Explica Felipão…

8comentários

felipao_jogo4_reu_95

Explicar o inexplicável. Luiz Felipe Scolari foi para a entrevista coletiva após a histórica goleada sofrida pela seleção brasileira com essa missão.  Na conversa com os jornalistas, Felipão assumiu a culpa pelas escolhas e pela derrota por 7 a 1 para a Alemanha, em jogo válido pelas semifinais da Copa do Mundo, mas afirmou que a vida não acaba após o time canarinho perder a chance de disputar a final da competição no Maracanã, no Rio de Janeiro.

– Vamos ter uma sequência de vida normal porque a vida não acaba com essa derrota. Vamos trabalhar no vestiário, na Granja Comary, para pensarmos no próximo jogo – disse o treinador, que vai precisar levantar o astral do grupo para a decisão do terceiro lugar, no próximo sábado, em Brasília, com o perdedor do duelo entre Holanda e Argentina.

O treinador comentou ainda o clima no vestiário após a derrota para a Alemanha.

– Horrível. Claro que o clima não era bom. Não tenho nada para neste momento, nessas primeiras horas. Temos que mudar o nosso comportamento. Mudar o ambiente. Vamos seguir fazendo o nosso trabalho, sabendo que a história continua.

Felipão afirmou também que é o culpado pelo desempenho da equipe na Copa do Mundo. Foram três vitórias, dois empates e uma derrota.

– Quem é o responsável pelas escolhas? Sou eu. A responsabilidade pelo resultado catastrófico é minha. Eu fui o responsável.

O treinador deixou uma mensagem para o povo brasileiro, mas não crê que o futebol do país tenha que ser alterado pelo resultado desta terça-feira. Segundo o treinador, a goleada alemã foi fruto de uma pane em sua equipe.

– A minha mensagem aos torcedores e ao povo é que tentamos fazer aquilo que tínhamos para fazer. Fizemos o que era o nosso melhor. Perdemos para uma grande equipe, que teve a qualidade de, em seis minutos, definir o jogo com três ou quatro gols. Deu uma pane depois do primeiro gol. Eles se aproveitaram de uma maneira que não tínhamos como reagir. Peço desculpas pelo resultado negativo.

PRINCIPAIS TRECHOS DA COLETIVA DE FELIPÃO

FUTEBOL BRASILEIRO REVISTO

– Não concordo. O México teve qualidade e nós empatamos. Empatamos com o Chile. A Colômbia era uma das equipes comentadas como revelação e nós ganhamos. O que aconteceu neste jogo foi diferente. Até o primeiro gol, o jogo era idêntico, e nós éramos melhores do que a Alemanha. A Alemanha fez o gol num escanteio e houve um descontrole. Acontece. Depois de estar perdendo por 5 a 0, você precisa arriscar. Tivemos algumas chances e não aconteceu. Perdemos para uma grande seleção. Foram cinco lances e eles fizeram cinco gols.

DÍVIDA COM O POVO BRASILEIRO

– Minha dívida? Não tenho dívida. Fiz o meu trabalho como sempre faço em qualquer lugar. Fiz aquilo que eu achei que era o mais correto e o melhor. Da forma como trabalhamos, nós tivemos apenas uma derrota. De um ano e meio para cá, essa foi a terceira derrota. Foi horrível pelo resultado, 7 a 1. Não é dívida e nem crédito. Em 2002, nós ganhamos. Agora, nós perdemos. Só não podemos esquecer que teremos um jogo no sábado. Ainda não encerramos a nossa participação.

MUDANÇA NO FUTEBOL BRASILEIRO

– Por quê? Por que perdemos um jogo hoje? Essa equipe terá doze, treze jogadores na próxima Copa, em 2018. É um caminho que está sendo feito. Essa equipe da Alemanha jogou o Mundial de 2010. Disputou a Eurocopa de 2008 e está aí agora. Dos jogadores que estão aí, no mínimo, uns doze estarão em 2018. É a pior derrota do mundo, mas é um caminho que temos que aprender com isso tudo. Foi um branco que deu no time. Tentamos organizar para fechar um pouco mais. Foi uma pressão da Alemanha e deu tudo certo. E deu errado naquele momento para a nossa equipe. Quando estamos em pane, não adianta trocar um ou dois num determinado momento.

