Posto de Perícia Médica em Timon

0comentário
(Foto/Divulgação)

(Foto/Divulgação)

MARANHÃO – O secretário de Estado da Gestão e Previdência (Segep), Marcos Fernando Jacinto, e a secretária adjunta de Seguridade dos Servidores Públicos (Saseg/Segep), Maria da Graça Cutrim, em visita ao secretário da Fazenda (Sefaz), Akio Valente, ultimaram alguns detalhes para a implantação do posto de perícia médica na cidade de Timon.

O posto de perícia médica para os servidores do estado funcionará em regime de parceria nas instalações do Posto Fiscal da Sefaz, em Timon, que terá espaço adaptado para consultório e recepção, no sentido de oferecer maior comodidade aos servidores da região.

O secretário Akio Valente, que estava acompanhado, do adjunto de Administração Tributária, Damázio Nazaré Junior, informou que as reformas já estão acontecendo e que a empresa responsável pelo serviço estará trocando o piso do local, por esses dias. Segundo ele, em até um mês, a equipe da Segep já poderá instalar os equipamentos necessários para o funcionamento da perícia médica.

“A Segep enviará para Timon todo o equipamento necessário, como, maca, armários, computadores e disponibilizará o médico perito, José Torquato de Macedo Neto, para atender os servidores da região”, ressaltou Marcos Fernando Jacinto. “Assim que a Sefaz nos entregar o espaço, estaremos prontos para inaugurar mais este ponto de atendimento médico”frisou o secretário.

sem comentário »

Governadora Roseana inaugura hospitais

0comentário
Governador Roseana Sarney (Foto/Secom/Divulgação)

Governador Roseana Sarney (Foto/Secom/Divulgação)

MARANHÃO – A governadora Roseana Sarney e o secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, inauguram, nesta quinta-feira (17), mais dois hospitais de pronto atendimento construídos por meio do Programa Saúde é Vida no interior do Maranhão. Desta vez, serão beneficiados os municípios de Serrano do Maranhão e Bacurituba.

Cada um desses hospitais conta com Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas, consultórios, enfermarias com 20 leitos de internação, centro de parto normal, farmácia, setor de exames laboratoriais e raio-x. Foram construídos e equipados pelo Governo do Estado, que ainda repassa R$ 100 mil mensais para que os gestores municipais mantenham essas unidades em funcionamento, oferecendo a suas populações atendimentos básicos de saúde, interligados à rede estadual, para onde encaminharão os pacientes que necessitarem de assistência de maior complexidade.

Ao todo, 32 hospitais de 20 leitos já foram inaugurados, mais outros 18 já foram entregues aos gestores municipais para que começassem a funcionar, independente da solenidade de inauguração. No total, o Programa Saúde é Vida construiu 64 hospitais de pronto atendimento, garantindo estrutura física e de equipamentos adequada para a oferta de serviços de saúde à população no interior do Maranhão.

Além destes, o Governo do Estado construiu oito hospitais gerais regionais de urgência e emergência, seis deles já inaugurados e outros dois estão em fase de conclusão nos municípios de Turiaçu e Alto Alegre do Maranhão. Outros hospitais macrorregionais estão em construção nos municípios de Balsas, Chapadinha, Caxias, Imperatriz, Santa Inês e Pinheiro, além das 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em pleno funcionamento na ilha de São Luís e nas cidades de Imperatriz, Coroatá, Timon, Codó e São João dos Patos.

“Esse é o maior investimento em saúde pública, já visto no Maranhão, para facilitar o acesso da população a serviços de saúde públicos e de qualidade”, ressalta o secretário Ricardo Murad.

sem comentário »

Prestação de contas em Buritirana

0comentário

(Foto/Divulgação/Blogestado)

(Foto/Divulgação/Blogestado)

BURITIRANA – Nesta sexta-feira (30), foi realizada no auditório da Câmara Municipal, audiência pública para prestação de contas pública das ações da Secretaria de Saúde.

 O secretário de Saúde, Antônio Chico e o contador Carlinhos apresentaram dados sobre todos os serviços prestados pela Secretaria de Saúde. Segundo o secretário, a Lei Complementar nº 141 de 13 de janeiro de 2012 implícita que  o gestor do serviço de saúde do município deve comparecer à Casa de Leis para fazer uma prestação de contas a cada quatro meses. “Mostramos toda a produção de serviços, recursos financeiros que foram gastos e onde foram investidos no primeiro quadrimestre de 2014”, disse o secretário.

