Maranhão em números concretos

2comentários

AdrianoSarney

Por Adriano Sarney

É hora de discutir os rumos da economia do Maranhão. O governo estadual está completando seu primeiro exercício fiscal e as estatísticas sociais e econômicas não são muito otimistas. Por isto é necessário analisar os números oficiais da economia do Maranhão e das finanças do governo afim de não cairmos na armadilha do marketing político. Apesar de o governo estadual possuir um saldo de caixa positivo de R$ 1,663 bilhão, o Maranhão vive um cenário de baixo investimento estatal comprovado, desemprego, fechamento de empresas e queda estimada de 2% do Produto Interno Bruto (PIB), fatores relevantes na composição do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

No que diz respeito aos investimentos públicos, impulsionador histórico do crescimento econômico e da geração de empregos, a atual gestão reduziu em mais de R$ 1 bilhão o valor despendido nesse quesito. Enquanto o governo passado investiu R$1,680 bilhão no período de janeiro a julho de 2014, o governo atual aplicou R$ 552 milhões durante o mesmo período deste ano. Uma diferença espantosa de R$ 1,128 bilhão que serviu para engordar o caixa do governo e para pagar o aumento da despesa com pessoal. Essa despesa corrente com pessoal que foi de R$ 3.164 bilhão de janeiro a julho de 2014 passou para R$3.592 bilhão no mesmo período de 2015, um aumento de R$ 428 milhões.

Seguindo os números recentes da economia do Maranhão, vale analisar os dados divulgados pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) que é vinculado à Secretaria de Planejamento estadual (Seplan), onde o nosso Estado se defronta com uma queda estatística de 5.633 vagas de empregos até agosto de 2015. Resultado este denotado diretamente ao fechamento recorde de empresas, à crise em setores importantes da economia, como o imobiliário e o metalúrgico, e ao vazio de políticas anticíclicas como os investimentos públicos. De janeiro a setembro de 2015, 6.468 empresas tiveram suas atividades encerradas contra 738 firmas fechadas no ano de 2014 segundo dados divulgados pela Confederação do Comércio, que destacou ainda o ano de 2015 como o pior resultado desde 2008. Outro ponto que se deve destacar diz respeito ao Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) calculado pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), que evidencia elevado pessimismo dos empresários na economia estadual, sinal de que a crise está longe do fim.

Não obstante o empresariado se mostrar insatisfeito com os rumos da economia, ao mesmo tempo em que o número de desempregados aumenta, um quadro contraditório se revela quanto a cobrança de impostos por parte do governo. Segundo dados oficiais apresentados por técnicos da Seplan durante audiência pública na Assembleia Legislativa, no acumulado de janeiro a agosto de 2015 houve alta de 8,45% na arrecadação tributária do governo do estado, com destaque para o incremento de 9,3% na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o que significa, na prática, um aporte de caixa de R$ 266 milhões (R$ 235 milhões apenas de ICMS) nas receitas do Executivo.

Além do crescimento da arrecadação tributária, o Maranhão teve um aumento nos valores dos repasses federais da ordem de 3,11% quando comparamos o período de janeiro a agosto de 2014 com o mesmo de 2015, com destaque para o Fundo de Participação dos Estados (FPE) que teve uma elevação no repasse de 6,53%, ou seja R$ 233 milhões a mais nas contas do Executivo. O aumento dos repasses federais para o Maranhão contrasta com a redução dos Fundos de Participação dos Municípios. Prefeituras acusam diminuição de até 30% desse recurso.

Outra informação propagada pelo governo, mas desmentida pelos números, refere-se ao endividamento das contas públicas. O Maranhão atingiu apenas 23% do limite máximo de endividamento estabelecido por resolução do Senado Federal que determina o enquadramento dos estados nesse quesito. O Maranhão é um dos estados menos endividados da federação.

Contra fatos não há argumentos, enquanto a economia vai mal, as finanças do governo vão muito bem. O discurso da “terra arrasada” é um jogo de marketing político, um mito que está sendo derrubado com a força dos números concretos. O governo precisa agora investir mais e agir para fazer com que a nossa economia, que um dia apresentou taxas de crescimento de 10% ao ano, não retroceda.

* Adirano Sarney é economista e deputado estadual

Foto: Agência Assembleia

2 comentários »

Prefeitura moderniza atendimento do IPAM

2comentários

RaimundoPenha

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Informação e Tecnologia (Semit), realizou a entrega de equipamentos para modernização, melhorias dos processos internos e dos serviços do Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam). O investimento contribui também para o atendimento virtual mais eficiente, permitindo assim, respostas muito mais rápidas aos beneficiários.

