Vencer ou vencer…

1comentário

sampaio1

Não é necessário mais alertar a importância do jogo de domingo para o Sampaio. Ou melhor a importância de uma vitória em casa contra o Cuiabá-MT. O Sampaio não tem outra alternativa a não ser vencer.

Após atravessar uma semana de turbulência, o empate no último minuto em Lucas do Rio Verde, contra o Luverdense develveu tranquilidade ao time e ânimo à torcida que já começava a jogar a toalha. O torcedor voltou a ser o 12º segundo jogador em campo.

A vitória no domingo não significará a liderança. Ela ficará com Fortaleza ou Treze que se enfrentarão em Campina Grande, mas o Sampaio poderá pular da 6ª posição para a 2ª e novamente estará numa posição confortável e rumo à classificação para o mata-mata.

O certo é que, em caso de vitória, o Sampaio retornará ao G4. A partir daí, nas rodadas seguintes é buscar as duas primeiras posições que darão ao representante maranhense a vantagem de decidir o mata-mata em casa.

Os ingressos para o jogão estão à venda nas bilheterias do Castelão. Os preços são os seguintes: cadeiras cobertas R$ 50, setor 4 R$ 40 e demais setores R$ 10 e um quilo de alimento não perecível.

1 comentário »

Aula de sustentabilidade

0comentário

clean1

Quase cinco toneladas de lixo foram recolhidas das praias de São Luís neste sábado, 21, na campanha mundialmente conhecida chamada Clean Up the World – o Dia Mundial de Limpeza das Praias, Rios e Lagoas.

Foram recolhidos 1,27 toneladas de resíduos recicláveis e 3,5 ton de material não reciclável. Os resíduos não recicláveis, recolhidos pela empresa de limpeza urbana da capital, deverão ser encaminhados ao Aterro da Ribeira. Já os recicláveis, após selecionados, serão encaminhados aos pontos de coleta do projeto EcoCemar, uma iniciativa empreendida pela Cemar. Todo o volume de recicláveis recolhido será revertido em bonificação na conta de energia da Associação Comunitária do Itaqui-Bacanga (Acib), que realiza ações de preservação ambiental naquela área.

“Trata-se de campanha da qual o Governo do Maranhão participa com entusiasmo. Com essa iniciativa, que já é parte do programa de Educação Ambiental da Sema, desejamos estimular atitudes sustentáveis de respeito à natureza, chamando a atenção de todos para a responsabilidade na geração e destinação dos resíduos depositados na orla marítima e para as particularidades do ecossistema ali abrigado”, destaca o secretário de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Victor Mendes.

clean2
Mobilização ampla – Idealizado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), o Clean Up foi organizado em São Luís pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais – SEMA. A ação integra o programa de educação ambiental do órgão, tendo o objetivo de conscientização da sociedade para a importância de redução do volume de lixo hoje depositado na orla da capital.

Cerca de cinco mil pessoas participaram das atividades somente em São Luís, superando a mobilização de 2012, que reuniu cerca de 2,5 mil pessoas. Outra novidade deste ano foi a realização de atividades em quatro pontos da cidade: nas APA’s [Área de Proteção Ambiental] do Itapiracó e da Lagoa da Jansen, Praia da Guia e na Avenida Litorânea.

Neste ano, as ações do Clean Up alcançaram outros municípios: Barreirinhas (Povoado Canto dos Lençóis), Icatu, Colinas e Paço do Lumiar, onde foi organizado por instituições locais, voltando-se também à limpeza de margens e nascentes de rios nessas localidades.

“O Clean Up este ano ganhou uma nova dimensão, mobilizando um número maior de voluntários e novos municípios. Sem dúvida, esse crescimento reforça o viés educativo da ação, chamando atenção da sociedade para a necessidade de cuidarmos melhor das nossas praias e rios”, frisa Victor Mendes.

