Edilázio homenageia Balsas pelo seus 100 anos

2comentários

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) homenageou o município de Balsas, pela comemoração de 100 anos, e garantiu, da tribuna da Assembleia Legislativa, emenda no valor de R$ 500 mil para obras de infraestrutura na cidade.No pronunciamento, o parlamentar lembrou que passou pelo município em pelo menos duas oportunidades nos últimos 15 dias, ocasiões em que constatou estado de abandono pelo Poder Público.

“Fiquei estarrecido com a situação asfáltica do município, com a falta de infraestrutura e me perguntei que tipo de presente o governador Flávio Dino deu para Balsas numa data tão representativa. Para a minha surpresa, ele está dando a pintura da pista de pouso de um aeroporto que está interditado pela Anac. Nem receber aeronaves o aeroporto pode”, disse.

Edilázio disse que tanto o Governo do Estado, quanto a Prefeitura devem satisfação à população de Balsas. Ele também assegurou emenda para pavimentação asfáltica no município.

“Balsas está jogado ao léu. Município administrado pelo competente médico Dr. Eric, que tem na oposição um grande líder político, Chico Coelho, ambos aliados do governador Flávio Dino. É também de Balsas o secretário Márcio Honaisser [Agricultura]. Todos esses deveriam agora se unir, deixar as querelas municipais de lado e ir ao Palácio dos Leões exigir de Flávio Dino atenção e respeito para aquele município. Eu aqui vou fazer a minha parte. Estou encaminhando emenda de R$ 500 mil para a Secretaria de Infraestrutura realizar pavimentação de Balsas. Minha sugestão é para o bairro Macaba, onde há um hotel e clubes sociais e de pesca”, completou.

O parlamentar disse que espera por uma atenção ao município. “E não tenho vaidade para inaugurar obra. O asfalto é para o povo. O secretário Marcio Honaiser, que adota aparecer, que vá e diga que foi ele quem conseguiu o asfalto. Eu quero é respeito à população”, finalizou.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

2 comentários »

Chuvas pioram estradas no Sul do Maranhão

0comentário

Após as chuvas dos últimos dias, as condições das estradas usadas para escoamento da produção agrícola no sul do Maranhão pioraram.

Localizada entre Balsas, no Maranhão, e Ribeiro Gonçalves, no Piauí, o trecho da BR-324 possui 117 quilômetros e um movimento intenso de caminhões. A estrada nunca foi asfaltada é um desafio para os motoristas, principalmente no período chuvoso.

Nesse ponto os veículos estão terminando de transportar a safra colhida no primeiro semestre na região conhecida como “Ilha de Balsas”. De acordo com o caminhoneiro João Mateus, o percurso é longo e as condições da pista tornam a viagem perigosa.

“São três horas de viagem de lá pra cá. 60 Km. É para acabar, viu? Ai é rodar ligeiro, quebra com o carro… Aí o trem fica feio”, reclamou o caminhoneiro.

No trecho entre Balsas e Alto Parnaíba, na MA-006, passam quase metade da safra agrícola da região. A colheita da soja nas áreas que foram plantadas mais cedo deve começar no fim do mês de janeiro, causando aumento no movimento de caminhões nas estradas da região.

Nos últimos dias as chuvas pioraram as condições da rodovia e a falta de manutenção pode comprometer o escoamento da safra porque a quantidade de buracos aumentou. Segundo o caminhoneiro Moisés Marques, o transporte da próxima safra está ameaçado.

“Agora a coisa piorou e vai piorar mais porque não arrumam e cada vez que chove os buracos vão só aumentando. Há 60 dias atrás ainda estava razoável. Começou a chover e está cada vez piorando mais”, declarou.

Há dois anos o Governo do Estado do Maranhão fez uma recuperação emergencial, mas o serviço não resistiu por muito tempo. Em relação a MA-006, a Secretaria Estadual de Infraestrutura disse que aguarda a liberação de recursos para reconstruir todo o trecho e que está discutindo com entidades ligadas ao agronegócio alternativas para garantir o escoamento da próxima safra.

Já em relação a BR-324, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que a rodovia consta no plano nacional de viação apenas como “planejada”. Também informou que, quando a BR for construída, vai se sobrepor a MA-378, uma rodovia coincidente no mesmo traçado, que atualmente é de responsabilidade do Governo do Estado.

Fotos: Reprodução/TV Mirante

Leia mais

sem comentário »

PMs são denunciados por homicídio em Balsas

0comentário

O Ministério Público do Maranhão ofereceu denúncia contra quatro policiais militares acusados de matar a estudante Karina Brito Ferreira e de tentativa de homicídio da irmã dela, Kamila Brito Ferreira, em Balsas. A denúncia é assinada pela promotora de justiça Rita de Cássia Pereira Souza, da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Balsas.

