Sampaio empata e fica fora da final

10comentários

O Sampaio parou no Fortaleza e está fora da final do Campeonato Brasileiro Série C, mas o grande objetivo da temporada foi alcançado que foi o acesso à Sërie B em 2018.

Não fazer a final não diminui em nada o feito Tricolor que deu a volta por cima na temporada e garantiu um calendário prá lá de atrativo e rentável no ano que vem.

Após a derrota por 1 a 0, em Fortaleza, o Sampaio precisava vencer por dois gols de diferença, mas começou o jogo perdendo.Chegou a fazer 2 a 1, mas não conseguiu o gol que faltava.

No fim, o Fortaleza ainda fez 2 a 2 e vai à final contra o CSA-AL que perdeu por 1 a 0 para o São Bento, no Rei Pelé, mas garantiu a vaga na final nas cobranças de pênaltis.

10 comentários »

Luís Fernando entrega Unidade de Saúde

0comentário

Moradores do Parque Jair em São José de Ribamar receberam de volta na tarde desta sexta-feira (6) a Unidade Básica de Saúde (UBS). O prédio onde funcionava o equipamento, construído e entregue ainda na primeira administração do prefeito Luis Fernando em 2007, a pretexto de reforma na gestão passada, foi deslocado para outro endereço, porém, sem nunca ter funcionado dignamente.

De acordo com os moradores da região, a reforma anunciada para o espaço, nunca saiu do papel. “O posto não passou por uma única reforma, pelo contrário, foi esquecido, e com o passar do tempo foram roubando tudo de dentro e hoje nem porta e janela tem mais. Restaram às paredes”, lamentou a dona de casa, Rosário da Silva.

O equipamento, uma reivindicação dos moradores da região, agora volta a funcionar depois de 10 anos em sede provisória, sendo entregue novamente pelas mãos do prefeito Luis Fernando que ao devolver a unidade, anunciou, entre outros benefícios, a duplicação na capacidade de atendimento e oferta de serviços.

“A unidade, que tinha sede própria, foi construída com recursos da prefeitura quando da nossa primeira administração, mas infelizmente foi deslocado de endereço e funcionava em um espaço minúsculo, obrigando muitas vezes a população a ir para o Miritiua ou até outros bairros”, contou o prefeito.

“Hoje”, continuou o gestor, “a saúde preventiva aqui na região vai viver uma nova realidade. A unidade foi adaptada em novo prédio e vai oferecer atendimento digno, com qualidade, e serviços voltados a atenção básica, principal reivindicação dos moradores”, detalhou o prefeito que, acompanhado do vice-prefeito, Eudes Sampaio, do deputado estadual, Bira do Pindaré e dos vereadores Moisés Gama, Paulo Alencar e J. Lindoso, vistoriou todo o espaço.

A USB provisória do Parque Jair conta agora com 04 consultórios, 02 médicos com especialidade em clínica geral, atendimento de vacinação, teste rápido de gravidez, hepatite, sífiles, HIV, exames preventivos, laboratoriais, bem como consultas voltadas a hipertensão, gestantes e diabéticos, além de atendimento puerperal e capacidade para atender cerca de 50 pessoas por dia.

Para o secretário de saúde, Tiago Fernandes, a unidade não é apenas mais um equipamento entregue, significa a devolução do direito de cada cidadão à saúde, e uma saúde com qualidade e respeito. “Uma das primeiras medidas de governo do prefeito Luis Fernando, foi acelerar o processo para que os moradores tivessem de volta a unidade de saúde funcionando com todos os serviços necessários para um bom atendimento”, completou.

Com a inauguração da unidade do Parque Jair, a atual gestão já contabiliza, em pouco mais de 09 meses, entre reconstrução e implantação, sete unidades entregues à população e diversas regiões administrativas de São José de Ribamar.

Foto: Wanderson Silva

sem comentário »

Justiça afasta prefeito de Bom Jardim

0comentário

Em decisão liminar desta sexta-feira (6), o juiz titular da comarca de Bom Jardim, Raphael Leite Guedes, determinou o afastamento e a indisponibilidade de bens do prefeito de Bom Jardim, Francisco Alves de Araujo, que fica ainda impedido de realizar qualquer movimentação nas contas da Prefeitura, evitando pagamentos, transferências e depósitos. A decisão também determina a indisponibilidade dos bens dos vereadores Antonio Carlos Sousa dos Anjos, Charles Viana da Silva, Manoel da Conceição Ferreira Filho, Maria Sonia Brandão de Jesus, Antonio Barbosa de Almeida Filho, Clebson Almeida Bezerra e José de Ribamar Ferreira e do secretário de Administração do município e irmão do prefeito, Ayrton Alves de Araujo, assim compreendidos imóveis, veículos e valores depositados em agências bancárias que assegurem o real ressarcimento do dano, limitado à quantia de R$ 1.435.468,65.

O magistrado também ordenou a comunicação da decisão ao Presidente da Câmara Municipal de Bom Jardim/MA para proceder à convocação da respectiva sessão solene extraordinária e lavratura da respectiva ata e termo de posse e exercício provisório em favor do Vice-Prefeito Municipal de Bom Jardim/MA, no prazo de 72 (setenta e duas) horas, que deve providenciar sua imediata habilitação bancária, a fim de evitar maiores prejuízos ao Município.

