Equilíbrio marca final do Campeonato Maranhense

5comentários

A final do Campeonato Maranhense é marcada pelo equilíbrio entre as equipes e isto se confirma nos números das equipes até esta fase. O Moto tem 18 gols em nove jogos, enquanto o Imperatriz tem 16 gols com os mesmos nove jogos. Ataques positivos que vão se enfrentar nesta final do Campeonato Maranhense 2018. Quando o assunto é defesa, o Moto sofreu 11 gols até chegar a esta decisão. O Imperatriz sofreu oito.

Na semifinal, as defesas funcionaram bem, sendo que a do Imperatriz bem melhor. Nos primeiros jogos, nenhum gol foi marcado. Nas decisões, o Moto sofreu um gol do MAC (1 a 1) e o Imperatriz seguiu sem ter sua defesa abalada, em vez disso marcou quatro gols no adversário.

Outro aspecto de destaque entre os finalistas que merece destaque é a invencibilidade do Moto. O time não perdeu nenhum jogo neste campeonato. Venceu quatro e empatou cinco. O Imperatriz tem duas derrotas, mas supera o Moto no número de vitórias: cinco. O time empatou uma vez. Ambos chegam a esta decisão com 17 pontos.

Sobre a artilharia, o principal do campeonato continua sendo Uilliam, do Sampaio, com sete gols, seguido por Ulisses, do Cordino, com seis gols. Na sequência, aparece Val Barreto, do Moto, com quatro gols. Com três gols estão Adauto e André Penalva, do Imperatriz, e Tchê Tchê, do São José.

Só um jogo foi realizado entre as duas equipes na primeira fase. A partida foi no dia 20 de janeiro, às 19h30, no Frei Epifânio d’Abadia. A partida marcou as estreias dos times e terminou 2 a 2. Os gols do Moto foram de Jefferson Araújo – que já saiu do Moto e seguiu para o futebol do Irã – e André Penalva para o Imperatriz. Outro exemplo do equilíbrio entre os times, mas se considerarmos que o jogo foi na casa do Cavalo de Aço, o Moto levou vantagem por ter conquistado o empate.

Como divulgado pela FMF, os jogos das finais serão dias 5 e 8 de abril. Na quinta-feira, a partida será às 21h45, no Castelão. No domingo, o jogo será no Frei Epifânio d’Abadia, às 18h30. Os clubes e até as torcidas tentam meios de fazer a federação mudar datas e horários definidos, mas por enquanto a tabela segue sem alteração.

Globoesporte.com

5 comentários »

Artistas aprovam nome de Ivaldo na Cultura

0comentário

A escolha do secretário Ivaldo Rodrigues para assumir o comando da Secretaria Municipal de Cultura, embora ainda não tenha sido oficializada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) agradou em cheio o meio artístico de São Luís.

A notícia foi muito bem recebida e a repercussão foi bastante positiva, principalmente porque Ivaldo é uma pessoa que gosta e valoriza muito a cultura maranhense. Prova disso é o sucesso da Feirinha São Luís que comanda com grande sucesso na Semapa.

O Blog do Zeca Soares procurou alguns artistas locais para ouvir a opinião deles sobre a indicação de Ivaldo Rodrigues para a Secretaria de Cultura e a receptividade não poderia ter sido melhor.

A aprovação dos artistas aumenta e muito a responsabilidade de Ivaldo Rodrigues e, principalmente do prefeito Edivaldo Holanda Júnior que terá que dar as condições necessários para que o seu gestor corresponda às expectativas.

Garantidas essas condições não tenho a menor dúvida que a gestão de Edivaldo colherá bons frutos na Cultura sob o comando de Ivaldo Rodrigues.

Veja as opiniões dos artistas:

“Desejo que o Plano Municipal de Cultura seja desenvolvido para que não fiquemos só na agenda dos eventos de carnaval e São João, que a Lei de Incentivo Municipal volte a funcionar, que tenha editais de cultura, torço pela descentralização da cultura, que atinja os bairros e não só o centro da cidade, que a secretaria tenha mais recursos financeiros, para que se tire essa imagem, infelizmente, negativa de devedora, que se atinja vertentes maiores da cultura, e não só a cultura popular, desejo ao novo secretário autonomia e dinâmica, que se estabeleça parcerias com o setor privado, estou na torcida e que ele seja muito bem vindo, pois é um nome que foi recebido com bons olhos com quem eu já conversei da classe artística, artista é um ser esperançoso e a cultura é dinâmica”- César Boaes, ator e diretor de tratro

“Eu acho que a ida do Ivaldo Rodrigues para a pasta da cultura mostra que o prefeito está valorizando nosso segmento, visto que o Ivaldo sempre teve uma relação de amor e respeito por nossa arte. Que a experiência de sucesso da feirinha se repita, agora na Secult. Acho que seu maior desafio será fazer valer a lei de incentivo à cultura para o artista tenham a seu favor esse mecanismo que em muito pode dinamizar a cultura do Maranhão” – Mano Borges, cantor e compositor

