Caiu a ficha?

3comentários

FlavioDIno

3 comentários »

Gasto desnecessário

0comentário

FlavioDIno

Por Diego Emir

Uma das medidas mais polêmicas do governador Flávio Dino (PCdoB) neste primeiro ano de mandato foi a suspensão de um repasse mensal no valor de R$ 100 mil à Prefeitura Municipal de Bernardo do Mearim para manutenção de um hospital construído pelo Governo do Estado. O valor foi questionado porque o Ministério da Saúde não garantia esse tipo de transferência, porque era muito elevado e o Governo estaria disposto, se avaliada a necessidade, mandar R$ 70 mil, mas o Judiciário e o Ministério Público saíram em socorro da população e conseguiram rever a posição do Estado.

Fazendo-se as contas, um repasse mensal de R$ 100 mil, daria uma soma anual de R$ 1,2 milhão. Pois bem, por cinco vezes mais do que é para ser destinado a este hospital, voltado basicamente para atendimento de pessoas pobres de Bernardo do Mearim e outros municípios, o Governo do Estado está se dispondo a pagar os serviços de uma assessoria de imprensa para atuação em âmbito nacional. De acordo com edital Nº 003/2015, publicado pela Comissão Central Permanente de Licitação (CCL), a pedido da Secretaria de Comunicação Social (Secom), o Governo está disposto a pagar R$ 6 milhões ao ano para este serviço de divulgação de suas ações na mídia nacional. O valor mensal, de R$ 500 mil, daria para sustentar cinco hospitais, porém promoção pessoal é mais urgente do que tratar da saúde de gente. O governo Roseana Sarney também tinha uma empresa de assessoria de imprensa, só que o valor era de R$1,3 milhão, a qual era prestada pela CDN.

Veja o que diz o edital: O objeto da presente concorrência é a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de comunicação corporativa, para realização de assessoria em planejamento de comunicação, no relacionamento com a imprensa, na produção de conteúdo e em relações públicas, a serem realizados em território nacional, conforme especificações constantes do Projeto Básico, Anexos e Apêndices deste Edital. O valor estimado da contratação é de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais)

Vale ressaltar que o Governo do Estado já conta com duas estruturas nessa área, a Secretaria de Comunicação Social (Secom), chefiada por Robson Paz, e a Assessoria Especial de Imprensa, chefiada por Aline Louise, sendo que esta segunda foi criada justamente para cuidar da imagem pessoal do governador, cabendo à primeira os serviços de comunicação dos demais órgãos públicos.

Também está em fase de fechamento de contratos com as vencedoras – Clara Comunicação, Euroforte e Mallmann Marketing – da licitação das agências de publicidade que venceram licitação da Secom para fazer a publicidade do Governo com valor estimado em R$37 milhões. Tudo isto, no entanto, parece pouco, pois o Governo ainda necessita, como se vê, de uma assessoria especial para atuar na imprensa nacional.

E tem mais: um segundo edital, de número 04/02015 – CCL, também está recolhendo propostas na área de comunicação. “O objeto da presente concorrência é a contratação de 02 (duas) empresas especializadas em Live Marketing (Marketing Promocional) para a prestação de serviços técnicos de promoção, organização de eventos (nacionais e internacionais) e ações de marketing, para o público externo e interno, compreendendo desenvolvimento de linha criativa e layout das peças e espaços que compõem as ações, planejamento, formatação, organização, coordenação e execução, incluindo nesta o fornecimento de infraestrutura e de material, acompanhamento e implementação de apoio logístico e produção…”, diz o edital.

Leia mais

sem comentário »

Luta dos odontólogos

0comentário

HildoRocha

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB-MA) se reuniu com representantes do Conselho Regional de Odontologia (CRO-MA) para dar prosseguimento às discussões acerca de projetos de interesse da categoria. O parlamentar disse que na primeira reunião, realizada dia 21 de julho, da qual também participou o deputado estadual César Pires (DEM), foram apresentadas dez demandas dos profissionais da odontologia que estão tramitando na Câmara e no Senado. “Nos envolvemos com a causa porque são reivindicações justas de um segmento importante para o povo brasileiro porque diz respeito à saúde púbica”, destacou.

Rocha detalhou as ações efetuadas e os desdobramentos referentes a cada um dos dez itens tratados na reunião anterior e enfatizou que uma das ações mais significativas foi a reapresentação da PEC 74/2011 que já havia sido arquivada. “Fizemos mudanças no texto original, para adequá-lo à realidade atual e também para facilitar a aprovação em plenário, conforme reivindicam os profissionais dessa importante categoria”, argumentou.

