Moto e Imperatriz vão decidir o Maranhense

2comentários

Moto e Imperatriz vão decidir o Campeonato Maranhense 2018.

O Imperatriz se classificou neste sábado (24), após golear o São José por 4 a 0, no Estádio Frei Epifânio, em Imperatriz, com gols de Maicon, Tainam, Adauto e Júnior Chicão. todos no primeiro tempo.

Com o resultado, além de garantir classificação na final, o Imperatriz terá a vantagem de dois resultados iguais e ainda jogará a segunda partida em casa.

Moto e Imperatriz chegam à final com 17 pontos ganhos, mas o Imperatriz leva a vantagem no número de vitórias cinco contra quatro. O Moto está invicto na competição.

As datas das finais foram definidas pela FMF e vão acontecer somente no mês de abril. Dia 4, quinta-feira, às 21h45, no Castelão em São Luís e dia 8, domingo, às 18h, no Frei Epifânio, em Imperatriz.

Moto e Imperatriz já estão na Copa do Brasil em 2019, mas o título garantirá o campeão na Copa do Nordeste e no Campeonato Brasileiro Série D.

Foto: Rafael Albuquerque

2 comentários »

Filho de Jackson critica Weverton Rocha e Flávio Dino

12comentários

O médico Igor Lago, filho do ex-governador Jackson Lago utilizou as redes sociais para criticar o uso pelo deputado federal Weverton Rocha (PDT) do nome do seu pai. Weverton, segundo Igor macula o legado do ex-governador.

“Soube que durante a reinauguração do ginásio Costa Rodrigues, o “menino de ouro” do Lupi e “amigo-irmão” do governador Dino (segundo este próprio!), mais uma vez, macula o legado do ex-governador Jackson Lago, de quem foi secretário a pedido de um ex-padrinho político local e do seu atual padrinho político nacional, ao utilizar inapropriadamente o seu nome”, afirmou.

Segundo Igor, se houve irregularidades no governo Jackson Lago que seja investigado e os culpados punidos.

O filho de Jackson também disparou contra o governador Flávio Dino. “Como se vê, assim como Lula vulgarizou a política brasileira, Flávio Dino vulgariza a política maranhense. E ainda tem a cara dura de dizer que é pela renovação”, disse.

Essa obra tão demorada do Casta Rodrigues ainda vai dar muito o que falar…

Foto: Reprodução/ Facebook

12 comentários »

Edivaldo expande Todos por São Luís na Vila Riod

0comentário

O prefeito Edivaldo compareceu à culminância da 59ª edição do programa ‘Todos por São Luís’, neste sábado (24), realizado no Centro de Saúde e Clínica Odontológica Dr. Afonso Amaral, na Vila Riod. Na oportunidade, mais de 15 mil pessoas receberam atendimento em diversos serviços públicos disponibilizados pela Prefeitura de São Luís. Esta é a segunda etapa do programa no bairro, que semana passada recebeu diversos serviços da gestão municipal.

Desde as primeiras horas da manhã , a população dos bairros Vila Riod, Janaína, Santa Clara e Jardim América começaram a se deslocar para o Centro de Saúde e Clínica Odontológica Dr. Afonso Amaral, na Vila Riod. Com vários serviços, a Estação Saúde, que inclui aferição de pressão, glicemia e orientação nutricional e consultas em clínica geral, ginecologia, pediatria, odontóloga, além do agendamento para consultar em oftalmologia, foi bastante procurada. Até às 14h, milhares de pessoas de faixa etária variada foram atendidas.

“Este é um projeto que teve início ainda na nossa primeira gestão e está tendo sua continuidade com grande aprovação nas comunidades onde está sendo desenvolvido. Durante toda a semana desenvolvemos oficinas e sempre no sábado acontece a culminância. São milhares de pessoas que têm o atendimento em diversas áreas”, ressaltou o prefeito Edivaldo ao falar sobre o programa.

Para a coordenadora do ‘Todos por São Luís’, a primeira-dama Camila Holanda, o êxito do programa está na regularidade que ocorre. “Em todas as ações levamos vários serviços em diversas áreas e oficinas de capacitação. É a Prefeitura estreitando sua relação com as comunidades e aproximando os serviços dos cidadãos”, mensurou Camila Holanda.

