Juventude sobe e Pinheiro entra na zona de degola

0comentário

O Juventude bateu o Pinheiro, neste domingo (16), no Estádio Costa Rodrigues, em Pinheiro.

Os gols da partida foram marcados por Marciano e Índio Potiguar para o Juventude, enquanto Joel diminuiu para o Pinheiro.

Com o resultado, o Juventude assumiu a terceira colocação com 6 pontos ganhos. O Pinheiro após a terceira derrota seguida entrou para a zona de rebaixamento e agora é o sétimo colocado com 3 pontos ganhos.

O Juventude volta a jogar no sábado (29), contra o Imperatriz, às 19h, no Estádio frei Epifânio. O Pinheiro enfrenta o Maranhão, no domingo (1º), às 16h, no Estádio Costa Rodrigues.

Foto: Divulgação

sem comentário »

O Maranhão segue, com todo o gás!

0comentário

Por Carlos Brandão

Entre tantas agendas de que pude participar durante esta semana, quero dedicar esse espaço para escrever sobre uma, em especial: o Fórum Maranhense de Distribuição de Gás Natural, que aconteceu na última quinta-feira (12). Um encontro que consolida nossa disposição em fortalecer uma matriz energética muito importante, por diversos fatores. E, aqui, eu poderia citar o fato do gás natural ser um combustível que não deixa resíduos e que pode evitar o desmatamento de milhares de quilômetros quadrados de nosso território. Ou pelo fato de ser um excelente substituto da gasolina e outros derivados do petróleo. Uma energia limpa que atende à demanda mundial por processos sustentáveis.

Mas, quero ressaltar, nesse artigo, sua importância para uma mudança significativa na melhoria da qualidade de vida do maranhense, através das oportunidades que ela vem proporcionando e que ainda pode proporcionar. Isso, pelo que já tem sido feito, com total apoio e parceria do governo Flávio Dino. O Maranhão, hoje, é o segundo produtor nacional de gás natural em plataforma terrestre, de onde saem cerca de 7% de toda a produção de gás natural do país.  Atualmente, todo o gás explorado no estado é utilizado para geração de energia elétrica. Investimentos feitos pela Eneva, que produz gás natural pelo interior e que entrega para o Complexo Termoelétrico Parnaíba, composto por quatro usinas.

Aproveito para destacar a atuação da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), vinculada à Secretaria de Estado de Minas e Energia, responsável pelos serviços de distribuição e comercialização de gás canalizado no Maranhão. Uma empresa de economia mista que tem trabalhado para consolidar nosso estado como referência nacional no setor. As ações da Gasmar têm contribuído para que possamos colher resultados em várias áreas. Por exemplo: a exploração do gás no Maranhão, tem feito aumentar o PIB das cidades envolvidas, em média, em torno de 650%. Só em Santo Antônio dos Lopes, o aumento do salário médio mensal, cresceu mais de 260%. Além disso, através de acordos com a Eneva, temos o apoio para projetos como o Escola Digna, preservação ambiental e, principalmente, geração de emprego e de renda.

Agora, discutimos a interiorização do gás natural a partir do Gás Natural Liquefeito (GNL) e do Gás Natural Veicular (GNV). Um esforço que envolve o governo em parceria com a Golar Power, uma das principais empresas de logística de GNL do mundo, que conheci na França, em uma das viagens que fiz em busca de investidores. À época, defendemos nosso estado e participamos de uma apresentação sobre as operações da empresa. Interesses casados, surgiu a oportunidade de instalação no Maranhão. Processo facilitado por já estarem operando, da mesma forma, no estado de Sergipe. Como resultado – tudo correndo dentro do planejamento -, até o fim deste ano teremos um terminal de regaseificação no Porto do Itaqui, onde funcionará um hub de distribuição do GNL, para pequenas, médias e grandes empresas. E, através da distribuição terrestre, em uma logística que já está sendo planejada, antes mesmo do fim do ano poderemos ter o gás disponível para comercialização nos postos de combustíveis, abastecendo os veículos pequenos e médios.

Mas, nada é por acaso. A Golar percebeu as vantagens competitivas que oferecemos, como: termos o maior complexo portuário do Brasil – com portos próximos dos mercados da América do Norte, Europa e Caribe, além de serem de grande profundidade; termos grandes indústrias de mineração; termos um sistema de energia muito bem conectado a outros sistemas; termos um grande potencial do estado para a instalação de grandes usinas a gás natural para produção de energia elétrica; e a segurança jurídica e política que encontram por aqui.

O Fórum foi muito valioso, com a presença maciça de empresários; especialistas do governo federal; autoridades de outros estados; diretores de grandes empresas; representantes de distribuidores de gás e de entidades de classe. Sem dúvida alguma, o encontro coloca o Maranhão como protagonista de um novo mercado de gás no país. E isso – como mais importante -, significa mais recursos para o estado, mais empregos e mais possibilidade de investimentos públicos na melhoria de vida de cada cidadão.