A secretária municipal de Informação e Tecnologia, Tati Lima, entregou pessoalmente ao presidente do Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam), Raimundo Penha, dois switches ópticos layer 3 e dois novos pontos de fibra óptica. Um investimento de R$ 50 mil para a modernização do sistema de informatização do Ipam. A Semit fará toda a instalação e acompanhamento do novo sistema. As ações seguem o plano de tecnologia implantado pela Semit.

“O prefeito Edivaldo está sempre preocupado com inovação e melhoria da prestação dos serviços públicos. Estamos entregando equipamentos de ponta que trazem inovação, transparência, melhorias dos processos internos e qualidade de serviços para o usuário. As pessoas precisam de atendimento e resposta mais rápida. Os trâmites serão mais ágeis”, destacou a titular da Semit, Tati Lima.

O presidente do Ipam, Raimundo Penha, explica que quando a secretaria usa equipamentos obsoletos ou estes falham, são os beneficiários – aposentados e pensionistas – os prejudicados. Ele ressaltou que o cliente precisa tanto dos funcionários quanto de tecnologia. “As pessoas que buscam o atendimento do Ipam têm pressa e precisam de respostas rápidas. Com a tecnologia, o fluxo do processo é mais rápido e o Ipam cumpre sua função social. Por isto, esses equipamentos são essenciais”.

Foto: A.Baêta

2 comentários »

Moto antes e depois do recomeço

13comentários

MotoClub

Pode parecer pouco, mas não é… É o recomeço de uma nova era em um dos clubes mais tradicionais do futebol maranhense.

Por iniciativa do Movimento Organizado de Torcedores Independentes do Moto (Motim) e da atual diretoria, o Moto começa a mudar de cara.

“Muita gente me pergunta do porquê assumir um clube de futebol, com todas as dificuldades que existem… A força da torcida, a paixão pelo time, ações como essa…. são motivos que respondem o questionamento…”, diz o presidente Hans Nina.

E faço questão de mostrar o que já está sendo feito para que outros motenses possam dar a sua contribuição e ajudar a escrever uma nova página na história rubro-negra.

Além de suar a camisa para buscar meios financeiros para montar um time capaz de recolocar o Moto no caminho dos títulos, diretoria e torcedores trabalham para melhorar a estrutura do clube.

De saída, estão recuperando e cercando toda a área do CT do Paranã. A entrada principal e o acesso ganharam novo visual. O acesso deverá ser asfaltado para facilitar o acesso.

Os campos de treinamento passam por melhoria, bem como a área utilizada na sede. Dessa forma, quando o time começar a trabalhar para a temporada 2016 a realidade já será outra.

Não tenho a menor dúvida que tudo isso refletirá dentro de campo e nas arquibancadas de forma positiva.

Parabéns ao Motim e ao presidente Hans Nina em nome de toda a diretoria.

Fotos: Moto Club

13 comentários »

O cúmulo da intimidade

0comentário

JoaquimHaickel

Por Joaquim Haickel

Faz algum tempo que não escrevo e por isso mesmo nada tenho publicado aqui neste espaço, onde desde 1990 custumo fazer ecoar minhas ideias, sejam elas resultantes de minhas reflexões literárias, políticas, filosóficas ou que tais.

Não tenho conseguido arrumar minhas ideias com a devida clareza, me falta um discurso mais alinhado. Neste caso, o alinho que falta é em meu texto, e isso se deve ao fato de que minha mente tem sido campo de batalha para uma luta incansável de meu intelecto com minha capacidade de traduzir em discurso ou texto, tudo o que há de potencial nele.

Tenho pensado muito e tido pouca capacidade de transformar esses pensamentos, essas ideias e suas reflexões em comunicação. É que esses têm sido tempos difíceis! Olhe que têm mesmo, pois para me deixar sem palavras só sendo tempos realmente difíceis.

Ando muito decepcionado com pessoas que imaginava serem criaturas superiores, mas que acabo descobrindo que não são, no entanto já deveria estar acostumado, esse é o movimento natural das marés humanas. E ainda há quem culpe a lua!

Como não tenho tido capacidade de traduzir o que há dentro de mim vou lançar mão da ideia inicial de outra pessoa para desenvolver o meu texto de hoje. Faço isso ao comentar com vocês um assunto que me foi chamada atenção pelo meu irmão Nagib, num dos almoços de domingo na casa de dona Clarice, minha mãe.

