Assis Ramos reage a ataques de Márcio Jerry

0comentário

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (DEM) respondeu, nas redes sociais aos ataques do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), por conta de um vídeo postado pelo prefeito no qual cobra o governo do Estado e os deputados estaduais eleitos por imperatriz ajuda à cidade que foi fortemente atingida pelas chuvas.

“Sem ajuda do Governo do Estado e dos deputados estaduais não poderemos recuperar toda a infraestrutura da cidade que foi danificada pelas fortes chuvas”, afirmou Assis Ramos.

Márcio Jerry se sentiu ofendido e partiu prá cima do prefeito Assis Ramos chamando-o de “incompetente, incapaz e negligente”.

Na tarde desta quarta-feira (17), Assis Ramos reagiu lembrando a passagem de Márcio Jerry pela cidade quando foi secretário na gestão do prefeito Jomar Fernandes (PT).

“…Uma vez que por aqui você já passou e o único rastro deixado foi no fórum”, disse.

Segundo Assis, o governador tem responsabilidade para com o povo de Imperatriz pelos votos que recebeu na região.

“O governador, por quem você sentiu fortes dores, tem responsabilidade, sim, para com Imperatriz. Não é pelo fato de aqui ter um prefeito que o governador deve se omitir”, disse.

“Se não por mim, mas pelos mais de 80% dos daqui que já votaram nele, Imperatriz mereceria um pouco mais de consideração”, acrescentou.

Veja a resposta na íntegra:

“Márcio Jerry, perdão, mas não foi a você que eu me dirigi (e nem teria motivo para tal, uma vez que por aqui você já passou e o único rastro deixado foi no fórum). Agora, se foi dada a você a tarefa de me responder, largue de ser malcriado e respeite, se não a mim, mas o povo de Imperatriz.

O governador, por quem você sentiu fortes dores, tem responsabilidade, sim, para com Imperatriz. Não é pelo fato de aqui ter um prefeito que o governador deve se omitir.

Se você não soube, fomos atingidos por um temporal sem precedentes, alto poder de destruição, inclusive dos asfaltos recentes com que o governo do estado nos agraciou.

Se não por mim, mas pelos mais de 80% dos daqui que já votaram nele, Imperatriz mereceria um pouco mais de consideração.

Querer que eu tenha humildade ou que eu, na qualidade de representante do meu povo, me humilhe por uma obrigação que também é grandiosamente dele, dá a dimensão exata de um estado de prepotência e que quer se impor pelo temor”.

Atenciosamente,
Assis Ramos e o povo de Imperatriz

sem comentário »

Sinpol repudia ataques violentos em Bacabal

1comentário

O Sinpol-MA vem a público manifestar sua indignação contra os violentos ataques ocorridos em Bacabal. Bandidos fortemente armados assaltaram na noite de domingo (25) uma agência do Banco do Brasil. Além disso, os criminosos atacaram o quartel do 15º Batalhão da Polícia Militar e também a Delegacia Regional de Polícia Civil.

Para começar, o Sinpol-MA informa que apenas uma Investigadora Policial estava de plantão na Delegacia Regional.

O Sindicato tem denunciado o descaso do governo do Estado com a investigação. Alardeamos, incansavelmente, através de outdoors e outras mídias, que o investimento na Polícia Judiciária não chega a 1%.

E para piorar, policiais civis, que trabalham dentro da legalidade, sofrem uma perseguição extremada dentro da instituição. Além de esquecidos dentro da corporação, escrivães e investigadores convivem, diariamente, com esse duro golpe.

Aproveitamos a oportunidade para sugerir à cúpula da Segurança, que não tem medido esforços para perseguir os policias civis, que use dessa mesma força para caçar e investigar bandidos. O alvo deveria ser a bandidagem e não quem exerce a função como determinam as atribuições legais.

