Missa em memória do blogueiro Robert Lobato

0comentário

A missa de 7º dia em memória do blogueiro Robert Lobato será celebrada neste sábado (2), às 17h, na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Cohab.

Robert Lobato tinha 50 anos e morreu afogado, no último domingo (24), em um riacho no Núcleo Rural Chifrudo, em Santa Maria, no Distrito Federal. Ele tentava atravessar a nado o riacho, mas acabou se afogando. O laudo do IML constatou asfixia por afogamento.

O blogueiro estava acompanhado de amigos durante o acidente. Os colegas acionaram o socorro e os militares tentaram reanimar a vítima, que não resistiu. O óbito foi constatado no local pelo médico do resgate aéreo do Corpo de Bombeiros.

Robert Lobato era assessor político do senador Roberto Rocha (PSDB). Graduado em administração, assinava o Blog do Robert Lobato, um dos mais conceituados da blogosfera maranhense desde 2008.

sem comentário »

Blogueiro Robert Lobato é sepultado em São Luís

0comentário

O blogueiro Robert Lobato foi sepultado na tarde desta terça-feira (26), no Cemitério Jardim da Paz, em São Luís.

Robert Lobato tinha 50 anos e morreu afogado, no último domingo (24), em um riacho no Núcleo Rural Chifrudo, em Santa Maria, no Distrito Federal. Ele tentava atravessar a nado o riacho, mas acabou se afogando. O laudo do IML constatou asfixia e afogamento.

O blogueiro estava acompanhado de amigos durante o acidente. Os colegas acionaram o socorro e os militares tentaram reanimar a vítima, que não resistiu. O óbito foi constatado no local pelo médico do resgate aéreo do Corpo de Bombeiros.

Robert Lobato era assessor político do senador Roberto Rocha (PSDB). Graduado em administração, assinava o Blog do Robert Lobato, um dos mais conceituados da blogosfera maranhense desde 2008.

Mais uma vez quero registrar a minha solidariedade aos familiares de Robert Lobato, em especial à esposa e filhas, além de amigos que conviveram com ele.

Foto: Arquivo pessoal

sem comentário »

Políticos lamentam morte do blogueiro Robert Lobato

0comentário

A morte do blogueiro Maranhense pegou a todos de surpresa neste domingo (24). Nas redes sociais, políticos se solidarizaram com familiares e amigos do blogueiro que morreu afogado ao tentar atravessar a nado um riacho em Brasília.

Edivaldo Holanda Jr. – Prefeito de São Luís

“Recebi com tristeza a notícia da partida inesperada e precoce do blogueiro Robert Lobato. Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de tristeza profunda.”

Carlos Brandão – Vice-governador

“Meus pêsames aos familiares e amigos do jornalista Robert Lobato. Que Deus o receba em Sua morada. “

Roberto Rocha – Senador

“Compartilho com imensa dor e tristeza o falecimento do meu querido amigo e articulista político Robert Lobato, vítima de uma fatalidade hoje. Meu abraço fraterno e solidariedade à esposa e aos filhos. Deus, na sua infinita misericórdia, abençoe os familiares e conforte o coração de todos nós.”

Eliziane Gama – Senadora

“Fiquei profundamente consternada com a notícia da morte do colega jornalista Robert Lobato. Sua última referência a nós foi na postagem sobre nossa homenagem à querida Helena Heluy. Robert deixará uma lacuna no jornalismo maranhense.”

Othelino Neto – Presidente da Assembleia Legislativa

“É com muita tristeza que recebemos a notícia do falecimento do blogueiro Robert Lobato, neste domingo (24), por afogamento, no Distrito Federal. Em seu blog, Robert Lobato atuava também na cobertura dos fatos políticos na Assembleia Legislativa do Maranhão. Era um profissional bastante atento às notícias sobre o Estado. Nossas sinceras condolências à família e aos amigos por esta inestimável perda. Neste momento de dor, solidarizamo-nos com todos, rogando a Deus que conforte os seus entes queridos.”