Trata-se do fato de algumas pessoas não atenderem ao chamado dos telefones, ou quando fazem isso, o fazem somente depois dos pobres miseráveis assessórios eletrônicos terem ficados roucos de chamarem.

A távola dominical de minha mãe, como imagino que sejam as de todas as famílias, menos que sustentáculo de pratos saborosos, é aparato de muitas e deliciosas conversas familiares, que acabam por se transformar em corte epstemológico de nosso tecido social. Naquela sala, tenho certeza se retratam todas as salas de todas as famílias de nossa terra, sem separação de condição social ou financeira.

Como resultado das conversas daquele domingo, ficam aqui três frases para seu deleite e sua análise, uma vez que o novo padrão de tamanho de texto deste jornal me impede de fazer uma análise mais aprofundada sobre o tema.

1 – Nos dias atuais, a maior demonstração de intimidade que pode haver entre as pessoas, graças às novas mídias e tecnologias, é falar com alguém ao telefone.

2 – Whatsapp, Instagram, Faceboock, Twitter, Snapchat … Tudo isso só distancia mais as pessoas, as tornam mais superficiais, telegráficas. Aparentemente as pessoas se comunicam mais, porém na verdade comunicação vai além do que hoje acontece.

3 – Quem usa muito as redes sociais fica mais conhecido, porém muito mais distante, muito menos íntimo das pessoas. A proliferação de suas opiniões na rede, de suas caras nas fotos de seus posts, de forma alguma substituem a convivência pessoal, o aperto de mão, o abraço fraterno…

Tenho certeza de que com essas três frases vocês poderão fazer o almoço deste domingo ser pano de fundo para um bom debate e uma maravilhosa convivência em família.

sem comentário »

Sampaio atropela o América na LBF

2comentários

Sampaioeamerica

O Sampaio se reabilitou da derrota na estreia na Liga de Basquete Feminino (LBF) para o América, em Recife por 77 a 67.  Jogando novamente na capitam pernambucana contra as atuais vice-campeãs da Liga, o Sampaio atropelou o América e venceu por diferença de 33 pontos com o placar de 88 a 56. Uma bela surra nas pernambucanas.

Deferentemente da primeira partida, o Sampaio dominou o jogo e venceu todos os quartos da partida com uma defesa sólida e muita precisão no ataque.

No primeiro houve equilíbrio, mas as maranhenses fecharam em 24 a 23. Nos segundo período, o Sampaio ampliou a vantagem e venceu por 19 a 10. No terceiro, o Sampaio chegou na frente outra vez 18 a 11. O último quarto foi ainda mais tranquilo e o Sampaio fechou em 27 a 12.

Os próximos jogos do Sampaio serão contra o Maranhão Basquete, no Ginásio Castelinho, no dia 29 de novembro às 10h e no dia 30, às 20h (horário local).

Foto: Robson Neves/Divulgação

2 comentários »

Ricardo destaca derrota de Dino na OAB

1comentário

RicardoMurad

Por Ricardo Murad

A hegemonia buscada por Flávio Dino, que visa subjugar toda a sociedade maranhense a ele e seus empregados, sofreu uma grande derrota nesta semana. O povo começa a dar seu recado e a mostrar que não vai ser rebanho. Advogados maranhenses disseram NÃO ao plano de manter a OAB funcionando como esbirro do PCdoB e deram uma lição no governador ao derrotar de forma acachapante a chapa apoiada por ele. Flávio Dino e seus vassalos perderam o controle da OAB no Maranhão.

O jovem Tiago Diaz é uma de muitas vozes contra a dominação impetrada pelo PCdoB. E quis o destino, para o bem do Maranhão, que ele fosse ouvido e seguido.Esse pessoal do governo e do PCdoB já possui o governo, cargos na Câmara Federal, assembléia, câmaras por todo o Maranhão e muitas prefeituras, mas pra eles não basta. Querem a OAB, o CRM, o TJ, os grêmios estudantis, sindicatos, querem tudo. Não me surpreende se em breve o governo e o PCdoB começarem a interferir em eleição para síndico de prédio.

O fato é que os advogados e advogadas se juntaram para combater esse delírio autoritário e a prepotência que visavam apenas o uso político da instituição. Uma instituição que há muito tempo não servia mais para proteger interesses da classe e era aparelhada por uma minoria que usava e abusava dela. Nesta semana a população mostrou que elegeu Flávio Dino governador, não tirano ou ditador e muito menos rei ou monarca. E do mesmo jeito que lhe deu a vitória, pode lhe condenar à derrota. Aliás, já o condenou a uma fragorosa derrota na OAB.