A direção do Sinpol-MA parabeniza a atuação dos policiais civis e militares que, mesmo sem estrutura, reagiram e continuam em campo para dar desfecho às ações. A direção sindical é completamente solidária aos cidadãos bacabalenses e, em defesa destes e de todos os maranhenses, reitera apelo ao governo do Estado para que reveja sua política de Segurança Pública, voltada hoje, quase que exclusivamente, ao policiamento ostensivo, e invista verdadeiramente no combate ao crime organizado e à impunidade, o que só ocorrerá com uma Polícia Civil fortalecida, valorizada e presente em todo o Estado.

Para tanto, a direção do Sinpol-MA se coloca à disposição para o diálogo e para contribuir na construção de uma Segurança Pública completa.

1 comentário »

Sarney Filho fala sobre ataques que vem sofrendo

0comentário

Sempre entre os mais preferidos pelos maranhenses para representação no Senado Federal, Sarney Filho respondeu, em suas redes sociais, sobre uma série de ataques que vem sofrendo por meio de redes sociais e blogs alinhados a adversários políticos. (Clique aqui e veja o vídeo)

“Fiz uma campanha sem atacar ninguém, fazendo propostas, colocando aquilo que gostaria de fazer e farei, caso seja eleito. Mas estou sendo atacado porque sou ficha limpa, sou ficha limpíssima. Eu não sou hipócrita como muitos que dizem defender o trabalhador e, na verdade, respondem a processos por corrupção”, pontuou Filho.

O candidato ao Senado ainda destacou outros motivos pelos quais é vítima desses ataques. “Me atacam, ainda, porque sabem que poderei fazer muito mais que eles no Senado. É só comparar. Meu trabalho é sério e comprometido com as causas do Maranhão e do Brasil na Câmara”, completou.

Faltando 3 dias para o pleito, o candidato ao Senado segue em ritmo crescente, recebendo cada vez mais apoios de prefeitos, ex-prefeitos, demais lideranças políticas e da população de vários municípios, que querem que o trabalho em prol do Maranhão continue para que o estado retome o crescimento.

Ontem (4), por exemplo, Sarney Filho participou de dois grandes eventos nas cidades de Açailândia e Balsas, onde recebeu apoio de lideranças locais.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Petardos

1comentário

A advogada Anna Graziella Neiva, ex-chefe da Casa Civil no governo Roseana Sarney, disparou petardos certeiros contra a fábrica de moer reputações da mídia comunista.

Alvo de fake news propagadas por aliados do Palácio dos Leões – insinuaram ilegalidade em sua atuação advocatícia por ser presidente da EBC no Maranhão -, ela respondeu rápido aos ataques.

Encaminhou duros direitos de resposta a todos os jornalistas e blogueiros que replicaram o material produzido nos porões do comunismo maranhense.

A série de ataques contra Anna Graziella começou desde que ela assinou uma ação do PV pedindo atuação da Justiça Eleitoral contra a suspeita de uso eleitoreiro, pelo governo Flávio Dino (PCdoB), da Rádio Timbira.

Argumentam os comunistas que, como gestora de uma empresa pública de comunicação, a advogada não deveria entrar em um caso como esse.

A resposta foi cirúrgica: – No que diz respeito à EBC, pude sedimentar e aprofundar meu conhecimento e respeito pela comunicação pública, o que me confere maior propriedade para discutir e apontar ilegalidades.

Falando nisso

Não foram todos os blogs ligados ao Palácio dos Leões que publicaram os ataques a Anna Graziella que lhe concederam o devido direito de resposta.

Como numa cadeia, vários veículos replicaram o mesmo texto que, segundo apurou a coluna, já chegou pronto para publicação.

Alguns deles, no entanto, mesmo pressionados publicamente em redes sociais, se negavam a dar à advogada o direito ao contraditório, até o fechamento desta edição.

Estado Maior

1 comentário »

Uma história que se repete no Sampaio

7comentários

Uma história que se repete a cada partida no Sampaio. Mas até quando? Vão esperar algo pior para resolver?

