Roseana critica ‘perseguição’ no atual governo

1comentário

A candidata da coligação “O Maranhão quer mais”, Roseana Sarney (MDB), afirmou nesta segunda-feira (27), durante o programa Sabatina O Estado, que caso seja eleita no mês de outubro, retomará os programas sociais e os investimentos no Maranhão.

Ela citou o programa Viva Luz, que assegurava a quitação da conta de energia elétrica do cidadão de baixa renda, falou sobre o programa Saúde é Vida – que construiu 72 novos hospitais em todas as regiões do estado e anunciou que pretende criar o Viva Gás.

Roseana também falou sobre a necessidade de retomar o crescimento econômico do estado e promover emprego e renda.

“A crise financeira no país e no Maranhão é muito forte. O sistema de saúde do Maranhão está falindo. O desemprego aumentou. Por isso eu decidi colocar meu nome à disposição para o Governo. Para tentar mudar esse quadro”, disse.

“Na minha gestão eu consegui tirar cerca de 500 mil pessoas da linha de pobreza. E agora os dados oficiais mostram que pelo menos 300 mil pessoas voltaram para a linha de pobreza. Isso é preocupante”, completou.

Roseana também criticou a perseguição política, segundo ela, imposta pelo atual governador, Flávio Dino, a adversários e disse que nas suas gestões, jamais agiu de forma semelhante.

“Esse governo tem um equívoco muito grande. Você não é eleito governador de um lado, de um partido ou grupo político, mas sim governador de todos os lados. Eu não era uma governadora de uma parte dos maranhenses, eu era de todos. Me sentia privilegiada por isso. Não se pode beneficiar aliados e prejudicar os demais”, disse.

Ela citou nominalmente os exemplos dos prefeitos de Imperatriz e São Pedro dos Crentes, que fazem oposição ao Palácio dos Leões. Para a emedebista, ambos são perseguidos.

“O prefeito de São Pedro dos Crentes, por exemplo, que está sempre nas redes sociais, é perseguido. O prefeito de Imperatriz também é perseguido, porque você não mandar recursos para a saúde do município, é perseguição”, concluiu.

O Estado

1 comentário »

Flávio Dino ‘foge’ de Sabatina em O Estado

12comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) não compareceu à sabatina promovida pelo jornal O Estado do Maranhão com os candidatos ao governo do Maranhão, hoje (23), às 10h. A cadeira que seria ocupada pelo governador ficou vazia.

Flávio Dino seria o quarto candidato entrevistado, mas não compareceu. Representantes do governador que participaram da reunião no Grupo Mirante concordaram com a data e as regras das entrevistas que foram aceitas por todos os candidatos.

Faltando poucos minutos para o início do programa, a assessoria do governador Flávio Dino encaminhou nota confirmando que não participaria da Sabatina. Dino alegou não ter recebido as regras da entrevista e garantia de ‘isonomia’.

Há um mês, Flávio Dino entrou na Justiça Eleitoral com um pedido para ser entrevistado pela Rádio Mirante FM. Na ocasião, Dino disse que só tinha espaço para ser entrevistado no Grupo Mirante quando acionava a Justiça, de quatro em quatro anos. O fato foi ‘festejado’ pelo governador que chegou a elogiar a Justiça Eleitoral pela decisão.

Convidado, o governador e candidato à reeleição ‘fugiu’ hoje à Sabatina de O Estado, onde seria entrevistado pelos jornalistas Marco D”Eça, Gilberto Léda e Linhares Júnior.

Na eleição passada, o governador Flávio Dino também ‘fugiu’ da Sabatina realizada pela Rádio Mirante AM, alegando os mesmos motivos.

Já foram entrevistados os candidatos Ramon Zapata (PSTU), Odívio Neto (PSOL) e Roberto Rocha (PSDB).

Nesta sexta-feira (24), a entrevistada será Maura Jorge (PSL) e na segunda-feira (27) Roseana Sarney.

Foto: Carla Lima

12 comentários »

Braide participa de Sabatina em O Estado

0comentário
O candidato também aproveitou para agradecer a população que, para ele, fez história em São Luís

Eduardo Braide aproveitou para agradecer a população que, para ele, fez história em São Luís

O candidato Eduardo Braide (PMN), encerrou a série de entrevistas da Sabatina O Estado, nesta terça-feira (11). No bate papo com os jornalistas da editoria de Política do jornal, Braide disse que como prefeito da capital, governará com prioridades em todas as áreas.

