Intervenção na Segurança

3comentários

AdrianoSarneyO deputado Adriano Sarney (PV) criticou duramente o Governo do Estado e o Sistema de Segurança Pública do Maranhão, na sessão desta segunda-feira (25/05), e anunciou que vai pedir, via requerimento, a Assembleia a intervenção federal no sistema de segurança estadual. “Estamos vivendo um caos na segurança pública do Estado. Há um sentimento enorme de insegurança em toda a sociedade”, afirmou Adriano.

Segundo o deputado, o governador Flávio Dino disse que convocou mil policiais, mas o que se ver são policiais ainda em curso de formação e os que estão nas ruas morrendo.

“Estamos presenciando no nosso Estado a morte de policiais. Só nos últimos dias, tivemos quatro. Armas perdidas e roubadas, fugas em presídios, 285 mortes violentas só na grande ilha. E o governador e o secretário de Segurança afirmando que a nossa força policial não é o bastante. O Governador do Estado e o secretário de segurança afirmaram publicamente que o Maranhão tem poucos policiais e a situação está fora de controle. Tudo que eu falei agora é motivo sim para uma intervenção federal, por isso estou entrando com requerimento à Presidente da República, depois da aprovação!”, destacou o parlamentar verde.

Para Adriano Sarney, mais uma vez, o governo do Estado e o Sistema de Segurança Pública não respondem aos anseios da sociedade. “Precisamos do Exército e da Força Nacional nas ruas para garantir a segurança da sociedade que se sente hoje fragilizada e ajudar no enfrentamento à criminalidade.

Segundo o parlamentar o governo não tem tempo para colocar mil, mil e quinhentos, dois mil policiais nas ruas. “ O que o Governador fala, que está convocando mil e quinhentos policiais, na verdade são excedentes do concurso para fazer o TAF, e que no final das contas, vão sobrar no máximo trezentos a quatrocentos policiais, que não estarão aptos para ir para a rua ainda neste ano. Então, a necessidade de uma intervenção federal no nosso Estado para que a Força Nacional chegue maciçamente e o Exército com 3 mil, 4 mil, 5 mil homens na rua para fazer o policiamento ostensivo na nossa capital e no nosso interior. Nós precisamos ter paz, precisamos sair de casa e ter paz! A única forma de sairmos desse buraco que nós estamos é, a curto prazo, a intervenção militar e a intervenção federal.”, finalizou o deputado que foi propositivo em seu pronunciamento.

3 comentários »

Bens desbloqueados

1comentário

GilCutrimA 5ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Maranhão confirmou decisão liminar do desembargador Raimundo Barros que, em março deste ano, tornou sem efeito o bloqueio dos bens do prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim.

A decisão que confirmou o entendimento de Barros e reformou sentença de primeira instância foi aprovada unanimemente pelos desembargadores Ricardo Duailibe e José de Ribamar Castro, também integrantes da 5ª Câmara Civil do TJ.

A decisão do juízo de primeiro grau atendeu uma Ação Civil Pública movida pela promotora de Justiça, Elisabeth Albuquerque, na qual sugere ter havido “irregularidades” na contratação de uma empresa que concluiu, utilizando recursos de convênio firmado com o estado, a obra de construção da arquibancada coberta do Estádio Municipal Dário Santos, localizado na sede do município e que figura, hoje, como uma das principais praças esportivas da Grande Ilha.

O desembargador Raimundo Barros disse que, sem a devida instrução probatória perante o juízo de base, não se pode afirmar que houve montagem ou mesmo direcionamento da licitação.

Para Barros, a proposta única em procedimento licitatório não pode ser considerada, automaticamente, ato de improbidade administrativa, sendo necessário caracterizar e demonstrar o elemento subjetivo do dolo (quando há intenção) em fraudar licitação.

O desembargador acrescentou que o prefeito não está no fim de mandato, não está dilapidando seus bens ou mesmo transferindo-os como forma de frustrar a recomposição ao erário, caso seja julgada procedente a ação de base.

A decisão que confirmou a liminar do desembargador e reformou sentença de primeira instância teve efeito extensivo à Blume Engenharia e às pessoas que também tiveram seus bens bloqueados pela Justiça de 1º grau, dentre eles o secretário municipal de Obras, Habitação e Serviços Públicos, André Franklin Duailibe da Costa; os membros da Comissão Central de Licitação, Freud Norton Moreira dos Santos (presidente), Cláudia Regina Furtado Vieira e Gissele Chaves Baluz.

1 comentário »

Cidade Celebração

0comentário

reuniaoedivaldo

“Do calor. Da chama. Do povo. Do Brasil. Dos jogos”. Esse é o tema do Tour da Tocha Olímpica 2016, no qual a cidade de São Luís concorre à posição de Cidade Celebração. A gerente regional do Revezamento da Tocha, Jeniffer Oliveira, apresentou a proposta ao prefeito Edivaldo e à equipe de governo. Ao todo, 250 cidades vão receber o tour da Tocha Olímpica e 83 cidades serão Celebração do evento. O anúncio das cidades que receberão o evento sairá em junho.