O time joga bem, mas perde muitos gols e muitas vezes acaba punido pela bola que não entra, pois o ataque do Sampaio é inofensivo e não mete medo em defesa nenhuma.

Em dois momentos decisivos, o Sampaio não funcionou por conta da afobação e, principalmente pelos gols perdidos. E não são poucos.

Foi assim contra o Paraná, mesmo com a vitória e a classificação, pois o Sampaio deveria ter goleado os paranaenses. Contra o Cordino, no Campeonato Maranhense, a história se repetiu e o que se viu foi o vexame da desclassificação precoce.

Ontem, contra a Ponte Preta tudo se repetiu de novo. O ataque não finalizou. quem apareceu por três vezes em condições reais de marcar foi o lateral Allison (foto), mas jogou fora a chance de classificação do Sampaio perdendo pelo menos um gol inacreditável.

Além de exigir a contratação de atacantes que “façam” gols, a torcida já começa a cobrar resultados do técnico Francisco Diá que após perder o Campeonato Maranhense e da eliminação na Copa do Brasil já não está mais na zona de conforto.

Ainda resta a Copa do Nordeste e o Sampaio tem tudo para seguir adiante e depois tem o grande desafio da temporada que é o Campeonato Brasileiro Série B.

Foto: Lucas Almeida/ L17 Comunicação

7 comentários »

Braide lamenta ataques durante eleição

4comentários

EduardoBraide

Deputado Eduardo Braide retornou à Assembleia Legislativa após disputa eleitoral em São Luís

O deputado Eduardo Braide (PMN), que retornou nesta segunda-feira (31) à Assembleia Legislativa, usou a tribuna para agradecer a votação que recebeu no segundo turno da eleição municipal de São Luís.

“Os 243.591 votos que recebi, votos de confiança e esperança, serão todos devolvidos em trabalho, como sempre fiz aqui nesta Casa. Volto à Assembleia Legislativa para continuar defendendo a população de nossa cidade e, sobretudo, fiscalizando os próximos quatro anos. Que as máquinas que trabalharam nas madrugadas às vésperas da eleição não sejam retiradas das ruas”, alertou Braide.

Sobre os ataques que sofreu durante toda a campanha do segundo turno, Eduardo Braide lamentou que em São Luís ainda haja a prática da velha política.

“Tão logo fui anunciado para o segundo turno, virei alvo de ataques, ofensas, calúnias e nem minha família foi respeitada. Virei pauta da Rádio e TV Difusora pela manhã, tarde e noite. Nunca fui procurado para falar sobre qualquer assunto veiculado. Só quero lembrar que esta é uma concessão pública e que assim como há direitos também têm deveres a serem cumpridos. Só quero relembrar que o caso foi denunciado ao SBT Nacional e que irei onde precisar ir para que este caso não se repita mais aqui em São Luís”, destacou o deputado sendo aplaudido pela galeria.

Ao final do discurso, Braide agradeceu mais uma vez os votos que recebeu. “Sou extremamente e serei sempre grato aos mais de 240 mil ludovicenses que fizeram um novo dia nascer em São Luís. A ilha rebelde acordou e mostrou que pode mudar o rumo das eleições, como mudou. Sei que eles estarão juntos comigo fiscalizando para que as máquinas do Estado e da Prefeitura continuem trabalhando. Que Deus abençoe a todos os moradores da nossa querida São Luís”, finalizou o deputado.

Foto: Assembleia

4 comentários »

Policiamento é reforçado para as eleições

0comentário

PoliciaMilitar

Polícia atuará em bairros como Alemanha, Pedra Caída, Divineia, Maracanã e Tibiri

Áreas críticas da Grande Ilha contarão com policiamento reforçado a partir de hoje (27), para coibir ocorrências criminais e assegurar que as eleições deste domingo (30) ocorram, assim como no primeiro turno, com tranquilidade. Segundo informações da Polícia Militar, as operações têm caráter preventivo e visam garantir a tranquilidade do segundo turno em São Luís.