Assim como no 1º turno, Eduardo Braide apresentou propostas e discutiu sobre o futuro político da capital com os jornalistas e com eleitores, que também interagiu via redes sociais. A entrevista foi transmitida ao vivo pelo site do jornal e teve a participação de internautas que enviaram perguntas aos candidatos.

O candidato também aproveitou para agradecer a população que, para ele, fez história em São Luís. “Quero dizer que estou aqui por causa de você, que decidiu fazer história e me tirou de apenas 5% nas urnas para um percentual que me garantiu chegar ao segundo turno”, afirmou.

Questionado sobre Cultura e Turismo, o candidato criticou a ineficiência do atual plano de cultura instituído pela Prefeitura de São Luís e disse que “ninguém governa sozinho e que governar é eleger prioridades” citando um dos 33 itens do seu Programa de Governo, que fala sobre a implantação do Programa Municipal de Cultura para possibilitar a continuidade das diversas manifestações populares de São Luís.

Sobre a educação, Eduardo Braide disse que antes de falar em construção de escola de tempo integral vai resolver os problemas de infraestrutura para que as aulas em tempo normal sejam retomadas.

“O problema da educação não é falta de dinheiro, mas sim falta de gestão. A pergunta que nós temos que fazer é: se um prefeito, desde o primeiro ano de mandato, tem à disposição recursos para entregar creches para as crianças e chega ao final de seu mandato e não entrega uma creche, quem está paralisando a cidade?”, questionou o candidato.

Na saúde, o candidato disse que a parceria será uma saída para resolver o problema de falta de leitos. Parceria com a Santa Casa será uma das possibilidades já que, de acordo com Braide, há 10 leitos de UTI fechados há dois anos.

“Ninguém governa sozinho e é dessa forma que vamos governar fazendo parcerias. A minha parceria é de verdade. Ele prometeu um hospital de referência e nunca colocou um tijolo. Mas tem mais de 10 leitos a disposição na Santa Casa que nunca foram utilizados” destacou.

Foto: Milena Cutrim

sem comentário »

Edivaldo participa de sabatina em O Estado

1comentário
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior participa de sabatina do jornal O Estado

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) participa de sabatina do jornal O Estado do Maranhão

O prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Junior PDT), enfatizou durante “Sabatina” do jornal O Estado do Maranhão os avanços e ações realizados em sua gestão, que tem como principal objetivo melhorar a qualidade de vida dos ludovicences. “Estamos transformando vidas com ações em toda a cidade”, observou ao responder questões sobre saúde, mobilidade urbana, educação, meio ambiente e infraestrutura.

Edivaldo voltou a lembrar em seu preâmbulo, aos ouvintes e internautas, do caos administrativo que encontrou ao assumir, em 2013, a Prefeitura de São Luís. Folha de pagamento atrasada e muitos débitos que o fizeram priorizar a saúde e a educação para que o município não entrasse em colapso financeiro. Segundo ele, foi providencial que primeiro se “organizasse a casa” com projetos assertivos, honestidade e muito trabalho.

O candidato apontou avanços na Saúde com a retomada do Hospital da Mulher, hoje referência em neurocirurgia pelo Ministério da Saúde; as construções do novo Hospital da Criança e da Maternidade da Cidade Operária; a reforma de mais de 30 unidades de saúde e dos Socorrões; a entrega de ambulância e da nova sede do Samu.

Na Educação destacou a valorização dos professores – um dos setores mais bem remunerados do país – no qual houve um reajuste acumulado de 39%. E mais uma vez explicou aos jornalistas sobre as construções das 20 creches, no qual quatro estão sendo erguidas, em que a não entrega foi devido a falência da empresa que afetou vários municípios brasileiros. “Neste ponto quero agradecer ao ex-ministro Gastão Vieira, hoje presidente do FNDE, pela ajuda que nos tem dado nessa questão”, ressaltou Edivaldo ao garantir que o compromisso continua a ser um dos pilares de sua gestão.

Edivaldo destacou ainda a entrega de 11 mil casas e de 5 mil títulos de propriedade; das 1.800 ruas asfaltadas; do maior programa de urbanização na cidade realizados em 90 bairros; da licitação dos transportes; das intervenções no trânsito; dos mais de 30 km de drenagem. Na cultura, destacou entre as ações, a transformação de fundação em Secretaria de Cultura, da implantação do Plano Municipal de Cultura e dos editais que colocaram um fim nos critérios políticos.