 Na audiência pública estava presente, o presidente da Câmara, Solimar e também vereadores e os secretários, Juracy Roldão e Miguel do Joca, além do chefe de Gabinete Zé Andrade, o técnico da Secretaria de Saúde, Charllys, Francisca da Saúde, e a comunidade.

“É muito importante à realização da prestação de contas da Secretaria de Saúde. A comunidade tem a oportunidade de saber de que forma e onde estão sendo aplicados os recursos municipais”. O presidente da Câmara, Solimar destacou que o prefeito Vagtônio Brandão vem cumprindo o que determina a lei, realizando com normalidade a prestação de contas da Prefeitura de Buritirana.

sem comentário »

Ribamar Fiquene tem repasses de recursos suspensos

0comentário

 

Prejuízo ao programa de Atenção Básica (Foto/Divulgação)

Prejuízo ao programa de Atenção Básica (Foto/Divulgação)

RIBAMAR FIQUENE – Dados divulgados pelo Diário Oficial da União (D.O.U) nessa sexta-feira, dia 02 de maio, apontam irregularidades na área da saúde. A portaria ministerial publicada ontem, suspende a transferência de recursos financeiros ao município de Ribamar Fiquene por não ter cadastrado os serviços de vigilância sanitária no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde e por não alimentar regularmente o Sistema de Informação Ambulatorial.

 

De acordo com a publicação no Diário Oficial da União (D.O.U) a portaria entrou em vigor, nessa sexta-feira (02), e suspende a transferência de recursos com efeitos financeiros retroativos a janeiro de 2014. Em todo o país, 1.027 municípios foram punidos com a suspensão dos repasses.

Na região tocantina, além de Ribamar Fiquene a transferência de recursos financeiros foi suspensa para os municípios de Cidelândia, João Lisboa, São Francisco do Brejão e Governador Edson Lobão. 

 

Outros 39 municípios do Maranhão também foram penalizados: Alcântara, Altamira do Maranhão, Alto Alegre do Pindaré, Araguanã, Anapurus, Araioses, Barreirinhas, Belágua, Bequimão, Bernardo do Mearim, Boa Vista do Gurupi, Brejo, Bom Lugar, Buriti Bravo, Cândido Mendes, Cajapió, Cantanhêde, Centro Novo do Maranhão, Cururupu, Fortaleza dos Nogueiras, Graça Aranha, Igarapé Grande, Lagoa Grande do Maranhão, Magalhães de Almeida, Mata Roma, Matões do Norte, Nova Olinda do Maranhão, Olinda Nova do Maranhão, Presidente Juscelino, Peri-Mirim, PresidenteVargas, São Benedito do rio Preto, São Felix de Balsas, São Bernardo, São João Batista, Timbiras, Tumtum, Tasso Fragoso e Vaargem Grande.

 

Fonte – Ministério da Saúde

 

sem comentário »

Pacientes do tocantins superlotam Materno Infantil

0comentário

 

(Foto/Ascom/Divulgação)

(Foto/Ascom/Divulgação)

IMPERATRIZ – A presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social na Câmara Municipal de Imperatriz, vereadora Teresinha Soares (PSDB), observa que a superlotação no Hospital Regional Materno Infantil é causado devido a quantidade de pacientes de municípios da região do Bico do Papagaio, no visinho Estado do Tocantins.

“Essa casa de saúde dispõe de atendimento especializado 24 horas, com dois médicos cirugiões, pediatras, enfermeiros, técnicos e auxiliares” disse Teresinha Soares, que chama atenção dos prefeitos de Araguatins, de Axixá, de Augustinópolis e de Sítio Novo do Tocantins. “Esses prefeitos deveriam se mancar, pois fui até a cidade da Araguatins para virificar in-loco essa problemática”, disse.

Para Teresinha, o hospital de Araguatins é vergonhoso, sem estrutura adequada para os procedimentos de atendimento dos pacientes daquele município e da região circuvizinha.