O esquema de segurança destas eleições será mais intenso, com a presença de 11 mil agentes na capital, onde 9,6 mil compõem o efetivo da PM e 1,5 mil são enviados das Forças Armadas. Desse contingente, 600 militares estarão dedicados para cobertura policial dos 264 locais de votação distribuídos nas nove zonas eleitorais de São Luís.

De acordo com o comandante de Policiamento de Área Metropolitana 1, coronel Pedro Ribeiro, a polícia atuará com maior vigor em localidades consideradas críticas, como os bairros Alemanha, Pedra Caída, Divineia, Maracanã e Tibiri.

Em complemento às ações preventivas, serão instaladas barreiras policiais em ruas e avenidas, viaturas em paradas e terminais de transporte, policiamento no entorno de escolas, escolta policial a coletivos, entre outras operações.

A expectativa é que o segundo turno transcorra com maior tranquilidade, tendo em vista a rápida resposta policial aos atentados, culminando na prisão de 120 suspeitos e transferência de 23 líderes criminosos para presídios federais.

sem comentário »

Mais dois locais de votação são atacados

0comentário

Escolaatacada

Mais dois locais de votação foram alvos dos criminosos na Região Metropolitana de São Luís (MA) aumentando para sete, o número de colégios eleitorais atacados no Maranhão, entre a quinta-feira (29) até este domingo (2).

Em São José de Ribamar (MA), na Escola Municipal Nice Lobão, no bairro Vila Kiola, os bandidos atearam fogo na noite de sábado (1º) e acabaram danificando uma urna eletrônica que foi substituída pela a equipe do Tribunal Regional do Maranhão (TRE-MA). Apesar do ato criminoso, a votação continua no colégio eleitoral.

Já em São Luís, na madrugada deste domingo (2), a Unidade Integrada Governador Archer, no bairro Filipinho, também foi alvo dos criminosos. Segundo o Exército, por volta das 3h30 houve um princípio de incêndio na parte externa da escola.

Ao perceberem a presença de cinco criminosos, os militares atiraram em direção deles que voltaram após 20 minutos disparando contra os militares. Apesar da troca de tiros, ninguém saiu ferido. No local, a votação transcorre com normalidade.

Leia mais

sem comentário »

Andrea responsabiliza governo por ataques

2comentários

Em noite de terror em São Luís, cinco ônibus foram completamente destruídos nos ataques

Para a deputada Andrea Murad, acordo com criminosos possibilitou onda de violência

A deputada Andrea Murad, mesmo em Coroatá, acompanha atenta a onda de ataques das facções em São Luís e em outros 2 municípios. Ela usou as redes sociais para expressar revolta com a irresponsabilidade do governo e da secretaria de segurança no caso.

“Ônibus, escolas, carros, o que mais será incendiado enquanto esse governador perseguidor e esse secretário inoperante trabalham pra perseguir adversários nestas eleições? Enquanto São Luís está em pânico, as viaturas da polícia estão nos municípios onde o governador quer perseguir adversários políticos. Irresponsável! Deus nos guarde para que nenhuma morte ocorra pela falta de autoridade de Flávio Dino diante dessas ações das facções em São Luís. E as ameaças estão constantes, saindo de dentro de presídio e aterrorizando a população”, escreveu.

Andrea Murad ainda repercutiu sobre um possível acordo entre o governo e os criminosos que não estaria sendo cumprindo por parte do Estado e culpa Flávio Dino pelo caos e a falta de segurança. Andrea ainda criticou o governador por declarar que os atentados tem apoios políticos.