Em São Luís, o Clean Up contou com o apoio do Instituto Ecológico Aqualung; das empresas Logos, Vale, São Luís Engenharia Ambiental, Coca-Cola, Cemar, Alumar, DM Aquatic Center, SoftTacos e Sistema Mirante.

Também participaram como parceiros, o Centro Unificado de Educação do Maranhão (Uniceuma), da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), do Instituto Federal de Educação Tecnológica do Maranhão (IFMA), além de  estudantes e representantes da sociedade civil organizada, escoteiros do Grupo 18 Tão, bombeiros mirins, adolescentes da Brigada Voluntária Ambiental do Batalhão de Polícia Ambiental e alunos da UEMA, Uniceuma, Pitágoras, Ifma e de escolas públicas e privadas, como Santa Tereza, Colégio Primavera e Professora Maria Pinho.

sem comentário »

PDT na lama

2comentários

igorlago

Por Igor Lago

Depois de fazer todos os esforços para que o PDT do Maranhão fosse respeitado pela Executiva Nacional (leia-se Carlos Lupi e Manoel Dias, pois são os dois que tocam o partido e decidem tudo); depois de solicitar todas as reparações garantidas pelo Estatuto e que não foram sequer acusadas de recebimento; depois de tentar criar com outros companheiros um movimento nacional que enfrentasse a atual direção e disputasse a convenção nacional, e que acabou sendo proibida a formação da chapa opositora devido à resolução nacional criada por eles mesmos; depois de aguardar o desfecho de algumas ações judiciais que visavam anular a convenção nacional por eles feita em fevereiro último, não nos restou senão a decisão de sair do PDT.

Não tinha como continuar num partido dominado, absolutamente, por esses distintos senhores, e sem vislumbrar mudanças no futuro porque, como já disse, eles tem o controle de tudo e usam o Estatuto partidário a seu bel-prazer. A rigor, um partido que se preze não deveria tê-los em suas fileiras! Contudo, não liguei ou convidei ninguém para sair do partido e deixei que cada um tomasse a sua decisão livremente.

Considero que o PDT do Maranhão, desde o dia 4 de junho, data da nossa desfiliação e de outros companheiros e companheiras, marca uma linha na história do PDT do Maranhão. Este PDT que aí está é outro! Aqueles que decidiram por permanecer no partido, sabiam muito bem da situação do mesmo e, pior, optaram por compactuar com essa triste realidade.

Desde cedo, percebi que o que estava em jogo, não era apenas a sobrevivência política de alguns de seus líderes regionais mas, sim, a opção por um futuro que visa os seus interesses próprios, e não os da busca coerente por um papel melhor a desempenhar pelo partido como, por exemplo, a discussão de um plano de governo que os candidatos assumam um compromisso.

Na última reunião em que participei em minha casa com os senhores Chico Leitoa e Deoclides Macedo, na companhia de outros companheiros, desejei-lhes boa sorte.

Além de trabalharem intensamente para convencer muitos pedetistas a permanecerem no PDT, com promessas várias e arranjos de cargos e/ou de benesses em prefeituras amigas, decidiram realizar uma convenção da unidade, da união do PDT, a que fizeram no último sábado 14.

O resultado foi o de uma convenção marcada pela mediocridade, além de uma entrega total ao segmento que tomou o partido com o canetaço do Lupi e do Manoel Dias.

Pior: Se renderam a um cargo, o de vice-presidente da Comissão Executiva estadual, ao contrário do que diziam, que iriam dividir “meio a meio” a direção do partido. Mera ilusão? Ou, apenas, blá-blá-blá para os ouvidos ingênuos?

A festa ainda teve direito à submissão declarada ao projeto pessoal de um segmento da oposição maranhense que em nada se distingue do atual grupo dominante.

A bem da verdade, optaram por realizar a unidade com pessoas que só tem maculado a imagem do partido perante a sociedade, e com o único fim de buscar a realização de seus objetivos eleitorais.