“Enfrentamos problemas históricos… e insisto em dizer que estamos transformando a vida das pessoas com diversas obras espalhadas por toda a cidade. Por isso quero pedir o seu voto no 12, prefeito Edivaldo, para continuar trabalhando por nossa querida São Luís”, finalizou Edivaldo.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Braide diz que Saúde e Educação são prioridades

0comentário

EduardoBraideSabatina

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) encerrou a Sabatina de O Estado do Maranhão com os nove candidatos à Prefeitura de São Luís.

Eduardo Braide disse que espera compensar o tempo pequeno que terá no horário gratuito com a presença nos bairros.

O candidato do PMN disse que apresentará proposta de fomento ao esporte por meio de parceria com a iniciativa privada. “Não basta somente fazer áreas de lazer ou de esportes. É preciso manter. Por isso, na nossa proposta temos o programa Adote um Espaço para que a iniciativa privada posso com incentivo cuidar de áreas como praças e áreas de lazer e de prática de esportes”.

Segundo Eduardo Braide, a Educação precisa ser vista como prioridade pela administração municipal. “É preciso resolver problemas como a estrutura física do sistema educacional já que existem escolas que não tem local certo”, disse. Ele destacou que é difícil falar em escola em tempo integral se não funcionam nem as de tempo normal e apontou que existe recursos do Governo Federal para construção de creches. “Governar é saber eleger prioridades. É fazer um governo com resultados”, pontuou.

Perguntado sobre Segurança Pública, o candidato disse que pela Constituição Federal a Guarda Municipal é para guardar o patrimônio e que no programa de governo de Eduardo Braide, os guardas municipais irão atuar nas escolas. Ele pretende construir Pontos Avançados de Segurança para assim fazer uma parceria com o governo estadual para disponibilizar à Polícia Militar para ocupar esses espaços.

Eduardo Braide criticou o projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) como foi concebido inicialmente e disse ter a certeza de que não daria certo, mas destacou a importância da implantação de um transporte de massa. Ele destacou que o problema é a desapropriação de áreas que deixa o custo alto. “Se tiver alguma eventual inviabilidade, encontraremos a solução. O certo é que a população de São Luís não ficará sem um transporte de massa”, afirmou lembrando que a Avenida Jerônimo de Albuquerque e o retorno da Forquilha são os dois gargalos do trânsito em São Luís.

O candidato do PMN disse que pretende rever a licitação do transporte público em São Luís. Ele apontou que a Prefeitura deveria ter incluído no edital de licitação a pesquisa técnica levando em consideração o grau do satisfação do usuário para que os empresários tivessem o comprometimento de melhorar a frota em São Luís. “A licitação me parece ser de faz de conta. A pergunta que fica é: o que podemos melhorar com essa licitação?. Houve três aumentos de tarifa, fim das domingueiras e implantação da biometria facial para reduzir fraudes e até o momento não foi percebida qualquer melhoria”, disse.

Eduardo Braide disse que o primeiro ítem do seu programa de governo são os “Parceiros da Saúde”. Ele lembrou que destinou na condição de deputado verbas de emendas para aquisição de equipamentos para o Aldenora Belo. Além disso, destinou emenda para que o teste do pezinho voltasse a ser feito na Apae e garantiu que se for prefeito vai se dedicar a saúde fazendo parceiros como Santa Casa. Apae, Aldenora Belo, dentre outras instituições.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

sem comentário »

Wellington promete gestão técnica

5comentários

WellingtondoCursoSabatina

O deputado estadual Wellington do Curso, candidato do PP à Prefeitura de São Luís participou nesta quarta-feira (17), da Sabatina com jornalistas do jornal O Estado.

Wellington falou inicialmente sobre a sua candiatura. “Eu não sou político. Eu estou político. Nossa candidatura nasceu da vontade popular”.

O candidato do PP destacou a necessidade de priorizar a educação de forma compartilhada. “A administração pública não é voltada para um parcela da população. Ela é para todos. A partir de primeiro de janeiro de 2017, São Luís será administrada por um prefeito que tem as digitais da população”, garante.

Wellington apontou a importância da educação para o trânsito e destacou a necessidade de construir passarelas em pontos como Avenidas Colares Moreira e Cohab. Ele também defendeu a construção do viaduto na Forquilha, mas com planejamento. “Precisamos fazer um estudo técnico, um estudo de viabilidade”.

Ele destacou a formação da base de sua candidatura que será importante para a discussão dos principais temas da cidade. “O que eu me proponho a fazer é discutir os problemas de São Luís”.

O candidato do PP disse que sua gestão será técnica e revela decepção com a mobilidade urbana em São Luís e destaca a necessidade de um planejamento estratégico. Wellington do Curso diz que é preciso criar rotas alternativas para diminuir congestionamentos e ampliar as interbairros. “Teremos um Centro Integrado de Operações Municipais”.