“Onde fomos parar???? Até a entrega das urnas eleitorais chegaram a ser suspensas. Até toque de recolher foi anunciado pelos bandidos e circula nas redes sociais. E qual foi o resultado das providências que o governo diz ter tomado até agora? Nenhum, apenas falácias, como sempre vai ao Twitter dizer que a onda de violência tem “apoios de políticos”. Uma justificativa para sua incompetência e descontrole na segurança pública. Mas tudo isso é culpa dele que fez acordo com criminosos dentro dos presídios e não cumpriu. Agora estamos assistindo ao caos, isso é o que acontece quando se faz acordo com bandidos. Nunca vi tanta negligência de um governador”, disse Andrea Murad.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

2 comentários »

Governo faz ‘pente fino’ em Pedrinhas

2comentários

Após ataques, governo faz ‘pente fino’ em unidades do Complexo de Pedrinhas

Após ataques, governo faz ‘pente fino’ em unidades do Complexo Penitenciário de Pedrinhas

Homens das forças de segurança pública no Maranhão realizam nesta manhã de sexta-feira (30) uma operação ‘pente fino’ nas unidades do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA). O objetivo é buscar armas, drogas e celulares, e desarticular criminosos que possam estar envolvidos com os últimos ataques criminosos na capital maranhense e em Imperatriz, no oeste do Maranhão.

Foram ao todo nove ataques a ônibus entre a noite de quinta e manhã desta sexta-feira (30) confirmados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) em São Luís, sendo quatro ônibus totalmente queimados e cinco tentativas. Outras duas escolas foram incendiadas. Em nenhuma das ocorrências houve mortos ou feridos. Até o momento, 23 suspeitos foram presos.

Em noite de terror em São Luís, cinco ônibus foram completamente destruídos nos ataques

Em noite de terror em São Luís, cinco ônibus foram completamente destruídos nos ataques

Ao todo, mais de 700 homens participam da ação ostensiva, sendo 450 agentes de segurança prisional da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), 150 homens da Polícia Militar, e 100 policiais civis.

Na madrugada, o governador Flávio Dino (PCdoB) reuniu-se com todo o comando da segurança pública do Estado para realinhar estratégias de enfrentamento aos ataques e prisão de novos suspeitos. “Durante anos deixaram o poder das facções criminosas crescer. Agora estamos enfrentando e não vamos ceder a chantagens para volta ao passado. Mobilização total contra esses ataques”, disse.

Cúpula da segurança pública se reuniu com o governador Flávio Dino durante a madrugada

Cúpula da segurança pública se reuniu com o governador Flávio Dino durante a madrugada

Nesta manhã, Flávio Dino afirmou que os ataques ocorridos foram organizados por facções criminosas que querem retomar controle do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. “Facções criminosas, com claros apoios políticos, resolveram se unir para tentar impor as suas próprias regras na Penitenciária. Quando chegamos ao governo, facções mandavam na Penitenciária de Pedrinhas. Desde então, estamos aplicando organização e disciplina”, disse.

Em nota, o governo divulgou nota dizendo que não deve ‘ceder às facções criminosas, cujas chantagens lançadas nos últimos dias à gestão prisional têm como único objetivo restabelecer o caos no Sistema Penitenciário do Maranhão’.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) garantiu aumento no efetivo policial, com homens das polícias Civil, Militar e do Exército Brasileiro.

Leia a íntegra da nota divulgada pelo governo:
O Governo do Estado, disposto a não ceder às facções criminosas, cujas chantagens lançadas nos últimos dias à gestão prisional têm como único objetivo restabelecer o caos no Sistema Penitenciário do Maranhão, realiza neste momento uma megaoperação de revista simultânea em todas as unidades do Complexo Penitenciário de São Luís.

Mais de 700 homens participam da ação ostensiva, entre os quais 450 agentes de segurança prisional da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), 150 homens da Polícia Militar, e 100 policiais civis. O objetivo é realizar um “pente fino”, em busca de possíveis armas, drogas e celulares, e desarticular a manobra de criminosos que possam estar envolvidos com os últimos ataques criminosos na capital.

Leia mais

2 comentários »