Foto: Honório Moreira

sem comentário »

FMF marca a decisão somente para o mês de abril

12comentários

Se ainda faltava algum motivo para a Federação Maranhense de Futebol (FMF) esculhambar de vez o Campeonato Maranhense, agora não falta mais nada.

A portaria assinada pelo diretor técnico, Hans Nina de uma vez que marca para daqui a 15 dias as finais do Estadual é uma prova da falta de capacidade da própria entidade de organizar as competições que organiza.

E mostra que haviam datas suficientes para fazer um campeonato em que as equipes tivessem os mesmos números de jogos em casa e fora.

Hans marcou para os dias 4 de abril (quinta-feira), às 21h45 e 8 de abril (domingo), às 18h, os dois jogos entre o Moto e o classificado no confronto entre Imperatriz e São José. Mesmo com tantas datas ainda marca uma partida para o meio de semana e à noite e outra no domingo à noite.

Sequer a FMF consultou os clubes. Apenas baixou a portaria e determinou que seja cumprida alegando a necessidade de cumprir os contratos com as TVs aberta e fechada.

Vai novamente realizar uma partida às 21h45 para atender à TV Difusora que mostrou a partida para o interior, deixando claro que se a televisão quisesse poderia marcar a partida para mais cedo e adequar a sua grade com uma programação direcionada apenas para São Luís.

Com a portaria, a FMF para o Campeonato em sua decisão e quebra o ritmo de jogos das equipes.

Uma pena que a Federação nunca aprenda sequer a fazer uma tabela…

Foto: Lucas Almeida

12 comentários »

MP aciona Estado por falta de clínicas de hemodiálise

0comentário

A falta de clínicas de hemodiálise no Maranhão fez o Ministério Público entrar com uma ação contra o Estado para garantir o tratamento dos pacientes. São sete clínicas que já deveriam estar funcionando, mas estão com as obras paradas.

Nos últimos quatro meses, pacientes que precisavam fazer longas e cansativas viagens para fazer hemodiálise não resistiram à jornada exaustiva e morreram. Atualmente, mais uma clínica ameaça parar o atendimento em Codó.

O centro de diálise da cidade foi entregue no ano passado, mas a partir do dia 2 de abril todos os atendimentos serão suspensos por falta de repasse de verba do Governo do Maranhão para a empresa terceirizada que administra o centro. Segundo o paciente José de Riibamar Sousa, sem o tratamento o jeito é se preparar para a morte.

“Você tem que saber que vai morrer logo porque não escapa. Quando eu faço o tratamento na sexta-feira e preciso voltar só na segunda, já passo mal. Sem o tratamento eu vou passar da cama para a rede… aquela agonia”, desabafou o paciente.

Enquanto a falta de verbas e problemas nos projetos dos prédios atrasam a inauguração das clínicas, os pacientes têm sofrido. Salvanir Vieira tem 39 anos e sofre com problemas renais há seis anos e toda semana precisa fazer hemodiálise.

A luta de Salvanir se estende para toda a família que morava em Governador Luís Rocha e teve que se mudar para São Luís, que fica a 404 quilômetros de distância. Segundo o marido dela, Leonardo Vieira, que atualmente está desempregado, isso aconteceu porque no município onde moravam não existe tratamento para pessoas que precisam fazer diálise.

“A gente alugou uma casa e estamos aqui (São Luís). Hoje eu estou desempregado e com três meses de aluguel atrasado e minha mulher está doente”, relatou Leonardo.

Clínicas atrasadas

No Maranhão, sete centros deveriam ter sido entregues desde 2015: Em São Luís, Pinheiro, São José de Ribamar, Santa Inês, Chapadinha, Imperatriz e Coroatá, mas as obras estão paradas, segundo o promotor da saúde Herberth Figueiredo.

“Estamos aguardando a formalização das informações da Secretaria de Estado da Saúde para que possamos requisitar informações junto ao Ministério da Saúde e também do banco financiador, que é o BNDES, para que possamos marcar uma audiência pública para a formação de uma TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) tendo em vista que agora não temos nenhum prazo para adiantar à população acerca da inauguração desses sete centros de diálise”, informou o promotor.

