Marcinho Guerreiro é o novo técnico do Sampaio

7comentários

No ano em que levou o Moto ao título de campeão maranhense, o Imperatriz ao acesso à Série C, o técnico Marcinho Guerreiro tem mais uma dura missão.

O treinador acertou com o presidente do Sampaio e chega como “salvador da pátria” para livrar o time do rebaixamento para a Série C.

Marcinho Guerreiro foi jogador do Sampaio em 2009 e deixou o clube após a diretoria anunciar a redução dos salários dos jogadores. Na época, Marcinho não aceitou.

A missão de Marcinho Guerreiro não é nada confortável. Com 21 pontos, o Sampaio é o penúltimo colocado e precisa vencer pelo menos oito dos 13 jogos que terá pela frente para escapar do rebaixamento.

a apresentação de Marcinho e da nova comissão técnica será nesta quinta-feira pela manhã no Castelão.

Serão 13 decisões pela frente e a primeira delas é neste sábado, 19h, no Estádio Moisés Lucarelli contra a Ponte Preta.

 

Foto: Divulgação

7 comentários »

Mulheres reforçam campanha de Alexandre em ITZ

0comentário

No dia de seu aniversário, o advogado Alexandre Almeida, que é candidato ao Senado Federal pelo PSDB no Maranhão, foi recebido com entusiasmo por centenas de mulheres durante o Chá 45, Encontro com Elas – Mulheres de Imperatriz. Não faltaram palmas, animação, bolo e parabéns.

Na ocasião, Alexandre Almeida reiterou sua luta pela saúde, educação, segurança pública e o seu compromisso com as causas das mulheres. “É um prazer dialogar sobre os direitos das mulheres, porque elas também sabem da importância de um Maranhão melhor e mais seguro pra já!”, ressaltou.

O encontro foi organizado pelo candidato a deputado federal e ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, além de algumas entidades representantes do segmento feminino na região do Sul do Maranhão. O evento aconteceu na noite da última terça-feira, 4 de setembro.

A suplente do candidato mais jovem do Brasil a concorrer ao Senado nestas eleições, a professora e ex-secretária de Assistência Social de Imperatriz, Miriam Ribeiro, reforçou a luta pelo direito das mulheres.

“Elas não recebiam o devido apoio dos órgãos governamentais nos mais variados setores e atualmente as mulheres sabem quais são seus direitos e lutam por eles. Eu estou nesta luta e Alexandre também está”, ressaltou Miriam.

Foto: Roberta Aline

sem comentário »

Sarau Histórico celebra 406 anos de São Luís

3comentários

Com o tema ‘Ilha Encantada’, o Sarau Histórico desta quinta-feira (6) vai celebrar os 406 anos de São Luís e mostrar ao público o porquê da capital maranhense ser conhecida em todo o país como a Ilha do Amor. Unindo poesia, música e teatro, o Sarau Histórico integra o programa municipal Reviva que contempla ainda o Passeio Serenata e o Roteiro Reggae. O Reviva é uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo, coordenada pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur), que tem como objetivo fomentar o turismo e garantir mais opção de lazer para os ludovicenses. O evento começará às 19h, na Praça Benedito Leite – Centro.

O Sarau Histórico tem como objetivo principal propagar a cultura ludovicense aos turistas, oferecendo um evento gratuito e de qualidade, e disseminar as raízes culturais de São Luís aos próprios moradores da Ilha, para valorizar a cidade e toda a sua riqueza cultural. “Além disso, os eventos realizados no Centro Histórico aquecem a economia local e movimentam ainda mais o bairro, tornando o ambiente mais atraente aos visitantes”, diz a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo. “A ação segue orientação do prefeito Edivaldo”, completa a secretária.

A Cia Bumba Cultura será a responsável pela parte teatral do sarau, que traz, de forma lúdica, partes da história ludovicense. Antes da apresentação, o público poderá relembrar músicas que marcaram época com a banda Mákina du Tempo, conhecida pelo seu rico e diversificado repertório.

O Reviva, programa da Prefeitura, trará ao público uma programação especial de aniversário, começando  com o Sarau Histórico. No dia 12 de setembro, é a vez do Roteiro Reggae mostrar ao público as raízes do rimo jamaicano pelas ruas do Centro. Ainda neste mês, o Passeio Serenata vai encantar todos com personagens e informações valiosas sobre São Luís, no dia 19. Todos os eventos têm concentração na Praça Benedito Leite.