O vereador presidente da Câmara de Imperatriz, Hamilton Miranda de Andrade (PSD) considera uam falta de compromisso do Governo do Tocantins que deixou abandonado os hospitais na região do bico do Papagaio.  “O Governo Federal precisa chamar municípios e o governo estadual a assumirem responsabilidade, cumprindo dessa forma sua obrigação”, comentou Miranda.

Hamilton Miranda afirma que o Governo do Tocantins não realiza nenhum investimento para ampliar e melhorar a qualidade do atendimento a saúde nessa região norte do Estado, descarregando esse atendimento na cidade de Imperatriz no sudoeste do Maranhão.

Teresinha Soares destacou que para dinamizar o atendimento no Hospital Regional Materno Infantil, o governo do Maranhão vai investir mais de R$ 6 milhões em reforma e melhoria da infraestrutura da maior casa de saúde do interior do Estado.

“O Tocantins prescisa fazer sua parte e construir uma unidade de saúde para atender essa grande demanda da região do Bico do Papagaio” declarou Teresinha.

Fonte – ASCOM

sem comentário »

Governadora Roseana concede incentivo para funcionamento de hospitais no interior

0comentário

 

Foto/divulgação/Nestor Bezerra

Foto/divulgação/Nestor Bezerra

A governadora Roseana Sarney, o secretário estadual de Saúde Ricardo Murad e prefeitos de 60 municípios maranhenses assinaram nesta quinta-feira (27), no Palácio dos Leões, os termos de adesão ao Incentivo Estadual de Qualificação da Gestão Hospitalar para custeio das despesas decorrentes da manutenção e funcionamento dos hospitais de 20 leitos do Programa Saúde é Vida. O incentivo de R$ 100 mil será repassado mensalmente para que os gestores possam ampliar o acesso às ações e serviços de saúde na atenção hospitalar.

Roseana Sarney disse que logo no início do seu governo realizou uma pesquisa que mostrou que a maior demanda da população era um atendimento de saúde de qualidade. “Implantamos um projeto ousado e inovador de construção de 72 hospitais e estamos cumprindo. Já entregamos 37 hospitais de 20 leitos, totalmente construídos e equipados, e percebemos que houve uma grande melhoria no atendimento. Temos ainda 23 em fase final de construção e todos receberão o mesmo incentivo financeiro para que os maranhenses tenham, próximo à suas residências, atendimento de saúde digno e eficaz”, completou.

Nesta sexta-feira (28) a governadora inaugura o Hospital de Afonso Cunha. “O que percebemos é que a população busca os serviços e confia no atendimento prestado nas unidades, que funcionam com a parceria dos gestores municipais. Estamos muito satisfeitos com os resultados do Programa Saúde é Vida e até o final deste primeiro semestre estaremos entregando todos 60 hospitais, formando uma rede de saúde integrada e resolutiva”, justificou Roseana Sarney.

Ao assinar o termo de adesão, o gestor municipal assumiu o compromisso de cumprir o perfil mínimo assistencial obrigatório definido pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), oferecendo nos hospitais construídos pelo Programa Saúde é Vida os seguintes serviços: SPA 24 Horas, sala de estabilização, nebulização, leitos de observação clínica, centro de parto normal, internações hospitalares nas clínicas básicas, sala de procedimentos ambulatoriais, consultório médico, sala de classificação de risco, exames laboratoriais, raio-X e eletrocardiograma.

Repasse estadual

Ricardo Murad ressaltou que o estado fixou inicialmente um repasse de R$ 60 mil mensais para que os municípios custeassem as despesas com os médicos nessas unidades esperando que o Ministério da Saúde definisse, também, um incentivo de custeio para esses hospitais tão importantes para o atendimento de urgência e emergência às pessoas residentes nos pequenos municípios maranhenses.

“Com a omissão do Ministério da Saúde, que até o presente momento ainda estuda o incentivo reivindicado por todos os pequenos municípios brasileiros, especialmente os das regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste, a governadora decidiu aumentar esse recurso para R$ 100 mil por mês para garantir um atendimento universal e de qualidade. Com essa medida, o Maranhão sai na frente, reconhecendo a importância dos hospitais de pequeno porte para facilitar o acesso da população aos serviços de saúde”, esclarece Ricardo Murad.