Os policiais André Zacarias Passos Dias, Bruno Rafael Moraes, Joas Gomes Nunes e Raifran de Sousa Almeida foram denunciados por homicídio doloso (quando há intenção de matar) qualificado, mediante recursos que impossibilitaram a defesa da vítima.

De acordo com o MPMA, as vítimas voltavam de um velório, na madrugada de 14 de dezembro do ano passado, quando foram perseguidas pelos policiais militares em um carro descaracterizado. Elas receberam diversos tiros e mesmo após o carro delas estar parado continuaram a ser alvejadas. Karina Ferreira tinha 23 anos e levou 17 tiros.

Os denunciados realizavam diligências com o objetivo de localizar o esconderijo da associação criminosa que explodiu as agências do Banco do Brasil e do Bradesco, no dia anterior ao homicídio, na cidade de Fortaleza dos Nogueiras, quando avistaram o veículo das vítimas e as perseguiram.

Ao serem ouvidos pela autoridade policial, Raifran de Sousa Almeida negou a prática do crime, afirmando que atirou apenas nos pneus. Os policiais militares Bruno Rafael Moraes e André Zacarias Passos Dias confessaram a prática do delito e Joas Gomes Nunes negou.

O Ministério Público solicitou à Justiça o recebimento da Denúncia e o prosseguimento do processo até julgamento pelo Tribunal do Júri.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

sem comentário »

Andrea cobra salários atrasados de médicos

0comentário

Deputada estadual Andrea Murad (PMDB) cobra salários atrasados de médicos de Balsas

A deputada Andrea Murad (PMDB), durante discurso nesta segunda (26), cobrou o pagamento de 3 meses de salários atrasados dos médicos obstetras e pediatras de Balsas. A insatisfação da categoria levou os profissionais entrarem de aviso prévio no Hospital São José, unidade privada que tem um convênio com o Governo do Estado desde agosto do ano passado.

“A Sociedade Beneficente  São Camilo, que administra o hospital São José em Balsas, tem um convênio com o Governo e esse dinheiro não está sendo repassado. Eles repassaram seis meses e faltam repassar os outros seis. E a finalidade desse convênio é para justamente o pagamento de médicos, para compras de medicamentos, tudo o que necessita para um hospital funcionar. Aí a Secretaria de Estado da Saúde alega que não fez os repasses para o hospital, porque o hospital não apresentou a prestação de contas devidamente. A direção do hospital afirma que prestou contas em 31 de março. A Secretaria demorou em fazer suas ressalvas, o hospital apenas há duas semanas respondeu aos apontamentos da SES e até agora espera o governo responder ao relatório final. Ou seja, só está faltando a Secretaria de Saúde agora resolver a situação para que o recurso possa ir”, explicou Andrea.

A deputada argumentou que a paralisação de médicos em uma unidade dessa complexidade, principalmente na área materno infantil, que abrange toda a região de Balsas,  não pode acontecer e colocar em risco a vida de centenas de mães e crianças. Para Andrea, a negligência tem sido constante na gestão da saúde do Estado e criticou o longo atraso nas obras do Hospital Regional de Balsas, entregue ao governo Flávio Dino com mais da metade das obras concluídas.

“Então, o Governador, que já está no terceiro ano de seu mandato, que recebeu um hospital regional com quase 80% das obras, já que não conclui a obra do hospital do Estado e por isso ele fez um convênio que ele honre com seus compromissos. Eu acho que a Secretaria de Saúde precisa ter eficiência, isso é um dos princípios básicos da administração pública, então eu peço que o Secretário Carlos Lula veja com carinho essa situação para que possa ser resolvido esse atraso dos salários dos médicos de Balsas, evitando assim que serviços na área materno infantil sejam suspensos só porque o Governo não consegue pagar o que é devido aos médicos, profissionais essenciais para aquela região”, discursou.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Famem destaca diálogo com MP em Balsas

1comentário

Presidente da Famem, Cleomar Tema destaca como positivo diálogo com MP em Balsas

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, destacou como extremamente positivo o I Encontro Regional de Gestão Estratégica, realizado entre os dias 20 e 21, na cidade de Balsas, aglutinando representantes do Ministério Público e prefeitos de todos os municípios daquela regional.

“Foi uma verdadeira rodada de diálogos, em que prevaleceu a iniciativa do Ministério Público maranhense, através de seu procurador-geral, Luiz Gonzaga Martins Coelho”, destacou Tema.

