Flávio Dino encurralado

0comentário

 

Aliados políticos do governador Flávio Dino (PCdoB) começam a pressioná-lo de várias formas – uns mais, outros menos – pela sua decisão em relação à chapa de senadores com a qual vai para a disputa de 2018. Os pré-candidatos -Weverton Rocha (PDT), Waldir Maranhão (sem partido), Eliziane Gama (PPS) e José Reinaldo Tavares (PSB) – querem uma definição de Dino para que possam botar o bloco na rua e buscar viabilização entre prefeitos, classe política e população.

E essa pressão de vários lados encurrala cada vez mais o governador. Dino tem suas preferências para o cargo, mas sabe que não poderá contar apenas com elas para fazer suas escolhas. Se pudesse, já teria dado uma das vagas para um amigo pessoal (nomes como Mário Macieira, Francisco Gonçalves e Bira do Pindaré seriam os favoritos) e a outra para Waldir Maranhão, honrando o compromisso assumido quando da votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

O governador não tem afeições porWeverton Rocha, parece não confiar em Eliziane Gama e guarda ressentimento de José Reinaldo Tavares. Mas sabe que não pode, simplesmente, abrir mão desses aliados antes das convenções de julho de 2018. E vai querer empurrar a decisão até lá.

E é exatamente porque sabem da estratégia do governador que os pré-candidatos a senador começam a fazer pressão cada vez mais forte por uma decisão imediata. Afinal, sabem que, chegando julho, não terão tempo hábil para tomar outro rumo se forem preteridos.

E ele só tem duas vagas.

Estado Maior

sem comentário »

Lula é recepcionado em São Luís

3comentários

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) está em São Luís, na última escala da Caravana pelo Nordeste.

Em sua chegada, o ex-presidente foi recepcionado por petistas, pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e o deputado federal Waldir Maranhão (Avante) que esteve ao lado de Lula pelo Nordeste.

“Hoje recebi o presidente Lula quando de sua chegada em São Luís. E amanhã estarei com ele no Ato Público às 17h”, destacou o governador Flávio Dino nas redes sociais.

“Acabo de receber, juntamente com o governador Flávio Dino, o presidente Lula e sua caravana em São Luís”, escreveu Waldir Maranhão.

Nesta terça-feira (5), Lula participa de um ato público com militantes petistas na Praça Pedro II.

Foto: Dalva Lemos/ Caras & Nomes

3 comentários »

Parceria viabiliza São João em Pinheiro

0comentário

Waldir Maranhão, Vinícius Louro, Marcelo tavares e Luciano Genésio no Palácio dos Leões

O prefeito Luciano esteve com o deputado estadual Vinicius Louro (PR) nesta segunda-feira (29), no Palácio dos Leões onde foram recebidos pelo secretário Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, acompanhado do deputado federal Waldir Maranhão (PP).

Nesta audiência, Vinicius Louro levou a comitiva para tratar da viabilização dos recursos do Governo do Estado para o São João da população pinheirense.

O prefeito agradeceu a parceria através da emenda parlamentar junto ao Governo do Estado e ressaltou a amizade que tem com o parlamentar.

Entre as atrações do são João em Pinheiro que acontece entre 22 de junho a 2 de julho, no Parque do Povão estão: Bruno Shinoda, Banda Miragem, Forrozão Tropikália, Lucas Seabra, Forró Sacode, Gerrard Lima, Igor Oliveira e Bruna Karla.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Cobrando a fatura

7comentários

Deputado federal Waldir Maranhão quer disputar uma das duas vagas ao Senado em 2018

O deputado federal Waldir Maranhão (PP) garantiu em entrevista ao Estadão que vai trabalhar para se eleger senador pelo Maranhão em 2018 na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB).

“A minha disposição é essa: disputar o Senado. Vou tentar mostrar que sou viável na base”, disse.

Segundo o Estadão, a vaga a Waldir Maranhão foi prometida por Flávio Dino em troca do voto do parlamentar contra o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

Em 2018, duas vagas para o Senado estarão em disputa. Além de Waldir Maranhão, os deputados Weverton Rocha (PDT) e José Reinaldo Tavares (PSB) pretendem disputar vaga ao Senado. Todos esses nomes estão na base de apoio de Flávio Dino.

Dos atuais senadores, João Alberto (PMDB) disputará a reeleição. O senador Edison Lobão (PMDB) não será candidato à reeleição e o senador Roberto Rocha (PSB) tem mandato até 2022.

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) que tem sido colocada na lista para uma possível disputa ao Senado, ainda não confirmou se será ou não candidata.

Foto: Dida Sampaio/ Estadão

Leia mais

7 comentários »

Campeão em faltas

2comentários

Waldir Maranhão foi o deputado maranhense que mais faltou às sessões na Câmara em 2016

Se não bastasse tudo que acompanhamos na Câmara sobre o deputado Waldir Maranhão (PP), ele aparece mais no site Congresso em Foco como o parlamentar maranhense que mais faltou às sessões em 2016.

