Edivaldo leva serviços a Vila Riod

0comentário

A comunidade da Vila Riod e bairros do entorno aproveitaram uma série de serviços de saúde, entre consultas, exames, avaliação nutricional e informações sobre prevenção de doenças, durante a 59° edição do programa Todos por São Luís, neste sábado (17).

A ação, uma iniciativa da Prefeitura de São Luís e que conta com a participação das secretarias municipais e apoio de parceiros foi acompanhada pelo prefeito Edivaldo que esteve no local e conversou com a comunidade. O programa tem também como foco aproximar a gestão municipal da população levando os serviços para mais próximo da comunidade.

O Todos por São Luís vem proporcionado aprendizado, geração de renda e diversas oportunidades para as comunidades contempladas, destacou o prefeito Edivaldo.

“O programa tem por finalidade promover a integração da gestão com as comunidades, oferecendo uma série de serviços e capacitações como forma de oportunizar uma renda extra e aumento da renda familiar. Trata-se de um importante meio de diálogo, reforçando a gestão transparente e a participação popular, reforçou o prefeito.

Na ocasião, o prefeito participou da inauguração do Instituto Bem Estar, que vai funcionar como espaço para cursos profissionalizantes, atividades esportivas, reuniões, eventos culturais e outras ações da comunidade. A programação iniciou às 8h, com apresentação da Banda da Guarda Municipal e a oferta de diversos serviços, incluindo ações nas áreas de saúde, assistência social, infraestrutura, segurança alimentar, entre outros.

Ações de embelezamento com corte de cabelo, limpeza de pele e maquiagem estavam incluídas no conjunto de atividades. “Eu achei muito interessante porque são serviços necessários que aqui a gente teve mais facilidade de acesso e pudemos economizar”, disse a doméstica Kátia Celene Silva, 45 anos, que aproveitou os vários serviços de saúde.

Além dos serviços de saúde, a população recebeu pescado com as ações do Programa Peixe Solidário, que beneficiou 3,5 mil famílias; e também teve acesso a atendimentos de assistência social, minicursos e exposições educativas sobre diversas doenças. A vacinação humana e animal também foram oferecidas. “Uma ação muito boa pra gente, que precisa e perto da nossa casa. Todos os serviços são bons. Nunca um prefeito tinha olhado para nossa comunidade”, disse o pedreiro Jorlan Gonçalves.

Foto: Honório Moreira

sem comentário »

São José e Imperatriz empatam no Nhozinho

8comentários

Deu empate na primeira partida entre São José e Imperatriz, pela semifinal do Campeonato Maranhense, neste sábado (17), no Estádio Nhozinho Santos.

Com o resultado, as duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado (24), às 19jh30, no Frei Epifânio d’Abadia, em Imperatriz.

O Imperatriz joga pelo empate. O São José terá que vencer para chegar a final.

Na outra semifinal, Maranhão e Moto se enfrentam, às 17h, no Estádio castelão.

Foto: Afonso Diniz

8 comentários »

Eliziane mente sobre salário de professores

14comentários

A deputada federal Eliziane Gama (PPS) faltou com a verdade nesta semana na Câmara dos Deputados. Durante um pronunciamento em que elogiava a educação no governo Flávio Dino (PCdoB).

Tudo bem que a parlamentar tenta agradar ao governador de todas as formas para tentar se viabilizar como o segundo nome da chapa de Flávio Dino ao Senado, mas não precisava vender em Brasília algo maior do que é.

Segundo Eliziane, o Maranhão tem o maior piso salarial de professores. “O Maranhão tem hoje o maior piso salarial do Brasil, deputado Aliel com o valor de R$ 5.750,00. Esse é o piso salarial dos professores estaduais do Maranhão se destacando em relação aos demais estados brasileiros”, afirmou.

Mas, segundo professores, a verdade não é a que a deputada mostrou e a sua fala repercutiu muito mal em meio à categoria no Maranhão. Veja o vídeo:

Na verdade, com a recomposição salarial de 6,81% anunciada pelo governador Flávio Dino no dia 27 de fevereiro, os professores que trabalham 20 horas semanais recebem R$ 2.875,41 e os professores com 40 horas semanais R$ 5.750,83.

