Saúde em crise

0comentário

CarlosMacieira

Por Ricardo Murad

Má gestão, corrupção e incompetência revelam o caos em que se encontra os hospitais do estado.

No Hospital Carlos Macieira, o maior hospital de alta complexidade do Maranhão, construído, equipado e estruturado dentro do maior programa de saúde pública do país, o Saúde é Vida, responsável pelo atendimento de todos os pacientes graves do Estado, com equipamentos de ponta, iguais aos maiores hospitais do país que realiza cirurgias e procedimentos nunca antes realizados no estado, está parado porque não fizeram manutenção no sistema de ar condicionado.

É impressionante a incapacidade de Flávio Dino. O sistema de ar condicionado do HCM é altamente sofisticado e necessita de manutenção permanente e especializada.

A situação é de calamidade e as autoridades precisam agir.

sem comentário »

Caminhada do MAC

2comentários

MAC

Começou a hoje, a caminhada do MAC rumo à primeira divisão do futebol maranhense. Na abertura do Campeonato Maranhense da segunda divisão, o MAC não encontrou dificuldade para fazer 4 a 0 no Americano, no Estádio Castelão com gols de Helton, Kléo (2) e André.

No outro jogo, o Boa Vontade venceu o Babaçu por 2 a 1. Gilson marcou para o Babaçu. Marlon e Mazinho fizeram os gols da virada do BV.

A próxima rodada será na quarta-feira. O Maranhão pega o Babaçu, às 16h, no Castelão. No sábado serão disputados mais dois jogos: Americano x Boa Vontade, em São Luís e Marília x Babaçu, em Imperatriz.

A competição será disputada em dois turnos. Os campeões decidirão o acesso à primeira divisão em 2016. Se uma mesma equipe vencer os dois turno será campeã e garantirá o acesso.

Foto: Biaman Prado

2 comentários »

Praças revitalizadas

2comentários

EdivaldoHolandaJunior

O prefeito Edivaldo realizou a entrega de duas praças completamente reformadas na tarde deste sábado (12). Os espaços beneficiarão moradores da Cohab, que agora contam com duas áreas de lazer revitalizadas. A reforma das praças Ruy Frazão e Renascer, localizadas no bairro Cohab Anil II, faz parte da política municipal de recuperação do paisagismo urbano, coordenada pelo Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur).

Com ações como essa, o poder público municipal visa à retomada e à reestruturação dos espaços públicos urbanos para promoção de mais qualidade de vida à população ludovicense. O prefeito Edivaldo enfatizou que essa é uma atividade que vem sendo executada com a colaboração dos membros da comunidade.

Praca

“São os cidadãos os verdadeiros donos do espaço público. Com iniciativas como essa, desenvolvidas com a parceria da comunidade, estamos trabalhando para resgatar na população esse sentimento de pertencimento, que reflete no cuidado com o meio ambiente e com os espaços públicos. O que nós desejamos com isso é que São Luís seja uma cidade cada vez mais bonita e bem cuidada pelos moradores”, destacou o prefeito Edivaldo.

A revitalização das praças integra as ações do Programa “São Luís, Cidade Jardim”, desenvolvido pelo Impur. De acordo com o presidente do Instituto, Luiz Carlos Borralho, a recuperação dos logradouros públicos compõe o plano de ação que estabelece a retomada dos espaços públicos pelas famílias do seu entorno. “O prefeito Edivaldo entende que parques e praças são espaços de lazer, convivência e prática esportiva. Por isso, estamos construindo e reformando equipamentos públicos como este para garantir maior bem estar no dia a dia da população”, destacou.

Foto: Honório Moreira

2 comentários »

Pesquisa em São Luís

2comentários

candidatos

O Instituto Escutec divulgou nova pesquisa mostrando os quadros para a sucessão eleitoral em São Luís. Em dois cenários feitos com candidatos que já anunciaram o interesse em entrar na disputa mostra que o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) cresceu em relação ao levantamento anterior e passou o ex-prefeito João Castelo que apareceu anteriormente em segundo. Eliziane Gama (PPS) continua aparecendo na frente.

A pesquisa foi feita nos dias 10 e 11 deste mês, ouvindo 807 pessoas. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança, de 95%.

No primeiro cenário, a Escutec perguntou em quem o eleitor votaria se as eleições fossem hoje para a prefeito de São Luís. A deputada Eliziane Gama aparece com 28,7%, seguida pelo prefeito Edivaldo Júnior com 20,6%. O ex-prefeito João Castelo (PSDB) obteve 16,5% dos votos dos entrevistados, Roberto Rocha (PSB) com 9,2%, Rose Sales (sem partido) com 6,7% e Ricardo Murad (PMDB) com 4,6%.

Ainda neste primeiro cenário, aparece Saulo Arcangeli (PSTU) com 1,4% e Antônio Pedrosa (PSOL) com 1%. Votaram na opção “nenhum dos candidatos”, 3,6% dos entrevistados e 7,8% disseram que não sabem ou não responderam.