Waldir Maranhão teve 37 faltas. Em segundo aparece o deputado falecido João Castelo (PSDB) com 35 e em terceiro Júnior Marreca (PEN) com 31 faltas. Os que menos faltaram foram André Fufuca (PP) e Pedro Fernandes (PTB) com 5 faltas cada um.

A lista de 2016 segue: Weverton Rocha (25), Zé Carlos (18), José Reinaldo (15), Alberto Filho (14), Juscelino Filho (14), Eliziane Gama (12), Victor Mendes (12), Hildo Rocha (10), João Marcelo Souza (10), Julião Amim (10), Rubens pereira Jr. (10), Sarney FIlho (10), Aluísio Mendes (9), André Fufuca (5), Pedro Fernandes (5), Cléber Verde (4), Ildon Marques (2), Davi Alves Júnior (2), estes dois últimos que assumiram no lugar de André Fufuca e Sarney Filho.

Em 2015, Waldir também foi o parlamentar maranhense que mais faltou às sessões na Câmara dos Deputados. Seguido por Júnior Marreca.

No Senado, segundo o Congressos em Foco, João Alberto de Souza (PMDB) teve 15 faltas, Edson Lobão (PMDB) 5 faltas, Pinto Itamaraty (PSDB) que substituiu a Roberto Rocha aparece com 4 faltas e

2 comentários »

MP pede condenação de Waldir Maranhão

0comentário
Deputado federal Waldir Maranhão (PP)

Deputado federal Waldir Maranhão (PP)

O Ministério Público Do Maranhão (MPMA) ajuizou duas ações civis públicas contra o deputado federal Waldir Maranhão(PP) e o filho dele, o médico Thiago Maranhão, por causa do recebimento indevido de salários na Universidade Estadual do Maranhão (Uema), e no Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), respectivamente.

Na ação contra o filho do deputado, a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa também cita o conselheiro do TCE, Edmar Serra Cutrim.

Além do pagamento de multa civil, o Ministério Público requer a condenação dos três citados ao ressarcimento total do dano, à perda da função pública e à suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos.

A assessoria de Waldir Maranhão não se manifestou sobre o assunto. Thiago Maranhão não foi encontrado e a assessoria de Edmar Cutrim também não foi encontrada para falar sobre o assunto.

Foto: Agência Câmara

Leia mais

sem comentário »

Eliziane nega afirmação de Wellington

0comentário
Em nota de esclarecimento, Eliziane Gama nega ter o apoio de Waldir Maranhão (PP)

Em nota de esclarecimento, Eliziane Gama nega ter o apoio de Waldir Maranhão (PP)

A candidata a prefeita de São Luís, Eliziane Gama (PPS) divulgou nota esclarecendo possível apoio do deputado federal e vice-presidente da Cãmara dos Deputados, Waldir Maranhão a sua candidatura.

“Waldir Maranhão é filiado ao Partido Progressista (PP) e não integra o grupo de apoiadores da sua campanha”, afirmou.

A declaração foi dada depois que o candidato Wellington do Curso (PP) afirmou durante a Sabadita, em O Estado que Waldir Maranhão estava apoiando Eliziane Gama.

“O PP hoje é comandado por um político com um futuro promissor, o deputado federal André Fufuca. Waldir Maranhão não é uma figura presente na minha candidatura. O arco de aliança de Waldir Maranhão ele escolheu lá atrás e hoje ele administra um partido [PTdoB] que está na base de outra candidata [Eliziane Gama]”, afirmou Wellington.

A declaração provocou estrago à candidatura de Eliziane Gama que virou alvo de críticas nas redes sociais. Hoje, a candidata divulgou esta nota:

“A candidata a prefeita de São Luís, Eliziane 23 vem a público informar que o deputado federal Waldir Maranhão é filiado ao Partido Progressista (PP) e não integra o grupo de apoiadores da sua campanha, já que a legenda em São Luís tem uma candidatura própria”, disse Eliziane.

Vamos esperar a manifestação de Waldir Maranhão para saber quem ele está apoiando se Eliziane Gama ou Wellington do Curso.

sem comentário »

Com quem está o Waldir Maranhão?

0comentário
Presidente em exercício Waldir Maranhão

Presidente em exercício Waldir Maranhão

Durante a Sabatina em O Estado, nesta quarta-feira (17), o candidato do PP à Prefeitura de São Luís Wellington do Curso descartou qualquer posibilidade de participação do deputado federal Waldir Maranhão (PP) na sua campanha.

E não seria para menos. Waldiz fez um papelão após a votação do Impeachment, na Câmara dos Deputados e ter sido condendado pelo TCE-MA a devolver quase R$ 10 milhões aos cofres públicos por irregularidades cometidas quando foi reitor da Universidade Estadual do Maranhão quem vai querer um problema tão grande?

Wellington do Curso foi esclarecedor durante a Sabatina e jogou o problema Waldir Maranhão no colo de Eliziane Gama (PPS).