“Segunda, quarta e sexta tenho que fazer hemodiálise. Para mim é muito cansativo. Eu chego cansada. É muito difícil”, desaba

Em São Luís, a espera é longa pra ter acesso ao tratamento na vida de cerca de 400 pessoas que precisam de hemodiálise. O anexo do hospital Nina Rodrigues seria mais um centro para desafogar o sistema de atendimento e o prazo para entrega seria no fim de março, mas o Governo do Maranhão alegou que as obras estão paralisadas por problemas estruturais.

Sobre a clínica em Codó, a Secretaria de Saúde da cidade disse que continua buscando um entendimento com o Governo do Estado para garantir recursos financeiros e atendimento a todos os pacientes de hemodiálise. A Secretaria de Estado da Saúde informou que será celebrado convênio entre o Estado e o Município para repasse financeiro com o objetivo de assegurar assistência e tratamento aos pacientes de hemodiálise.

Sobre os demais centros de hemodiálise com obras paradas, o Governo do Estado informou que tem adotado todas as medidas legais para garantir a entrega das novas unidades em diferentes regiões do Maranhão, mas não deu prazo para a entrega. A Secretaria Estadual de Saúde informou que vai credenciar clínicas em São Luís para abrir novas vagas para o tratamento dos pacientes.

Leia mais

sem comentário »

Bandidos fazem refém em ataque a posto da PRF

0comentário

Seis bandidos fortemente armados atacaram na noite dessa sexta-feira (23), a Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizada na BR-222 no município de Acailândia, a 600 km de São Luís. Segundo a polícia, os criminosos chegaram ao local usando um policial militar como refém.

De acordo com a polícia, minutos antes de realizarem o ataque à unidade da PRF, o grupo criminoso invadiu uma base da Polícia Militar, localizada na BR-222, em Açailândia e levaram de refém em uma viatura da própria polícia, um PM que estava de plantão. Em seguida, o grupo seguiu em direção à unidade operacional da PRF, onde realizaram o segundo ataque.

Os criminosos chegaram à unidade operacional da PRF atirando e usando o policial militar como escudo. Na ação, outro PM que estava de folga passava pelo local quando percebeu o ataque. Houve troca de tiros intensa entre os bandidos e o policial à paisana. Os policiais rodoviários federais foram surpreendidos a ponto de não conseguirem revidar a ação. As janelas de vidro do posto foram alvejadas e a porta do local ficou completamente destruída. Não houve registro de feridos durante o tiroteio.

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Leia mais

sem comentário »

Sampaio vence na reabertura do Costa Rodrigues

0comentário

Na reabertura do Ginásio Costa Rodrigues, o Sampaio Basquete não tomou conhecimento do Catanduva e venceu por 85 a 42, registrando sua maior vitória na temporada.

Comandado pela norte-americana Briahanna Jackson, autora de 21 pontos, e por Tati Pacheco, que despejou outros 18, o time maranhense alcançou a sexta vitória seguida na temporada, firme na caça ao Vera Cruz Campinas e agora com 8 vitórias em 10 jogos. O revés também foi o mais duro para o Catanduva, que segue seu calvário na lanterna da competição – onze derrotas em onze jogos.

“Acho que a defesa tem sido a chave do nosso sucesso. Jogar bem defensivamente nos leva à cestas mais fáceis, e esse tem sido nosso foco nos últimos jogos˜, disse Jackson, cestinha da partida.

Calibradas desde o início, Tati e Jackson foram responsáveis por 4 bolas de três no primeiro período, vencido pelo Sampaio por 17 a 8. O Catanduva perdeu cedo sua principal pontuadora no campeonato – Julieta Ale saiu de quadra após 8 minutos e zerada após choque com Jackson que atingiu o joelho da argentina.

Mantendo a eficiência, o Sampaio construiu a grande vantagem já no primeiro tempo, quando fechou em 44 a 19.  Sampaio manteve a partida controlada no segundo tempo, anotando as parciais 22×9 e 19×14 para fechar a vantagem em 43 pontos – a melhor do time.

No domingo, o Sampaio encara Presidente Venceslau, às 10h, no Ginásio Castelinho.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »