Farra dos aluguéis

0comentário

AndreaMurad

A deputada Andrea Murad (PMDB) voltou a falar sobre a farra dos aluguéis no atual governo e trouxe à tona relatos do primeiro dia de trabalho na nova sede da Vigilância Sanitária, alugada pela Secretaria de Estado da Saúde no preço exorbitante de R$ 135 mil por mês. De acordo com a parlamentar, funcionários do órgão já relataram que a SES pretende alugar mais um espaço, apenas para estacionar os veículos do órgão.

“O primeiro dia de trabalho, conforme eu já havia dito, não conseguiu acomodar toda a vigilância sanitária. Há mais de um mês, disse que aquele prédio não tem capacidade para suportar toda a estrutura dos órgãos que a Secretaria quer colocar lá. Escolheram alugar um prédio em uma avenida nobre de São Luís, sabe-se lá por qual razão. Mas não satisfeitos com o prédio alugado com dispensa de licitação pelo valor absurdo de R$ 135 mil reais por mês, eles querem alugar outro imóvel só para estacionamento. No pronunciamento que fiz sobre essa denúncia, listei a quantidade de carros e de tudo o que tinha na Vigilância Sanitária e disse que não caberia nesse prédio da Holandeses”, discursou a parlamentar.

Andrea Murad explicou ainda que só a Vigilâcia Sanitária do Estado do Maranhão tem de veículos oficiais mais de 50 caminhonetes, 40 carros pequenos, três caminhões frigoríficos para vacinas, sequer cabem dentro do novo prédio, 1 micro-ônibus, 1 van e cerca de 70 carros de funcionários. Ela disse ainda que o antigo prédio da vigilância no bairro da Alemanha custava apenas R$ 30 mil. Diante dos fatos, a deputada anunciou que entrará com o pedido de nulidade do contrato de aluguel.

“Eu duvido que nessa crise toda que o país está vivendo, as pessoas que olham uma imoralidade como essa acham normal um governador, que criticou tanto um aluguel de R$ 30 mil para pacientes com câncer, hoje alugar um prédio para um órgão de saúde por R$ 135 mil. E agora quer alugar mais um espaço para estacionamento, para simplesmente enriquecer os seus”, disse Andrea Murad.

sem comentário »

Reclamação em Santa Inês

0comentário

SousaNeto

O deputado estadual Sousa Neto (PTN) recebeu em seu gabinete na manhã desta quarta-feira (01), a Relações Institucionais da Tim Telefonia, Jaqueline Barra para tratar sobre a questão do funcionamento e das constantes reclamações que o parlamentar tem recebido da população de Santa Inês quanto ao funcionamento da operadora na região.

Durante a reunião, Sousa Neto cobrou explicações sobre os motivos de constantes falta de sinal na região que tem afetado a todos que possuem a operadora e foi esclarecido por parte de Jaqueline que antes havia apenas uma fibra ótica na região e mais uma foi providenciada no mês passado justamente para que a população não tivesse mais esse tipo de transtornos “A operadora investiu na melhoria de disponibilidade de rede no estado com a ativação de uma nova rota de transmissão, que beneficia Santa Inês. A iniciativa aumentou a disponibilidade de rede 2G e 3G em beneficio aos clientes locais”, explicou.

Sousa Neto por sua vez ressaltou que irá continuar cobrando melhorias pra região, inclusive dando o prazo de 60 dias para que o serviço seja plenamente estabelecido ou caso contrário entrará com uma representação na Assembleia Legislativa contra a operadora “ 86% dos moradores de Santa Inês e da região são clientes da Tim e passam dias sem o sinal da telefonia, algumas pessoas dispõem exclusivamente dessa operadora e eu solicitei essa reunião justamente para iniciarmos esse diálogo e solucionar o problema, de maneira que não seja necessário ir para outra instância, como a judicial”, concluiu Sousa Neto.

sem comentário »

Aprovada redução da maioridade penal

0comentário

Camara

Após nova votação, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na madrugada desta quinta-feira (2), a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos(estupro, sequestro, latrocínio, homicídio qualificado e outros), homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.

O texto aprovado é uma emenda dos deputados Rogério Rosso (PSD-DF) e Andre Moura (PSC-SE) à proposta de emenda à Constituição da maioridade penal (PEC 171/93). Foram 323 votos a favor e 155 contra, em votação em primeiro turno. Os deputados precisam ainda analisar a matéria em segundo turno.

A emenda deixa de fora da redução da maioridade outros crimes previstos no texto rejeitado na quarta-feira, como roubo qualificado, tortura, tráfico de drogas e lesão corporal grave. O texto anterior era umsubstitutivo da comissão especial que analisou a PEC.

