Sampaio vence e garante acesso à Série B

3comentários

Após uma partida bastante disputada e cheia de emoções no Estádio Castelão, o Sampaio venceu o São José-RS por 3 a 2 e garantiu o acesso à Série B em 2020.

Além de conquistar o acesso, o Sampaio vai à semifinal da Série C e enfrentará o Confiança, com a primeira partida na Arena Batistão, em Aracaju e a volta no Estádio Castelão, em São Luís.

As duas equipes haviam empatado a primeira partida em Porto Alegre por 0 a 0, e precisavam vencer para garantir o acesso. O São José começou melhor e dominava a partida quando o Sampaio abriu o placar numa cobrança de pênalti de Rodrigo Andrade, aos 12 minutos do primeiro tempo.

O segundo tempo foi eletrizante. Aos 16 minutos, Rafael Tavares empatou para o São José. Aos 19 minutos, Salatiel colocou o Sampaio na frente mais uma vez. A torcida ainda comemorava quando o São José empatou aos 20 minutos com Matheusinho.

O placar de 2 a 2 levaria a decisão para os pênaltis, mas aos 32 minutos, em cobrança de falta, Rodrigo Andrade levantou na área e o atacante Luís Eduardo, artilheiro da Série C pelo São José marcou contra 3 a 2 para o Sampaio.

Com a vitória, o Sampaio junta-se ao Confiança-SE que empatou com o Ypiranga-RS por 1 a 1, e também garantiu o acesso.

Neste domingo, Paysandu e Náutico se enfrentam nos Aflitos em Recife, às 18h. Na segunda-feira, o Juventude pega o Imperatriz, às 20h, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Na ida, os dois jogos terminaram empatados por 0 a 0.

Foto: Afonso Diniz / Globoesporte.com

3 comentários »

Reage São Luís

0comentário

Por Adriano Sarney

Nesse domingo São Luís faz 407 anos. Minha cidade, onde nasci há 39 anos, onde nasceram meus filhos e pais, onde finquei minhas raízes. Mas apesar de sua história, belezas e potencialidades econômicas, nossa cidade não tem muito a comemorar.  

Temos uma localização geográfica privilegiada no mundo. Não temos catástrofes climáticas, as estações do ano são agradáveis, apesar do forte calor, e compassam sol e chuva. Temos praias, matas ainda inexploradas, uma lagoa no meio da cidade. Nossa riqueza cultural e arquitetônica é única. Somos a única capital fundada por franceses e colonizada por holandeses. O famoso Bumba Boi, a excelente literatura, a culinária saborosa. Nosso Centro Histórico é reconhecido internacionalmente.

Neste dia 8 de setembro podemos comemorar a bondade da natureza, a hospitalidade de nosso povo e a grandiosidade de nossa história. No entanto, neste aniversário também fica a impressão que poderíamos ser maiores. Se São Luís tivesse sido mais cuidada nas últimas décadas, poderia ser a melhor cidade para se viver em todo o Brasil. A falta de gestão, inovação e vontade do poder público parou a cidade no tempo. E em tempos velozes, parar é regredir. 

Nesse aniversário devemos refletir sobre a cidade que queremos no futuro, com suas belezas gerando riqueza, com oportunidades para nossos jovens no mercado de trabalho, com hospitalidade para turistas e, acima de tudo, com sua população sendo bem cuidada. Para gerar emprego e renda precisamos incentivar o empreendedorismo, a educação e atrair empresas para o retro-porto e para o turismo, nossas vocações principais. Para ter qualidade de vida precisamos investir em infraestrutura, meio-ambiente, cultura, saúde e esporte.

Como fazer? Com gestão, seriedade, vontade e profissionalismo, fatores que tornarão possíveis os investimentos em setores essenciais e na realização de obras estruturantes para fazer de São Luís uma cidade mais atraente, vibrante e pujante.

Precisamos, acima de tudo, elevar a autoestima de nossa gente. Por isso, é imprescindível que o poder público tenha a compreensão que além das nossas riquezas arquitetônicas, potencial econômico e belezas naturais, temos um patrimônio maior, o ludovicense, que encontra-se desacreditado e não gera expectativas com o futuro de nossa cidade diante da falta de compromisso dos gestores. Apenas o empoderamento da população tirara Sao Luís dessa anestesia e devolverá ao ludovicense orgulho e esperança. 

Para que tenhamos motivos para comemorar à altura os 407 anos de nossa cidade,  precisamos reagir todos juntos. Este é o melhor presente que podemos dar a nossa cidade.

Parabéns, São Luís!

sem comentário »

Hildo idealiza Frente que vai defender Patrimônio

0comentário

Lançada na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (4), a Frente Parlamentar em Defesa do Patrimônio Histórico Nacional. Idealizada pelo deputado Hildo Rocha, a frente de caráter suprapartidário surge com a finalidade de apoiar e fortalecer instituições federais, estaduais e municipais responsáveis pela defesa da memória do país.

O lançamento da Frente Parlamentar contou com a presença do ministro da Cidadania, Osmar Terra; do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio; da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa; da diretora da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto e do Secretário Nacional de Cultura, Ricardo Braga.

O Brasil possui mais de 280 cidades históricas, 22 patrimônios mundiais, 5 patrimônios da humanidade e mais de 25 mil sítios arqueológicos reconhecidos. “Essa frente será um fórum permanente de debate sobre a defesa desse patrimônio rico e invejável”, afirmou Hildo Rocha.