Osmar Filho, Presidente da Câmara de São Luís

“A Câmara Municipal de São Luís, através da sua Mesa Diretora, vem externar profunda tristeza em relação à morte prematura do blogueiro maranhense Robert Lobato, ocorrida no Distrito Federal, neste domingo (24). A Casa se solidariza com a família e amigos; ao mesmo tempo que reconhece o relevante trabalho desenvolvido por Robert Lobato, desde 2008, em seu Blog, onde atuava como analista do cenário político de nosso Estado.”

César Pires – Deputado estadual

“É com muito pesar que recebemos a notícia do falecimento do jornalista Robert Lobato. Profissional competente e respeitado, com quem tivemos a felicidade de convicer. Minha total solidariedade aos amigos e familiares. que descanse em paz e que Deus conforte a todos.”

Adriano Sarney – Deputado estadual

“É com profunda tristeza que lamento a partida tão precoce do jornalista e blogueiro Robert Lobato, que faleceu neste domingo, em Brasília. Profissional dedicado, Robert apurou e escreveu sobre alguns capítulos da história do nosso Estado, deixando reportagens que mantêm vivo um passado recente da trajetória marcante de nossa gente. Neste momento de dor, quero solidarizar-me com sua família e com todos os colegas de profissão que com ele conviveram. Que Deus possa confortar os corações de todos que neste momento sofrem com a sua partida.”

Zé Inácio – Deputado estadual

“É com muito pesar que recebi neste instante a noticia do falecimento do amigo Robert Lobato. Sua amizade deixará saudades e seus ensinamentos, seus escritos serão eternos!!!”

Neto Evangelista – Deputado estadual

“É com profundo pesar que recebi a notícia do falecimento do amigo Robert Lobato, vítima de afogamento, neste domingo (24), em Brasília.
Neste momento de tristeza, me uno em oração aos seus familiares e tantos amigos e expresso as minhas mais sinceras condolências.”

Yglésio Moisés – Deputado estadual

“Expresso meus sentimentos à família, amigos e colegas de profissão do blogueiro e militante político, Robert Lobato, neste momento de dor, por sua morte prematura, hoje (24), em Brasília (DF). É, sem dúvidas, uma grande perda para o jornalismo local, pelo legado e contribuição deixados em quase duas décadas de trabalho, na construção de uma imprensa democrática, forte e atuante. A blogosfera maranhense perde um de seus grandes nomes.”

Wellington do Curso – Deputado estadual

“É com pesar que recebemos a triste notícia do falecimento do nosso amigo Robert Lobato. Um blogueiro e jornalista que muito fez pela transmissão de notícias no Maranhão. Um protagonista no nosso tempo, com uma escrita refinada, análises políticas coerentes, respeito e notoriedade de todos que o conheciam. Eu, em particular, nutria sentimentos sinceros de respeito e carinho por quem reciprocamente foi um parceiro e em alguns momentos confidente e consultor. Pedimos a Deus que console os corações dos familiares e amigos e que o receba de braços abertos. Deixamos aqui os nossos mais sinceros sentimentos a um amigo. Descanse em paz, amigo Bob!”

Edilázio Júnior – Deputado federal

“Foi com profunda tristeza e dor que recebi a notícia da morte do jornalista, blogueiro e articulista político, Robert Lobato. Dono de um texto notável, crítico e único, Lobato era profissional muito valorozo. Na última sexta-feira tivemos um ótimo bate papo sobre política num restaurante. Vou guardar esses momentos na memória. Perde o jornalismo, perde a crítica política, perde o leitor maranhense. Meus sinceros sentimentos à família.”

Gil Cutrim – Deputado federal

“Com pesar, lamento a morte do blogueiro maranhense Robert Lobato, vítima de afogamento, hoje, em Brasília. Que Deus, na sua infinita misericórdia, o receba na luz e dê o conforto espiritual a seus familiares. “

Bira do Pindaré – Deputado federal

“Triste com a trágica notícia do falecimento de Robert Lobato. Como isso aconteceu? Minha solidariedade a familiares e amigos.”

Márcio Jerry – Deputado federal

“Tristeza imensa com a morte do Robert Lobato. Entre convergências e divergências políticas uma longa relação respeitosa.”