ESCALAÇÃO ERRADA

– Não me arrependo. Não é assunto para conversar agora. Foi um resultado. Vou me arrepender do quê? Tivemos oportunidades. Imaginava que com a volta do Oscar, do Hulk e do Bernard, nós tivéssemos como fechar o meio de campo. Até a hora do primeiro gol, tudo estava organizado. Após o gol, o nosso time ficou desorganizado e ficamos em pânico. As coisas foram acontecendo para eles e dando errado para nós. A escolha é o técnico quem faz e ele precisa arcar com as consequências.

PRESSÃO PELO TÍTULO

– Eles sabiam desde o início que jogando em casa era nossa obrigação chegar à final, se campeão. Não era pressão nenhuma sobre eles. Eles fizeram o que estava ao alcance. Chegando ao quinto jogo, sexto jogo, em condição de chegar à final. Não tem arrependimento. Deu errado. Dez minutos de jogo, hoje. Não adianta ficar buscando alguma situação, que não é a realidade. Deu errado por dez minutos. A equipe da Alemanha foi fantástica. Não vai acontecer para a Alemanha e para nós nunca mais.

AUSÊNCIA DE NEYMAR

– Poderia acontecer com o Neymar em campo. Ele não poderia defender aquelas jogadas trabalhadas. Não tem porque imaginar que com o Neymar  seria diferente. Levaríamos o gol porque ele é um atacante e tem uma função diferente.

LADO EMOCIONAL

– Não vamos arranjar uma desculpa sobre Neymar, sobre emoção, sobre o hino. O que aconteceu foi que a Alemanha em determinado momento impôs um ritmo maravilhoso, conseguiu em dois ou três lances os gols para definir o jogo. Além de influenciar positivamente a Alemanha, que já é boa, influenciou negativamente o meu time. Não tem nada a ver com hino, com Neymar, com mão no ombro…

GOLEADA HISTÓRICA

– Quando levamos o terceiro, o quarto e o quinto gols… 5 a 0, no primeiro tempo, é quase impossível de virar ainda mais diante de uma equipe como a Alemanha. Tínhamos que causar dano ao time deles. No segundo tempo, nós tivemos duas ou três chances, poderíamos ter feito os gols. Quando estávamos mais perto, não fizemos o gol, e eles marcaram mais um. O emocional vai embora.

LIÇÕES PARA O BRASIL

– A lição é sentar com o grupo, olhar de novo, analisar novamente o que aconteceu. Trabalhar com eles porque muito deles estarão nas próximas convocações da Seleção e poderão estar no Mundial. Temos que mostrar que foi um jogo atípico. Que a qualidade da Alemanha é boa, mas que não é uma situação normal. Temos que saber como vamos assimilar essa derrota. É uma derrota que é a pior do Brasil. Até em amistosos. Aconteceu. A vida deles vai continuar, a minha vai continuar e vamos buscar o melhor para a nossa vida. Vamos examinar os detalhes e ver o que podemos mudar.

PIOR DERROTA DA CARREIRA

– Provavelmente tenha sido a pior. Já perdi outros jogos. Quando se perde de um, de quatro ou de cinco é sempre igual porque fica o sentimento de não ter conseguido mudar o panorama do jogo. Se pensar na minha vida como técnico, como jogador, foi o pior dia da minha vida. Mas continua a vida. Vou ser lembrado por ter perdido por 7 a 1. Mas era um risco que eu sabia que eu corria. Os riscos que nós assumirmos, nós temos que assimilar e seguir em frente a nossa vida. É o que eu vou fazer.

Foto: Reuters

Globoesporte.com

8 comentários »

Reação de Dilma

7comentários

Captura de Tela 2014-07-08 às 20.56.42

7 comentários »

Baile alemão

3comentários

brasil

Todos nós brasileiros sabíamos que seria muito difícil, mas ninguém poderia imaginar que seria assim. O Brasil foi humilhado pela Alemanha, perdeu por 7 a 1 e deu adeus ao sonho do hexa. Foi demais para uma Seleção que há 12 anos não perdia em casa.