“O PP hoje é comandado por um político com um futuro promissor, o deputado federal André Fufuca. Waldir Maranhão não é uma figura presente na minha candidatura. O arco de aliança de Waldir Maranhão ele escolheu lá atrás e hoje ele administra um partido [PTdoB] que está na base de outra candidata [Eliziane Gama]”, afirmou.

Bom, a candidata Eliziane Gama ainda nem conseguiu explicar direitinho a seus eleitores a companhia dos Tucanos de João Castelo e agora vai ter que conviver com este problemão chamado Waldir Maranhão.

Cabe um esclarecimento da candidata. Ou mesmo fazer de conta que Wellington do Curso não disse nada.

sem comentário »

Waldir é condenado a devolver R$ 10 milhões

2comentários
WaldirMaranhao

Primeiro-vice-presidente da Câmara dos Deputado Waldir Maranhão é condenado ao TCE-MA

O primeiro-vice-presidente da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), foi condenado neste mês de agosto a pagamento de multa de R$ 930 mil e à devolução de quase R$ 10 milhões aos cofres públicos por irregularidades cometidas como reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), no ano de 2005. Em voto do conselheiro-substituto Osmário Freire Guimarães aprovado por unanimidade pelo Pleno do TCE-MA, o órgão desaprovou a prestação de contas apresentada por Waldir Maranhão para o período.

O G1 solicitou por e-mail à assessoria do deputado Waldir Maranhão um posicionamento sobre o assunto e aguarda retorno.

De acordo com relatório assinado por Guimarães e elaborado com base em uma análise técnica, foram encontradas diversas irregularidades, entre elas:

– saldo do balanço patrimonial não correspondente ao inventário físico-financeiro de bens móveis, com diferença de R$ 76 mil;
– saldo da conta bens imóveis conflitantes entre o equivalente ao total do inventário físico-financeiro, com diferença de mais de R$ 494,2 mil;
– ausência da prestação de contas de decretos do Executivo de abertura dos créditos adicionais (suplementares) e/ou portarias de alteração do Quadro de Detalhamento de Despesa (QDD) com resultado em abertura de crédito adicional;
– ausência de comprovação no pagamento de combustível com notas de abastecimento, evidenciando falha de controle administrativo da instituição, entre outras irregularidades.

Por causa das irregularidades, o TCE-MA determinou a devolução de R$ 9.483.711,36, com os acréscimos legais incidentes, ao erário municipal, a ser recolhido no prazo de 15 dias após a publicação oficial do acórdão, em razão das irregularidades que configuram despesas indevidas e não comprovadas. Além disso, Maranhão deve pagar multa no valor de R$ 939 mil pelas outras irregularidades encontradas pelo TCE-MA.

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Leia mais

2 comentários »

Deputados barram convocação de reitor

0comentário
AndreaMurad

Andrea Murad pretendia esclarecer pagamento de salários indevidos a Waldir Maranhão

Em sua terceira sessão para votação do requerimento de autoria da deputada Andrea Murad (PMDB), que convoca o reitor da UEMA, Prof. Augusto, a maioria dos deputados votou contra a ida do reitor à Assembleia Legislativa.

O requerimento da deputada solicitava que o reitor explicasse aos deputados quais providências já foram tomadas sobre o pagamento de salários indevidos ao Waldir Maranhão, atual presidente da Câmara de Deputados e que não deveria receber o salário de professor durante o exercício do mandato.

“Mais uma vez, para proteger o Waldir Maranhão, o reitor da UEMA e o governador Flávio Dino, principal conivente com essa situação imoral e ilegal praticada na sua gestão, os deputados da base aliada do governo votaram contra uma convocação extremamente necessária para que todos os fatos sejam esclarecidos. Não estive presente à sessão de hoje, mas pelo regimento após três sessões em pauta, foi colocado em votação e o que se viu é uma demonstração clara de que o governador não irá tomar qualquer providência por se tratar do seu aliado Waldir Maranhão”, disse Andrea.

A deputada Andrea Murad irá oficiar diretamente a UEMA, assim como a Secretaria de Estado da Transparência e a Procuradoria Geral do Estado, pedindo esclarecimentos sobre as providências tomadas para que Waldir Maranhão venha ressarcir os recursos pagos indevidamente por quase 2 anos.

“O governador Flávio Dino se omite e não zela pelo recurso público, nem tampouco esclarece se alguma providência foi adotada. Se isso não for respondido, irei usar os meios legais, cabíveis, para garantir o ressarcimento e não vou descansar enquanto a devolução do recurso não for feita ao cofre público. E volto a repedir, a secretaria de transparência é apenas para punir os inimigos políticos. Ilegalidades acontecem diariamente no governo Flávio Dino e nenhuma providência é tomada mesmo quando existe ampla divulgação nacional”, adiantou a parlamentar.

Foto:  Kristiano Simas/Agência AL

sem comentário »