Foto: A. Baeta

3 comentários »

Flávio Dino quer suspender propaganda de Wellington

0comentário

O deputado estadual Wellington do Curso (PP), reconhecido pela população, de forma carinhosa, como “deputado do IPVA”, sofreu mais uma tentativa de censura por parte do governo Flávio Dino. A perseguição do governador, por meio de uma representação da coligação Todos pelo Maranhão, tenta tirar do ar a propaganda eleitoral gratuita de Wellington. Na propaganda, de apenas 30 segundos, o deputado Wellington apenas cita ter sido o único parlamentar que lutou para que Flávio Dino “parasse de tomar as motos e carros dos maranhenses com IPVA em atraso”.

A assessoria jurídica do deputado estadual Wellington do Curso já encaminhou resposta, evidenciando que o parlamanentar, em instante algum, faltou com a verdade em sua propaganda eleitoral.

“O governador Flávio Dino é o governador dos ataques, da perseguição. Não é a primeira vez em que somos perseguidos. Quem conhece sabe como lutamos para impedir sim que o Governo continuasse tomando motos e carros de trabalhadores maranhenses. Nunca fomos contra blitz e, tampouco, defendemos inadimplentes, mas há meios alternativos. Se há alguém mentindo e tentando enganar a população, esse alguém é Flávio Dino. Continuarei trabalhando de forma séria e honesta. O Governador não vai me calar. Enquanto eles nos perseguem, o trabalho em defesa do Maranhão continua”, declarou o deputado Wellington.

Wellington recebeu o título de “deputado do IPVA” diante dos varios projetos que o parlamentar já apresentou na Assembleia Legislativa, a exemplo do PL 99/2017, que proíbe a apreensão de veículos por conta exclusivo do não pagamento do IPVA; entre outros, como o que dispõe sobre o parcelamento do IPVA em até 12 vezes; além do que torna obrigatório que pátios em que veículos apreendidos estejam sejam cobertos e contem com as devidas condições para proteger o bem do cidadão. E ainda tem o Projeto de Lei N° 079/2018, que proíbe a remoção de veículos apreendidos para outro município fora do local de origem. O referido projeto já foi aprovado pela Assembleia Legislativa e vai para sanção governamental.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

TCE atende pleito da Famem em favor de municípios

0comentário

Em sessão plenária realizada nesta quarta-feira (5), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), atendendo pedido da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), aprovou a prorrogação do prazo para encaminhamento, por parte das prefeituras municipais, dos dados e informações referentes à movimentação orçamentária e financeira relativa ao primeiro semestre de 2018.

A Corte de Contas, também atendendo solicitação da Famem, definiu por dispensar o pagamento da multa referente à remessa dos dados dos meses de janeiro, fevereiro, março, abril e maio; sendo mantida somente multa referente ao atraso relativo ao mês de junho.

Os gestores que não conseguiram concluir a remessa até a última sexta-feira (31) têm até a meia-noite de hoje para cumprir a obrigação proposta pelo Sistema de Auditoria Eletrônica – SAE.

O pedido de prorrogação foi feito através de ofício encaminhado ao Tribunal pelo presidente em exercício da entidade, prefeito Djalma Melo (Arari).

Melo agradeceu o entendimento do TCE, destacando o posicionamento salutar e em prol da municipalidade do conselheiro/presidente José de Ribamar Caldas Furtado.

Até o momento, 193 Prefeituras (88,9%) e 191 Câmaras Municipais (88,0%) conseguiram fazer suas remessas, incluindo a capital do estado e outros municípios de maior orçamento, a exemplo de Imperatriz, assim como municípios de menor porte. A partir de agora, as remessas serão mensais e os dados e informações serão disponibilizados para consulta dos cidadãos.

Diante dos números expressivos, tanto a entidade municipalista quanto o TCE consideraram a experiência totalmente exitosa, mostrando que tantos os maiores quanto os menores municípios do estado tem todas as condições de fazer suas remessas pela ferramenta disponibilizada pela Corte de Contas maranhense.

