Crítica a Dino

8comentários

AndreaMurad

A deputada Andrea Murad (PMDB), após 15 dias em tratamento de saúde, usou o grande expediente desta terça-feira (13) para fazer uma avaliação sobre as atuações do governo nas últimas semanas. Ela citou o caso da prisão de João Abreu, a pancadaria contra professores em Barra do Corda, a inércia do governador sobre os casos de propinas envolvendo Simone Limeira e Luiz Júnior na Saúde e o uso de helicópteros do GTA para assuntos administrativos do governo.

“Eu sou a favor das secretarias e dos secretários utilizarem helicóptero. Não tem problema nenhum. Agora sou contra Márcio Jerry chegar em chácara, escondido às nove horas da noite, com helicóptero do GTA. E aí todo mundo acha normal! Quero saber se o helicóptero do GTA é para estar com Marcos Pacheco, que foi de helicóptero do GTA para Santa Inês. Também quero saber se o helicóptero do GTA é para estar com Simone Limeira, aquela da propina. Ou deveria estar atrás de bandidos e combatendo a criminalidade”, discursou a deputada.

A parlamentar também criticou duramente o aumento dos impostos e o polêmico favorecimento de Márcio Jerry na secretaria de Assuntos Políticos. Para Andrea Murad, o aumento do ICMS é desnecessário para o governo e um grande peso para a população, servindo apenas para aumentar os cargos comissionados, principalmente, para secretarias como a do titular Márcio Jerry que em 2016 terá recursos em dobro no orçamento do Estado.

“Diminui o Orçamento da Casa Civil, humilha Marcelo Tavares mas dá superpoderes ao já superpoderoso Márcio Jerry fazer o quê? Nada. Porque essa Secretaria de Márcio Jerry não serve para nada a não ser para ter cargos, para dar emprego e fazer esse tipo de baderna no Estado. Porque a verdade é essa. Depois diz que eu persigo, mas Márcio Jerry é um grande baderneiro. Usa a secretaria de articulação política para isso, para fazer baderna, ele vai aos municípios, ele incita a violência nas pessoas, ele não aceita que o Governo receba críticas, ele não aceita ninguém que tenha um pensamento contrário ao do Governo”, afirmou a deputada.

8 comentários »

Transporte público

1comentário

ElizianeGama

A deputada federal Eliziane Gama (Rede) manifestou indignação por causa das condições do transporte público em São Luís-MA.

Através das redes sociais, a deputada maranhense falou sobre o risco iminente que a população sofre devido o sucateamento da frota de ônibus que circula na capital maranhense.

No fim de semana, um ônibus perdeu o eixo traseiro quando trafegava em pleno Centro da cidade, e por pouco não causou um grave acidente. “Não se pode esperar uma tragédia em São Luís para se resolver o problema do transporte”, alertou Gama.

No mês passado, a deputada Eliziane, que é membro da Comissão do Consumidor (CDC) da Câmara dos Deputados, se reuniu com a Promotora de Justiça de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti para tratar sobre o sistema de transporte da capital.

Na oportunidade, a Promotora de Justiça de Defesa do Consumidor falou sobre as ações desenvolvidas pelo Ministério Público e lamentou a ausência de cumprimento das decisões judiciais e a falta de ação da atual gestão municipal. Para ela, as condições e o sucateamento dos veículos representavam uma tragédia anunciada.

“Nós estamos brigando há mais de três anos. A maior preocupação é com a perda de vidas, já que só nos últimos dias registramos dois acidentes por causa de problemas mecânicos dos veículos. É uma tragédia anunciada!”, relatou a promotora de justiça.

Eliziane já fez pedido à CDC de realização de debates sobre transporte público e mobilidade urbana no país.

No Plenário da Câmara dos Deputados, a parlamentar abriu o debate sobre mobilidade urbana nas capitais brasileiras e informou que realizará uma audiência pública para discutir transporte público em São Luís.

