Sampaio atropela Santo André e faz a final da LBF

0comentário

O Sampaio atropelou o Santo André e garantiu a classificação para mais uma final da Liga de Basquete Feminino (LBF). Hoje, a história foi bem diferente da primeira partida em São Paulo.

Com uma atuação de gala, as maranhenses voltaram a vencer o Santo André, desta vez por 33 pontos de diferença, 75 a 42, no ginásio Costa Rodrigues que recebeu excelente público.

O Sampaio fez uma partida praticamente perfeita na defesa e no ataque demonstrou precisão e tranquilidade no momento de definição das jogadas. Era a atuação que faltava para dar total confiança ao time e mostrar que o Sampaio está pronto para buscar o bicampeonato.

O Sampaio abriu logo 11 pontos de diferença ao fechar o primeiro quarto por 13 a 2. No segundo, a vantagem foi menor, mas o Sampaio fechou em 18 a 12. O terceiro quarto foi um passeio das maranhenses que venceram por 25 a 12 e fecharam a vitória vencendo o último quarto por 19 a 16.

No primeiro jogo, o Sampaio já havia vencido, em Santo André, por 61 a 59.

Esta será a terceira final de LBF do Sampaio nas quatro últimas temporadas. No ano passado, as maranhenses perderam para o Vera Cruz Campinas.

Agora, o Sampaio vai esperar o vencedor do confronto entre Vera Cruz Campinas e Uninassau-PE. No primeiro jogo do playoff, as pernambucanas largaram na frente.

O Sampaio Basquete tem o patrocínio da Cemar e do Governo do MaranHào por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Matheus Marques

sem comentário »

Edivaldo anuncia parceria importante com Iphan e Vale

0comentário

A presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa e o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, assinaram, na manhã desta segunda-feira (15), com a empresa Vale, o Termo de Compromisso para a execução de três novas obras grandiosas para revitalização do Centro Histórico da capital – a requalificação urbana da Praça João Lisboa, do Largo do Carmo e entorno e a construção da Praça das Mercês.

Os projetos executivos das intervenções foram apresentados durante coletiva de imprensa na sede do Instituto que reuniu ainda o superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary e os representantes da Vale, Marconi Nóbrega e Paulo Eduardo Frazão.

A assinatura do termo consolida a inclusão desses novos espaços entre os logradouros que integram o conjunto de intervenções realizadas pelo Iphan, em parceria com a Prefeitura, visando à revitalização e o resgate de espaços, prédios e monumentos do Centro Histórico de São Luís.

O prefeito Edivaldo Holanda Junior destacou o ato como um dos mais relevantes inseridos no projeto de revitalização de espaços históricos que estão sendo promovidos pelo Iphan em parceria com a Prefeitura, como a requalificação do Complexo Deodoro e Rua Grande e a Praça Pedro II.

“A Praça João Lisboa, o Largo do Carmo e a nova Praça das Mercês são logradouros de grande importância histórica e representação simbólica arquitetônica e cultural da nossa cidade, porque neles está resguardada uma parte significativa da memória local e do modo de viver do povo ludovicense. São espaços que tiveram grande importância no passado e continuam tendo até os dias atuais, por isso a necessidade de preservá-los. De forma que nos sentimos imensamente felizes de participar desse momento tão especial, de ver a cidade recebendo investimentos grandiosos para restauração de espaços fundamentais à preservação da nossa memória e de poder contribuir com o nosso apoio à frente da Prefeitura para a execução dessas obras que estão transformando o Centro Histórico e proporcionando um novo e feliz momento para seus moradores e vistantes”, enfatizou o prefeito Edivaldo, que esteve acompanhado pela primeira-dama, Camila Holanda.

As obras somam recursos da ordem de R$ 11 milhões. No ato de assinatura do termo, a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, destacou a importância dos projetos de restauração desses novos espaços para o contexto histórico e cultural do Centro da cidade e para a preservação da memória local. Pontuou ainda a revitalização do patrimônio da cidade como uma importante ferramenta propulsora do turismo e do desenvolvimento econômico, pois é sempre um dos principais elementos analisados pelos turistas ao escolher seus roteiros de viagens.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »

Fufuca votou em defesa de professores e policiais

0comentário

A Câmara dos Deputados diminuiu a idade mínima para que professores e policiais consigam se enquadrar em uma das regras de transição na reforma da Previdência, mais brandas do que as regras gerais.