“O sucesso pela idealização e coordenação da Feirinha de São Luís, credencia o Ivaldo Rodrigues ao desafio maior de gerenciar, desenvolver e difundir as ações culturais do Município, letárgicas já há um bom tempo!” – Godão, do Boi Barrica e Bicho Terra

“A cultura sempre eleva o status quo de onde ela se faz presente e na Feirinha não foi diferente. Inevitavelmente as cabeças pensantes por trás desses importantes projetos precisam ter a capacidade de perceber e colaborar para que isso aconteça e assim o fez Ivaldo Rodrigues. Acho que diante do lindo trabalho à frente desse projeto, as perspectivas para um trabalho melhor ainda na Secretaria Municipal de Cultura são promissores. Precisamos de pessoas que amem e conheçam a nossa cultura e nossos artistas num cargo como esse. Pra mim o Ivaldo é um vento novo que pode fazer a diferença nesse segmento. Sensibilidade e vontade ele já demonstrou ter. Que seja linda a sua nova gestão!” – Fernando de Carvalho, cantor

sem comentário »

Prefeitura prorroga prazo de adesão ao Refaz

1comentário

A Prefeitura de São Luís, por meio do Decreto n° 50.601 de 26 de março de 2018, autorizou a prorrogação do período de adesão ao Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Municipal de São Luís (Refaz), até 30 de abril. Assim, os contribuintes têm até o fim do próximo mês para buscar um dos postos de atendimento da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz) e solicitar sua adesão.

O programa tem como o objetivo dar aos contribuintes em débito com o fisco, a oportunidade de quitar dívidas de natureza tributária e não tributária com descontos de até 100% nos juros e multas e facilidade no parcelamento, que pode ser feito em até 48 vezes, com abatimentos proporcionais.

Para o titular da Semfaz, Délcio Rodrigues, o programa trouxe resultados muito positivos para o município e para o contribuinte. Em pouco mais de um ano de vigência, mais de 22 mil contribuintes assinaram sua adesão ao Refaz. “Os resultados obtidos durante o primeiro ano de vigência confirmam o quanto este é um instrumento de renegociação de dívidas assertivo para a municipalidade”, assegurou o secretário.

O Refaz contribuiu no aumento da arrecadação municipal e na diminuição da inadimplência com o fisco. Com o total arrecadado, a gestão municipal investe em ações em todas as áreas a exemplo da educação, saúde, infraestrutura, implantação de Ecopontos, entre outras ações. Os descontos vão de 100% a 10% e o parcelamento pode ser feito em até 48 vezes, dependendo da forma de negociação escolhida.

Parcelamento

Todos os impostos municipais, com ressalvas somente para o IPTU 2017 – que não entrou no pacote de tributos que são negociados através do Refaz, podem ser negociados com o programa. Para aderir ao Refaz, o contribuinte com débito com o fisco tem até o dia 30 de abril para procurar um dos postos de atendimento da Semfaz, localizados na sede do órgão – Avenida Kennedy, n° 1455, Bairro de Fátima; no posto do Viva (antigo Casino Maranhense) – Avenida Beira Mar, S/N, ou na Procuradoria Fiscal (direcionado aos cidadãos com débitos já inscritos em dívida ativa).

Foto: Divulgação

1 comentário »

A covardia de Flávio Dino

6comentários

O governador Flávio Dino utilizou as redes sociais para, muito provavelmente, criticar o deputado estadual Wellington do Curso. Entretanto, de maneira covarde, o comunista não teve se quer a coragem de endereçar a sua crítica.

Flávio Dino insinua que o parlamentar, que já pertenceu a sua base eleitoral e que fez campanha para lhe eleger, estaria a serviço de alguma facção criminosa. Veja abaixo.

A tola e mentirosa observação de Flávio Dino é pelo fato do deputado Wellington do Curso ter criticado publicamente a quantidade de apreensão de veículos pelo não pagamento do IPVA. Além da quantidade de veículos leiloados.

Só que o comunista, como de costume, tenta distorcer os fatos. Wellington, em momento algum, defendeu criminosos e/ou criticou alguma fiscalização para combater crimes, salvo se o governador entende que a pessoa que deve o IPVA é um criminoso.

As críticas de Wellington, claras e transparentes, bem diferente do comentário covarde de Flávio Dino, são contra o excesso de apreensão de veículos dos maranhenses pelo não pagamento do IPVA. O parlamentar está defendendo publicamente a causa e inclusive apresentou um Projeto de Lei.

O chilique do comunista foi logo após uma nova postagem de Wellington sobre o assunto. O parlamentar demonstrou espanto quando foi realizada uma blitz dentro dos bairros.

Veja abaixo o que escreveu Wellington do Curso e que, repito, de maneira covarde, Flavio Dino tentou distorcer.