Eliziane defende que a população seja respeitada e tenha a garantia deste direito tão fundamental que é o transporte público de qualidade. “O consumidor brasileiro tem direito a ter um serviço público de qualidade”, afirmou.

1 comentário »

Greve no Judiciário

0comentário

Grevegeral

Na manhã desta terça-feira (13), os servidores do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão juntamente com o Sindicato dos Servidores da Justiça (Sindjus-MA) iniciaram a greve geral por tempo indeterminado pelas Perdas Inflacionárias no índice de 6,3%, com efeitos retroativos a janeiro de 2015.

Na capital, São Luís o movimento está concentrado em frente ao Tribunal de Justiça, na Praça D. Pedro II, Centro. Já nas comarcas, a concentração dos servidores é na porta dos fóruns.

Durante o movimento de greve, funcionará apenas um efetivo de 30% dos servidores para atendimento aos serviços essenciais como direito à vida e liberdade.

A assessoria jurídica do Sindjus-MA ajuizou hoje mandado de segurança preventivo contra o corte de ponto dos servidores que aderirem à greve geral pelo pagamento da reposição constitucional e anual das perdas inflacionárias da categoria, como também no intuito de obter a declaração da legalidade do movimento paredista dos servidores do Judiciário maranhense. O Sindjus-MA também pediu a suspensão dos prazos processuais em razão da Greve.

O Sindjus-MA convoca todos os servidores para estarem amanhã novamente reunidos em frente ao Tribunal de Justiça, a partir das 8h da manhã, e nas comarcas do Maranhão na porta dos fóruns.

Foto: Sindjus

sem comentário »

Repercussão na Câmara

0comentário

HonoratoFernandes

O vereador Honorato Fernandes (PT) pediu um minuto de silêncio, antes do seu pronunciamento na sessão desta terça-feira na Câmara Municipal em memória à líder comunitária e companheira do Partido dos Trabalhadores (PT), Ana Claudia Barros, de 53 anos que foi assassinada na última sexta-feira (10). O vereador também pediu a apuração do caso e punição dos culpados.

Ela foi morta no terraço de casa, na Vila Luisão, por dois homens que estavam em motocicleta e disparado. Ela foi atingida por dois tiros e morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi.

O delegado Carlos Alberto Damasceno, do 7º Distrito Policial (DP), informou que a mulher teria registrado um boletim de ocorrência, dias antes, denunciando um traficante que atua na área. A suspeita é de que o crime seja uma represália às denúncias.

Um homem identificado por Francisco das Chagas Sousa e que seria o dono da Moto utilizada no crime está preso suspeito de participar da execução da líder comunitária

O vereador Honorato Fernandes pediu a apuração do caso e punição dos culpados. Ele prometeu acompanhar o caso junto à Secretaria de Segurança Pública.

sem comentário »

Segurança frágil

2comentários

EdilazioJunior

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) apontou hoje (13), durante um aparte ao discurso de Andrea Murad (PMDB), na Assembleia Legislativa, a fragilidade do sistema de Segurança Pública do Maranhão, comandado pelo secretário Jefferson Portela (PCdoB).

Andrea criticava na tribuna, a prisão – classificada pela oposição de política -, do ex-secretário-chefe da Casa Civil, João Abreu -, quando Edilázio se manifestou sobre o tema.

“Realmente é uma piada quando a gente fala em relação a Segurança Pública do nosso estado, com relação à prisão do ex-secretário, doutor João Abreu. Fizeram aquela espetacularização toda na porta do prédio dele, com revistas em carros. O comandante geral chegou a revistar carros e pedir para adentrar outros apartamentos. O secretário de Segurança mostrou tamanha fraqueza do serviço de inteligência, ao afirmar, em Timon, que ele [João Abreu] somente sairia do prédio preso. Ele não sabia que o ex-secretário não estava no prédio, mas sim em São Paulo”, afirmou.