O deputado federal André Fufuca (PP), autor da emenda que excluía os professores e policiais da reforma da Previdência, votou a favor para que fosse aprovada a redução da idade mínima de aposentadoria dessas categorias.

“Durante a votação, fui a favor dos professores e policiais em todos os destaques. A emenda de minha autoria tinha como objetivo evitar prejuízos para essas categorias e que elas fossem mantidas nas regras anteriores”, disse o parlamentar.

Para André Fufuca, atualmente os professores enfrentam salários baixos, falta do devido reconhecimento pela profissão e falta de políticas que enfrentem estes desafios. “O regime diferenciado para professores é uma exigência da sociedade”, disse o deputado federal.

O texto principal determinava que apenas professores que tem pelo menos 55 anos de idade (mulheres) e 58 anos (homens) poderiam ter direito a essa regra de transição. Com a mudança, as mulheres precisarão ter ao menos 52 anos, e os homens, 55 anos para se enquadrar na transição que prevê pedágio de 100%.

Já a redução os policiais os policiais federais, legislativos, civis do Distrito Federal, rodoviários federais e agentes penitenciários e socioeducativos federais poderão aposentar-se aos 53 anos (homens) e 52 anos (mulheres).

“Não restam dúvidas acerca da necessidade da reforma, mas algumas carreiras não devem ser penalizadas pelas novas regras da aposentadoria, como as de policiais, que se expõem diariamente ao perigo do combate ao crime e violência, e as de professores, que precisam trabalhar em casa, além do horário de expediente para organizarem aulas e corrigirem trabalhos e provas. E também estão submetidos ao stress de horas seguidas de aulas”, afirmou Fufuca.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Câmara de São Luís conclui votação da LDO 2020

0comentário

O plenário da Câmara Municipal de São Luís aprovou, nesta segunda-feira (15), em duas votações, o projeto de Lei do Executivo número 098/2019, que contém a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). 

A matéria, que visa estabelecer o elo entre a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Plano Plurianual (PPA) de 2020 foi aprovada sem nenhuma emenda. A mensagem que encaminhou o projeto da LDO começou a tramitar no Legislativo municipal em abril.

O texto que estima receitas e despesas do município pode ficar entre R$ 3,2 bilhões e R$ 3,3 bilhões, dependo da previsão da LOA que estabelece as diretrizes que serão realizadas no governo no período de um ano.

O valor previsto para o ano que vem mantém o montante de 2019, cuja receita total ficou em R$ 3,2 bilhões. Em 2018, a soma aprovada para o exercício chegou a R$ 3,05 bilhões, ou seja, R$ 1 bilhão a mais que a previsão de 2017, no valor de R$ 2,78 bilhões.

Após a aprovação, a LDO 2020 segue, agora, para sanção do prefeito Edivaldo de Holanda Júnior (PDT), após o que o Planejamento da Capital começará a produzir o Orçamento que terá de ser aprovado até dezembro.

A Câmara tinha até o próximo dia 28 como prazo legal para votar a LDO, mas o documento acabou sendo aprovado ainda na sessão de segunda-feira, após deliberação do presidente da Casa, vereador Osmar Filho (PDT).

A Lei de Diretrizes Orçamentárias é o primeiro passo para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018-2021 de São Luís para o próximo ano, assim como o Plano Plurianual (PPA), que determinam de fato quais os investimentos que o município deverá fazer, a partir da arrecadação obtida, assim como os gastos previstos.

Pela regra, a LOA deve ser enviada a Casa pelo Poder Executivo até o dia 30 de setembro, podendo ser aprovada no parlamento municipal até o dia 28 de dezembro, para que possa ser aplicada ano que vem.

Trâmite – Antes de ser aprovada pelo plenário, a LDO já havia recebido parecer da Comissão de Orçamento, Finanças, Planejamento e Patrimônio da Câmara, além de ter passado por audiência pública no próprio Legislativo, no mês de junho.