Rubens Pereira Jr. – Deputado federal

“Fiquei consternado com a notícia do falecimento do Robert Lobato. Última mensagem que ele me enviou foi ontem as 10 da manhã, sobre a posse na secretaria. Que Deus conforte os familiares.”

Honorato Fernandes – Vereador

“É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento de Roberth Lobato, filiado ao Partido dos Trabalhadores. Nossos sentimentos a todos os familiares e amigos.”

Felipe Camarão – Secretário de Educação

“Que Deus o receba. Uma tragédia!”

sem comentário »

Morre o blogueiro Robert Lobato

1comentário

A missão que o jornalismo nos impõe às vezes é dura demais e temos que dar uma notícia que jamais gostaríamos de escrever.

Morreu neste domingo (24), em Brasília, o blogueiro Robert Lobato.

Segundo as informações do Corpo de Bombeiros, Robert Lobato morreu em um riacho no Núcleo Rural Chifrudo, em Santa Maria, no Distrito Federal. Ele tentava atravessar a nado o riacho, mas acabou se afogando.

Reportagem do G1 do Distrito Federal revelou que Robert Lobato estava acompanhado de amigos durante o acidente. Os colegas acionaram o socorro e os militares tentaram reanimar a vítima, que não resistiu. O óbito foi constatado no local pelo médico do resgate aéreo do Corpo de Bombeiros.

Como sempre faz todos os dias, neste domingo, bem cedo, Robert escreveu no Twitter: “Bom dia! Um ótimo e abençoado domingo para todos”.

Robert Lobato era assessor político do senador Roberto Rocha (PSDB). Graduado em admnistração, assinava o Blog do Robert Lobato, um dos mais conceituados da blogosfera maranhense desde 2008.

A sua última postagem no blog foi escrita ontem: Após análise do blog, Flávio Dino admite candidatura a presidente de República.

Foto: Arquivo Pessoal

1 comentário »

Os desafios de Roseana Sarney

12comentários

Depois de fazer uma grandiosa convenção, no último do domingo, 29, que reuniu um exército de lideranças políticas, partidárias e populares em geral, além de calar a boca de muita gente do próprio grupo que duvidava de sua candidatura ao Governo do Maranhão, Roseana Sarney (MDB) tem, a partir de agora, alguns desafios a serem enfrentados até as eleições de outubro.

A ex-governadora sabe não terá uma campanha fácil como já teve em outros tempos.

Detentora de nada menos do que quatro mandatos de chefe do executivo estadual, a emedebista terá que fazer, primeiro, um balanço da “era Roseana Sarney” para, em seguida, tentar convencer a população de que merece ser inquilina do Palácio dos Leões pela quinta vez.

Não há como negar que Roseana possui serviços prestados, obras e projetos no estado, inclusive na capital. Não é por acaso que alguns a consideram a melhor “prefeita” que São Luis já teve e com certeza esse trabalho na ilha será levado aos programas eleitorais no rádio e na tevê. Se convencerá o eleitor é outra coisa.

Outra questão fundamental que será colocada para a candidata é unir o seu grupo e evitar corpo de mole de lideranças importantes como aconteceu no campanha de Lobão Filho em 2014 em vários municípios.

Havendo dispersões ou “corpo mole” sejam dos “praças” ou “oficiais” ao longo da campanha do 15, o resultado pode ser catastrófico!

Sendo candidata do MDB-15, não terá como Roseana ter a sua imagem associada  ao presidente Michel Temer, ainda que diga pelos quatro cantos do estado que ela é Lula! Ainda mais se o seu partido realmente tiver candidato a presidente, no caso o ex-ministro Henrique Meireles. Misturar Roseana, Temer e Meirelles será algo inevitável, e os estrategistas da campanha terão que encontrar as vacinas, se é que é possível.

A favor da candidata Roseana, porém, tem o fato de sua campanha estar em boas mãos, no caso seu irmão Fernando Sarney.

O empresário e dirigente da CBF é um homem inteligente, articulado, bem relacionado e pode costurar e atrair apoios de lideranças de fora do seu grupo mesmo durante a campanha. Soma-se a isso, claro, o fato de ninguém menos, ninguém mais estar por trás das grandes articulações: José Sarney.