O deputado disse que, nas conversas com os relatores dos demais projetos, pediu agilidade na análise e apresentação das propostas. “Algumas já foram aprovadas na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Continuarei trabalhando para que elas possam continuar a tramitação normal até entrarem em pauta para votação”, afirmou. “Os profissionais da odontologia nos apresentaram reivindicações justas, exercem papel importante no âmbito da saúde pública, são merecedores do nosso apoio. Estamos trabalhando para ajuda-los a alcançar as conquistas almejadas”, destacou Rocha.

O Presidente do Conselho Regional de Odontologia-MA, Marcos Pinheiro agradeceu o empenho do parlamentar e ressaltou que agora a categoria tem um aliado forte. “Foi uma surpresa muito grande. O deputado Hildo Rocha superou bastante a nossa expectativa. São projetos de grande interesse para os profissionais da área que tramitam há muito tempo sem avançar com a rapidez que desejamos. Felizmente, agora nós temos um grande aliado na Câmara federal”, declarou Pinheiro.

O odontólogo Ataíde Mendes Aires, ex-presidente do CRO-MA e Conselheiro Federal pelo Maranhão, também destacou o desempenho do deputado Hildo Rocha. “Eu tenho acompanhado a odontologia há bastante tempo e nós ainda não tínhamos tido êxito. Fiquei impressionado pela agilidade porque os projetos foram entregues ao deputado há bem pouco tempo e já teve um retorno. E não foi preciso a gente ir a Brasília ele trouxe aqui no Maranhão. Esperamos contar sempre com o apoio dele”, completou.

sem comentário »

Nada de festa

2comentários

SampaioxABC

O jogo com o América-MG, nesta terça-feira (8), embora venha a ser disputado no dia do aniversário de 403 anos de São Luís, nada tem de festivo para o Sampaio, pelo contrário, mais do que nunca é necessário vencer.

A partida é mais uma das decisões que tenho dito que o Sampaio fará a cada rodada pelo Campeonato Brasileiro Série B na luta para garantir o acesso à Série A. Tenho certeza que esse será o espírito da equipe nesta terça.

Na briga com os concorrentes direto neste returno, o Sampaio já levou a melhor em dois. Venceu o Vitória-BA por 1 a 0 e na última rodada arrancou o empate com o Náutico, na Arena Pernambuco, em Recife.

Na terceira colocação com 39 pontos, o Sampaio precisa mais do que nunca vencer para chegar a 42 pontos e se manter dentro do G4. Mesmo com a vitória não alcançará o líder Botafogo, mas pode retornar à confortável segunda posição.

O papel do seu torcedor será fundamental diante do América. Espero ver o Castelão lotado e uma torcida vibrante para empurrar o Sampaio a mais uma vitória em casa, até aqui foram nove vitórias em 11 jogos no Castelão. Por isso o Sampaio se tornou imbatível diante da sua torcida.

Sampaio e América você acompanha às 14h30, no Castelão, pela Rádio Mirante AM.

2 comentários »

Praça lotada

3comentários

publico

Praça Maria Aragão completamente lotada, mensagens de fé, esperança e muito louvor a Deus pelos avanços conquistados na cidade. Assim foi a primeira noite da série de shows em comemoração pelos 403 anos de São Luís, que vai acontecer até o dia 8 de setembro, promovida pela Prefeitura de São Luís. Acompanhado da primeira-dama Camila Holanda e pelo secretariado municipal, o prefeito Edivaldo participou da abertura das festas.

“Hoje damos início às comemorações do aniversário de 403 anos da nossa querida São Luís com esse belíssimo evento para a comunidade católica com o padre Fábio de Melo. Na segunda feira, estendemos o evento para a comunidade evangélica com o show ‘Terra da Adoração’, onde teremos os cantores Bruna Karla, Fernanda Brum, o Anderson Freire e outros. Paralelo a esta festa, temos também o show para o público que gosta de reggae e nos próximos dias, seguimos com programação para contemplar todos os públicos, finalizando na terça-feira, com o show de Louvação a São Luís com vários cantores da nossa terra”, disse o prefeito Edivaldo.

A programação da noite foi iniciada com a Missa em Ação de Graças pelos 403 e anos da cidade. Após a missa, os artistas locais, Guilherme Júnior e Clay Viana fizeram o show de abertura para a grande atração da noite, o padre Fábio de Melo, que visitou São Luís mais uma vez.

“É uma alegria muito grande comemorar esse aniversário de São Luís e lembrar a todos desta linda cidade o significado da cidadania, que está intimamente ligada com o ser cristão, com termos a oportunidade de fazer o bem ao próximo, a nós mesmos e de cuidar daquilo que é nosso, do lugar que vivemos”, disse o padre Fábio de Melo.

Ontem foi a noite do show Mix, de artistas locais apresentando repertório variado, como pagode, forró, sertanejo, pop rock e brega.