Na tentativa de elogiar o governo Flávio Dino, a deputada não disse que o salário de R$ 5.750,83 é pago a apenas 5% dos professores em todo o Maranhão e que trabalham 40 horas semanais, mas para isso tiveram carga horária dobrada e trabalham em dois turnos, portanto tiram jornada dupla para ganhar um pouco mais, ou seja, duas vezes o salário base.

Não é correto, a deputada afirmar que o piso dos professores do Maranhão é de R$ 5.750,83 e a deputada Eliziane Gama sabe muito bem disso, mas, para agradar ao chefe, acabou mentindo.

No Maranhão, 95% dos professores recebem o salário base que é de R$ 2.875,41, com carga horária de 20 horas semanais.

Essa é a verdade segundo os professores. A deputada deveria retornar à Tribuna para dar a informação correta.

Foto: Reprodução/ Câmara dos Deputados

14 comentários »

Flávio Dino apanha nas redes sociais

8comentários

O governador Flávio Dino (PCdoB) que não suporta um diálogo passou por momentos muito difíceis esta semana nas redes sociais.

No estilo próprio e que faz como ninguém, Flávio Dino tentou jogar para a “galera” e se deu mal.

O governador oportunista que não larga o Twwitter e nem o Facebook por nada se viu aperreado ao questionar o grupo que chamou de “oligárquicos”.

“Ainda aguardando se os grupos oligárquicos vão devolver o dinheiro público que desviaram, do povo do Maranhão. São centenas de milhões de reais, conforme diversos processos na Justiça”, escreveu.

A resposta veio de imediato por uma internauta e sobrou até para aliados bem próximos do governador.

“Aproveite e diga ao seu aliado para devolver o dinheiro do ginásio kkkkk. Tem que ter, uma terceira opção em outubro”.

Mas não foi só nessa que Flávio Dino se deu mal. Na quarta-feira, ao comentar a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro, o governador ficou sem respostas a um vereador do município de Governador Nunes Freire.

“Não me recordo do senhor ter se manufestado quando os vereadores de Governador Nunes Freire foram assassinados, aliás nunca nem solucionou o caso”.

Até os internautas já comentam a paixão de Flávio Dino pela família Sarney de quem é o maior cabo eleitoral que existe.

Essas respostas, certamente Flávio Dino não curtiu.

Foto: Reprodução/ Facebook

8 comentários »

PT sem prestígio

1comentário


O tempo de televisão para os partidos políticos foi definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). E, como já esperado, o PT e MDB são os que terão mais tempo, ficando cada um com pouco mais de um minuto.

O tempo de propaganda eleitoral no rádio ou na televisão, para uma campanha eleitoral, é o que há de mais valor para cada legenda.

No Maranhão, essa valiosa moeda vale somente para o MDB e PSDB, partidos que terão candidatura própria a governador do estado. Só não vale para o PT, que poderá garantir ao governador Flávio Dino (PCdoB) quase a metade do tempo total que o comunista terá na campanha eleitoral deste ano.

Os petistas estão dando de graça a única arma que eles têm para o PCdoB, que se preocupa somente em garantir o DEM – que tem somente 19 segundos – dando, possivelmente, o espaço na chapa majoritária na vaga de vice-governador.

O PT maranhense tem ainda menos prestígio que o PDT, cujo tempo (18 segundos) nem deverá computar para a propaganda comunista. O partido fundado por Leonel Brizola já tem há meses a garantia de que uma das vagas de candidato ao Senado vem do PDT.

E o que resta para o PT? Só as velhas promessas de espaço na gestão sem que haja, realmente, qualquer garantia. Outra promessa dada é de garantir ampliação das bancadas do partido tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara Federal.

Mas para algo tão precioso, o que fica parecendo é que o PT pouco se valoriza. E Flávio Dino se aproveita da apatia dos membros do partido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Culpado

Parte dos petistas coloca culpa dessa falta de prestígio no presidente estadual da legenda, Augusto Lobato. Internamente no PT, Lobato é acusado de fazer o jogo a favor de Flávio Dino, em detrimento dos interesses do próprio partido. Medo de perder o pequeno espaço de assessor especial que tem no governo comunista, Augusto Lobato acaba se submetendo aos caprichos do governador.

Estado Maior

1 comentário »