O fato é que a Roseana Sarney terá vários desafios a serem enfrentados e superados ao longo do processo eleitoral.

Mas, quem conhece a emedebista sabe que ela é dada a vencer situações adversas ao longo da sua vida.

Não é à toa que leva a alcunha de “Guerreira”.

Blog do Robert Lobato

12 comentários »

Especialista fala sobre disputa em São Luís

0comentário

Publicitário Daniel Mendes

Publicitário Daniel Mendes

”Se a rejeição fosse à pessoa física do prefeito, suas qualidades humanas, seria muito grave. Mas como, aparentemente, é mais ao gestor, caberá à campanha dele desfazer essa imagem”.

Esta é avaliação do jornalista e especialista em marketing político, Daniel Mendes, sobre a rejeição do prefeito Edivaldo (PDT), em entrevista exclusiva dado ao dada ao Blog do Robert Lobato.

Não obstante está residindo em Brasília, Mendes é um profundo conhecedor da política maranhense e, e particular a de São Luis.

Na entrevista a seguir, ele fala sobre o clima da pré-campanha e faz uma avaliação sobre as chances dos principais concorrentes na corrida pela Prefeitura de São Luis, inclusive, claro, sobre a possibilidade de reeleição do atual prefeito. Confira:

Blog – Como você avalia o clima da pré-campanha pra prefeito de São Luís?

Daniel – Robert, eu nem estou em São Luís pra avaliar o clima. Me coloco apenas na condição de palpiteiro, sem acesso a alguns dados importantes, especialmente dos cruzamentos das pesquisas. O que eu posso destacar é que, caso se confirmem as tendências das últimas pesquisas, especialmente o que a DataM trouxer na próxima quarta-feira, com uma amostra muito larga, nós teremos um clima bem diferente do que se prenunciava até então, com dois candidatos estabelecendo uma trégua entre si para concentrar as artilharias no prefeito. O mais provável é que deixem o prefeito, que terá que se haver com sua rejeição no segundo turno, e façam uma campanha de vida e morte pelo posto de desafiante.

Blog – Os principais candidatos aparecem embolados nas pesquisas. É possível dizer quem é favorito até aqui?

Daniel – Inegável que há um leve favoritismo para o prefeito e a candidata Eliziane.

Blog – O prefeito Edivaldo tem um índice alto de rejeição. Isso pode tirá-lo da disputa ou é possível uma reversão positiva?

Daniel – Se a rejeição fosse à pessoa física do prefeito, suas qualidades humanas, seria muito grave. Mas como, aparentemente, é mais ao gestor, caberá à campanha dele desfazer essa imagem. Não irá desfazer de toda, mas pode diluir o suficiente para dar a ele mais competitividade no segundo turno.

Blog – Qual a influência do voto da deputada Eliziane Gama a favor do impeachment da Dilma na campanha dela?

Daniel – Não sei, mas não acredito que seja importante, embora as pesquisas apontem uma maioria no eleitorado a favor da presidente. Temos um longo histórico em campanhas em que assuntos federais não parecem contaminar o calor da paróquia. Basta lembrar o apoio de Lula a Roseana ou de Dilma a Gastão.

Blog – O ex-prefeito João Castelo ajuda ou atrapalha a candidatura Eliziane Gama?

Daniel – Como apoio político, ajuda. Desde que o PSDB não tente fazer da campanha da deputada uma plataforma de resgate de seu governo. Aí, seria ruim para ela.

Blog – O fenômeno Wellington do Curso é consistente ou é apenas uma bolha?

Daniel – Tem que ver o que ele representa. Minha hipótese, a ser testada, é que ele cresceu alimentado por uma demarcação de imagem diferente de todos os demais candidatos. Ele fala como se fosse de fora do campo da política, com uma história que não teve que passar na alfândega ideológica nem do Sarney, nem do governador Flavio Dino. Se for verdade essa hipótese, é um fenômeno a ser observado com atenção. Qual é o tamanho desse empuxo, não sabemos ainda.

