Eliziane pedirá que Bolsonaro explique declarações

2comentários

A senadora maranhense Eliziane Gama (Cidadania), aliada do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou que irá pedir explicações formais do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre as suas críticas contra os governadores do Maranhão e Paraíba.

Eliziane teme que pelo fato dos governadores não serem aliados políticos de Flávio Dino, os dois Estados – Maranhão e Paraíba – sofram retaliações por parte de Bolsonaro.

“Através do Senado pediremos explicações formais sobre o que exatamente o presidente quis dizer com a frase: “nada para o Maranhão e Paraíba”. A obtusidade do presidente não pode de forma alguma penalizar o povo, seja dos eleitores do presidente ou dos que não votaram nele”, destacou.

A senadora disse ainda que não aceitará que o Maranhão seja prejudicado e disse que Bolsonaro precisa descer do palanque.

“A presidência da República é função impessoal e o presidente eleito é de todos os brasileiros, dos que votaram nele e dos que não votaram. A eleição acabou, é inaceitável, um acinte, que o presidente fale em perseguir estados por não ter simpatia pelos seus governantes. Como maranhense, como mãe nascida e criada no MA e como parlamentar eleita pelo meu Estado, não aceitarei de forma alguma que nosso Estado seja prejudicado por “estultice ideológica”. É hora de o presidente descer do palanque, parar de gerar crises em série e governar o país”, finalizou.

Blog do Jorge Aragão

2 comentários »

Adriano diz que Dino é o ‘maior perseguidor do MA’

2comentários

O deputado Adriano Sarney (PV) líder da Oposição na Assembleia Legislativa divulgou nota na qual manifesta o seu posicionamento acerca da polêmica envolvendo a declaração do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo Adriano Sarney, o governador Flávio Dino reclama do presidente Bolsonaro, mas age como “maior perseguidor da história do Maranhão”.

Leia a nota na íntegra:

“O Sr. Governador Flávio Dino (PCdoB), o maior perseguidor da história do Maranhão, está esperneando porque o Presidente Bolsonaro falou que “não ia dar nada para esse cara.” Como se Dino “desse” alguma coisa para quem ousa lhe contrariar.

Como deputado de oposição nunca tive as minhas emendas parlamentares pagas, recursos que iriam para a Saúde, Educação, Segurança, Cultura…

Os servidores, prestadores de serviço, empresários, médicos que trabalham para o governo estadual, deputados e prefeitos, sabem a regra: se contrariar os comunistas serão demitidos ou perseguidos.

Foi criada uma Secretaria de Estado só para montar processos contra adversários políticos.

O Brasil também ficou sabendo do uso da polícia para mapear adversários políticos na capital e no interior.

Quando Flávio Dino fala que Bolsonaro cometeu um crime, é bom saber que práticas muito piores são cometidas pelo governador aqui no Maranhão”.

Deputado Adriano
Líder do Bloco de Oposição na Assembleia MA

Foto: Agência Assembleia

2 comentários »

Hilton instala poço a energia solar em Santa Rita

0comentário

A Prefeitura de Santa Rita colocou em operação o primeiro poço artesiano movido a energia solar. A iniciativa inovadora do prefeito Hilton Gonçalo vem com a intenção de evitar a interrupção de fornecimento de água a comunidades carentes do município que não conseguem arcar com o pagamento da conta de energia elétrica. A primeira comunidade beneficiada foi do assentamento Santa Filomena, a qual possui 96 famílias vivendo na região.

Para garantir água o ano todo no assentamento, o prefeito Hilton Gonçalo instalou o sistema completo que conta com dois painéis e baterias, o que garante o armazenamento de energia. O custo total dessa primeira iniciativa foi de R$7 mil, evidenciando a viabilidade do projeto que tem baixo custo.

“O sol é a fonte de energia que movimenta a bomba hidráulica do poço artesiano e aqui nós temos quase o ano todo a estação do verão. A obra vai beneficiar famílias da área rural do nosso município”, destacou Hilton Gonçalo que já anunciou que nos próximos dias mais três comunidades vão ser beneficiados com semelhante sistema.

A novidade implantada pela prefeitura de Santa Rita dispensa o uso da rede elétrica, bombeando água de maneira simples e sustentável, eliminando mensalmente a conta de luz.

O aposentado Marcos Gomes, morador da localidade, se mostrou entusiasmado com a dinâmica eficiente e disse que o prefeito Hilton Gonçalo veio resolver um problema que atingia a comunidade há anos. “Não tínhamos dinheiro para pagar a conta de energia todo mês e aí sempre era cortada a energia, o que nos impedia de retirar água, agora teremos água o ano inteiro”, destacou o morador.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Senadores comentam declaração de Bolsonaro

2comentários

Os três senadores maranhenses se manifestaram nas redes sociais após declaração polêmica do presidente da Replública Jair Bolsonaro (PSL), no Palácio do Planalto.

Sem perceber que estava sendo gravado, o presidente Jair Bolsonaro afirmou; “O governador de Paraíba é pior que esse do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”.

A senadora Eliziane Gama (PPS) classificou o episódio como ‘zenofobia’. “Xenofobia. Absurdo, a ainda mais vindo do presidente da República. Temos o melhor governador do Brasil”, escreveu.

“Como maranhense, como mãe nascida e criada no MA e como parlamentar eleita pelo meu Estado, não aceitarei de forma alguma que nosso Estado seja prejudicado por “estultice ideológica”. É hora de o presidente descer do palanque, parar de gerar crises em série e governar o país”, acrescentou Eliziane Gama.

O senador Weverton Rocha (PDT) também criticou a declaração de Bolsonaro e disse que o presidente deveria manter pelo menos relação institucional com os estados. “Essa atitude é um desrespeito ao povo brasileiro. Flávio Dino e João Azevedo Lins são governadores eleitos e representam seus estados. O presidente deveria manter uma relação institucional e republicana com os governadores. independente de sua ideologia. Se não o faz, erra feio”, disse.

O senador Roberto Rocha (PSDB) saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro e criticou o governador do Maranhão que, segundo Rocha a 6 meses agride o presidente que apenas respondeu. “Flávio Dino, tentando ocupar espaço na extrema esquerda, achando que o PT acabou, agride o presidente todo dia o dia inteiro, durante 6 meses. Claro, torce pelo quanto pior melhor. Aí Bolsonaro responde, é retaliação, é perseguição, é anti-republicano. Alguém pode explicar???”, disse Roberto Rocha.

Foto: Reprodiçào / redes sociais

2 comentários »