Fiquei satisfeito. Principalmente, por saber que tudo está sendo feito com respeito à nossa soberania e ao nosso meio ambiente. O Brasil pode ter a certeza de que o Maranhão segue em frente, em busca do desenvolvimento, com todo o gás.

sem comentário »

Flamengo conquista a Supercopa do Brasil

0comentário

O domingo começou movimentado no futebol brasileiro com a disputa da Supercopa do Brasil em sua terceira edição no país.

Em campo as duas equipes que brilharam no futebol brasileiro em 2019: Flamengo, campeão brasileiro e o Athlético-PR, campeão da Copa do Brasil.

O Flamengo só precisou de 30 minutos para abrir vantagem no primeiro tempo diante de um adversário que em momento algum ofereceu resistência. Na etapa final, seguiu com tranquilidade até o término da partida.

E com gols de Bruno Henrique, Gabigol e Arrascaeta, o Flamengo venceu por 3 a 0, na Arena Mané Garrinhca, em Brasília e levantou o primeiro título em 2020.

Foto: Reuters/Ueslei Marcelino

sem comentário »

Duarte Jr confirma audiência sobre transporte público

0comentário

O deputado estadual Duarte Jr (Republicanos) que é pré-candidato a prefeito de São Luís, se manifestou, neste domingo (16), nas redes sociais, sobre o aumento de R$ 0,30 nas tarifas de ônibus que entrou em vigor em São Luís,

“Não podemos aceitar um transporte público que não seja acessível e de qualidade, nem reajustes que não estejam compatíveis com a lei. Precisamos garantir tarifas mais baratas, pois, a cada aumento incompatível no valor da passagem, maior o custo de vida para os consumidores e menor o número de pessoas utilizando o transporte público”, disse.

Duarte Jr que é presidente da Comissão de Direitos Humanos, da Assembleia Legislativa confirmou a realização de uma audiência pública nesta segunda-feira (17), com representantes do SET, Sindicato dos Rodoviários e SMTT.

“Uma cidade desenvolvida começa por um sistema de transporte público eficiente e acessível a todos.  Por esta razão, como Presidente da Comissão de Direitos Humanos, estou convocando uma audiência pública para quarta-feira, 19/02, às 13h30min, convidando, para a mesma, representantes do SET, do Sindicato de Rodoviários, da SMTT e demais órgãos, para que comprovem as melhorias de que tanto precisamos!”, finalizou.

sem comentário »

Famem vai debater propostas para o Fundeb

0comentário

A Famem, em parceria com a União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação, Undime-MA, prepara um grande encontro para debater o fim do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, Fundeb. O evento está programado para acontecer no mês de março em São Luís.  

A ideia é reunir uma gama significativa de representantes de várias esferas do poder constituído e da sociedade civil para debater o assunto que emerge como um dos mais importantes da pauta de debate nacional.  

Uma das propostas em tramitação no Congresso Nacional, apresenta pela deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), para o fundo enfrenta a discordância do Ministério da Educação que pretende encontrar outra solução. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o presidente Jair Bolsonaro é a favor da manutenção do Fundeb.

O desequilíbrio na composição do fundo é o principal ponto do debate. Pelo regime atual, os municípios e os estados são responsáveis pela maior fatia. A proposta da deputada Rezende é elevar progressivamente a participação da União, até alcançar o percentual de 40% do bolo em 2031.

Desde 2010, a União participa com 10%. A ampliação defendida pelo governo tem patamar fixado em 15%, que deve acontecer até 2026, com taxa de crescimento de 1% ao ano.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Hildo Rocha busca recursos para Grajaú

0comentário

As ações referentes ao setor de Assistência Social de Grajaú poderão ganhar um grande reforço graças ao esforço conjunto realizado pelo deputado federal Hildo Rocha e pelo prefeito Mercial Arruda. O tema foi discutido durante encontro com o secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra, na sede do Ministério da Cidadania, em Brasília.  A Secretaria Nacional de Desenvolvimento Social é o órgão do governo federal encarregado de gerenciar os Programas Bolsa Família, Brasil Amigo da Pessoa Idosa, Criança Feliz e Cuidados e Prevenção às Drogas. Clique aqui e veja o vídeo.

Além dessas iniciativas o órgão responde também pelos Programa Progredir, um plano de ações do governo federal para gerar emprego e renda e promover a autonomia das pessoas inscritas no Cadastro Único e Inclusão Produtiva Rural, que  abrange ações para facilitar o Acesso à Água e cuida do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Fomento Rural.

