diferente daquilo que o governo divulga nas suas fantasiosas peças publicitárias. Neste ano, o orçamento do estado abriu apenas no mês de março (geralmente abre em fevereiro), resultando em atrasos no pagamento de vários serviços e produtos. Uma verdadeira pedalada financeira! Não obstante, no primeiro quadrimestre deste ano, foram transferidos recursos federais, fundo a fundo, no montante de R$ 121 milhões, destes apenas R$ 40 milhões foram efetivamente gastos.

A solução está na reorganização do sistema como um todo e no aumento de receitas federais. O governo deve rever suas prioridades no que tange a descentralização dos serviços, apoio financeiro e técnico aos municípios e entes privados. É inadmissível, por exemplo, que o Maranhão pague R$ 5 milhões por ano para Teresina atender pacientes da Região dos Cocais.

Uma alternativa viável para aumentar os repasses federais é o incremento da produtividade no SUS. O governo federal paga por cada procedimento comunicado; quanto mais produção, mais dinheiro o estado recebe. No entanto, esse é um processo burocrático que exige equipes administrativas altamente treinadas e com acesso ao sistema do SUS. Ocorre que no Maranhão, tanto o estado quanto, também, os municípios não conseguem ter efetividade nesse processo. O Maranhão é o estado da federação que tem a menor receita per capita (por pessoa) do SUS. Muito menor do que o nosso vizinho Piauí. É preciso investir em informatização e capacitação do corpo administrativo.

Sugeri a Comissão de Saúde da Assembleia que façamos uma grande força tarefa no sentido de aumentarmos os repasses do SUS no Maranhão. Continuaremos na luta!

1 comentário »

Prefeitura leva Brincando nos Bairros ao Tibiri

2comentários

“Eu estou adorando. Já pintei o rosto, fui nos brinquedos e brinquei com o palhaço. Não quero que isso aqui acabe nunca”. Estas foram as palavras de Yasmin Ribeiro, de 8 anos, sobre o programa Brincando nos Bairros, promovido pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. As atividades aconteceram na manhã deste sábado (20), no bairro do Tibiri e foram realizadas pela Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal de Desportos e em parceria com a Secretaria de Segurança com Cidadania (Semusc), Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) e Polícia Militar.

O vice-prefeito de São Luís, Julio Pinheiro, acompanhou a ação. “É um evento maravilhoso que proporciona muitos benefícios a população não somente do Tibiri, mas de bairros vizinhos também. Aqui conseguimos atingir não somente as crianças, mas os pais e adultos também, pois proporcionamos brincadeiras e serviços assistenciais”, disse o vice-prefeito, que avaliou positivamente a ação.

O programa levou à criançada animação com palhaços, pintura de rosto, jogos de voleibol, queimado, travinha, corrida de saco, bambolê, pula-pula e pula corda. Serviços sociais também foram disponibilizados aos moradores da área. Aferição de pressão arterial, corte de cabelo, atendimento odontológico, vacinação e atendimento jurídico estão entre as atividades oferecidas. Atividades oferecidas pelo Detran sobre educação para o trânsito, apresentações culturais e da orientações da Polícia Militar também fizeram parte do cronograma do evento.

“O evento superou nossas expectativas. Conseguimos atender a todos que se fizeram presentes nesta manhã aqui no Tibiri. Observamos que não somente os moradores do próprio bairro, mas de bairros adjacentes participaram da ação para usufruírem de tudo que foi oferecido. Parabenizo a Prefeitura de São Luís, na pessoa do prefeito Edivaldo Holanda Junior, que deu toda a assistência para que a ação pudesse ser realizada da melhor forma”, destacou o secretário municipal de Desporto e Lazer, Rommeo Amin.

“É importante ter essas atividades em nossa comunidade. Pude ver como estava minha pressão e minha glicemia enquanto minha filha se divertia nos brinquedos. Além disso, ainda pude conversar com o advogado sobre algumas coisas relacionadas à pensão da minha filha. A organização está de parabéns pelo evento. Realmente foi muito importante para mim e para minha filha”, completou a dona de casa, Joanice Ribeiro, 41 anos, e mãe da garota Yasmin.

As ações do Brincando nos Bairros são realizadas em locais públicos, com a assistência de pessoal técnico especializado, aos finais de semana. O objetivo do programa é levar recreação para crianças e adolescentes, resgatar brincadeiras como pula corda, corrida de saco, jogo de peteca, e também oferecer serviços às comunidades. As ações do programa serão executadas mensalmente em diversos bairros de São Luís.

