Outubro Rosa

3comentários

EdivaldoHolandaJunior

O programa Todos por São Luís deste sábado (3), no Coquinho, zona rural do Município, foi marcado pelo lançamento da campanha Outubro Rosa, de prevenção contra o câncer de mama e colo do útero. O lançamento é fruto da parceria entre a Prefeitura e governo do Estado, que proporcionou pela primeira vez no programa os serviços da carreta da Mulher e o laboratório de exames de mamografia.

O prefeito Edivaldo participou da culminância do evento durante a manhã deste sábado, acompanhado da primeira-dama do Município e coordenadora geral do programa Todos por São Luís, Camila Holanda, pela secretária de Estado da Mulher, Laurinda Pinto,  do secretário adjunto estadual de Saúde, Carlos Lula e da vereadora Bárbara Soeiro (PMN).

“Nós estamos iniciando oficialmente hoje aqui no Coquilho esta força-tarefa de ações, de sensibilização e mobilização, porque entendemos que os exames, a prevenção e o conhecimento são métodos eficazes e que devem ser disseminados. Estamos empenhados neste trabalho de conscientização e no cuidado integral da saúde feminina, durante a campanha do Outubro Rosa, mas também no dia a dia em nossa rede”, comentou o prefeito Edivaldo.

Nesta primeira etapa da campanha Outubro Rosa, foram distribuídas senhas para mulheres com idade superior a 50 anos para realização de exames na carreta da mamografia. Na Carreta da Mulher, técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) procederam atendimentos para exame preventivo (papanicolau), consulta clínica em geral, além das palestras sobre a prevenção do colo do útero e da mama, e esclarecimentos da Lei Maria da Penha.

Além da comunidade do Coquilho, a edição do Todos por São Luís deste sábado atendeu moradores de cerca de dez comunidades da zona rural, como Andiroba, Mato Grosso, Cajupari, Cajupe, Santa Clara, Vila Conceição e Tajupuru, além do Coquilho I e II.

3 comentários »

Pergunta de Gastão

1comentário

GastaoVieira

1 comentário »

Cidade do Livro

3comentários

Edivaldo

O prefeito Edivaldo lançou oficialmente a 9ª Feira do Livro de São Luís nesta sexta-feira (2), na Casa do Maranhão, destacando sua alegria por esta retornar à Praia Grande. Com o tema “Cidade Livre, Cidade do Livro”, o maior evento literário do Maranhão segue até o dia 11 no Centro Histórico.

“A feira contribui de forma significativa para a ampliação do saber da população. Nela celebramos a inteligência de nosso poetas e escritores que aqui buscaram e buscam a excelência intelectual que confere orgulho a todos os nossos conterrâneos. Esta feira busca honrar nossas tradições culturais, pretende ser uma justa homenagem ao encontro de artes, artistas, escritores, intelectuais e público”, disse o prefeito, ressaltando a tradição poética e cultural de São Luís.

Secretários de estado e do município de São Luís, poetas, escritores, intelectuais, diretores de instituições parceiras na realização da 9ª FeliS e um grande público formado sobretudo por jovens lotaram o principal salão da Casa do Maranhão para prestigiar a abertura oficial do evento. O grupo Circo na Rua foi uma das atrações artísticas da abertura da feira, que contou ainda com a participação da banda do Projeto Orquestrando a Vida, mantido através de parceria do Sesc com a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Edivaldo1

Pela primeira vez, uma mulher é patrona da feira: a professora de História da Universidade Estadual do Maranhão, Lourinha Lauande Lacroix. Nesta edição, serão homenageados os escritores Mário Meireles, Alberico Carneiro, Mary Ferreira e Raimunda Frazão.

Para o curador da 9ª FeliS, o poeta e jornalista Fernando Abreu, a definição do patrono e homenageados está em sintonia com o tema da feira: Cidade Livre, Cidade do Livro. “São pessoas que de alguma forma têm trabalhos que contribuem para este futuro que queremos alcançar e que a feira pretende colaborar para isso”, disse o curador.