“Apesar das limitações orçamentárias, o prefeito Mercial Arruda realiza um bom trabalho no setor da Assistência Social. Mas, as demandas são crescentes e o prefeito é um homem sensível e preocupado com o bem-estar da população. A fim de melhorar os serviços ofertados pela prefeitura, fomos até o Ministério do Desenvolvimento Social em busca de mais apoio para as ações que tem como público principalmente as crianças e os idosos”, explicou Hildo Rocha.

Bolsa Família

Rocha enfatizou que o pagamento do 13º salário do Programa Bolsa Família, compromisso de Campanha que o presidente Jair Bolsonaro honrou, está entre as ações mais impactantes realizadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social, por meio da Secretaria Nacional de Assistência Social.

“Lelo Coimbra está fazendo excelente trabalho e tem ajudado o Maranhão. O pagamento do 13º do Bolsa Família, por exemplo, compromisso de campanha que o presidente Jair Bolsonaro honrou, foi algo excelente para o nosso Estado porque contribuiu para melhorar a renda das famílias, injetou dinheiro no mercado e aqueceu a economia dos municípios maranhenses, especialmente os menores cuja circulação de dinheiro depende fundamentalmente dos programas assistenciais do governo federal”, argumentou o parlamentar.

Lelo Coimbra afirmou que irá se empenhar a fim de dar respostas satisfatórias às demandas apresentadas durante o encontro. “Irei fazer tudo que estiver ao meu alcance a fim de atender as demandas apresentadas, tanto no que diz respeito aos programas destinados às crianças e aos idosos e, irei dar atenção especial aos programas voltados para as comunidades indígenas, conforme solicitação do deputado Hildo Rocha e do prefeito Mercial”, afirmou Coimbra.

(mais…)
sem comentário »

De volta ao Maranhão Novo

0comentário

Por José Sarney

No meu último artigo sobre o meu governo do Maranhão, 1966-1970, terminei contando como constituímos um grupo de trabalho para planejar o que íamos fazer. Era o GTAP.

Faltava água, as ruas estavam destruídas e a energia eram quatro geradores a lenha da Ullen. Atacamos essas emergências. Asfaltei todas as ruas de São Luís, criei a Caema e fiz um novo sistema de abastecimento de água. Construímos a barragem do Batatã; no Sacavem, a adutora e a ampliação da Estação de Tratamento de Água; reformamos todos os sistema de distribuição d’água, construindo quatro caixas-d’água — Calhau, Oiteiro da Cruz, Tirirical e Galpão (atual início da Kennedy, onde existia um galpão com mercado de legumes e frutas) —; substituímos o encanamento da cidade. Trouxemos dois containers com geradores novos, evitando a continuidade do racionamento que existia até a chegada da energia da hidroelétrica que estávamos construindo no Rio Parnaíba — Boa Esperança.

Comecei a construção de grandes conjuntos de casas populares, criando a Cohab. Para estabelecer comunicação com o interior e melhorar a da capital, criamos a Telemar, cujo presidente era o General Alexandre Colares Moreira, e iniciamos o primeiro plano de Comunicação do Brasil, preparado pelo Coronel Goes, o mesmo que fez o Plano Nacional, grande autoridade na matéria.

Abrimos e construímos a Avenida Kennedy, transferimos a a população da grande palafita que ocupava a área que hoje é a região da Areinha para o outro lado do Bacanga — onde estávamos construindo a Barragem —, e fundamos o Anjo da Guarda. A cidade mudava de aspecto, e os problemas urgentes estavam resolvidos com as novas vias. Para elaborar e implantar um plano de engenharia de tráfego, trouxemos o Major Fontenelle, que fazia o mesmo plano no Rio no governo Carlos Lacerda. Assim, buscávamos, com grande antevisão, enfrentar os problemas que viriam no futuro.

Com a Barragem do Bacanga e a Ponte José Sarney, a cidade era outra, se expandia, abria as asas. Roseana completaria essa obra trabalhando por São Luís, construindo viadutos, abrindo novas avenidas, criando os Vivas, promovendo a Cultura com o renascimento das tradições culturais. Desse modo o nosso objetivo de tornar a cabeça do Estado a sua capital, renovando-a, estava atingido. Tudo que temos hoje vem do passo inicial e, como dizem os chineses, toda corrida começa no primeiro passo.

Pense como seria hoje a São Luís sem nada disso, sem a visão do futuro, sem as obras de há 50 anos, que concebemos e iniciamos.

Depois veio a parte da Educação, com a Cema, a TV Educativa, a Universidade, os Ginásios Bandeirantes, as escolas João de Barros e a nova mentalidade que passou a existir, de progresso e futuro.

E calcule o que se sente ao ouvir dizer que vivemos 50 anos de atraso!!

Coluna do Sarney

sem comentário »