Para Djalma Melo, a utilização de ferramentas eletrônicas é um forte indutor do planejamento nos municípios, o que deverá ter um impacto positivo na apreciação das contas públicas. “Num futuro próximo, estaremos deixando para trás o número excessivo de reprovações de contas de prefeitos e presidentes de câmaras, tanto no TCE como no TCU, além de vermos diminuir consideravelmente o número de ações judiciais por improbidade administrativa”, avaliou.

Caldas Furtado considerou uma vitória, tanto do controle externo quanto da gestão pública, a boa performance dos municípios na estreia do chamado “módulo importação” do SAE. Para ele, a importante inovação desse sistema de administração integrada é que ele permite contabilizar diretamente na sua plataforma do município todos os seus registros contábeis.

“Existem prefeituras que já aproveitam com sucesso esse expediente”, destacou.

O presidente Tricolor adiantou que já está tratando com alguns nomes e deverá fazer o anúncio oficial ainda hoje à noite.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Sampaio demite técnico Paulo Roberto Santos

6comentários

O Sampaio anunciou a demissão do técnico Paulo Roberto Santos, após a derrota para o Brasil de Pelotas, no Castelão, por 2 a 1.

O treinador esteve reunido com o presidente Sérgio Frota e ficou definida a sua saída. Paulo Roberto comandou o time em 7 jogos com uma vitória, dois empates e três derrotas, comando apenas 5 pontos.

Ontem, após a derrota para o Brasil, o treinador Paulo Roberto Santos chegou a apelar por “orações” para salvar o Sampaio do rebaixamento para a Série C. Paulo Roberto Santos foi o terceiro técnico do Sampaio na temporada. Antes deles passaram Roberto Fonseca e Francisco Diá, além do interino Arlindo Maracanã.

Sérgio Frota promete anunciar o nome do novo treinador ainda hoje. O time deve ser comandado na partida de sábado (8), contra a Ponte Preta, em Campinas pelo interino Arlindo Maracanã.

Com 21 pontos, o Sampaio é o penúltimo colocado e precisa vencer pelo menos oito dos 13 jogos que terá pela frente para escapar do rebaixamento.

Foto: Lucas Almeida

6 comentários »

Preta Lú defende a legalização do aborto

0comentário

A candidata ao Senado Preta Lú pelo PSTU, foi a entrevistada desta quarta-feira (5), no Ponto Final pelo jornalista Roberto Fernandes. (Clique aqui e ouça a entrevista)

Esta é a primeira vez que ela concorre ao Senado.

Preta Lú participa de movimentos sociais há 20 anos, através do hip-hop e lutas sociais. E foi através desses movimentos que começou a despertar o seu interesse pelas lutas. O envolvimento com o partido veio por identificação das causas defendidas pelo PSTU.

A candidata defendeu a legalização do abort, e ressaltou que no Brasil é mais uma questão moral que impede essa legalização. Preta Lú disse também que a mulher deve ter autonomia pelo seu corpo.

“As mulheres são as menos ouvidas nessa questão. Para legalização do aborto no país a saúde deve ser melhorada e isso traz custo para o Estado. Em todos os países que foram legalizados o aborto diminuiu”, destacou.

Nesta Quinta-feira (6), a entrevistada será a candidata ao Senado Eliziane Gama (PPS). Veja a ordem das entrevistas:

Quinta-feira (06/09) – Eliziane Gama (PPS)
Segunda-feira (10/09) – Samuel Campelo (PSL)
Terça-feira (11/09) – Edison Lobão (MDB)

sem comentário »

Técnico do Sampaio apela para as ‘orações’

1comentário

Tem coisas que só o sobrenatural pode explicar. A campanha do Sampaio na Série B, a falta de vitórias e o rebaixamento como realidade a cada rodada é uma delas. Após mais uma derrota em casa, contra o Brasil de Pelotas, adversário direto nesta luta, o técnico do Sampaio, Paulo Roberto Santos, utilizou esse discurso, em entrevista à Rádio Mirante AM, para explicar o mal momento. O treinador diz que algum pecado está sendo pago.