Ao contrário da primeira votação, dos 18 deputados maranhenses, dez votaram pela redução da idade da maioridade penal para 16 anos: Aluisio Mendes, (PSDC), Juscelino Filho (PRP), André Fufuca (PEN), Hildo Rocha (PMDB), Cléber Verde  (PRB), João Castelo (PSDB), Júnior Marreca (PEN), Alberto Filho (PMDB), José Reinaldo (PSB) e Waldir Maranhão (PP), que mudou de opinião na segunda votação.

Sete deputados votaram contra a PEC da redução da maioridade Penal:  Sarney Filho (PV), Weverton Rocha (PDT), Zé Carlos (PT), Pedro Fernandes (PTB), Rubens Júnior (PCdoB) e João Marcelo (PMDB).

Outros onze deputados maranhenses votaram pela redução da idade da maioridade penal para 16 anos: Aluisio Mendes, (PSDC), Juscelino Filho (PRP), André Fufuca (PEN), Hildo Rocha (PMDB), Cléber Verde  (PRB), João Castelo (PSDB), Júnior Marreca (PEN), Alberto Filho (PMDB), José Reinaldo (PSB), Waldir Maranhão (PP) e João Marcelo (PMDB).

O deputado Victor Mendes (PV) mais uma vez esteve ausente e não participou da votação.

Leia mais

sem comentário »

Louro x Simplício

0comentário

ViniciusLouro

O deputado estadual Vinicius Louro (PR) questionou o governador Flávio Dino em sessão plenária nesta quarta-feira (1º de julho): “Governador, o secretário de Estado da indústria e Comércio, é digno deste governo”?. Em seu discurso, Vinícius Louro rebateu as calúnias, segundo ele covardes e difamatórias, que o secretário Simplício Araújo publicou na imprensa, comparando-o a um “batedor de carteira”.

“Sinto-me no dever moral de vir a esta tribuna para falar das acusações descabidas, injúrias, destinadas a mim e aos meus familiares. Refiro-me ao pseudo bacabalense, eterno suplente de deputado federal e hoje secretário de Indústria e Comércio. Ele é reconhecido por seu vocabulário lastimável, retórica agressiva e ausência de trabalho prestado ao povo, especialmente na minha querida terra, Pedreiras”, disse Vinícius.

Disse, ainda, o deputado Vinícius: “Primeiramente quero deixar destacados aqui os inúmeros trabalhos e ações desenvolvidos pelo ex-deputado Raimundo Louro em todo o estado, especialmente na região do Médio Mearim, exatamente por sua luta contínua e diária, apesar de toda a perseguição que sofremos, mesmo assim vem se consagrando como a maior liderança política de toda aquela região. Meus caros colegas deputados, fomos acusados de batedores de carteira, fomos acusados também publicamente, inclusive em redes sociais, em canais de comunicação, de negociar emendas. Uma verdadeira falta de respeito a esta Casa e a todos os membros. Peço aos que, estão em primeiro mandato assim como eu, que levantem o braço em sinal positivo ao recebimento de emendas”, perguntou Vinicius Louro.

Na ausência de sinal positivo por parte de algum deputado em plenário acusando que tenha recebido emendas este ano, o deputado Vinícius Louro sugeriu que a Assembleia Legislativa convoque o secretário para se retratar publicamente. Os deputados Júnior Verde (PRB), Adriano Sarney (PV) e Sousa Neto (PTN), em aparte, manifestaram apoio ao colega parlamentar.

sem comentário »

Suspenso concurso do IFMA

0comentário

ifma

A pedido do Ministério Público Federal no Maranhão (MPF-MA), a Justiça Federal suspendeu, liminarmente, o concurso para o preenchimento de cargos efetivos da carreira de magistério do ensino básico, técnico e tecnológico do Instituto Federal do Maranhão (Ifma), que está sob a responsabilidade da Fundação Sousandrade.

A decisão é resultado da ação civil pública movida pelo MPF-MA pedindo suspensão do concurso, que em seu edital previa a realização de quatro fases: prova objetiva, dissertativa, de desempenho didático e de títulos. No entanto, após ser divulgado o resultado das duas primeiras fases, a instituição excluiu do concurso candidatos que, embora tenham atingido as notas mínimas para aprovação nas provas objetiva e dissertativa, não estariam dentro de um limite de vagas previsto para a próxima fase.