O presidente da entidade municipalista estimulou os promotores de justiça de todas as comarcas da regional a estabeleceram um canal de diálogo mais estreitos com as prefeituras. Ele disse que os municípios são penalizados, na maioria das vezes sem motivo justificado, por problemas de pouca importância, principalmente nas áreas de saúde e de educação.

Para o líder municipalista, o diálogo deverá ser preponderante, até para auxiliar as administrações municipais, que carecem de um ponto de apoio. Tema afirmou que muitos colegas prefeitos reclamam por serem denunciados, muitas das vezes sem culpa, e conclamou essa aproximação entre gestores e representantes do Ministério Público.

“Criou-se uma ideia de que um promotor ou um juiz não podem ser amigos de um prefeito, porque isso estaria sendo desvio de função, seria uma relação promíscua. Entendo que não é assim. O prefeito faz parte de um segmento social de relevante importância, é o que administra uma cidade, que é levado àquele posto pelo voto popular e não pode ser visto pela ótica distorcida de muita gente que o encara como um desonesto”, destacou.

Ao final de seu pronunciamento, Tema elogiou o gesto do Ministério Público do Maranhão, ressaltando que o procurador-geral, Luiz Gonzaga Martins, deu um grande salto ao estabelecer essa aproximação entre representantes do MP e os gestores municipais, assinalando que, desta forma, as administrações municipais poderão iniciar um processo de desenvolvimento, sem aquela visão e aquele temor de que todo promotor de justiça é um inimigo em potencial.

(mais…)

1 comentário »

Balsas leva título no futsal maranhense

0comentário
Time de Balsas conquistou pela quarta vez, o título de campeão maranhense de futsal

Time de Balsas conquistou pela quarta vez, o título de campeão maranhense de futsal

O título do Campeonato Maranhense de Futsal adulto 2016 vai para Balsas.

Com um gol de Antunes, aos 18 minutos do segundo tempo, Balsas venceu o Moto por 1 a 0, ontem à noite, no ginásio Castelinho em São Luís.

O Balsas que conquistou o título pela quarta vez, terminou a competição de forma invicta. Foram quatro vitórias (2 a 1 Colégio Militar Tiradentes, 7 a 3 CAD/Internacional, 5 a 2 Colégio Militar Tiradentes na semifinal e 1 a 0 na final sobre o Moto Club) e dois empates (1 a 1 com o Moto Club e 3 a 3 com o Ippon/Grêmio, ambos na fase de classificação). Foram 19 gols marcados e 10 sofridos.

Com o título, o Balsas que tem no elenco o atacante Pimentinha (Sampaio) garante vaga na principal competição da modalidade no país que é a Taça Brasil de futsal.

Foto: Divulgação/ Fefusma

sem comentário »

Falta de profissionalismo de Pimentinha

6comentários
Atacante Pimentinha do Sampaio disputa o maranhense de futsal pelo Balsas

Atacante Pimentinha do Sampaio disputa o Campeonato Maranhense de futsal pelo Balsas

A maioria dos atletas maranhenses são assim. Reclamam de oportunidade, dizem que os dirigentes trazem de fora jogadores ruins para ganhar muito mais aqui.

Mes vejam só que exemplo ruim. Tudo bem que não é a primeira vez que falo disso aqui, mas vejam só  a que ponto chegamos.

Enquanto o Sampaio tenta emprestar o atacante Pimentinha e negocia com CRB, Fortaleza e até o futebol mexicano, eis que o jogador aparece disputando o Campeonato Maranhense de Futsal pelo time de Balsas.

Ontem, Pimentinha jogou pelo Balsas na abertura da competição contra o Moto Club.

Muitos vão dizer que estou com perseguição com o jogador que está em período de férias e que muitos atletas disputam partidas festivas. Mas não é este o caso. Pimentinha disputa uma competição oficial de futsal que dura pelo menos umas três semanas e o clube que paga o seu salário negocia a sua transferência. Não basta achar simples que Pimentinha está de férias e pode fazer o que quiser. No futebol não deve ser assim….

Imaginem vocês uma contusão do jogador que negocia a sua ida para outra equipe. Como uma equipe pode contratar um jogador que demonstra não estar preocupado com aqueles que pagam o seu salário e o seu próprio futuro?

Isso só demonstra que Pimentinha nunca foi jogador profissional e que certamente está apenas preocupado em ganhar mais uns “trocados”, embora seja o jogador maranhense com salário mais alto na atualidade.

Não sei como um clube como o Sampaio que também se diz “profissional” também permite esse tipo de coisas. E não venham dizer que não sabiam de nada.

Sou um apoiador do atleta local, acho que precisam ter sempre oportunidade nas nossas equipes, mas definitivamente são exemplos como estes que tem nos levado a rever o nosso posicionamento.