O parlamentar criticou também, a postura da Polícia Civil no ato da prisão. “Desde o momento em que o ex-secretário desceu do avião, havia um agente da Polícia Civil filmando com o seu celular. Eu quero perguntar se é esse o procedimento da polícia, de tentar constranger as pessoas. Queria saber se é procedimento esse tipo de filmagem e qual o objetivo”, pontuou.

Edilázio também falou do elevado índice de violência na Região Metropolitana de São Luís, a exemplo dos assaltos registrados por celulares, na área do Jaracati.

“Foi tão somente as imagens dos assaltos começarem a circular em grupos de WhatsApp e nos blogs, para no outro dia a polícia estar lá e o secretário de Segurança informar: ‘já sabemos quem são os assaltantes’. Se eles sabem quem são os assaltantes daquela área por que precisou repercutir para ocorrer um ato da polícia? Me pergunto: se não tivessem filmado ele teria tomado alguma atitude? Creio que não”, finalizou.

2 comentários »

Vistoria em Ribamar

0comentário

GilCutrim

O prefeito Gil Cutrim (PDT) vistoriou as obras de pavimentação de oito vias do Cohabiano, bairro ribamarense localizado na região limítrofe com a capital São Luís, e de construção da arquibancada do Parque Municipal do Folclore Therezinha Jansen, importante espaço cultural situado na orla marítima da sede de São José de Ribamar.

Acompanhado de lideranças políticas e comunitárias do município, Cutrim fez questão de conversar com os moradores do Cohabiano, ouvir suas reivindicações e ratificar o compromisso de que, com o apoio do Governo do Estado, novas ações de infraestrutura serão implementadas nesta região da cidade.

“O Cohabiano existe há mais de 15 anos e essa é a primeira vez que um prefeito executa obras de pavimentação no bairro. O Gil assumiu o compromisso e o está cumprindo”, disse o comerciante Irinaldo Batalha.

Avaliação semelhante fez a dona de casa Brenda Gonçalves, também moradora do bairro. De acordo com ela, a região limítrofe de São José de Ribamar começa a viver um novo momento com as obras de pavimentação que estão sendo executadas pela Prefeitura.

Arquibancada – A obra da arquibancada do Parque Municipal do Folclore Therezinha Jansen sofreu paralisação devido ao fato do Governo Federal ter suspendido os repasses ao município para execução da mesma.

Desde o mês passado, os trabalhos foram retomados após o prefeito ter conseguido, junto à União, liberar parte dos recursos.

Durante a vistoria, Gil Cutrim constatou que os serviços estão sendo realizados em ritmo acelerado.

“Mesmo diante da crise financeira instalada no país, na qual municípios estão sendo obrigados a demitir servidores e, sequer, estão conseguindo pagar a folha de pessoal, estamos trabalhando e executando novas ações em benefício do povo ribamarense”, avaliou o prefeito

sem comentário »

Realidade nas ruas

3comentários

Onibusquebrado

Tanta badalação sobre os “novos ônibus” que foram colocados em circulação em São Luís, mas cenas como estas ainda são registradas com frequência.

Este ônibus da empresa 1001 por pouco não provocou um grave acidente, ontem na rua Cajazeiras, no Centro. O eixo das rodas traseiras quebrou e foi parar atrás do veículo. Apesar do susto, nenhum usuário ficou ferido.

É por isso que mesmo com tanta propaganda de “ônibus novos”, a população ainda reclama do serviço ruim e dos ônibus velhos que circulam normalmente em São Luís.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) informou que está apurando o caso junto à empresa e à montadora para saber se o acidente foi motivado por um problema mecânico ou se foi outra causa, já que se trataria de ônibus novo.

O órgão afirmou que espera a justificativa para que possa ter uma conclusão mais apropriada sobre o ocorrido e adotar as medidas cabíceis. A direção da empresa não se manifestou.