O juiz concedeu a liminar a pedido do Ministério Público Estadual, que promoveu ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra os gestores referidos, afirmando que eles teriam transgredido normas e princípios constitucionais e administrativos, com a manutenção de verdadeira “máfia do combustível” no município de Bom Jardim/MA, esquema apurado em investigações do Ministério Público, com provas documentais, depoimentos e interceptações telefônicas deferidas judicialmente no decorrer da denominada “Operação Ostentação 2017”.

Segundo o magistrado, o procedimento administrativo instaurado pelo Ministério Público para apurar as irregularidades nos abastecimentos de veículos apresentou provas robustas da ocorrência de desvio de recursos públicos, através de contrato de fornecimento de combustível, sendo que o prefeito e o seu irmão Ayrton Alves seriam os mentores intelectuais do esquema, por meio da autorização de abastecimento de veículos particulares de vereadores, familiares e membros da sociedade local, em troca de apoio político, com dano ao erário estimado em R$ 70 mil por mês.

“Há dezenas de notas de abastecimentos assinadas pelos requeridos, inclusive do Prefeito Municipal e de vereadores municipais da base aliada do governo, para o abastecimento de seus carros particulares sem qualquer controle da máquina administrativa, ocasionando evidente lesão ao erário público, dinheiro do povo que deveria ser revertido em prol de toda a comunidade bomjardinense nas mais diversas áreas, como, por exemplo, saúde, educação, saneamento básico, entre outras, mostrando o total descaso dos requeridos, representantes eleitos pelo povo, com o bem-estar e qualidade da população tão carente de gestores adequados para a mudança na condução da máquina pública”, ressaltou.

(mais…)

sem comentário »

Projeto prevê aumento do IPVA e ICMS

0comentário

O Projeto de Lei Orçamentária (LOA) para 2018, que já foi enviado para a Assembleia Legislativa, traz um dado preocupante para os contribuintes maranhenses. Pela previsão do Governo Estadual, a arrecadação de impostos deverá ser maior em, pelo menos, R$ 500 milhões. A previsão é de que tributos como o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) sofram aumento.

Pela LOA, que ainda será votada pelos deputados estaduais, a receita tributária para 2018 prevista é de R$ 8,1 bilhão. Esse valor é cerca de R$ 581 milhões a mais do que o previsto neste ano.

Para alcançar toda essa arrecadação, o governo de Flávio Dino (PCdoB) prevê arrecadação maior em dois impostos: o IPVA e o ICMS, que já sofreu dois reajustes desde que Dino assumiu o comando do Maranhão.
Pelos números disponíveis na LOA, do IPVA sairá cerca de R$ 465,7 milhões. Esse montante é maior que a previsão de 2017 que foi de R$ 434,5 milhões.

O governo comunista também prevê arrecadar mais alta com o ICMS no próximo ano. A previsão é de que esse tributo seja responsável pela a arrecadação de cerca de R$ 6,68 bilhões. Esse valor é quase R$ 440 milhões a mais do previsto em 2017.

Para aumentar essa a arrecadação, a previsão é de que haja reajustes nos valores desses tributos.

Sem novidades

Mas aumento de imposto não é uma novidade no governo de Flávio Dino. Desde que assumiu, o comunista reajustou a alíquota do ICMS duas vezes. Primeiro para o que o governo classificou de produtos supérfluos e depois para serviços como telefonia, energia e TV por assinatura além de produtos como combustível.
O aumento do tributo permitiu que o governo aumentasse a arrecadação em 2016 em comparação a 2015 em cerca de R$ 1 bilhão.

Pelos números da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) e também pelo Portal da Transparência, comparando os últimos quatro anos, 2016 foi o ano em que o governo mais arrecadou para os cofres públicos.

Foram mais de R$ 6,6 bilhões. Esse valor é maior que o arrecadado em 2015, 2014 e 2013.

No primeiro ano do governo de Flávio Dino, a arrecadação foi de mais de R$ 5,6 bilhões. Ou seja, após aumentar a alíquota do ICMS, o governo conseguiu aumentar a sua arrecadação em R$ 1 bilhão comparando os dois últimos anos.

Os valores dos dois primeiros anos de governo comunista em arrecadação são maiores que os dos dois últimos anos do governo passado. Em 2013, a arrecadação ficou em R$ 4,4 bilhão e, no ano seguinte, R$ 5,2 bilhões.
E para garantir a aprovação da LOA mesmo com a previsão de aumento de impostos, o governador Flávio Dino, na mensagem encaminhada junto com a proposta para os deputados estaduais, fala em crise econômica e a necessidade de recuperar o crescimento.

“A presente proposta orçamentária leva em consideração o difícil cenário econômico, fiscal e financeiro do Brasil observado nos últimos anos e as expectativas positivas de retomada do crescimento para o ano de 2018, sem desconsiderar a permanente cautela necessária à manutenção do equilíbrio das finanças públicas e às sustentabilidade das políticas governamentais”, disse Dino.

(mais…)

sem comentário »