Coincidindo com a concretização de seus conchavos – a convenção, vem à tona mais um escândalo protagonizado pelos distintos senhores com quem aceitaram compactuar, se unir e se render. Em plena convenção, nenhuma fala ou debate ou manifestação de mal estar com o que estava acontecendo. As ausências de Lupi e Manoel Dias não foram sequer mencionadas e justificadas.

O que importava era a encenação da unidade, em torno de seus interesses pessoais, e utilizar uma sigla histórica relegada à desfiguração do fisiologismo e pragmatismo. Ah! Utilizando a imagem de Jackson Lago.

Não sei se tiveram, tem ou terão sorte, mas creio que as coisas ficaram, ficam e ficarão cada vez mais claras para todos.

Quanto a mim, estou com a consciência tranquila de que cumpri o meu dever e tentei fazer a política que a sociedade espera e cobra, a do P maiúsculo.

Fui derrotado, mas jamais quis ficar no lugar de quem me venceu.

Ainda assim, boa sorte na vida a todos!

Partido é organização de gente a serviço de interesses. Uns nobres, outros menos ou nem tanto, ou algo que não valha a pena se referir!

” Igor Lago é medico e filho do ex-governador Jackson Lago

2 comentários »

Ordem de serviço

0comentário

As rodovias MA-203, no trecho que liga o Trevo do Alpha Ville até a Estrada da Raposa; e MA-204, em Paço do Lumiar, na altura do Colégio Luiz Sérgio Cabral Barreto até o Posto Maracajá estão recebendo obras de melhoramento e recuperação. As ordens de serviço foram assinadas pelo secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, durante solenidades nos dois municípios, na quinta-feira (19). Ele estava acompanhado dos prefeitos de Raposa, Clodomir Oliveira, e de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro, e deputado Estadual, André Fufuca.

Os recursos totais, da ordem de R$ 3.739.915,58, contemplam 16 quilômetros de rodovia, incluindo sinalização vertical e horizontal, o que garante mais segurança ao fluxo de veículos e pedestres. A ação faz parte do Programa Viva Maranhão que inclui um item voltado para o planejamento da mobilidade urbana para a Região Metropolitana de São Luís, que contempla a capital e os municípios de São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

luisfernando
“Estamos começando uma obra muito importante e o motivo principal é reduzir riscos de acidentes na MA 203, neste trecho que liga o Araçagi até a Raposa. Vamos fazer o alargamento da pista, com 1,5 metro de cada lado, para que ciclistas e motoqueiros possam trafegar com tranquilidade e, também, vamos fazer o canteiro central”, afirmou Luis Fernando. A obra na MA 203 tem investimentos de R$ 1.812.951,46 e contempla 7,5 quilômetros.

O secretário Luis Fernando anunciou, ainda, que, no próximo dia 25 de setembro, receberá o projeto para construção do novo Viva Raposa, já que o espaço antigo sofreu danos por conta da erosão e da falta de contensão.

Os espaços intitulados Vivas foram construídos pela governadora Roseana Sarney em diversos bairros de São Luís e outros municípios, como Raposa, como espaço para atividades culturais, de lazer e esportivas, beneficiando crianças, jovens e adultos. “Vejo com muita alegria essas obras que atraem investimento, geram emprego e renda para o município de Raposa”, afirmou Luis Fernando.

Foto: Antônio Martins

sem comentário »

Plantão fora…

16comentários

ericoplantao

Em pleno meio de semana, o direror do hospital Socorrão I, Érico Cantanhende estaria dando plantão em um hospital no município de Peritoró. A foto foi postada ontem (21) na rede social por uma colega de trabalho.

O blog do Zeca Soares obteve a informação que a mesma situação estaria ocorrendo no hospital Socorrão II, onde o diretor Ademar Bandeira também estaria dando plantão em hospitais de Presidente Dutra e Coroatá.