Além de não aceitar cabresto, as escolhas sem licitação de escritórios de advogados para prestar serviços para o governo em diversas secretarias e órgãos com contratos milionários e empresas criadas exclusivamente para esse fim com sócios e pessoas íntimas de Flávio Dino, também foram o estopim para a grande união que se formou durante o processo eleitoral culminando com a bela e indiscutível vitória da chapa oposicionista.

Parabéns aos homens e mulheres que não aceitaram arreio e chutaram pra longe o fascismo que tenta se apossar do Maranhão. A OAB está livre!

Foto: Biaman Prado/ O Estado

1 comentário »

Thiago faz agradecimento nas redes sociais

0comentário

ThiagoDiaz

O advogado Thiago Diaz, novo presidente da OAB-MA que venceu a eleição contra a candidata Valéria Lauande na última sexta-feira divulgou mensagem de agradecimento nas redes sociais e reafirma as proposta feitas durante a campanha.

“Reafirmo aos colegas que as propostas apresentadas não eram “propostas de campanha”, e sim compromissos com a advocacia do Maranhão, os quais, reitero neste momento, trabalharei para cumprir desde o primeiro dia da minha gestão”, afirmou.

E mandou um recado a todos os advogados. “A eleição passou, e todos continuaremos a ser colegas dos corredores dos fóruns, juizados, etc…. Sempre disse a todos com quem conversei sobre as eleições, e repito neste momento, que antes de “lado político” ou de candidaturas, somos, e continuaremos todos a ser advogados”, disse.

Veja a nota na íntegra:

“Amigos advogados e advogadas do Maranhão, ontem foi um dia histórico e quero agradecer a cada um dos colegas que participaram da grande festa da democracia.

Agradeço especialmente aqueles que acreditam na proposta de renovação e mudança, que sabem ser possível implementar as melhorias defendidas pelo Renovar para Mudar, e que agora me honram enormemente me elegendo para presidir a Ordem nos próximos 3 anos.

Agradeço, também de maneira especial, aos apoiadores e eleitores do Avançar Mais e Mais, pela campanha de alto nível que só engrandeceu a advocacia de nosso Estado. A eleição passou, e todos continuaremos a ser colegas dos corredores dos fóruns, juizados, etc.

Sempre disse a todos com quem conversei sobre as eleições, e repito neste momento, que antes de “lado político” ou de candidaturas, somos, e continuaremos todos a ser advogados.

Reafirmo aos colegas que as propostas apresentadas não eram “propostas de campanha”, e sim compromissos com a advocacia do Maranhão, os quais, reitero neste momento, trabalharei para cumprir desde o primeiro dia da minha gestão.

De pronto informo que minha prioridade inicial será a profissionalização de nossas prerrogativas, a construção de escritórios digitais, a criação do portal de transparência e a luta pelo piso salarial.

Convido a todos os advogados a participarem de nossa gestão. A sua casa estará sempre de portas abertas aguardando por você.

Boa noite a todos e um excelente domingo”.

Thiago Diaz.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

sem comentário »

Projeto vai beneficiar alunos com deficiência

0comentário

Wellington-do-Curso

O vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Wellington do Curso (PPS), apresentou, mais uma vez, proposições em defesa das pessoas com deficiência. Dessa vez, o parlamentar apresentou Projeto de Lei que torna obrigatória a disponibilização de mobiliário adequado para alunos com deficiência física ou mobilidade reduzida em estabelecimentos de ensino.

Wellington solicitou, ainda, que a Assembleia Legislativa disponibilizasse, no site oficial, as leis estaduais em áudio, a exemplo do que já acontece na Câmara e Senado Federal. Além disso, o deputado solicitou audiência pública para discutir sobre o acesso das pessoas com deficiência ao transporte público de São Luís, a fim de ouvir a população e, então, articular ações que atenuem a problemática.

“Vivemos em uma sociedade individualista e um dos maiores males ainda é o egoísmo. As pessoas costumam ter uma visão egocêntrica e só concedem atenção a algo quando fazem uso, o que faz com que a sociedade seja mecanicista e afaste o olhar sensível que deve ser direcionado ao próximo. Por não comungarmos de tal pensamento, mais uma vez, apresentamos proposições em defesa das pessoas com deficiência. Almejamos assim a concretude dos direitos fundamentais, sejam eles a educação, saúde e, até mesmo, informação. É preciso que ultrapassemos as barreiras que ainda impedem que vivamos em uma sociedade justa e inclusiva, a fim de que possamos, então, pautar as políticas públicas naquilo que deve ser fundamento em nosso Estado: a igualdade”, declarou.

sem comentário »