Para o MPF-MA, a exclusão dos candidatos foi praticada por meio de interpretação equivocada do Decreto 6.944/2009, anexo ao edital do concurso, violando assim os princípios do livre acesso aos cargos públicos, da vinculação ao edital e da impessoalidade, restringindo a competição do certame, já que o edital não previa a aplicação de cláusula de barreira que limitasse a quantidade de alunos classificados.

A sentença proferida pela 13ª vara da Justiça Federal determina a imediata suspensão do concurso e mantém a audiência de conciliação entre as partes envolvidas na ação.

Foto: Flora Dolores

sem comentário »

Aluísio quer mobilização

0comentário

AluisioMendes

O deputado Aluísio Mendes (PSDC) voltou a defender nesta quarta-feira (1) a redução da maioridade penal no Brasil, e disse que trabalhará para conscientizar os demais parlamentares sobre a necessidade de aprovar a mudança na lei, já que a proposta não obteve a quantidade mínima de 308 votos para ser aprovada, no plenário da Câmara Federal. Uma nova votação da matéria ocorrerá nos próximos dias.

“Tivemos ontem (terça-feira) uma das votações mais importantes nos últimos anos na Câmara Federal. Infelizmente nesse momento, por uma diferença mínima de cinco votos, não conseguimos êxito na votação do texto de autoria da comissão especial que tratou da redução da maioridade penal. Mas ainda existe o texto original da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que ainda será votado”, avaliou Aluísio Mendes.

O deputado argumentou que, como a diferença foi muito pequena, será feito um trabalho de conscientização não só dos parlamentares, mas da própria opinião pública, para que haja uma pressão da sociedade no sentido de convencer o Congresso Nacional de que esse é um projeto importante para o Brasil.

Aluísio Mendes entende que a não redução da maioridade penal vai ensejar o aumento da violência e da impunidade no Brasil. E que, a partir da reprovação desta emenda constitucional pela Câmara dos Deputados, formou-se o salvo-conduto para que esses jovens envolvidos com a criminalidade tomem a frente de crimes mais violentos.

“Acho que quando se tem 90% da sociedade favorável ao projeto, não é essa a resposta que ela espera da Câmara. Mas vamos continuar na luta. Há um projeto em tramitação que será levado à votação, conforme disse o presidente Eduardo Cunha, e ainda poderemos resgatar a esperança que a sociedade brasileira tem de ver esses jovens, que não são crianças, serem penalizados por seus crimes”, finalizou.

sem comentário »

Três dispensados

0comentário

RobsonSimplicio

A diretoria do Sampaio anunciou nesta quarta-feira (1) as dispensas de três volantes: Robson Simplício, Rogério e Dudu. As dispensas são por ordem financeira, pois a diretoria decidiu diminuir o tamanho da folha salarial.

Rogério e Dudu chegaram a jogar entre os titulares neste Campeonato Brasileiro Série B. Rogério foi titular até a chegada do treinador Léo Condé.

O volante Robson Simplício chegou a ser dispensado pelo clube no mês passado, mas acabou sendo reintegrado, porém hoje foi novamente afastado do clube.

Com a dispensa dos três, o Sampaio segue com quatro jogadores para a posição: Moisés, Diones, Dê e Arlindo Maracanã, mas terá que trazer pelo menos mais um para a posição pois a Série B é uma competição bem longa.

Não está descartada a liberação de outros jogadores nos próximos dias, bem como a chegada de outros atletas que poderão ser contratados.

Foto: De Jesus/ O Estado

sem comentário »

Indefinição nas escolas

1comentário

CesarPires

O deputado César Pires (DEM) fez um apelo, na manhã desta quarta-feira (1º), para que o Governo do Estado, o quanto antes, faça a eleição dos diretores de escolas. Ele afirmou, na tribuna, que o Governo protelou o processo de escolha de novos diretores de escolas, causando um desequilíbrio emocional nos atuais diretores.

“Estes diretores atuais sequer podem se planejar para o exercício subsequente, porque já não sabem se continuarão ou se sairão dos seus cargos de diretores. Ora, esse desequilíbrio na continuidade pedagógica do processo acarreta perdas incalculáveis no desempenho acadêmico dos nossos alunos e, sobretudo também, no planejamento didático pedagógico das salas de aula”, declarou o deputado.

Ele fez um apelo ao governador Flávio Dino (PCdoB), pedindo ainda a colaboração dos colegas presentes no Plenário, entre os quais os líderes dos Blocos que apoiam o Governo, o líder do Governo e o presidente em exercício da Casa.