O prefeito Edivaldo mencionou a importância da justa homenagem ao escritor e historiador Mário Meireles (in memoriam), na solenidade de abertura representado pelas filhas, nesta edição da FeliS. “A feira se reveste de grande importância para a formação da cidadania por colocar a cultura ao alcance de todos. Para além de eventos como este, nossa gestão está imbuída do compromisso de incentivar a leitura dentro e fora do ambiente escolar”, disse Edivaldo.

Fotos: Maurício Alexandre

3 comentários »

Arbitragem desastrosa

10comentários

SampaioeBotafogo

O árbitro do Distrito Federal, Rodrigo Batista Raposo foi sem dúvida o principal personagem do tão esperado duelo entre Sampaio e Botafogo, no Estádio Castelão. Pela arbitragem que fez merece tomar uma geladeira da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Ele foi tecnicamente muito mal. Dos quatro gols da partida falhou nos dois do Sampaio. Em ambos o atacante Jheimy estava impedido. No primeiro então, o bandeirinha ficou parado ao ver a irregularidade, mas foi concencido pelo árbitro que não havia nada irregular.

O árbitro falharia também no segundo gol de Navarro que estava à frente dos zagueiros do Sampaio quando cabeçeou para o fundo do gol. Portanto, Rodrigo Batista Raposo validou três gols irregulares e deve ser punido pela Comissão de Arbitragem da CBF pelos erros tão graves.

Mas por outro lado deixou de marcar dois pênaltis para o Sampaio. O primeiro foi indiscutível. Renan Fonseca perdeu o tempo na jogada e usou a mão para tirar a bola num lance que não daria mesmo em nada. O outro lance foi no segundo tempo numa blitz Tricolor e que Giareta também colocou a mão na bola dentro da área.

Além disso, Rodrigo Batista Raposo inverteu algumas faltas e deixou de marcar outras. Foi ruim para as duas equipes. Na parte disciplinar não teve maiores problemas porque as duas equipes até ajudaram e disputaram as jogadas de forma legal.

Vale aquele velho ditado, quando um árbitro aprece no jogo é porque ele foi mal demais.

Foto: De Jesus/ O Estado

10 comentários »

Respirando Sarney

5comentários

Tem gente que só pensa mesmo no Sarney.

No perfil do governador Flávio Dino (PCdoB) no Facebook ao homenagear a cidade de Cururupu que hoje completa 174 anos, a equipe de FD troucou o nome por Curupu.

Curupu uma ilha da Raposa é lá que está a residência de veraneio da família Sarney.

Que coisa gente!!!

FlavioDino

Foto: Reprodução/Facebook

5 comentários »

Filiação ao PV

2comentários

RoseSalesPV

Militantes e lideranças do Partido Verde (PV) celebraram ontem, no auditório do Complexo de Comunicação da Assembleia Legislativa, a largada à corrida eleitoral de 2016 em São Luís, com a filiação da vereadora Rose Sales, pré-candidata à Prefeitura da capital, e mais de 50 pré-candidatos à Câmara Municipal. O evento foi presidido pelo deputado federal Sarney Filho, presidente estadual da sigla.

Os deputados estaduais Adriano Sarney e Hemetério Weba (líder do PV na Assembleia), assim como o vice-presidente estadual Washington Rio Branco, compareceram ao evento. Na ocasião, foi anunciada a filiação, que deve ocorrer na próxima semana, do pré-candidato à prefeitura de Paço do Lumiar pelo PV, Caetano Jorge.

Em seu discurso, Rose Sales destacou vários pontos de sua história na política e da afinidade com o partido. “Coloco o meu nome à disposição do povo de São Luís com a nossa competência, história de luta, compromisso político e disposição para trabalhar. Por isso eu não vim para o PV com o único intuito de disputar a Prefeitura. Não é sede de poder ou por status. Vim para o PV para contribuir com a cidade e o Maranhão e colocar o meu nome como alternativa para a população”, declarou.

“Nós precisamos da mulher na política. E é com satisfação que recebemos a nossa pré-candidata a prefeita de São Luís, Rose Sales. O PV é um partido independente e nós estamos de mãos dadas pelo progresso do Maranhão”, destacou o deputado estadual Hemetério Weba.