Dessa forma é impossível alguma coisa funcionar, além de ser um péssimo exemplo do gestor.

Que tal qualquer dia desses uma visita surpresa do secretário de Saúde, César Félix e do prefeito Edivaldo Holanda Júnior nos dois principais hospitais de urgência de São Luís?

Por telefone, o secretário César Félix adiantou que vai mandar apurar a informação divulgada aqui. Ele disse ter sido surpreendido com a informação e adiantou que não compartilha com este tipo de situação na administração pública.

16 comentários »

Costa Rodrigues

9comentários

wevertonrocha

O ex-secretário de Estado de Esporte e Lazer e atual deputado federal, Weverton Rocha (PDT) quebrou o silêncio sobre a polêmica obra de reforma do ginásio Costa Rodrigues e sobre a investigação de irregularidades no Minsitério do Trabalho.  “É importante salientar que o processo não é por “desvio de recurso”, o Ministério Público questiona o contrato. Mais, o MP quebrou o sigilo bancário da Construtora, e comprovaram que os recursos destinados foram utilizados na compra de Material”.

“O que aconteceu foi a interrupção do governo que fazíamos parte, antes que pudéssemos concluir a reforma do ginásio e ainda inúmeros projetos que o Governo do Doutor Jackson se propôs. Aí pergunto: Como um secretário de um governo cassado termina uma obra?. Com a interrupção do governo Jackson Lago tive de deixar a secretaria de Esportes e Juventude e a obra foi interrompida pelo atual Governo e até agora não o entregou, mesmo com todo material comprado e guardado no Ginásio Costa Rodrigues.”, disse ao Blog do Robert Lobato.

Veja na íntegra o que esclareceu o deputado

“É importante salientar que o processo não é por “desvio de recurso”, o Ministério Público questiona o contrato. Mais, o MP quebrou o sigilo bancário da Construtora, e comprovaram que os recursos destinados foram utilizados na compra de Material.

Em tempos de Responsabilidade Fiscal e Transparência Pública, é no mínimo “inocência” achar que a Obra do Ginásio Costa Rodrigues teve verba desviada. O que aconteceu foi a interrupção do governo que fazíamos parte, antes que pudéssemos concluir a reforma do ginásio e ainda inúmeros projetos que o Governo do Doutor Jackson se propôs. Aí pergunto: Como um secretário de um governo cassado termina uma obra?

Agora, na Copa das Confederações, todos puderam observar dois tipos de estádios. O primeiro como a Arena Pernambuco foi construído onde nada havia. O segundo tipo, como o Novo Maracanã, teve de ser colocado todo abaixo e uma nova praça construída. Ou seja, seria impossível colocar naquela estrutura do Ginásio Costa Rodrigues, o que se exige atualmente do ponto de vista legal com o Estatuto do Torcedor e principalmente, para jogos internacionais. Esse era o nosso sonho, colocar o estado na rota dos eventos deste porte. Havia um decreto de emergência do governo que o ginásio necessitava de intervenções urgentes, e num segundo momento o laudo comprovou que a estrutura estava deteriorada e por isso o Ginásio Costa Rodrigues teve de ser demolido e um novo seria levantado.

Com a interrupção do governo Jackson Lago tive de deixar a secretaria de Esportes e Juventude e a obra foi interrompida pelo atual Governo e até agora não o entregou, mesmo com todo material comprado e guardado no Ginásio Costa Rodrigues”.

Irregularidades no Ministério do Trabalho

“É estratégia contumaz deles tentarem colocar sob a mesma ótica assuntos diferentes. Nada tenho a ver com essa operação dessa operação Esopo da Policia Federal”.

9 comentários »

Ampliando a parceria

2comentários

cesarfelix

O secretário de Municipal de Saúde, César Félix e o líder do governo na Câmara, vereador Honorato Fernandes (PT) visitaram a Santa Casa de Misericórdia nesta sexta-feira (20). Acompanhados do diretor da Santa Casa e presidente do Conselho Regional de Medicina, Abdon Murad, os dois foram ver de perto a reforma que está andamento e que vai ajudar a reduzir o número de pacientes nos corredores do Socorrão.