O secretário disse que agora os gestores municipais têm o compromisso de fazer o primeiro atendimento, com eficiência e profissionais qualificados. “Estamos colocando em operação o maior programa de saúde pública do país, planejado e executado por maranhenses, e que está servindo de modelo para outras entidades da federação. Nos nossos hospitais não existem depósitos de doentes. São estruturados para atender com qualidade, porque o doente não espera e precisa de cuidados dignos”, ressaltou Ricardo Murad.

Fonte: Assessoria

sem comentário »

Governo do Maranhão implanta programa de apoio aos hospitais municipais

0comentário
(Foto/Divulgação)

(Foto/Divulgação)

RIBAMAR FIQUENE – Prefeitos de 60 municípios maranhenses assinarão, nesta quinta-feira (27), às 11 horas, no Salão de Atos do Palácio dos Leões, os termos de adesão ao Incentivo Estadual de Qualificação da Gestão Hospitalar para custeio das despesas decorrentes da manutenção e funcionamento dos hospitais de pequeno porte do Programa Saúde é Vida. A solenidade será presidida pela governadora Roseana Sarney e pelo secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad.

O incentivo foi instituído pela governadora Roseana Sarney para assegurar o pleno funcionamento dos hospitais de 20 leitos construídos e equipados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, e entregues à gestão municipal. Desde 2010, 37 dessas unidades de pequeno porte já foram concluídas. Outras 23 estão em fase de conclusão ou montagem de equipamentos, totalizando 60 unidades.

“O Estado fixou inicialmente um repasse de R$ 60 mil mensais para que esses municípios custeassem as despesas com os médicos nessas unidades à espera que o Ministério da Saúde definisse, também, um incentivo de custeio para esses hospitais tão importantes para o atendimento de urgência e emergência às pessoas residentes nos pequenos municípios maranhenses. Agora, com a omissão do Ministério da Saúde, que até o presente momento ainda estuda o incentivo reivindicado por todos os pequenos municípios brasileiros, especialmente os das regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste, a governadora decidiu aumentar esse recurso para R$ 100 mil por mês para garantir um atendimento universal e de qualidade. Com essa medida, o Maranhão sai na frente, reconhecendo a importância dos hospitais de pequeno porte para facilitar o acesso da população aos serviços de saúde”, esclarece Ricardo Murad.

Ao assinar o termo de adesão, o gestor municipal assumirá o compromisso de cumprir o perfil mínimo assistencial obrigatório definido pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), oferecendo nos hospitais construídos pelo Programa Saúde é Vida os seguintes serviços: SPA 24 Horas, Sala de estabilização, Nebulização, Leitos de observação clínica, Centro de parto normal, Internações hospitalares nas clínicas básicas, Sala de procedimentos ambulatoriais, Consultório médico, Sala de classificação de risco, Exames laboratoriais, Raio-X e eletrocardiograma.

Fonte/Texto: Assessoria

sem comentário »

Conceição Madeira anuncia novos serviços de saúde pelo SUS em Imperatriz

0comentário
Secretária de Saúde Conceição Madeira (foto/Divulgação)

Secretária de Saúde Conceição Madeira (foto/Divulgação)

IMPERATRIZ – Cirurgias de cabeça, pescoço, ouvindo e garganta serão feitas agora  via monitorização.

Os procedimentos agora serão mais rápidos e seguros, garantem o otorrinolaringologista    Aureo  Colombi Cangussu,   e  o cirurgião de cabeça e pescoço Ubiranei Oliveira Silva,  médicos da cidade  que investiram na aquisição de equipamentos de  alta tecnologia que hoje possibilitam ao pacientes do Sistema  Único de Saúde,  o mesmo atendimento, nos casos das intervenções cirúrgicas, dado a quem pode arcar com um procedimento complexo e delicado com as cirurgias da cabeça, pescoço e ouvido.

A secretaria de saúde informou que a oferta desse novo serviço na estrutura da saúde pública de Imperatriz é inédito em se tratando de  Região Nordeste.

“ Mesmo com  as dificuldades, que todos já conhecem,  com o apoio do prefeito nós não estamos medindo esforços para oferecer a cada dia uma saúde de melhor qualidade aos nossos munícipes”  destacou Conceição Madeira.

Fonte: Assessoria

sem comentário »