“Estava marcada a prova agora para junho e não aconteceu; em contrapartida, está havendo exoneração de ordem, até eu diria assim, perversa. O diretor está lá, não é avisado, não há reunião e muda o diretor das escolas. E nessa mudança, perde todo um desempenho aquela escola. Só o desequilíbrio emocional de saber se vai continuar ou não, para mim, já é uma perda incalculável do desempenho acadêmico”, frisou.

César Pires acrescentou que seria de bom alvitre que o Governo do Estado marque as provas e as realize logo. “Que o atual governo faça as provas que quer fazer, que crie o processo eleitoral aos moldes do que preconiza o Estatuto do Magistério e realize. Mas o que está acontecendo é que o governo não faz o processo eleitoral, a prova na verdade que seria feita agora ainda não houve e começa a rechear de novos diretores, como se encontrasse ali as alternativas para esses novos ganharem a eleição. Eu acho que isto é errado, eu acho que não é de bom tamanho um governo que vem fazendo muito e muito mesmo pela educação do nosso Estado”, ressaltou o deputado.

1 comentário »

Hanseníase em pauta

0comentário

Wellington

O vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS), apresentou, na manhã de hoje (1°), proposições em defesa dos maranhenses com Hanseníase.

Dentre as proposições, o parlamentar apresentou Projeto de Lei que dispõe sobre o tombamento da área em que funciona o Hospital Aquiles Lisboa, antiga Colônia do Bonfim. Além disso, encaminhou anteprojeto de lei ao Governador do Estado solicitando a instituição da pensão especial às pessoas separadas dos genitores ou pessoas que lhes tinham em guarda, atingidos pela Hanseníase, isolados e internados compulsoriamente.

“A Hanseníase é uma doença infecciosa que tem um passado triste, marcado pela discriminação e pelo isolamento dos doentes. Cientes de tal problemática, realizamos, no dia 1° de junho, uma audiência pública que discutiu a temática, frisando as consequências da ‘separação compulsória’. Como encaminhamentos de tal audiência, após ouvir os ‘filhos separados’ e a Defensoria Pública da União (representada pelo Defensor Yuri Costa), apresentamos hoje Projeto de Lei que dispõe sobre o tombamento da área em que funciona o Hospital Aquiles Lisboa, antiga Colônia do Bonfim, além de solicitar que o Governo do Estado institua a pensão especial para as pessoas separadas dos genitores ou pessoas que lhes tinham em guarda, atingidos pela hanseníase, isolados e internados compulsoriamente”, ressaltou Wellington.

sem comentário »

Lava-Bois em Ribamar

0comentário

Boi

A temporada junina no Maranhão será encerrada oficialmente neste fim de semana no município de São José de Ribamar. Trata-se do tradicional Lava-Bois, evento organizado pela administração do prefeito Gil Cutrim e que, cuja programação, disponível no www.sjr.ma.gov.br/saojoao , acontecerá na Avenida Gonçalves Dias e no Parque Municipal do Folclore Therezinha Jansen, ambos localizados na sede da cidade.

A previsão é de que aproximadamente 100 mil brincantes passem pela cidade durante os dois dias da festa.

No sábado (4), a festança tem início a partir das 20h no Parque Municipal. Na programação, apresentação do Bumba Boi Meu Tamarineiro e shows de Papete e da Banda Dois Corações.

Já na madrugada de domingo (5), na Gonçalves Dias, terá início o encontro dos grupos de Bumba-Bois (de todos os sotaques). Estes grupos, de maneira espontânea, irão desfilar na Avenida e, em seguida, se apresentarão no Parque Municipal, onde, no início da tarde do mesmo dia, acontecerão shows de pagode e samba.

No domingo, a partir das 5h, o trânsito na sede do município sofrerá algumas intervenções. Os coletivos que estiverem trafegando no sentido São Luís/Ribamar deverão seguir o seguinte itinerário: Avenida Clodomir Cardoso, Avenida Garrastazu Medice até o terminal da Campina. O retorno para a MA-201 deverá ser feito pelo seguinte trajeto: Rua Humberto de Campus, Praça do Cruzeiro até a Avenida Clodomir Cardoso.

As vans que estiverem trafegando no sentido São Luís/Ribamar deverão seguir o seguinte itinerário: Avenida Clodomir Cardoso, Avenida Garrastazu Medice, Rua Humberto de Campus até a Praça do Cruzeiro.

O retorno para a MA-201 deverá ser feito pela Avenida Clodomir Cardoso. Carros de passeio e automóveis de órgãos de comunicação, devidamente identificados, poderão utilizar as vias paralelas à Avenida Gonçalves Dias.

sem comentário »