Programação

As festividades do aniversário da cidade prosseguem nesta segunda-feira (7), é a vez do público evangélico comemorar com o show “Terra da Adoração”. Entre as atrações confirmadas, Anderson Freire, Maurício Paes, Bruna Karla, Fernanda Brum e atristas locais.

Na terça-feira (8), dia do aniversário de São Luís, haverá apresentação do espetáculo “Louvação a São Luís”, na Praça Maria Aragão, com os atristas locais Fernando de Carvalho, Mano Borges, Flávia Bittencourt, Mila Camões, Rosa Reis, Tiago Maci, Patativa, Cadu Riebiro, Mário Fernando e Grupo Lamparina. Na quarta-feira (9), terá início o Festival Internacional do Folclore. As apresentações culturais começam as 16h, ao lado da Igreja do Desterro.

3 comentários »

Destaque na Veja

0comentário

Monique

Justiça com as próprias luvas…

Ao ter o celular roubado, a lutadora de jiu-jítsu do Maranhão correu atrás do assaltante e o imobilizou no chão com um golpe de luta. Até que a polícia chegasse, ela não deixou a multidão atacar o rapaz. Monique Bastos é destaque na edição desta semana da Revista Veja.

Veja – Qual é a sensação de bater num bandido que fez mal a você?
Monique – De dever cumprido. Minha reação foi motivada pela indignação. Foi a segunda vez que me assaltaram e que reagi. Da primeira, também tive o celular leva­do. Corri atrás de dois moleques e arranquei o aparelho da mão de um deles.

Veja – O que acha de quem é contra o ato de fazer justiça com as próprias mãos?
Monique – Acho correto. Não se deve pagar da mesma forma. Agi pelo instinto de defesa, mas esperei a polícia. O rapaz era mais magro que você e não estava armado. Se a situação não fosse essa, partiria para o ataque do mesmo jeito? Não.

Veja – Como conseguiu pegá-lo?
Monique – Derrubei a moto em que eles estavam; eram dois. Um conseguiu fugir, mas agarrei o que estava pilotando. Levei o sujeito para a calçada e o imobilizei com um estrangulamento. Depois, eu o derrubei no chão e apliquei um golpe do jiu-jítsu, o triângulo invertido, que é quando o lutador joga as pernas por cima do pescoço do oponente, trava o braço esquerdo dele e pressiona com as pernas até quebrar o braço do cara ou causar um desmaio.

Veja – Você estapeou o rosto dele várias vezes. Acha que se excedeu?
Monique – Só fiz isso porque ele estava rasgando minhas coxas com as unhas. Avisei que, se ele não parasse, eu o apagaria.

Veja – Por que não deixou a turba agredi-lo?
Monique – Quando vi aquelas pessoas xingando, tentando chutá-­lo e até com facão na mão, fiquei com o coração mole para o lado do meliante.

Veja – Teve dó?
Monique – Não sou boa bisca; sempre bati nos moleques folgados da escola. Mas não foi uma questão de ter dó: aquela situação só a polícia poderia resolver. O que fiz foi segu­rá-lo por vinte minutos. Chamou Jesus, a mãe, o pai e até a polícia.

Leia mais

sem comentário »

Isolado

3comentários

FlavioDIno

O governador Flávio Dino (PCdoB) resolveu mesmo tomar atitudes no mandato totalmente diferentes do que pregava quando candidato. E uma das conseqüências mais marcantes desta postura é o isolamento em relação às várias categorias de servidores públicos estaduais.

O funcionalismo maranhense votou em massa no governo, por causa de declarações favoráveis à categoria. Mas Dino mudou completamente o discurso ao assumir o mandato, e hoje é visto com reserva por todas as categorias.

Os policiais militares criticam o governador pela falta de diálogo e de investimentos em Segurança Pública. Ele ainda tentou criar mecanismos em favor dos PMs, mas tem se posicionado cada vez mais contrário quando pressionado pela opinião pública em razão de ações da tropa.

Outro grupo de servidores em conflito com o comunista é o de servidores do Judiciário. Flávio Dino resolveu protelar uma decisão já transitada em julgado para evitar pagar os 21,7% a que a categoria tem direito – já confirmado, inclusive, pelo Supremo Tribunal Federal. O sindicato que reúne a categoria ameaça, agora, a decretação de uma greve em razão da atitude do governo.

Flávio Dino também não tem sido visto com bons olhos pelos profissionais da área de saúde. Desde que assumiu, Dino fechou hospitais, reduziu vantagens de médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde. E o serviço no setor tem sido cada vez mais desgastante, ao contrário do que ocorria no governo passado.

A postura do governador tem começado a isolá-lo no Palácio dos Leões, com a revolta cada vez maior dos servidores que cuidam do funcionamento da máquina estatal. E que tinham em Dino uma esperança agora frustrada.

Coluna Estado Maior, O Estado do Maranhão

3 comentários »