Wellington apontou a importância da educação para o trânsito e destacou a necessidade de construir passarelas em pontos como Avenidas Colares Moreira e Cohab. Ele também defendeu a construção do viaduto na Forquilha, mas com planejamento. “Precisamos fazer um estudo técnico, um estudo de viabilidade”.

O candidato do PP disse que Edivaldo poderia ter transformado São Luís pela educação e lembrou a promessa de atual prefeito sobre 23 creches, que segundo ele não foram entregues. “O prefeito reformou a Praça do Jumento, na Camboa, mas não reformou a creche”, disse.

Perguntado sobre a participação de Waldir Maranhão na campanha, o candidato respondeu: “Waldir Maranhão não é figura presente na minha candidatura. O arco de aliança de Waldir Maranhão ele escolheu lá atrás e hoje ele administra um partido [PTdoB] que está na base de outra candidata [Eliziane Gama]”, afirma

Wellington do Curso defendeu uma política para os jovens. “Precisamos dar oportunidade aos jovens. A periferia de São Luís está dominada pelas drogas porque o braço do Estado não chega”.

A Sabatina de O Estado será encerrada nesta quinta-feira (18) com o candidato Eduardo Braide (PMN).

Foto: Reprodução/ TV Mirante

5 comentários »

Edivaldo repõe a verdade sobre BRT

3comentários
Eliziane Gama e Edivaldo Holanda Júnior participam de sabatina de O Estado

Eliziane Gama e Edivaldo Holanda Júnior participam de sabatina de O Estado do Maranhão15

O comando do PDT, partido do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, tratou de repor a verdade a respeito de uma segunda denúncia da candidata do PPS a prefeita da capital, deputada Eliziane Gama, feita contra a administração municipal durante a Sabatina O Estado.

A primeira delas – já devidamente esclarecida – dizia respeito à transparência da gestão.

Em outro ponto, Gama afirmou que, só no Ministério das Cidades, projetos supostamente “perdidos” pela Prefeitura de São Luís superavam os R$ 613 milhões.

As “provas” de que Edivaldo Jr. teria perdido a verba para a implantação do Corredor de Transporte Público (com utilização de faixa para BRT) são nada mais do que um edital de projetos selecionados pelo Ministério das Cidades. Entre eles, o projeto de São Luís.

portariaO documento apresentado, na verdade, mostra apenas que os projetos foram selecionados. Mas nenhum teve contrato assinado. Somente com contrato assinado o recurso é liberado, claro.

Ocorre que, segundo o PDT, a Prefeitura não perdeu prazo algum e todos os pré-requisitos foram cumpridos e falta apenas uma decisão do Governo Federal – que fechou as torneiras por conta da crise – para a continuidade dos projetos.

No caso do BRT, a documentação está protocolada e em análise pela Caixa Econômica Federal e pelo Ministério das Cidades. E está dividia por trechos – são três no total.

À exceção do Trecho 1 do BRT – que será financiado com recursos do FGTS -, os demais projetos têm como fonte de recursos o Orçamento Geral da União (OGU). Tanto no que se refere ao Trecho 1 do BRT (recursos FGTS) quanto aos projetos que terão como fonte recursos do OGU, a Prefeitura cumpriu todos os prazos e pré-requisitos exigidos pelo Governo Federal.

O Trecho 2, junto com todos os demais projetos que aparecem na lista terão como fontes recurso do OGU (Orçamento Geral da União).

Com a crise, o Governo Federal não avançou mais no encaminhamento dessas propostas e a Prefeitura continua aguardando manifestação deles. Sendo assim, recurso algum foi perdido.

Blog do Gilberto Léda

3 comentários »

Eliziane vai priorizar Plano Diretor

2comentários

ElizianeGamaSabatinaOEstado

A deputada federal, Eliziane Gama foi a entrevistada desta quarta-feira (10), na Sabatina que jornalistas de O Estado fazem com os candidatos à Prefeitura de São Luís.

A candidata do PPS é preciso melhorar a situação porque a cidade vive no abandono. “É preciso uma Prefeitura presente para melhorar a vida da população”, destacou.

Segundo Eliziane, uma das primeiras metas de seu governo será a revisão o Plano Diretor da Capital maranhense. Para a candidata, a Prefeitura não tem plano algum nem diretor, nem planejamento financeiro e nem de mobilidade urbana.”Temos já uns 10 anos com um plano diretor vencido e o resultado é um crescimento da cidade de forma desorganizada”.