“É uma grande alegria receber essa proposta de ser Cidade Celebração da Tocha Olímpica 2016. Firmar São Luís no roteiro fará com que ela seja projetada nacionalmente e internacionalmente. Será um orgulho apresentar nossa cidade ao mundo”, disse o prefeito Edivaldo. As Olimpíadas serão realizadas em setembro de 2016, na cidade do Rio de Janeiro, e pela primeira vez na América do Sul.

O Tour da Tocha Olímpica deve durar cerca de cem dias e visitar 250 cidades do país. As cidades devem receber a tocha em um tour de até 4 horas e as cidades celebração ficarão com a tocha em solo durante 24h – 12 das quais em exposição pelos principais pontos da cidade. Ao fim do dia de atividades, é oferecido um show para cidade.

O Comitê Olímpico fornecerá um guia de planejamento para o evento e a Prefeitura de São Luís entra com a parte logística, oferecendo toda a infraestrutura para o evento, como atendimento médico de emergência, ordenamento do trânsito na cidade no dia do evento, limpeza, divulgação e mobilização para o evento. O prefeito Edivaldo determinou a criação de comitê executivo que realizará reuniões periódicas. Este comitê trabalhará alinhado com o Comitê Olímpico, com encontros realizados a cada três ou quatro meses. O Tour da Tocha deve passar pela cidade entre os meses de junho e julho de 2016.

À frente do comitê, o secretário municipal de Desportos e Lazer, Júlio França, aposta que o evento será um momento de união para cidade. “Para nossa equipe de governo, será um grande desafio e um grande presente para cidade, é uma forma de mostrarmos para o mundo a beleza e potencial de nossa, a nossa gente que é alegre e festiva. O nosso objetivo é projetar São Luís no cenário nacional e internacional. A tocha virá em um momento oportuno, que demonstrará a amizade, a união dos povos e a gente acredita que será um dos maiores eventos da cidade de São Luís”, disse Júlio.

A equipe da Semdel, juntamente com a gerente regional do Revezamento, realizou um passeio pela cidade, a fim de mapear os pontos que irão compor o roteiro de passagem da Tocha Olímpica, caso São Luís seja escolhida como uma das cidades celebração. A comitiva passou por locais como Avenida Litorânea, Espigão, Área Itaqui-Bacanga, Centro Histórico, Tirirical, BR-135, Palácio de La Ravardière e outros bairros mais periféricos da cidade.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Cobrando resposta

3comentários

A deputada Andrea Murad lamentou em rede social a barbárie registrada na noite de sábado numa casa de praia em Panaquatira, quando cinco pessoas morreram, dentre elas o policial Max Muller, o produtor musical Alexsandro Carvalho e a estudante Ananda Meireles. Eles estavam comemorando o aniversário de uma amiga quando foram surpreendidos por seis bandidos. Houve troca de tiros e dois bandidos também morreram.

Outras cinco pessoas ficaram feridas dentre elas a aniversariante Shirley Karoline Machado Martins, Ana Paula Ferreira de Sousa, Carlos Eduardo Silva e Alisson José Fontenele da Silva. Erick Rodriguies de Carvalho, irmão do policial, Max Muller levou um tiro na cabeça.

“O atual governafor precisa se conscientizar que há urgência no tratamento da segurança pública, e fazer algo para que a violência que vem se instalando em todo o estado recue”, escreveu.

deputadaandreamurad

O deputado Glalbert Cutrim também se posicionou após a chacina em Panaquatira que ganhou destaque na imprensa nacional.

“É necessário que as autoridades competentes tomem posicionamento mais firme e eficiente para combater a criminalidade. Cobrarei do governo do estado mais celeridade na obra de construção do Quartel do 13 Batalhão da Polícia Militar em São José de Ribamar”, afirmou.

GlalbertCutrim

3 comentários »

Pacotão do Sampaio

16comentários

RobsonSimplicioSaiu o listão dos jogadores dispensados pelo Sampaio. A surpresa ficou por conta dos volantes Robson Simplício e Curuca.

Simplício foi titular do time em 2012 na campanha vitoriosa da Série D. A partir de 2013 passou a ter pouca chance no clube. Acredito que ainda tinha lugar no atual time do Sampaio. Curuca foi contratado no início da temporada e foi alvo do episódio que provocou a perda dos seis pontos na Copa do Nordeste e que custaram a classificação para a segunda fase.