Rocha destacou que o colegiado nasceu forte e será um grande aliado na defesa do patrimônio histórico nacional. “Mais de trezentos deputados apoiaram a criação dessa frente. Portanto, isso significa um total engajamento do Congresso Nacional na causa. É um indicativo de que passamos a vivenciar um novo momento, uma nova realidade no que se refere à proteção e a preservação do Patrimônio Cultural pois os órgãos que tratam do tema ganharam novos aliados, novos apoiadores”, declarou.

Ainda de acordo com o idealizador da proposta, a criação do colegiado justifica-se pela necessidade que o país tem de aprimorar a legislação a fim de que o Patrimônio Cultural, tanto material quanto imaterial seja respeitado, valorizado e preservado.

“Devemos nos lembrar que somos nós que votamos os orçamentos e muitas vezes não colocamos recursos orçamentários suficientes para o bom funcionamento das instituições voltadas à defesa do Patrimônio, como o Iphan”, argumentou o deputado.

Estrutura e Atribuições

A Frente Parlamentar em Defesa do Patrimônio Histórico Nacional será formada por um presidente, sete vice-presidentes, um secretário, dois subsecretários, além de coordenadores estaduais e regionais.

A frente vai acompanhar a tramitação de proposições na Câmara e no Senado que contribuam para o aprimoramento de legislação de preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro. Também tem como objetivo promover debates, audiências e seminários sobre o tema e poderá conceder títulos honoríficos a parlamentares, instituições, autoridades e pessoas da sociedade que contribuam para promoção do Patrimônio Cultural.

Na avaliação do ministro da Cidadania, Osmar Terra, a iniciativa é essencial para se conhecer o passado e saber qual caminho seguir. “O Patrimônio Histórico é nossa história, é nossa vida. Todos devem conhecer o nosso passado, e conhecê-lo em lugares bem estruturados, reformados e agradáveis de se visitar”, afirmou.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, também destacou a importância da ação para o impulsionamento do potencial turístico brasileiro e de toda cadeira produtiva.

“O turismo impacta diretamente em mais de 50 segmentos da nossa sociedade e essa Frente, que vai acompanhar e debater todos os temas relacionados, será fundamental para que o turismo possa aprimorar ainda mais a gestão dos patrimônios culturais, visando a conservação e o desenvolvimento sustentável”, ressaltou.

Para a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, a iniciativa vai contribuir para o fortalecimento de toda a rede de defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro.

“A Frente tende a crescer e nós teremos uma bancada do patrimônio muito forte no Legislativo, defendendo os interesses da nossa história, da nossa memória, e fazendo com que a preservação seja importante para as futuras gerações e para a imagem geopolítica que o Brasil, um país-continental, quer ter diante do mundo.”, ressaltou a presidente.

Fotos: Divulgação

sem comentário »

Pe. Joãozinho é atração do show Terra de Adoração

0comentário

São Luís está em festa pelos seus 407 anos de fundação, a serem celebrados no domingo, dia 8 de setembro. Para marcar a data, a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior preparou uma vasta programação que iniciou na quinta-feira (5) com shows diversos. Nesta sexta-feira (6), o gestor recebeu, no Palácio la Ravardière, o padre Joãozinho, uma das atrações do show Terra de Adoração, que ocorre neste sábado (7), a partir das 16h, na Praça Maria Aragão. Às 19h sobe ao palco da Maria Aragão cantores da música gospel: Fernandinho, Paulo César Baruk, Midian Lima, Maurício Paes e Lidia Carollini.

Padre Joãozinho foi recebido pelo prefeito Edivaldo. “O show Terra de Adoração integra a programação que celebra o aniversário de 407 anos de São Luís como forma de atender a todas as tendências e expressões da arte musical. A cidade é um espaço democrático e isto está representado em nossas ações e na programação de aniversário da capital”, destacou o prefeito Edivaldo.

Padre Joãozinho destacou a transparência da administração como uma das qualidades da gestão do prefeito Edivaldo. Conhecido do grande público, especialmente da Renovação Carismática Católica, é um dos compositores católicos mais respeitados ao lado de outros padres como Zezinho e Jonas Abib.

O padre Joãozinho tem mais de 500 músicas gravadas, 50 livros publicados e 30 discos lançados e está entre os cantores religiosos mais populares do país. “Fazia tempo que não voltava a São Luís. Mas, agora, nesta festa muito bonita que o prefeito Edivaldo preparou, venho com o coração em festa”, disse o padre.

Além de padre Joãozinho, se apresentam os católicos Leo Rabelo (Banda Dominus), Clay Viana e Diego Fernandes.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Sampaio decide acesso para a Série B no Castelão

1comentário

Chegou a hora da verdade…

O Sampaio entra em campo para mais uma vez tentar fazer história no futebol brasileiro. Depois do empate por 0 a 0, em Porto Alegre, os maranhenses precisam vencer o São José para garantir mais um importante acesso à Série B.

Pelo fato de jogar no Estádio Castelão e que deve receber o maior público na temporada, o Sampaio é favorito ao acesso, mas todo cuidado será tomado para que a equipe não venha a ser surpreendida.

O time terá força máxima e contará com o retorno do volante Lucas Hulk. O Sampaio terá: Andrey; Everton, Odair, Paulo Sérgio e Romano; Ferreira, Lucas Hulk e Rodrigo Andrade; Roney, João Paulo e Salatiel Júnior.

Depois de um começo com altos e baixos, o Sampaio entrou definitivamente na competição com a chegada do técnico João Brigatti que deu nova cara ao time e agora está pronto para conquistar o maior objetivo da temporada.

A partida começa às 19h15 e será dirigida pelo árbitro paulista Luiz Flavio de Oliveira, com os auxiliares Daniel Luis Marques e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.

Tudo sobre a partida entre Sampaio e São José você vai acompanhar ao vivo pela Rádio Mirante AM.

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

1 comentário »