“Às vezes você fica buscando explicações para determinada situações que você acaba não encontrando. A gente tem tido algumas boas atuações, a equipe vem mostrando uma evolução, aí você perde dois jogadores por lesão já no primeiro tempo, vai para o intervalo sem poder fazer aquilo que você tinha em mente dependendo do que acontecesse no jogo. Ficamos como uma só substituição, fizemos e corremos o risco de ficar com um a menos. Mas, acabamos presenciando que a nossa bola acaba não entrando. Dificuldade às vezes por culpa nossa e, não sei, às vezes tenhamos que pagar alguns pecados. Porque futebol eu aprendi que a bola pune e cobra dentro do campo”, disse.

Durante a entrevista, Paulo Roberto Santos utilizou a palavra sobrenatural para tentar explicar a falta de vitórias. O treinador falou inclusive da melhora de desempenho da equipe que não resulta em triunfo.

“A gente só chega a essa conclusão. Porque trabalhar está se trabalhando muito, não se deixa de ter o apoio do presidente naquilo que está sendo necessário, o time evolui… A bola bate na trave, fica ‘pererecando’ e não entra. Tomamos um gol de escanteio que trabalhamos exaustivamente. Eu acho que só pode ser alguma coisa sobrenatural. É lógico que é a situação que o Sampaio se encontra já algum tempo contribui muito para isso. O nervosismo, a ansiedade, a falta de tranquilidade… Você fica se questionando. Coisas do futebol? Não sei. Talvez a gente tenha algum pecado para pagar. Eu também me incluo nisso”, afirmou.

Por fim, o técnico do Sampaio pediu orações e rituais para que o Tricolor possa desencantar na Série B. Paulo Roberto fala em unir religiosidade com trabalho para tirar o Sampaio da zona da degola..

“A gente tem que de repente, não sei, fazer uma oração. Procurar uma igreja, cada um procurar sua religião, ser um pouco mais praticante, cada um na sua, para agregarmos mais situações aqui dentro de campo além do trabalho e do rendimento para sair dessa situação. Depois do que eu vi no jogo de hoje, obviamente, alguma coisa estranha está contribuindo para tudo isso”, finalizou.

Com apenas 21 pontos, o Sampaio é o vice-lanterna na Série B com sete pontos de diferença para o primeiro time fora do Z-4, justamente o Brasil de Pelotas. A próxima partida da equipe será neste sábado, fora de casa, contra a Ponte Preta, às 19h.

Foto: Lucas Almeida

Leia no Globoesporte

1 comentário »

Pesquisa fantasma

0comentário

Depois de criar os aluguéis fantasmas – também conhecidos como “aluguéis camaradas” -, os funcionários fantasmas da Saúde, as estradas fantasmas – como a MA-006, denunciada no Fantástico -, os hospitais fantasmas e as escolas fantasmas, todos devidamente registrados em ações tanto na Justiça comum quanto na Eleitoral, eis que o governo Flávio Dino (PCdoB) acaba de comemorar a pesquisa fantasma.

Trata-se da pesquisa Econométrica, divulgada com estardalhaço no fim de semana, em blogs, TVs e jornais controlados pelo Palácio dos Leões. A pesquisa é simplesmente chancelada pela assinatura de uma pessoa já falecida. A professora Celene Raposo de Aquino, que assina a pesquisa como responsável técnica, morreu bem antes de os comunistas pensarem em fazer o levantamento.

Para ficar mais claro o escândalo: a pesquisa Econométrica foi iniciada no dia 21 de agosto e registrada no dia 26 de agosto, mas quem deveria assiná-la como responsável técnico já havia falecido pelo menos 19 dias antes de a coleta de dados ser iniciada.

A professora Celene tinha 81 anos e, já debilitada, lutava há meses pela vida em uma UTI de hospital. Não poderia sequer acompanhar o desenrolar do levantamento. A pesquisa festejada pelos comunistas que ora ocupam o Palácio dos Leões a expôs de forma cruel. Num desrespeito sem tamanho a ela e à família. Tudo em nome da manutenção do poder.

Tudo errado

Não bastasse a assinatura de uma pessoa já falecida, a pesquisa Econométrica traz outros dados estranhos.

Um dos proprietários da empresa, Jorge Zibicuêta, é funcionário do próprio Governo Flávio Dino, desde 2015, lotado na Casa Civil, chefiada por Marcelo Tavares.

Além disso, o endereço da empresa – em uma casa simples no Maiobão – é diferente de onde está a logomarca, no São Francisco.

O Estado

sem comentário »