É por essas e outras que muitos dos nossos jogadores não passam de simples promessas.

Pimentinha é um desses…

Foto: Divulgação

6 comentários »

Adriano coordena audiência em Balsas

0comentário
Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

O deputado estadual Adriano Sarney (PV), presidente da Comissão de Assuntos Municipais e de Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa, vai coordenar audiência pública para tratar do complexo Anel da Soja.

O evento está marcado para o dia 11 de novembro, às 17h, na Câmara Municipal de Balsas, no Sul do Maranhão.

Para a audiência pública foram convidados representantes do setor agrícola (produtores, sindicatos e sociedade civil organizada), autoridades do Poder Executivo estadual e dos municípios da região.

O Anel da Soja é uma obra iniciada pelo Governo do Estado (na gestão Roseana Sarney) que visa integrar um conjunto de rodovias estaduais (MA-006, MA-007, MA-132 e MA-140) e tem importância estratégica para o desenvolvimento do agronegócio no Maranhão, pois visa incrementar a logística facilitando o escoamento pelo Porto do Itaqui.

O empreendimento contempla mais de 600 quilômetros de estradas, somando investimento de mais de R$ 600 milhões.

sem comentário »

Adriano pede recuperação da MA-006

3comentários
AdrianoSarney12092016

Em discurso na tribuna da Assembleia, o deputado Adriano disse que há recursos para a obra.

Indicação do deputado estadual Adriano Sarney (PV) requer ao Governo do Estado a revitalização total da rodovia estadual MA-006, que liga os municípios de Balsas a Alto Parnaíba, no sul do Maranhão.

“Infelizmente, a estrada que foi construída no governo Roseana Sarney está completamente deteriorada. Não adianta somente tapar buraco, porque essa é uma estrada muito grande. É preciso refazer totalmente”, declarou o parlamentar.

Em discurso na tribuna da Assembleia, nesta segunda-feira (12), o deputado disse que há recursos para a obra.

“Nós sabemos que recursos, do BNDES, existem, mas estão sendo utilizados para beneficiar especialmente municípios que o secretário estadual Clayton Noleto (Infraestrutura) tenta conquistar eleitores para se eleger deputado federal. Porque esse é um governo perseguidor. Persegue os opositores e beneficia os protegidos do governador Flávio Dino”, declarou.

A rodovia MA-006 é uma das estradas mais importantes do sul do estado devido à sua localização estratégica, responsável pelo escoamento de mais de 70% da produção agrícola da região, além de servir de limite geográfico de vários municípios.

Foto: JR Celedônio/Agência AL

3 comentários »

MP aciona prefeito de Balsas

0comentário
Prefeito de Balsas Luiz Rocha FIlho

Prefeito de Balsas Luiz Rocha Filho

A contratação irregular de servidores pelo Município de Balsas levou o Ministério Público do Maranhão (MPMA) a ajuizar, em 30 de junho, uma Ação Civil Pública por ato de improbidade (ACP) contra o prefeito Luiz Rocha Filho (conhecido como Rochinha).

A ação é de autoria da titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca (que atua nas áreas de Defesa da Probidade Administrativa e do Patrimônio Público), Dailma Maria de Melo Brito.

Por meio de processo seletivo, em abril de 2014, o Município realizou contratações temporárias de servidores para diversos cargos, fora das hipóteses previstas pela Lei Municipal nº 922, de 13 de setembro de 2006.

Pela legislação municipal, as contratações temporárias somente são permitidas em situações de calamidade pública e combate a surtos endêmicos. Em caso de falta de servidores de carreira, é autorizada a contratação de profissionais da área da saúde para o Sistema Único de Saúde do Município e execução de programas e convênios municipais, estaduais e federais; professores e profissionais de recreação.

Descumprimento

Para regularizar a situação, o MPMA propôs, em maio de 2014, um Compromisso de Ajustamento de Conduta (CAC) estabelecendo a extinção até fevereiro de 2015 dos contratos temporários, exceto os de agentes de vigilância epidemiológica. Deveria ser, ainda, realizado concurso público, a ser homologado até o final de 2015.

Devido ao descumprimento, pelo Município, do CAC, uma Ação de Execução, ajuizada, em abril de 2015, estabeleceu a realização, até julho daquele ano, de um concurso público, o que somente ocorreu dois meses depois. A posse dos servidores aprovados e a exoneração de servidores contratados sem concurso deveriam ser efetivadas até janeiro de 2016.

“O prefeito mantém em sua folha de pagamento servidores contratados sem prévia realização de concurso público, ocupando cargos para os quais existem candidatos aprovados”, destaca a promotora na Ação.

(mais…)

sem comentário »