“Hoje recebemos essas imagens de vários maranhenses que estão revoltados com o abuso de poder por parte do Governador Flávio Dino! Não satisfeito em já ter leiloado quase 12 mil veículos, Flávio Dino agora tá fazendo uma espécie de “blitz delivery”! De tão patético e desrespeitoso, chega a ser inacreditável. É isso mesmo: agora, o Governador ordenou que faça blitz em ruas, no seu bairro, na porta da sua casa.

Não somos contra blitz. Ao contrário: tem que existir sim, mas para combater o crime e punir criminoso. Governador, Vossa Excelência foi juiz. Sabe muito bem que o STF considera isso Inconstitucional. Por que insiste em pegar, tomar o veículo do maranhense?

Nosso Projeto de Lei 99/2017, que proíbe a apreensão de veículos por não pagamento de IPVA, está em tramitação na Assembleia. Também já fizemos representações cobrando Ações do Ministério Público, OAB e Defensoria Pública. Essa irregularidade e inconstitucionalidade vai acabar!

Não estamos defendendo inadimplentes. Há outros meios para punir quem não pagar o IPVA. Tomar o veículo e tratar trabalhador como bandido é desrespeitar o maranhense.

Trabalhador devedor de IPVA não é infrator de trânsito e nem bandido! Governador, respeite a população! Não trate o trabalhador como se bandido fosse.”

Blog do Jorge Aragão

6 comentários »

Mais uma jogada errada de Waldir Maranhão

2comentários

Os aliados petistas do deputado federal Waldir Maranhão que inventaram uma tentativa de filiação dele ao PT agora reclamam de supostos “ataques comunistas”.

Como sabem que Maranhão não terá o aval da direção do partido para se filiar, tentam criar uma situação para que o deputado saia atirando da base do governo.

O problema é que, mesmo esnobado por Flávio Dino e aliado há mais de um ano, Maranhão não demonstra a menor vocação para o rompimento. E vai aceitar tudo calado.

Fracasso

Coube a um grupo de petistas da corrente “Construindo um Novo Brasil” a invenção da filiação de Waldir Maranhão ao PT.

O problema é que essa corrente não tem mais credibilidade nem no governo, nem na oposição maranhense.

O cálculo da escolha de aliados pelo deputado também transformou em suicida a sua “operação PT”.

Estado Maior

2 comentários »

Queda de rendimento preocupa torcida do Sampaio

3comentários

A queda de rendimento do Sampaio na medida em que se aproxima a estreia da equipe no Campeonato Brasileiro Série B, começa a causar preocupação em meio à torcida Tricolor.

O empate por 0 a 0, contra os reservas do CSA que veio a São Luís apenas para cumprir tabela, pois já estava desclassificado da competição provocou a reação dos torcedores que protestaram ao final da partida.

E não era para menos. O que vimos foi um time apático, lento, sem criatividade e que mesmo criando poucas oportunidades de gols ainda se dá ao luxo de perdê-las.

Embora estivesse classificado, o técnico Francisco Diá aproveitou a partida para escalar vários jogadores contratados para a Série B, mas sem ritmo de jogo na equipe e apenas começando o trabalho não teve nenhum destaque.

Nem mesmo os jogadores que já estão aqui desde o início da temporada foram bem diante do CSA.

O fato é que o Sampaio caiu muito e isso é muito ruim. E tenho certeza que além do torcedor, a situação já começa a preocupar dirigentes e comissão técnica.

Ainda bem que a equipe está classificada para a próxima fase, mas não pode de forma alguma continuar jogando como está pois terá pela frente equipes mais qualificadas como Bahia, Vitória, Santa Cruz ou até o próprio Ceará.

Em meio a tudo isso ainda tem o Coritiba pela Série B, no dia 14 de abril, no Estádio Castelão, com portões fechados.

Foto: Lucas Almeida

3 comentários »

A política como ela é…

0comentário

Por Roberto Rocha

A política, embora se diga que é como uma nuvem, não está divorciada de certa lógica interna.

A boa política não é um exercício de especulação vazio, descompromissado da realidade dos fatos.

Os fatos são simples: temos um cenário bipolar, em que duas forças políticas disputam a hegemonia da narrativa eleitoral, como se essa fosse imutável.

E temos a construção de um outro campo político, ainda em formação, que reivindica um outro olhar para o Maranhão, que não esteja prisioneiro da engessada lógica da opção entre sarneysistas e anti-sarneysistas.

Apenas um grande partido nacional, o PSDB, reuniu forças para situar-se fora do campo gravitacional dessa lógica que atrasa o Maranhão.

Evidentemente que, por enquanto, qualquer pesquisa quantitativa apenas irá abonar esse horizonte fechado.

Sou pré-candidato a governador e no momento, junto com diversas lideranças, estamos construindo a engenharia política desse novo campo. Não há vetos a ninguém, mas o desejo de fazer confluirem os interesses partidários e os projetos de cada um.

Qualquer especulação que ultrapasse os limites dessa construção política, é apenas má interpretação ou interesse contrariado.

O povo do Maranhão, soberanamente, fará a escolha que julgar melhor, a partir do debate que será feito na arena pública, ao longo da campanha.

*Roberto Rocha é senador

sem comentário »