Comissão de recesso – Além de aprovar a LDO, a Mesa Diretora da Casa instituiu na mesma sessão a Comissão de Representação Interna, que vai atuar durante o recesso parlamentar.

Antes de definir a formação do colegiado, o chefe do legislativo destacou a atuação de cada vereador, parabenizando as ações dos parlamentares e agradeceu aos servidores da casa. Em seguida, leu os nomes dos vereadores que compõe a comissão que terá Silvino Abreu (PMB), Pavão Filho (PDT), Umbelino Junior (PPS), Barbara Soeiro (PSC) e Genival Alves (PRTB).

O colegiado tem como prerrogativa, o poder de plenário, com a deliberação sobre a sustação de atos normativos do Executivo que exorbitarem do poder regulamentar ou dos limites de delegação legislativa, desde que se caracterize a necessidade do caráter de urgência e sobre projeto de lei relativo a créditos adicionais, desde que haja parecer prévio da Comissão de Orçamento da Casa.

Além disso, também é atribuição da comissão, resolver questões inadiáveis, além de apreciar e votar pedidos de licença que possam ocorrer durante o recesso parlamentar. De acordo com o Regimento da Casa, as atividades legislativas serão retomadas em 1º de agosto.

Foto: Paulo Caruá

sem comentário »

TJ-MA se manifesta sobre prisão de servidores

0comentário

O Tribunal de Justiça do Maranhão vem a público informar que, na manhã desta segunda-feira (15), três servidores do Poder Judiciário do Maranhão – dois efetivos e um terceirizado – lotados na Coordenadoria de Precatórios do Tribunal, foram alvo de mandados de prisão preventiva decretada pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca da Ilha de São Luís.

A investigação criminal foi iniciada após requisição do Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, em face de denúncias apresentadas perante a própria Coordenadoria de Precatórios, recebidas pelo Juiz Auxiliar da Presidência, coordenador da gestão de precatórios, André Bogéa.

A investigação criminal – que resultou nas prisões dos três servidores – foi desenvolvida pelo Ministério Público Estadual e pela Polícia Civil do Maranhão, com autorização judicial.

As ações desenvolvidas fazem parte de um conjunto de medidas que visam não apenas garantir a correta utilização dos recursos públicos destinados ao pagamento de precatórios, como também zelar pela proteção dos direitos dos respectivos credores, muitos dos quais idosos e portadores de doenças graves.

As condutas dos três servidores já vinham sendo monitoradas pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, por meio da Coordenadoria de Precatórios, com o que se logrou prevenir prejuízos aos cofres públicos.

Importante ainda esclarecer que a ordem cronológica das listas de pagamentos dos entes públicos devedores de precatórios persistem intactas, imunes a quaisquer interferências ilícitas, vez que são confeccionadas segundo protocolo único do Tribunal de Justiça, inacessível aos servidores em questão.

O Tribunal de Justiça do Maranhão reafirma seu inarredável compromisso de bem desempenhar suas atribuições constitucionais, sempre voltado à moralidade, legalidade, impessoalidade, publicidade e eficiência, conforme o art. 37, caput, da Constituição Federal.

A persecução criminal se desenvolverá aos cuidados das autoridades públicas constituídas e respeitando as diretrizes do devido processo legal e da ampla defesa.

Desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos
Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão   

sem comentário »

Onde estão os torcedores que não vão aos estádios?

5comentários

Essa não é a primeira vez que falo deste assunto aqui, mas é impossível fazer futebol sem o apoio e a presença dos torcedores no estádio.

Ontem, no estádio Castelão, mais uma vez a torcida ficou devendo. Pouco mais de 3 mil foram ao Castelão, mas nem de longe esse número é o que se espera nesses jogos.

Geralmente quando critico a ausência dos torcedores no estádio, muitos não gostam, mas não quero acreditar que a nossa torcida sumiu. Será que temos uma torcida modinha mesmo? Ou torcedor que fica esperando um time do sul vir jogar aqui?

Muitos pedem promoções dos clubes para que o torcedor possa comparecer, mas acho até desnecessário, pois no caso de Sampaio e Imperatriz, a campanha por si só já é o grande atrativo.