Durante a cerimônia, o deputado Adriano Sarney falou da satisfação do PV com a filiação da vereadora Rose Sales. “Nós estamos contentes com o que pode vir a ser, que é ter uma prefeita ‘verde’ e uma grande bancada de vereadores ‘verdes’ em São Luís”, disse o parlamentar.

Municípios

Indagado se esse projeto se estende a outros municípios, disse: “Teremos candidatos próprios nos maiores colégios eleitorais do estado ou apoiaremos candidatos destas regiões, mas, de antemão, além de São Luís, teremos candidatos às eleições majoritárias própria em Paço do Lumiar e Raposa. Nós temos mais de 100 vereadores filiados em todo o estado e mais de 20 prefeitos e pretendemos aumentar cada vez mais, porque o PV é um partido leve, que tem bandeira, marca global, e eu tenho certeza absoluta de que essas metas serão atingidas”.

Questionado sobre as possibilidades da pré-candidata no pleito de 2016, o deputado mostrou-se otimista. “Eu tenho convicção de que Ro­se Sales tem grande potencial para levar a eleição em São Luís para o se­gundo turno. Ela conta com um eleitorado expressivo e uma baixa rejeição. Some-se a isso a falta de base política de alguns pré-candidatos, que, aparentemente, aparecem em pesquisas na frente de Rose Sales. E então ela, agora, deu um passo fundamental, que é estabelecer um partido e, a partir daí, deslanchar essa campanha. A Rose Sa­les tem condições de promover um primeiro turno bem competitivo e, em um segundo turno, teremos muito mais chances”, declarou.

O deputado federal Sarney Filho destacou a trajetória política de Sales. “Ao contrário de outras candidaturas e de outros prefeitos eleitos de São Luís, Rose Sales não veio de cima para baixo. Ela despontou do seu trabalho, esforço, competência, envolvimento com os grupos que hoje a apoiam. A trajetória dela é de coragem e de afirmação”, assinalou.

Foto: Flora Dolores/ O Estado

O Estado

2 comentários »

Justiça no fim

4comentários

Sampaio

A derrota teria sido mais uma daquelas injustiças que estamos acostumados de ver nos jogos de futebol. Se tivesse que apontar um vencedor no confronto entre Sampaio e Botafogo diria que seria o time maranhense, mas a partida desta sexta-feira, no Castelão terminou empatada por 2 a 2.

O Sampaio foi uma equipe forte e surpreendente. Adotou um ritmo altíssimo logo que a bola rolou e se manteve no ataque até conseguir o gol de empate quando tudo já parecia perdido.

Apesar do excelente início quem primeiro marcou foi o Botafogo. Neílton aproveitou cruzamento de Diego e aproveitou o vacilo do goleiro Rodrigo que demorou sair do gol para fazer 1 a 0 para Fogão.

Mesmo com o gol carioca, o Sampaio não diminuiu o ritmo até aparecer o goleirão Jeferson com duas defesas milagrosas mostrando porque é o titular da Seleção Brasileira. Além disso, o árbitro deixou de marcar um pênalti claro de Renan Fonseca que colocou a mão na bola.

No segundo tempo, o Sampaio continuou mandando no jogo até empatar num gol polêmico em que Jheimy estava impedido, após falha do goleiro Jeferson que deixou a bola escapar das mão.

O Botafogo jogava por uma bola e num contra-ataque rápido, outra vez Diego desce pela direita e cruza com perfeição na cabeça de Navarro para fazer 2 a 1.

Mesmo com o segundo gol do Botafogo, o Sampaio continuou acreditando que era possível buscar o resultado e na base da pressão acabou empatando com Edimar aos 50 minutos fazendo de qualquer forma justiça ao excelente futebol apresentado pelo Tricolor.

Com o resultado, o Botafogo segue na liderança com 56 pontos. O Sampaio é o sexto colocado com 46 pontos e volta a jogar na terça-feira, às 21h10, contra o Luverdense.

4 comentários »