No segundo cenário, o ex-prefeito João Castelo foi substituído pelo deputado Neto Evangelista e o senador Roberto Rocha pelo secretário Bira do Pindaré (PSB). Com isso, Eliziane Gama obteve 30,1% a opinião dos entrevistados. O prefeito Edivaldo Júnior aparece de novo em segundo com 23,5%. O tucano Neto Evangelista aparece com 8,2%.

Bira do Pindaré aparece com 8,1% seguido por Rose Sales com 7,4%, Ricardo Murad, 5%, Saulo Arcangeli, 1,9% e Pedrosa 1,5%. “Nenhum dos candidatos” somou 3,1% e “não sabe ou não respondeu”, 11,3%.

Segundo turno

Na pesquisa Escutec, foram feitos cinco cenários para o segundo turno. No primeiro, a disputa seria entre Eliziane Gama e Edivaldo Júnior. Ela venceria, se as eleições fossem hoje, com 47,7%. Edivaldo Júnior aparece com 26,3%. “Nenhum dos candidatos”, 9,9 e “não sabe”, 16,1%.

No segundo cenário, a disputa é entre Eliziane Gama e João Castelo. Ela contabilizou 48,2% da opinião dos entrevistados. O tucano ficou com 22,1%. %. “Nenhum dos candidatos”, 13% e “não sabe”, 16,7%.

No terceiro cenário, a disputa é Eliziane e Roberto Rocha. Ela venceria com 50,1% e Rocha aparece com 19,7%. “Nenhum dos candidatos”, 13,3% e “não sabe e não respondeu”, 17%.

Em outro cenário, a disputa foi colocada entre o prefeito Edivaldo Júnior e o ex-prefeito João Castelo. Edivaldo venceria as eleições com 36,2% e Castelo ficaria com 31,5%. “Nenhum deles” somou 14,6% e “não sabe ou não respondeu”, 17,7%.

No último cenário para segundo turno, aparece Edivaldo Júnior com 38,8% contra 21,9% do senador Roberto Rocha. “Nenhum deles somou 16,6%” e “não sabe”, 22,7%.

Rejeição

No levantamento da Escutec, foi questionado ainda em quais candidatos o eleitor não votaria. No primeiro cenário, Edivaldo desponta com 36,3% das opiniões. Em segundo, aparece o ex-prefeito João Castelo, com 15,9%.

Ricardo Murad vem em seguida, com 12,1% de rejeição dos entrevistados. Roberto Rocha aparece com 7,6%, Eliziane, 4,8%, Arcangeli, 4,2%, Pedrosa, 3,5% e Rose Sales, 2%. “Em nenhum deles” somou 2,7% e “não sabe”, 10,9%.

No cenário dois em relação à rejeição dos candidatos, Edivaldo Júnior aparece com 38,8%, seguido por Ricardo Murad, com 15,9%. Bira do Pindaré obteve 6,1% e Neto Evangelista, 5,5%. Pedrosa vem com 4,8%, Saulo Arcangeli com 3,6%, Eliziane, 3,3% e Rose Sales, 2,9%. “Em nenhum dos candidatos” somou 3,2% e “não sabe ou não respondeu”, 16%.

O Estado

2 comentários »

Meta superada

0comentário

EdivaldoHolandaJunior

A Prefeitura de São Luís superou a meta determinada pelo Ministério da Saúde (MS) para a campanha de vacinação contra a paralisia infantil, encerrada no dia 31 de agosto passado. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), foram vacinadas cerca de 70 mil crianças, com idades entre seis meses a menores de cinco anos, o que representa 98,61% de cobertura vacinal na capital maranhense.

Na avaliação da secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, a colaboração da população foi fundamental para os resultados. “Por determinação do prefeito Edivaldo, empenhamos todos os esforços na realização da campanha, e os pais entenderam que a vacina é importante para garantir a saúde das crianças e manter a pólio fora da nossa realidade. Os postos de vacinação registraram grande procura e, assim, temos agora quase 100% do público alvo vacinado”, afirmou.

A campanha iniciou no dia 15 de agosto e, para garantir o cumprimento das metas, a Semus mobilizou uma grande estrutura na rede municipal de saúde, disponibilizando a vacina contra a poliomielite em 63 unidades, distribuídas por toda a cidade. Além disto, fez a sensibilização das famílias para levar as crianças no Dia D (22 de agosto) aos postos fixos e volantes, instalados em São Luís.

Desde 1990, não há registros de casos de paralisia infantil, mas a vacinação é realizada anualmente para manter a situação de erradicação.
Durante toda a campanha, a Semus orientou os pais a levarem o cartão de imunização da criança para a identificação do correto cumprimento do cronograma estabelecido pelo calendário nacional. Nos casos em que foi identificada a falta de alguma vacina, os técnicos foram orientados a fazer a aplicação da dose necessária.

Todas as vacinas do calendário nacional de vacinação da criança estão disponíveis nos postos de saúde.

sem comentário »