Mas gostem ou não nossos torcedores, o número está longe de traduzir o que esperamos. Os que estão indo são os heróis e fiéis torcedores que sempre comparecem.

A esses torcedores, o nosso reconhecimento por valorizarem os nossos clubes. Esses sim podem reclamar e cobrar melhores resultados, o resto é torcedor de whatsapp que não paga ingresso e só sabe cornetar.

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

5 comentários »

Servidores do TJ são presos por fraude em precatórios

0comentário

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e a Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção da Polícia Civil realizaram na manhã desta segunda-feira (17), uma operação para cumprimento de mandados de busca e apreensão de documentos e prisão preventiva em São Luís, Paço do Lumiar e Goiânia, por força de decisão da 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário da Capital.

As investigações, conduzidas pelo Gaeco em conjunto com o 1° Departamento de Combate à Corrupção (1° Deccor), apuraram um esquema de corrupção com a participação de servidores da Coordenadoria de Precatórios do Tribunal de Justiça, visando favorecer credores da Fazenda Pública na elaboração de cálculos em desacordo com a decisão judicial, bem como em dar preferência na ordem de pagamento em troca de vantagem financeira.

Segundo apurado até o momento, os servidores Daniel Andrade Freitas e Thiago da Silva Araújo, além terceirizado Thiago Rafael de Oliveira Candeira, presos na sede administrativa do Tribunal de Justiça, obtinham informações sobre os credores de precatórios e entravam em contato por telefone solicitando vantagem para que eles tivessem seus pagamentos incluídos na lista.

O esquema também tinha a participação de Wendel Dorneles de Moraes, preso em Goiânia. Daniel Freitas, Thiago Araújo e Thiago Candeira facilitavam o acesso de Wendel à planilha de credores e valores. Em seguida, Wendel fazia a intermediação entre estes e os credores através de contato telefônico solicitando valores. Todos já estão presos.

O Gaeco do Ministério Público de Goiás auxiliou a operação em Goiânia para o cumprimento do mandado de prisão de Wendel Moraes.

sem comentário »

Férias Culturais ao som de jazz e blues na Deodoro

0comentário

A melodia dos estilos musicais norte-americanos jazz e blues embalaram a noite de sábado (13), no Complexo Deodoro, no Centro de São Luís. O grupo Bom Tom Jazz & Blues iniciou sua apresentação para um público confortavelmente acomodado em cadeiras de frente ao palco e nos bancos da praça. A programação é uma iniciativa da Prefeitura de São Luís coordenada pela  Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e faz parte do Programa Férias Culturais, que é promovido pela gestão do Prefeito Edivaldo Holanda Junior e movimenta, até 31 de julho, espaços do Centro Histórico da capital por meio de apresentações que incluem eventos como o Sarau Histórico, Passeio Serenata, Roteiro Reggae e o Conheça São Luís.

“Os estilos jazz e blues têm origem norte-americana e são pouco acessíveis à população. O Programa Férias Culturais inova nesta edição trazendo uma apresentação gratuita deste gênero para o Complexo Deodoro, local público totalmente revitalizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em parceria com a Prefeitura. Ficamos muito felizes em perceber que a comunidade ludovicense tem comparecido em peso para prestigiar a programação de férias promovida pela gestão do Prefeito Edivaldo Holanda Junior”, pontua o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

A aposentada Nígima Ribeiro da Silva, 93 anos, decidiu sair de casa neste sábado à noite. O motivo foi a paixão que ela nutri deste jovem pelos estilos musicais jazz e blues. E, para isso, ela levou junto seu eterno namorado, o aposentado Edvaldo Sousa, 78 anos. “Adoro jazz, que surgiu nas igrejas norte-americanas, e não podia perder. A iniciativa da Prefeitura de São Luís é muito interessante, a gente tem a oportunidade de se divertir em um ambiente confortável, com cadeiras para sentar”, compartilha.