Se até hoje o Brasil chora aquele 2 a 1, para o Uruguai, na Copa de 50, no Maracanã, o que agora dizer desse “Mineiraço” deste 8 de julho de 2014?

A Alemanha só precisou de 4 minutos para esfriar a Seleção Brasileira e começar a dominar o meio-campo. Sem saída para o jogo, o Brasil começou a dar chutões. Era o início da confirmação da escalação completamente errada do técnico Felipão.

A Seleção Brasileira levou o primeiro gol aos 11 minutos numa falha de Marcelo na saída de bola, depois, na cobrança de escanteio, nova falha e o gol de Muller.

Bom, a partir daí, a história do maior vexame do futebol brasileiro em mundial começa a ser contado em seis minutos. A Alemanha marca aos 22, aos 24, aos 26 e aos 29 minutos num baile alemão.

Com 5 a 0 no placar, a Alemanha tratou de tocar a bola. No intervalo, Felipão mexeu no time e colocou Ramires e Paulinho para tentar terminar a partida com dignidade, mas foi a Alemanha que marcaria mais dois gols em uma Seleção que queria o HEXA. Os alemães pintaram o sete…

A Copa acaba para o Brasil com a maior goleada da competição…

O adversário da Alemanha na decisão da Copa do Mundo será conhecido amanhã. Argentina e Holanda se senfrentam às 17, na Arena Corinthians, em São Paulo.

3 comentários »

Apoio em Ribamar

2comentários

10526017_600586896722714_6375720629550610544_n

O candidato ao Governo do Estado, Lobão Filho (PMDB), esteve reunido na manhã desta terça-feira (8) com o prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PMDB), e com mais 16 vereadores de diversas legendas, entre elas, PT, PV, PTB, PSL e PSDC.

A reunião aconteceu na sede do comitê, no bairro do Olho D’Água, e consolidou o firme apoio político do município à candidatura de Lobão Filho. Na ocasião, os aliados ainda discutiram propostas para melhorias em São José de Ribamar.

“Considero fundamental o engajamento do prefeito e de todos os vereadores para o fortalecimento de nossa proposta. Vamos seguir juntos porque vamos fazer uma campanha de debate e proposta, sobretudo para a renovação do Maranhão”, declarou o candidato ao Governo.

Gil Cutrim, que também responde pela presidência da Federação dos Municípios do Maranhão, FAMEM, diz ser esse “um novo momento para o Maranhão”, onde, por mérito do Senador Lobão Filho, toda a classe política se une no entusiasmo da renovação.

O presidente da Câmara dos Vereadores de São José de Ribamar, Beto das Vilas (PMDB), enxerga na candidatura de Lobão Filho, um ganho para o crescimento de todo o estado. “Essa é uma campanha de vitória e vamos todos juntos porque acreditamos na proposta de desenvolvimento para o Maranhão”, destacou o peemedebista que compõe o bloco de 18 partidos da coligação Pra Frente Maranhão.

Agenda Política

Ainda em cumprimento de agenda, o Senador Lobão Filho, acompanhado do ex-deputado federal Costa Ferreira (PSC), realizou visita de cortesia ao Pastor José Guimarães Coutinho no Templo sede da Assembleia de Deus.

“Estamos em visita às pessoas importantes na preparação de nossa caminhada”, explicou o candidato que, na ocasião, também recebeu uma benção especial do pastor para início da campanha.

“Não o conhecia pessoalmente, para nós é uma satisfação imensa recebê-lo em nosso Templo. Pude ver no filho o mesmo comprometimento do pai na busca pelo melhor para o estado do Maranhão”, disse Coutinho reiterando que ainda será formalizada uma grande reunião com o colegiado de pastores da igreja para apresentação das propostas do candidato.

2 comentários »

Prazo ampliado

2comentários

prefeituradesaoluisA Prefeitura de São Luís estendeu o prazo para pagamento da cota única do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Os contribuintes têm até o dia 31 de julho para efetuarem o pagamento. A cota única dá direito a um desconto de 15% aos contribuintes. O IPTU 2014 pode ser pago em qualquer agência bancária, nas casas lotéricas e demais correspondentes bancários autorizados.