Além desses foram dispensados o goleiro Dida Pompeu, o zagueiro Leomar, o volante Clóvis que sequer chegou a jogar, os meias Jeferson Abreu, Filipe Sertânia e Fábio Lopes que na semana passada reclamou em rede social que não tinha tido oportunidade no clube.

Também foi dispensado o volante Júlio César contratado na semana passada, mas que foi reprovado nos exames médicos. A lista ainda pode aumentar nos próximos dias com a chegada de novos atletas.

Ao mesmo tempo que anunciou a lista de atletas dispensados, o Sampaio confirmou a contratação do zagueiro Plínio que vem da Caldense. Além dele vieram do time mineiro Rodrigo (goleiro), Marcelinho (zagueiro) e Nádson (meia), além do técnico Léo Condé.

Foto: Afonso Diniz/ Globoesporte

16 comentários »

Pavimentação e drenagem

1comentário

asfalto

Importantes vias de São Luís, por onde passam milhares de veículos todos os dias, como Aririzal, Arthur Carvalho, Eurípedes Bezerra e Boa Esperança estão recebendo serviços de pavimentação e drenagem executados pela Prefeitura de São Luís com o objetivo de garantir mais fluidez ao trânsito da capital. A Prefeitura também trabalha na pavimentação de ruas na Vila Riod, Pontal da Ilha e Vicente Fialho.

O andamento dos serviços está sendo acompanhado de perto pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior que – ao longo desta semana – cumpriu agenda de trabalho fora do gabinete, fiscalizando obras e conversando com a população sobre o trabalho que está sendo realizado pela Prefeitura em vários bairros da capital.

“Com a redução das chuvas, vamos intensificar as obras em vários pontos de São Luís. Em poucos dias, também estaremos nas ruas pavimentando com a parceria do governo do Estado”, disse Edivaldo.

Com o apoio estadual, a Prefeitura entrará em vários bairros, a exemplo do Itaqui-Bacanga, Vila Luizão e Cidade Operária. Ao todo, serão beneficiados 17 bairros e cerca de 300 ruas. “O problema de infraestrutura de São Luís é uma demanda reprimida de muitos anos e estamos fazendo de tudo para avançar no sentido de solucionar o problema para que o trânsito de nossa cidade possa fluir melhor e de forma mais segura”, completou Edivaldo.

Na área do Turu, estão recebendo serviços às avenidas Arthur Carvalho e do Aririzal e ruas Coronel Eurípedes Bezerra e Boa Esperança. Com a obra na Arthur Carvalho, a Prefeitura soluciona um problema de décadas para moradores do Turu, Chácara Brasil e outros bairros adjacentes.

No local, já foram concluídas as obras de drenagem utilizando tubulação com ferro fundido no cruzamento entre as avenidas General Arthur Carvalho e Mato Grosso. Agora, operários e máquinas trabalham na recuperação do pavimento da via. A obra beneficia cerca de 50 mil pessoas que passam em veículos particulares e transporte público pelas vias todos os dias.

“Para melhorar o sistema viário desta região, o prefeito Edivaldo nos determinou que fosse feito um recapeamento de cinco centímetros. Estas são vias muito demandadas com grande carga de veículos”, disse o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo.

1 comentário »

Ainda é cedo

12comentários

LeoCondeBastou o empate com o Mogi Mirim para alguns torcedores do Sampaio começarem a disparar contra o treinador Léo Condé que já começou a ser chamado de “retranqueiro” e de posicionar o Sampaio muito atrás, bem diferente da forma que o time atuou nas temporadas anteriores.

As críticas ao treinador começaram antes mesmo da partida de sexta-feira quando o treinador escalou Cleitinho para substituir Pimentinha por motivo de contusão. Muitos perguntaram porque não começar logo com Edgar.

Durante a partida, Léo Condé assistiu passivamente o Sampaio fazer uma partida de igual para igual com o time muito ruim do Mogi Mirim, mesmo fora de casa. Pior do que o resultado foi a forma como o Sampaio jogou e criou apenas a jogada do gol, mas sofreu forte pressão do Mogi até levar o empate.

As substituições de Condé, segundo os torcedores não surtiram efeito algum. Edgar entrou no lugar de Válber. Jheimy substituiu a Robert e Cleitinho deu lugar a Geraldo.

Mesmo com o que vimos em Mogi, ainda acho muito cedo para qualquer avaliação sobre o trabalho do treinador. A semana que passou foi a primeira que Condé teve para trabalhar a equipe. Ele nem conhece os jogadores direito e talvez por isso as substituições que tem feito não tem surtido efeito, mas daí as críticas agora na minha opinião são precipitadas.

Léo Condé terá agora mais uma semana cheia para trabalhar a equipe para o jogo de sábado, 16h30, contra o Náutico, no Estádio Castelão. A partir daí é que teremos maior possibilidade para analisar a nova cara do Sampaio.

12 comentários »