Eliziane Gama falou sobre o apoio do ex-prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB) e disse que o projeto que ela encabeça não é um projeto individual. “Eu sou muito feliz com a plataforma que montamos. Temos um programa e vamos cumprir. Todos nós”.

A candidata defendeu a metropolização da Ilha e disse que São Luís deve liderar o projeto. Ela destacou que “picuínhas partidárias” estão atrapalhando que os municípios avancem neste debate.

Eliziane também anunciou que fará uma reforma administrativa. Segundo ela, existem 32 secretarias e algumas que não têm sentido de existir. “As cinco secretarias de relação com a Câmara Municipal podem ser reduzida em uma pasta que funcione de verdade”. A candidata disse que não demitirá ninguém que trabalhe na gestão municipal.

Eliziane também anunciou que fará uma reforma administrativa. Segundo ela, existem 32 secretarias e algumas que não têm sentido de existir. “As cinco secretarias de relação com a Câmara Municipal podem ser reduzida em uma pasta que funcione de verdade”. A candidata disse que não demitirá ninguém que trabalhe na gestão municipal.

A candidata revelou preocupação em relação à licitação do transporte. Segundo ela, há problemas nos termos dos contratos que serão firmados com empresas que já vinham prestando serviço.

Ela também discutiu temas como mobilidade urbana e educação. “Não há escolas de tempo integral em São Luís”, disparou.

A sabatina prossegue nesta quinta-feira (11), às 10h da manhã com o candidato Zéluís Lago (PPL).

2 comentários »

Rose Sales destaca geração de emprego

1comentário
Candidata do PMB abre a sabatina de O Estado com os candidatos à Prefeitura de São Luís

Candidata do PMB abre a sabatina de O Estado com os candidatos à Prefeitura de São Luís

A candidata do PMB, Rose Sales abriu a sabatina de O Estado com os candidatos à Prefeitura de São Luís.

“A minha ótica do Governo é fazer um Governo participativo. Quero um legislativo fiscal. A Câmara Municipal será respeitada. Jamais será tratada como sucursal da Prefeitura”.

Durante 1h, Rose Sales debateu as suas propostas para São Luís e afirmou que a geração de emprego e renda será o principal ponto do seu plano de governo. “Vamos garantir o investimento em todos os setores produtivos”, diz Rose Sales.

Rose Sales destacou a importância dos programas sociais, mas condenou o assistencialismo. “É necessário reverter a dependência social do assistencialismo para o empoderamento”, disse.

Rose Sales disse que pretende ampliar o Programa Saúde da Família e restabelecer a limpeza pública. “Vamos restabelecer a garantia de Limpeza Pública. Voltar a ser uma cidade limpa”.

Sobre a infraestrutura viária da cidade, a candidata disse será feito um estudo técnico para organizar o tráfego de veículos pesados na em São Luís. “Quero melhorar as condições asfálticas de São Luís”.

Rose Sales falou sobre políticas voltadas para o público LGBT. “Iremos assegurar os direitos humanos a todos, sem distinção. Faremos um governo laico. Todos serão respeitados”, destacou.

Nesta terça-feira (8), às 10h, o entrevistado será o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

1 comentário »

Estado sabatina candidatos a prefeito

0comentário

IMG_8440

Os nove candidatos a prefeito de São Luís serão sabatinados a partir de hoje (8), às 10 da manhã, por jornalistas de O Estado do Maranhão. A sequência das entrevistas foi definida por meio de sorteio.

A candidata Rose Sales (PMB) abre a sabatina que terá 1h de duração. Na terça-feira (9), a sabatina será com o candidato à reeleição Edivaldo Holanda Júnior (PDT). A sabatina segue na quarta-feira (10) com Eliziane Gama (PPS), quinta-feira (11) com Zé Luís Lago (PPS) e fecha a primeira semana na sexta-feira (12) com o candidato Fábio Câmara (PMDB).

Na semana seguinte, Cláudia Durans (PSTU) será a entrevistada na segunda-feira (15), Valdeny Barros (PSOL) na terça-feira (16), Wellington do Curso (PP) na quarta-feira (18) e Eduardo Braide (PMN) na quinta-feira (19).

A sabatina terá como mediador o editor de política de O Estado, Marco Aurélio D’Eça e as participações de Gilberto Léda e Ronaldo Rocha. As entrevistas serão transmitidas peça internet no site do O Estado (www.oestadoma.com.br).

Foto: O Estado

sem comentário »