Blog – Você acredita na candidatura do PMDB com Fábio Câmara?

Daniel – Quem dá mostras de não estar acreditando é a população de São Luis. O problema dele não é falta de qualidades pessoais, mas estar numa posição de não poder se projetar para o futuro. Ele terá que vencer a percepção de que sua candidatura está construída em algum lugar no passado.

Blog – Você vê alguma possibilidade de não haver segundo turno em São Luís?

Daniel – Eu não aposto um centavo nisso. Com essa ruma de candidatos, é virtualmente impossível.

Blog – Uma chapa Edivaldo Junior/Roberto Rocha Júnior tem quais pontos positivos e negativos?

Daniel – Se confirmada a chapa, a juventude de ambos tanto pode ser um sinal de inexperiência e fraqueza como um sinal de vitalidade e fortaleza. Cabe a eles projetar o polo positivo, em palavras e ações.

Blog – Qual é o papel que o governador Flávio Dino terá nestas eleições em São Luís?

Daniel – Aí você quer que eu adivinhe. Brincando um pouco, acho que no primeiro turno terá o papel de médico, prescrevendo remédios para assegurar que o segundo turno seja disputado por dois candidatos aliados. E no segundo turno terá o papel de enfermeiro, passando mertiolate e pomadas para acelerar a cicatrização das feridas em seu grupo.

sem comentário »

Entrevista de Roberto Rocha

6comentários

RobertoRocha

O senador eleito pelo PSB, Roberto Rocha, concedeu entrevista exclusiva ao Blog do Robert Lobato.

O ainda vice-prefeito de São Luis falou sobre o significado da sua eleição para o estado, já que é o primeiro político de oposição ao grupo Sarney a chegar no Senado Federal; as questões prioritárias que levará ao debate na Câmara Alta e a relação que terá os demais senadores do estado.

“A nossa eleição representa o sentimento de um povo que luta por mudança em seu estado. E quem representa o Estado em Brasília é o senador. Minhas prioridades serão o combate às drogas, Segurança Pública, com foco no sistema prisional e Infraestrutura. Claro, além da Reforma Política. Espero ter a melhor relação [com os senadores do grupo Sarney] quando a questão for o interesse do nosso estado“, disse.

Roberto Rocha não quis passar recibo sobre o papel que o governador eleito Flávio Dino (PCdoB) teve na sua vitória ao Senado Federal.

Perguntado sobre o assunto, Rocha foi curto e grosso: “Comecei e terminei a campanha sempre em primeiro lugar. Em nenhum momento o meu principal adversário me ultrapassou, a não ser na pesquisa imoral e desmoralizada do Ibope”, assegurou.

Ainda que evasivo em algumas questões fundamentais da entrevista, como a opinião sobre os nomes do futuros secretários do governo Flávio Dino anunciados até aqui, inclusive a indicação do ex-governador José Reinaldo pelo PSB, a campanha do Aécio Neves no estado etc, Roberto Rocha não deixou de fazer uma provocação quando perguntado sobre qual posição teria num eventual segundo mandato da presidenta Dilma. “Eu tenho um partido, e ele vai se reunir após as eleições para discutir de que forma poderá ajudar o governo Aécio Neves”.

Ao final da entrevista, o senador eleito fez um desabafo em relação ao bárbaro assassinato do advogado Brunno Matos, ocorrido na madrugada do dia 6 de outubro quando comemorava o resultado eleitoral no Maranhão.

Roberto Rocha exigiu que a governadora Roseana Sarney determine a criação de uma comissão de delegados para apurar o caso e avisa que, se preciso for, gritará por justiça no Senado Federal.

“Estamos revoltados! Aproveito para pedir a governadora Roseana Sarney que determine uma comissão de delegados para apurar, com seriedade, o caso do Brunno, pois o inquérito está se transformando num problema de saúde pública, porque fede. Não me faltará disposição, se necessário, de gritar por justiça no Senado Federal“, afirmou.

Fiquem com a íntegra da entrevista.

Blog – O que significou para o MA a sua vitória para o Senado Federal e o que o povo maranhense pode esperar do futuro senador Roberto Rocha?