Foto: Divulgação

3 comentários »

Verdade dos fatos

5comentários

AlexBarbosa

Os “apressadinhos” que divulgaram com “certa alegria” a prisão do jornalista Alex Barbosa, da TV Centro América, no MT e mais dois integrantes da sua equipe quebraram a cara.

Inicialmente fizeram é claro questão de ligar o nome de Alex Barbosa ao Grupo Mirante. Ele de fato trabalhou e muito bem aqui, mas atualmente é funcionário da TV do MT. A notícia na sua origem, em nenhum momento faz relação com o Grupo Mirante, ao ser reproduzia aqui é claro que não seria diferente.

Corajoso e diferenciado, Alex Barbosa topou fazer uma matéria sobre tráfico de cocaína na região e a vulnerabilidade da fronteira. Tudo foi comunicado ao Ministério Público com antecedência, mas a equipe da TV acabou sendo presa na abordadem. E Alex sabia que corria esse risco, mesmo assim seguiu adiante com a missão.

A equipe levava uma carga de pô de gesso e não de cocaína como os “apressadinhos” imaginavam. Mas os três funcionários da TV Centro América, dentre eles Alex Barbosa foram detidos.

Tudo foi esclarecido e a equipe foi liberada em seguida.

5 comentários »

Orçamento dobrado

0comentário

FlavioDInoeMarcioJerry

O governador Flávio Dino (PCdoB) pretende dobrar o orçamento do seu braço direito no Governo do Estado, o secretário de Estado de Assuntos Políticos e Federativos, Márcio Jerry (PCdoB), no exercício financeiro de 2016.

Dados do projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) 2016, a que O Estado teve acesso na semana passada, apontam que a proposta é garantir à Seap, de Jerry, receitas da ordem de R$ 6,7 milhões no ano que vem. O número é um pouco mais de duas vezes maior que o de 2015: de R$ 2,9 milhões.

Homem de confiança do chefe do Executivo, Jerry assumiu a Secretaria de Assuntos Políticos em 2015 com orçamento já aprovado pela Assembleia Legislativa, no ano passado.

Segundo o que fora votado pelos deputados estaduais, o comunista administraria uma pasta modesta, com orçamento anual de R$ 2.963.204,00. Mas já neste ano Flávio Dino encontrou uma forma de garantir ao aliado melhores condições de trabalho.

Em abril, o comunista autorizou à Seap crédito suplementar de R$ 2 milhões; três meses depois, em julho, mais R$ 1,2 milhão, o que acabou elevando o orçamento da pasta, já em 2015, a mais de R$ 6 milhões.

Pessoal – Sem projetos definidos a desenvolver, a Seap usa o orçamento de que dispõe basicamente para pagamento de pessoal.

No início do ano, assim como o orçamento, a estrutura funcional da pasta era modesta. Mas houve um inchaço, a partir do remanejamento de cargos da Casa Civil para a secretaria comandada por Márcio Jerry.

De acordo com o decreto nº 30.644, do mesmo dia 11, a pasta ganhou nada menos que 131 novos cargos, todos oriundos da Casa Civil.

Enquanto promove o inchaço da Secretaria de Estado de Assuntos Políticos e Federativos (Seap), o governador Flávio Dino (PCdoB) reforça a tese de que pretende deixar cada vez menor a Casa Civil.

De acordo com o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) enviado à Assembleia Legislativa há duas semanas, a pasta comandada pelo ex-deputado Marcelo Tavares (PSB) terá R$ 19 milhões a menos em receitas para o exercício financeiro de 2016, na comparação com o ano de 2015.

A proposta orçamentária para o ano que vem é de R$ 33,8 milhões, contra R$ 53,5 aprovados para este ano.

Ouvido por O Estado sobre o tema, em entrevista recente, Tavares negou esvaziamento no governo. “Não há crise, não há esvaziamento, nem enfraquecimento. É tudo combinado”, garantiu.

O Estado

sem comentário »