Fotos: Divulgação

2 comentários »

Eliziane é a melhor senadora no Ranking dos Políticos

0comentário

A senadora Eliziane Gama (cidadania) lidera o Ranking dos Políticos no Congresso Nacional após o término do primeiro semestre do Legislativo.

Dos três senadores maranhenses, Eliziane Gama é a melhor avaliada com 30 pontos e está na 349ª colocação.

O senador Weverton Rocha (PDT) aparece na 418ª posição com 0 ponto é o senador Roberto Rocha (PSDB) com –16 pontos, está na 442ª colcoação.

O ranking do politicos é elaborado com base em informações de fontes oficiais e veículos de mídia de primeira linha e, ainda, no acompanhamento das votações em plenário e na avaliação dos projetos de lei apresentados pelo parlamentar.

As informações são classificadas levando-se em conta o quanto elas ajudam ou atrapalham o Brasil. Os os parlamentares são classificados em um ranking, conhecido como Ranking dos Políticos, mas esse ranking sofre modificações diariamente de acordo com a atuação dos parlamentares.

Veja o ranking dos senadores do Maranhão:

1º – Eliziane Gama (Cidadania) – 30 pontos – 349º
2º – Weverton Rocha (PDT) – 0 pontos – 418º
3º – Roberto Rocha (PSDB) – -16 pontos – 442º

Foto: Divulgação

sem comentário »

Veja o ranking dos políticos maranhenses no Congresso

0comentário

Divulgado o Ranking dos Políticos no Congresso Nacional após o término do primeiro semestre do Legislativo.

O ranking do politicos é elaborado com base em informações de fontes oficiais e veículos de mídia de primeira linha e, ainda, no acompanhamento das votações em plenário e na avaliação dos projetos de lei apresentados pelo parlamentar.

As informações sào classificadas levando-se em conta o quanto elas ajudam ou atrapalham o Brasil.

Os os parlamentares são classificados em um ranking, conhecido como Ranking dos Políticos, mas esse ranking sofre modificações diariamente de acordo com a atuação dos parlamentares.

No Maranhão, dois deputados aparecem na primeira colocação Gastão Vieira (Pros) e Pastor Gildenemyr (PL) com 71 pontos e na 183ª colocação dentre todos os deputados federais e senadores do país. O pior avaliado é o deputado Márcio Jerrry (PCdoB) com – 66 pontos e na 506ª posição.

No Senado, Eliziane Gama (CIdadania) é a melhor avaliada com 30 pontos e a 349ª colocação. Weverton Rocha (PDT) com 0 ponto é o 418º colocado e Roberto Rocha (PSDB) com – 16 pontos, está na 442ª posição.

Veja o ranking completo dos deputados e senadores do Maranhão:

1º – Gastão Vieira (Pros) – 71 pontos – 183º
1º – Pastor Gildenemyr (PL) – 71 pontos – 183º
3º – Edilázio Júnior (PSD) – 66 pontos – 204º
4º – Hildo Rocha (MDB) – 64 – pontos – 214º
5º – Pedro Lucas Fernandes (PTB) – 61 – pontos – 229º
6º – João Marcelo Souza (MDB) – 59 pontos – 238º
7º – Júnior Lourenço (PL) – 58 pontos – 244º
8º – Aluísio Mendes (Podemos) – 53 pontos – 265º
9º – André Futuca (PP) – 40 pontos – 320º
10º – Josimar de Maranhãozinho (PL) – 37 pontos – 328º
11º – Marreca Filho (Patriotas) – 35 pontos – 333º
12º – Gil Cutrim (PDT) – 31 pontos – 344º
13º – Eliziane Gama (Cidadania) – 30 pontos – 349º
14º – Juscelino Filho (DEM) – 14 pontos – 320º
15º – Eduardo Braide (PMN) – 13 pontos – 399º
16º – Weverton Rocha (PDT) – 0 pontos – 418º
17º – Cléber Verde (PTB) – – 8 pontos – 430º
18º – Roberto Rocha (PSDB) – -16 pontos – 442º
19º – Bira do Pindaré (PSB) – -59 pontos – 498º
20º – Zé Carlos (PT) – – 62 pontos – 502º
21º – Márcio Jerry (PCdoB) – – 66 pontos – 506º

Foto: Agência Câmara

sem comentário »