Roberto – A nossa eleição representa o sentimento de um povo que luta por mudança em seu estado. E quem representa o Estado em Brasília é o senador. Portanto, nossa eleição está em perfeita sintonia com a vontade do povo, que pode esperar de mim um mandato digno, com muitas realizações.

Blog – Quais os projetos, temas e questões que o senhor pretende levar de imediato para o debate no Congresso Nacional?

Roberto – Combate às Drogas, Segurança Pública, com foco no sistema prisional e Infraestrutura. Claro, além da Reforma Política.

Blog – O senhor terá a companhia de outros dois senadores maranhenses que não fazem parte do seu grupo político. Como o senhor pretende se relacionar com eles?

Roberto – Espero ter a melhor relação quando a questão for o interesse do nosso estado. As diferenças políticas nós sabemos lidar.

Blog – Muitos creditam a sua vitória nas urnas a partir do momento que o agora governador eleito entrou de fato na sua campanha. Como o senhor avalia essa afirmação?

Roberto – Comecei e terminei a campanha sempre em primeiro lugar. Em nenhum momento o meu principal adversário me ultrapassou, a não ser na pesquisa imoral e desmoralizada do Ibope.

Blog – Como o senhor tem recebido o anúncio dos futuros secretários do governo Flávio Dino? Os partidos e políticos da coligação “Todos Pelo Maranhão” estão sendo ouvidos?

Roberto – Dos nomes anunciados até aqui, todos são dignos e merecedores da nossa confiança.

Blog – Qual a sua expectativa sobre o próximo governo que o senhor ajudou eleger?

Roberto – Vamos experimentar um novo modelo de gestão. Isso oxigena a nossa política, que está muito viciada pelo tempo. A falta de alternância de poder, necrosou o tecido social do estado. Há uma quase metástase política, cujo único remédio é o que o povo receitou nas urnas. Na dose certa, quando mudou o Governo e o Senado.

Blog – O PSB chegou a sugerir, através de nota, a indicação o ex-governador José Reinaldo Tavares para compor a equipe de secretários de Flávio Dino. O senhor concorda com essa indicação?

Roberto Na reunião do partido me manifestei favoravelmente.

Blog – O senhor foi o primeiro político do grupo de Flávio Dino a declarar apoio ao candidato Aécio Neves neste segundo turno para presidente. Como está a campanha do candidato tucano no MA?

Roberto – O que disse agora pouco sobre o Maranhão se aplica ao Brasil. O povo precisa colocar o PT na oposição, para o bem da nação.

Blog – O senhor fará oposição à presidente Dilma caso ela se reeleja presidenta?

Roberto – Eu tenho um partido, e ele vai se reunir após as eleições para discutir de que forma poderá ajudar o governo Aécio Neves.

Blog – Não obstante a sua vitória na eleição de senador, o senhor sofreu duas grandes perdas neste ano, a do ex-governador Eduardo Campos e do seu assessor jurídico Brunno Matos. O que estes acontecimentos significaram para o senhor?

Roberto – O Brunno era como um membro da minha família. Após uma grande alegria com nossa vitória, mergulhamos numa profunda e angustiante tristeza. Sobretudo pela forma selvagem como lhe tiraram o direito de viver. Foi covardemente assassinado, com requinte de crueldade. Estamos revoltados, e o mínimo que podemos fazer por ele é JUSTIÇA. Por isso estamos acompanhando de perto as investigações, e aproveito para pedir a governadora Roseana Sarney, que determine uma comissão de delegados para apurar, com seriedade, o caso do Brunno, pois o inquérito está se transformando num problema de saúde pública, porque fede. Alerto a governadora e o secretário de segurança pública para, com urgência, nomearem esta comissão de delegados, pois não me faltará disposição, se necessário, de gritar por justiça no Senado Federal.

6 comentários »

Pedrinhas, implosão e eleições

18comentários

Pedrinhas

Por Robert Lobato

O Maranhão e o Brasil acompanharam uma escalada da violência sem precedentes no sistema carcerário do estado a partir do início deste ano eleitoral, onde o ápice da barbárie foi o morte da menina Ana Clara Santos Sousa, 6, que foi queimada junto com a irmã e a mãe durante ataques de criminosos a ônibus em São Luís.