Segundo Honorato Fernandes, a Prefeitura de São Luís pretende ampliar a parceria que já existe com a Santa Casa aumentando a oferta de leitos no município. “Hoje, aproximadamente quarenta e quatro pacientes que estavam no Hospital Socorrão II começaram a ser transferidos para a Santa Casa. Neste sábado e domingo, eles serão incluídos num mutirão de ortopedia. Nos próximos meses, a Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria de Saúde pretende ampliar a parceria que já está em andamento”, explicou Honorato.

A expectativa é que cerca de 100 procedimentos sejam realizados no período de um mês, em pacientes provenientes do Hospital Dr. Clementino Moura (Socorrão 2), através do convênio existente com a Santa Casa de Misericórdia. Até o final da tarde desta sexta-feira (19), 46 pacientes que participarão da primeira etapa da ação começaram a ser transferidos para a Santa Casa.

Segundo o secretário municipal de Saúde, César Félix, em curto prazo, será possível diminuir sensivelmente a fila de espera para este tipo de procedimento na rede de saúde da capital. “Com esta ação daremos maior celeridade aos procedimentos, conforme determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, de buscar instrumentos para cuidar bem das pessoas e melhorar a vida da população”, destacou.

2 comentários »

Recuperação de vias

2comentários

A Prefeitura de São Luís terá assegurado o recurso para o Programa de Infraestrutura de Transporte e Mobilidade Urbana (Pró-Transporte), que garantirá a pavimentação e recuperação das vias urbanas da capital. A Câmara Municipal de São Luís aprovou por unanimidade a autorização para que a prefeitura financie junto à Caixa Econômica Federal de R$ 99.415.845,10 para investimento em pavimentação e recuperação asfáltica.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior explicou que o empréstimo é para consolidar os investimentos acordados durante a reunião da presidenta Dilma Rousseff com prefeitos e governadores.

asfalto
“No início do ano, a presidenta Dilma chamou prefeitos e governadores e anunciou uma série de investimentos em todo o Brasil. Este financiamento é para concretizar o que foi lançado pela presidenta Dilma. Hoje, não se pode mais pegar recurso direto no BNDES, então temos que trabalhar com outro banco dependendo do governo federal. A Prefeitura fez o pedido de R$ 100 mi para o programa Pró-Transporte. A presidência autorizou. Então, agora pedimos a autorização para a Câmara para fazer o financiamento”, disse.

Edivaldo explicou que a capacidade de endividamento de São Luís a longo prazo ainda é muito grande. Por isso, não acarretará em prejuízo para a cidade. O que a Prefeitura não pode é contrair dívidas de curto prazo, como na gestão anterior. “A capacidade de endividamento de São Luís a longo prazo é altíssima. De 100% do que se pode pegar, contraímos em torno de 7%. Temos uma capacidade alta de longo prazo. Isso não é problema para a cidade. Temos uma dívida grande que foi deixada de curto prazo”, esclareceu.

asfalto1
O líder do governo na Câmara Municipal, Honorato Fernandes (PT), salientou a importância destes recursos para recuperar as vias da cidade. “É um projeto que tem uma carência muito boa. A prefeitura já apresentou o projeto ao Ministério, que foi aprovado. Agora com a autorização da Câmara, vai para a secretaria do Tesouro Nacional, que vai analisar a capacidade de contrair o empréstimo do município. Capacidade esta já comprovada”, explicou.

A previsão é que após todo o procedimento junto ao governo federal, os recursos estejam disponíveis e a execução comece entre o final deste ano e o início de 2014. Os recursos serão incorporados ao orçamento do município por meio de abertura de créditos adicionais.

2 comentários »