É a primeira vez que a cozinheira Conceição Martins, 58 anos, participa de uma programação do Férias Culturais. E ela não podia vir sozinha. A acompanharam o marido Wanderlino Castro, 61 anos, a cunhada Luciana dos Anjos, 41 anos, o sobrinho Renan Sousa, 11 anos, e a neta Sarah Bianca, 7 anos. “O programa é muito bom. As apresentações culturais são agradáveis e chama turistas para a cidade. Aqui é um local amplo, com segurança e comodidade para a gente acompanhar a programação. Depois da reforma da Praça Deodoro, costumamos vir sempre aqui, trazer a garotada para correr, gastar as energias”, revela a cozinheira.

Férias Culturais

Com uma programação que une música, teatro, dança, histórias e tradições que fazem referência à cidade de São Luís, o Programa Férias Culturais movimenta durante o mês de julho espaços do Centro Histórico da capital por meio de apresentações que incluem eventos como o Sarau Histórico, Passeio Serenata, Roteiro Reggae e o Conheça São Luís e tem como novidades apresentações de Blues, Jazz e uma programação infantil. Promovida pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, a iniciativa tem como finalidade oferecer, no mês das férias escolares, opções para que moradores e turistas conheçam mais sobre a riqueza e as belezas que fazem São Luís ser reconhecida como Ilha do Amor, Atenas Brasileira e Jamaica Brasileira.

Foto: Honório Moreira

sem comentário »

Espionagem

0comentário

O deputado federal Aluisio Mendes (Pode) confirmou à coluna que ele vem recebendo novas denúncias e documentos que ajudam na apuração da denúncia feita pelo ex-delegado Thiago Bardal e delegado Ney Anderson Gaspar, que apontam que o secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, determinou interceptações telefônicas ilegais contra quatro desembargadores e seus familiares e contra políticos adversário do governo estadual.

O que Mendes vem recebendo de informações será reforçado também por depoimento de outros delegados que serão ouvidos pela Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados durante a vinda dos parlamentares ao Maranhão, que deverá acontecer logo após a volta do recesso.

Além disso, o caso também já chegou ao Senado e uma nova rodada de depoimento de Bardal e Ney Anderson deverá acontecer em Brasília. O pedido para ouvir o ex-delegado e o delegado foi feito pelo senador Roberto Rocha (PSDB), apontado como uma das vítimas da “arapongagem” no Sistema Guardião.

E enquanto o assunto vai tomando forma no Congresso, no Maranhão o secretário Jefferson Portela desistiu de se defender atacando os que fazem a denúncia contra ele. Portela tem preferido – provavelmente orientado para isso – ficar em silêncio.

Nem sobre o seu depoimento na Câmara, o gestor tem falado mais. Na verdade, não está claro se ele ainda irá à Comissão de Segurança da Câmara.

Silêncio

O governador Flávio Dino (PCdoB) também tem mantido silêncio sobre as denúncias, atendo-se apenas a destacar o trabalho de Jefferson Portela.

Dino não mostra inclinação para fazer o que foi sugerido na Comissão de Segurança: afastar Portela do cargo e determinar uma auditoria no Sistema Guardião.

Essa sugestão foi dada pelos deputados Aluisio Mendes e Edilázio Júnior (PSD) para assim encerrar a questão em torno das denúncias contra auxiliar de primeiro escalão de Dino.

Estado Maior

sem comentário »

Sampaio decide playoff contra o Santo André

0comentário

O Sampaio pode garantir classificação mais uma vez para a final da Liga de Basquete Feminino (LBF).

Após vencer a primeira partida do playoff contra o Santo André, por 61 a 59, o Sampaio só precisa vencer a partida de hoje, às 19h30 para chegar a mais uma final da Liga.

No primeiro confronto, o Sampaio dominou o Santo André nos três primeiros quartos, mas quase se complica no último quando permitiu a reação do adversário e quase se complica numa partida que parecia fácil.

O jogo agora é aqui e o Sampaio conta com um componente a mais que é a força da sua torcida que deve lotar o Costa Rodrigues.

Se vencer, o Sampaio encerra a série e aguarda o vencedor do confronto entre Vera Cruz Campinas e Uninassau. No primeiro jogo, Uninassau venceu por 65 a 51.

Mas essa é uma outra história….

Primeiro o Sampaio deve passar pelo Santo André.

Foto: Matheus Marques

sem comentário »