Os eventos criminosos de janeiro de 2014, ocorridos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, ganharam o mundo e denunciaram a falência de um modelo que não é exclusividade do Maranhão. Estados grandes e ricos como São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul enfrentam as mesmas mazelas.

Não existe uma causa específica, isolada, que explique o terror e a barbárie em Pedrinhas. Exite, sim, uma rede de relacionamentos ampla e perigosa que muito provavelmente envolve, além dos chefões do crime organizado, alguns figurões da política. Ou seja, as facções criminosas têm o braço delas na política e vice-versa, no que poderíamos chamar de “Networking do Crime”.

A “implosão de Pedrinhas”

Assim que foi anunciado como candidato a governador do Maranhão, o senador Lobão Filho (PMDB) deu uma declaração que gerou muita polêmica sobre o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Disse o peemedebista: “A primeira coisa que farei se obtiver a vitória nas urnas será implodir Pedrinhas”.

A oposição, que na época torcia para o aprofundamento do caos no sistema como forma de desgastar o Governo do Maranhão e a governadora Roseana, e, por conseguinte, capitalizar eleitoralmente com a crise, trataram de distorcer as palavras de Lobão Filho.

A metáfora da “implosão da Penitenciária de Pedrinhas” elaborada por Lobão durante entrevista para o jornal  O Globo foi para apresentar a proposta de, caso seja eleito, construir novos presídios e “transferir os presos para unidades agrícolas afastadas dos centros urbanos, onde os detentos terão de trabalhar, se ocupar para pagar sua estadia na prisão. A cadeia não pode continuar sendo um depósito de seres humanos, como é no Maranhão e em vários estados brasileiros”, como deixou claro mesma matéria.

As eleições

Agora com a proximidade do dia da eleição, o Complexo Penitenciário de Pedrinhas volta a ser notícia e, ao que tudo indica, novamente utilizado como instrumento de luta eleitoral.

O episódio ocorrido ontem, em que bandidos derrubaram parte de um dos muros do Centro de Detenção Provisória, pode ser apenas um de uma série de eventos que visam não somente desgastar e desestabilizar o Governo do Estado, mas atingir de morte a candidatura de Lobão Filho.

Teorias da conspiração nunca foram o meu forte, mas uma questão não pode deixar de ser formulada e levada à reflexão neste momento: será se existe uma agenda eleitoral do crime organizado para atingir em cheio o governo e candidato do “15″? Será?

Não se pode esquecer que os índices de impopularidade do governo Roseana chagaram ao ápice justamente por conta dos acontecimentos em Pedrinhas no início deste ano, como dito acima.

A verdade é que não há fatos isolados em política e muito menos durante um processo eleitoral.

E neste contexto, o Complexo Penitenciário de Pedrinhas pode servir como um sinistro cabo eleitoral de quem deseja ganhar as eleições de qualquer jeito.

“Feio em eleição é perder”, disse alguém.

Parece que levarão até as últimas consequências esta assertiva.

Lamentável!

18 comentários »

Maranhão

6comentários

maranhaoNinguém em plena lucidez e saudável das faculdades mentais pode estar satisfeito com os índices socioeconômicos apresentados pelo Maranhão, um estado de grandes potencialidades em vários setores da atividade produtiva.

Sempre sustentei que o nosso estado é uma espécie de “Brasil” dentro Brasil, uma síntese de tudo o que o nosso país possui de positivo e de negativo.

Tal como o Brasil, o Maranhão é dotado de grande espaço territorial; possui um vasto litoral; possui vários biomas e ecossistemas; uma enorme bacia hidrográfica; um povo alegre, trabalhador, hospitaleiro e empreendedor; não é afetado por grandes tragédias naturais, enfim, somos uma pequeno “Brasil” dentro do nosso país.