A 2ª via do boleto para o pagamento pode ser obtida no Setor de Atendimento da Secretaria da Fazenda (Semfaz), no Bairro de Fátima, das 8h30 às 16h. O IPTU também está disponível no Portal da Prefeitura (www.saoluis.ma.gov.br). Basta clicar no botão IPTU 2014, na parte inferior da página, e informar o número de inscrição do imóvel.

Na campanha deste ano, foram isentos do pagamento do imposto um total de 158 mil imóveis. O benefício foi aplicado a proprietários de um único imóvel, de uso exclusivamente residencial, no valor venal de até R$ 50 mil, calculado na data do lançamento do imposto. O valor estabelecido para isenção está sujeito a reajustes de acordo com a Lei nº 3.945, de 28 de dezembro de 2000.

Os contribuintes que optaram pelo parcelamento também podem pagar a terceira prestação até o dia 31 de julho, sem juros e multa. Em caso de débitos anteriores, o contribuinte deve procurar o Setor de Atendimento da Semfaz. Caso o débito esteja inscrito na dívida ativa, a pessoa deve procurar a Procuradoria Fiscal do Município, na Rua do Sol, no Centro. Mais informações pelo telefone (98) 3212-8113.

2 comentários »

Honorato na expectativa

0comentário

honoratofernandesPor Gilberto Léda

O vereador Honorato Fernandes (PT) declarou ontem, em entrevista ao titular do blog, estar “à disposição” do partido para ser o substituto de Raimundo Monteiro como suplente do candidato a senador Gastão Vieira (PMDB) na eleição deste ano.

O petista garante que não desistiu da candidatura já pensando na possibilidade de substituir Monteiro.

“Eu estou à disposição do partido. Se for o desejo do Partido dos Trabalhadores que eu seja candidato a suplente de senador, cumprirei a missão. Mas que fique bem claro: o candidato é o companheiro Monteiro, que merece o nosso respeito, tem uma história dentro do PT, foi um dos seus fundadores e se a decisão é pela candidatura dele, terá nosso apoio”, afirmou.

Honorato Fernandes tentou se viabilizar para a disputa de deputado federal, mas acabou não registrando a candidatura.

Monteiro foi registrado como primeiro suplente do deputado federal Gastão Vieira, candidato a senador da coligação “Pra Frente Maranhão”.

No PT, no entanto, discute-se a possibilidade de substituição em virtude da inclusão do candidato na lista de gestores com contas julgadas irregulares do Tribunal de Contas da União (TCU) quando da sua passagem pelo comando da superintendência estadual do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Maranhão.

Contra o argumento de que seria ficha-suja, Monteiro apresenta uma decisão da Justiça Federal que, segundo ele, o absolveria das acusações. “Essa certidão me garante as condições de disputar a eleição, me isenta de todos esses problemas apontados pelo TCU”, diz.

sem comentário »

Proposta na Saúde

0comentário

lobaofilho“O Maranhão é territorialmente imenso, portanto precisamos de políticas voltadas à área da saúde que possam garantir o direito dos maranhenses a um tratamento digno e que seja feito em polos estratégicos montados em cada região”, detalhou o peemedebista.

Lobão Filho propõe, primeiramente, a ampliação dos serviços de especialidades médicas, incluindo oncologia, para todas as regiões do estado. Atualmente, o tratamento de câncer no estado é feito na capital, comprometendo o acesso aos maranhenses que vivem nos municípios mais afastados da sede. Para ampliar a oferta do tratamento também em São Luís, o candidato prevê a construção do Hospital Estadual de Referência em Oncologia, ou Hospital do Câncer.

Apoio – Em parceria com o Governo Federal, a partir do apoio da presidente Dilma, Lobão Filho pretende também expandir a rede de UPA’s para todas as regiões do estado que ainda não contam com o serviço. Esta iniciativa deve reduzir a carência em pronto atendimento no interior, minimizando a sobrecarga dos hospitais de Urgência e Emergência na capital, como já acontece em São Luís desde que as unidades foram implantadas.

Em continuidade às ações do Governo do Estado, ainda serão concluídas as obras de todos os hospitais de 20, 50 e 100 leitos, iniciadas na gestão da governadora Roseana, inclusive os de alta complexidade, contemplados no atual Programa Viva Saúde.