Mas, infelizmente, também somos igualmente vítimas de algumas mazelas sofridas pela nação: corrupção, violência, falta de política públicas no setor produtivo, pouco investimento em saneamento básico, baixa alocação de recursos para a ciência e tecnologia, sem falar que, assim como no Brasil , ainda não temos saúde e educação públicas de qualidade como exige qualquer povo que sonha em viver num grande estado ou país.

Tenho a convicção de que o Maranhão nasceu para dar certo. E dará!

Por diversas razões ainda patina nas estatísticas lamentáveis, mas, igualmente, por várias razões sairá desta situação de uma forma ou de outra.

Não há soluções messiânicas ou de promessas vazias para colocar o Maranhão em um novo patamar de desenvolvimento. A solução é pela gestão competente dos nossos diferentes recursos naturais, humanos, técnicos e científicos. E gestão competente requer política séria, com “P” maiúsculo.

A pauta para construirmos um futuro promissor para o nosso estado não é outra coisa senão… o nosso próprio estado, o nosso Maranhão. Esta é pauta!

Ao colocar o Maranhão em primeiro lugar, a nossa classe política encontrará os caminhos rumo à prosperidade para povo maranhense.

Contudo, não basta apenas querer fazer, o que, por si só, já é importante. O fundamental, porém, é saber fazer, ter a competência de reunir as melhores condições políticas, administrativas e institucionais para tocar o estado.

Não se trata apenas de “quem”, mas do melhor projeto, aquele mais viável de ser implementado a curto, médio e longo prazo.

O debate posto para 2014 é saber qual o programa de governo que tem os melhores projetos de estado, de governo e, principalmente, um PROJETO DE VIDA para os maranhenses.

O Maranhão não tem mais tempo a perder. Muito já foi feito, é verdade, mas precisamos mais. É preciso resgatar a autoestima do nosso povo, reconquistar a confiança da nossa gente e, claro, da classe política também .

Que 2014 seja o ano que o povo maranhense se reencontre com o estado.

Estamos bem próximos de dias melhores.

O Maranhão nasceu para dar certo.

E dará!

Leia mais no Blog de Robert Lobato

6 comentários »

Washington confiante

0comentário

tituloO vice-governador Washington Luiz Oliveira recebeu, nesta sexta-feira (8), da Câmara de Vereadores de Trizidela do Vale o título de cidadão honorário do município.

Em entrevista ao Blog do Robert Lobato, o líder petista deu duas declarações importantes sobre o momento político atual.

A primeira foi em relação ao Processo de Eleição Direta do PT (PED/PT), que acontece no próximo domingo (10). Washington garante que o seu grupo está animado e motivado para vencer o PED já no primeiro turno.

Segundo o vice-governador, o clima é muito bom e favorável para que o seu candidato a presidente, Raimundo Monteiro, seja reeleito já neste final de semana.

“Estou usando toda a minha capacidade política, intelectual e de articulação para mobilizar o nosso exército de militantes e vencer o PED no primeiro turno e reeleger o companheiro Monteiro neste domingo. O clima de animação é grande e muito favorável à nossa chapa. Estamos caminhado para repactuar o nosso partido e superar este quadro de guerra interna que por vinte anos tem enfraquecido o PT no Maranhão”, disse o vice-governador.

A outra declaração relevante de Washington dada ao blog foi em relação ao seu futuro político.

O petista afirmou que após o resultado do PED irá reunir com os seus companheiros, com a nova direção do partido, com o presidente nacional Rui Falcão e avaliar qual será o melhor caminho a ser seguido, ou seja, ficar no cargo de vice-governador até o final do mandato ou ser candidato a algum cargo eletivo em 2014.

“Após a nossa vitória no PED irei me reunir com os meus companheiros, com a nova direção estadual e com o presidente Rui Falcão, que será reeleito no domingo, e definir qual será a melhor decisão sobre o nosso futuro político, se permanecer no cargo de vice-governador até o fim do mandato ou se uma candidatura a cargo eletivo em 2014. Estou à disposição do partido para aquile projeto que melhor para o conjunto do PT”, disse.

Sobre o TCE, o vice-governador foi curto e direto: “Nunca fui procurado pela governadora ou qualquer agente do governo para tratar sobre TCE”.

Leia mais

sem comentário »