Capacitação – Lobão Filho evidenciou em suas propostas de diferentes áreas a valorização dos profissionais como forma de assegurar melhorias na prestação dos serviços públicos. Na saúde, ele propõe atenção especial à formação inicial e continuada destes profissionais, além do desenvolvendo, em parcerias com universidades públicas e privadas, de estudos e pesquisas que contribuam com a melhoria da gestão dos sistemas públicos de saúde, dos diagnósticos e tratamentos.

Para melhorias na capacitação o candidato aposta na criação de novos cursos de medicina no interior. Ele propõe a elaboração de estudos, em parceria com a Uema, para a implantação destes cursos nos municípios-sede regionais e, ainda, agilizar, em parceria com a Ufma, a implantação dos cursos de medicina em Imperatriz, Pinheiro e Balsas.

A autonomia dos municípios vem sendo defendida por Lobão Filho em suas reuniões com lideranças desde o período de pré-campanha. “Vou governar com a participação dos prefeitos, uma gestão municipalista. Serei parceiro. Estarei com os prefeitos nos municípios para tocar as obras e realizar os serviços de que o Maranhão precisa”, afirma o candidato.

sem comentário »

Lambança na Litorânea

7comentários

interdicaoFalta de planejamento e comunicação…

Uma lambança no trânsito hoje cedo, na Avenida Litorânea foi provocada por quem deveria organizar o trânsito corretamente.

Uma intervenção em horário totalmente equivocado da Prefeitura de São Luís provocou o caos no início da manhã na Litorânea e na Avenida dos Holandeses.

O que todos os motoristas ficaram sem entender foi porque a interdição em plena terça-feira e em horário de pico. Para piorar a situação, a Prefeitura de São Luís sequer comunicou a interdição à população com a devida antecedência.

Por telefone, o secretário de Trânsito e Transportes, Canindé Barros disse desconhecer a intervenção e que estava se deslocando até o local do engarrafamento. Depois, em outra ligação, Canindé afirmou que não havia necessidade nenhuma de interdição de todo o trecho.

Segundo agentes de trânsito, a determinação para fechar a Litorânea partiu da Superintendência de Trânsito o que evidencia falta de comunicação entre o secretário e o seu imediato.

Pelo que apuramos, o trecho da Litorânea foi interdidado para pintura de sinalização o que convenhamos pode ser feito em qualquer outro horário.

Que o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior chame os seus assessores e dê um verdadeiro “puxão de orelhas”.

Foto: Zeca Soares

7 comentários »

Sem medo…

0comentário

BandeiradoBrasilDiria que hoje é o grande dia do Brasil na Copa do Mundo. Uma vitória diante da Alemanha e estaremos a um jogo da conquista do tão sonhado hexa.

É fato que a Seleção ainda não encheu os olhos de todos nós brasileiros, mas também não vi nenhuma superioridade na Alemanha, Argentina e Holanda ao ponto de não mais acreditar nos nossos jogadores.

A Copa é no Brasil, e dentro de casa, a Seleção – a única que tem cinco estrelas e a mais apaixonada torcida do mundo é quem mete medo.

Não tenho medo da Alemanha. Tenho respeito. Jogaremos contra um adversário que está se preparando desde 206, mas e daí? O que isto significa? Na minha opinião, absolutamente nada quando o adversário é o Brasil.

O confronto com a Alemanha estava no script do Brasil desde o sorteio dos grupos. Já sabíamos que enfrentaríamos os alemães e fomos preparados para este confronto.

Também não me preocupo com o fato do Brasil não ter mais o atacante Neymar. Desde o início, sabíamos que para ganhar a Copa teríamos que passar por grandes seleções. E chegou a hora de passar pela Alemanha.

Temos um time capaz e formado por grandes jogadores. O clima e a torcida certamente influenciarão. Vale também lembrar peso da camisa amarelinha, mas ganhar e perder faz parte do jogo.

Quem no mundo não respeita a tradição, as conquistas e toda a história do futebol brasileiro?

A Alemanha não será diferente. Jogará para ganhar também, mas sabe que aqui dentro quem manda mesmo é o Brasil. Que venha a Alemanha, estamos prontos!!!!

sem comentário »