Galdino será Superintendente de Polícia de SL

3comentários

O secretário municipal de Segurança com Cidadania de São Luís, Breno Galdino será novo superintendente de Polícia Civil da Capital.

Ele recebeu o convite do secretário Jefferson Portela e já aceitou.

Breno Galdino já teria até comunicado a sua equipe que está deixando a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior para assumir cargo importante na estrutura da Segurança Pública no governo do Maranhão.

Foto: Flora Dolores

3 comentários »

As loucuras que os dirigentes cometem

4comentários

Eu sempre digo que ainda não vi tudo nesse nosso futebol. E a cada dia que passa, tenho mais certeza disso. vejam só as “loucuras” que muitos dos nossos dirigentes cometem por ai.

Recebo neste momento cópia do ofício encaminhado pelo MAC à Federação Maranhense de Futebol (FMF) pedindo a mudança do local da partida contra o Imperatriz, do Nhozinho Santos para o Castelão.

Assinado pelo diretor financeiro Robson Vasconcelos, o documento critica o próprio clube ao citar “falta de coerência, segurança e incerteza”  da diretoria e alegar “supertições ” como justificativa do pedido de mudança. E até pede desculpas à FMF.

É inacreditável que um clube tão glorioso como o MAC possa enviar um ofício com esse teor à FMF. Que história bizarra!!!

Outro absurdo é um possível pedido do Moto para mandar a sua partida contra o Santa Quitéria na sexta-feira (2) e não na quinta-feira (1) como está na tabela.

A “confusa” e “inexperiente” diretoria do Moto acredita que o público na sexta-feira será melhor do que quinta-feira. Uma grande maluquice isso. Quem vai assistir Moto x Santa Quitéria numa sexta-feira, no Castelão??? Só mesmo os mais apaixonados motenses.

Mesmo que a partida fosse para o sábado, o público não seria o suficiente para emenizar os problemas financeiros do Moto, até porque o torcedor não está indo aos jogos.

Tenho sido crítico da FMF em relação a essas mexidas constantes na tabela e espero que nestes dois casos mantenha o pulso firme e deixe como está. Assinar embaixo a loucura dos nossos dirigentes é um pecado ainda maior da Federação.

Essas mudanças configuram flagrante desrespeito ao que estabelece o Estatuto do Torcedor, pois são necessários 10 dias para as mudanças nos jogos.

Mudar por “supertição” ou jogar na sexta-feira são duas insanidades que devem entrar para a triste história do futebol maranhense.

Depois não gostam que eu fale esses absurdos…

Foto: Lucas Almeida

4 comentários »

Andrea pede conclusão de obras paradas

1comentário

A deputada estadual Andrea Murad (MDB) apresentou duas Indicações pedindo a conclusão de obras do Programa Água para Todos, iniciadas em Coroatá. As proposições serão direcionadas ao ministro Hélder Barbalho, do Mistério da Integração Nacional, e ao presidente da CODEVASF, órgão que está executando as obras, Antônio Neiva.

A parlamentar explicou que as obras iniciadas em Coroatá (MA) foram suspensas em 2016 por falta de recursos e a previsão era reiniciarem em junho de 2017, o que não ocorreu. Alertou que centenas de famílias estão prejudicadas com o atraso das obras do programa que objetiva o amplo acesso a água para as populações rurais. Na sessão desta terça-feira (27), Andrea Murad fez duras críticas em relação aos responsáveis pelas obras.

“O superintendente da Codevasf no Maranhão, Jones Braga, me garantiu, me deu datas de quando as obras estariam prontas, cobrei diversas vezes e nada. A população de Coroatá acredita na minha palavra. Quando eu digo alguma coisa, eles sabem que vou atrás para resolver, para na hora fazerem uma patacoada como essa. Ninguém está pedindo favor. As pessoas estão pedindo água. E essa inércia que nós verificamos em empresas públicas como a CODEVASF, com direções frutos de indicações políticas e sem qualquer compromisso com a população, tudo resulta nisso que está acontecendo ou então só me leva a acreditar que são priorizadas as obras cujas relações políticas são mais estreitas ou quais forem os outros critérios e motivos para agir em favor de um em detrimento de outros”, discursou.

Boa união, Estiva, Jurema, Laranjeiras, Meninas e São Joaquim são os 6 povoados de Coroatá, beneficiados com o Programa do Governo Federal “Água Para Todos” e executado pela Codevasf, através da solicitação de Teresa Murad quando ainda era prefeita do município. A deputada voltará a Brasília para cobrar a entrega do sistema de abastecimento.

“Ninguém aguenta mais essa política torta, essa política onde o final não representa a população, mas representa os interesses dos políticos. Então eu estou indo a Brasília hoje me reunir na CODEVASF, porque me foi garantido que existia recurso e que as obras seriam entregues em trinta dias. Um ano e nada foi feito. E acham tudo muito natural. E aí acham que como a Deputada Andréa é do mesmo partido e tal, não vou reclamar e não vai acontecer nada. Não! A população não vai ficar sem a minha voz para defender de fato os interesses de todos”, concluiu.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

1 comentário »

Edivaldo destaca obra do Centro-Dia Infantil

0comentário

O deputado Edivaldo Holanda (PTC) destacou, na sessão desta terça-feira (27), a inauguração do Centro-Dia Infantil, construído pela Prefeitura de São Luís, no bairro da Cidade Operária. Em seu discurso, o deputado explicou que o Centro-Dia é um serviço especializado de assistência social para pessoas com deficiência. O público-alvo do serviço são crianças de 0 a 6 anos com microcefalia, autismo e outras deficiências.

De acordo com informações do deputado Edivaldo Holanda, São Luís é um dos primeiros municípios do País a desenvolver este tipo de atendimento específico, servindo inclusive de referência nacional nessa modalidade de assistência.

“Trata-se de uma das mais importantes ações de inclusão social e de fortalecimento de vínculos familiares da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, sendo um equipamento público de grande alcance social. A entrega do Centro-Dia Infantil representa ainda uma resposta a demandas de movimentos sociais nessa área”, explicou o deputado, na tribuna.

Segundo ele, as atividades do Centro-Dia Infantil resultam na expansão de atividades do Centro-Dia que, há quase quatro anos, presta serviços especializados a pessoas com deficiência intelectual e física na faixa etária de 18 a 59 anos. O espaço é administrado pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social, que promove atividades educativas e de lazer, culturais e de capacitação.

O Centro-Dia Infantil, assinalou Edivaldo Holanda, é fruto da parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Instituto Pobres Servos da Divina Providência, que mantém o Centro Educacional São José Operário, onde funcionam o Centro-Dia e o Centro-Dia Infantil na região da Cidade Operária. A proposta do Centro-Dia Infantil, segundo o deputado, é realizar atividades lúdicas, rodas de conversas e oficinas terapêuticas para trabalhar o fortalecimento dos vínculos entre a criança e a família.

De acordo com informações do deputado Edivaldo Holanda, o novo espaço é dotado de total estrutura com salas de múltiplas atividades, lactário, berçário, banheiros, salas de tv, sala de escuta e salas de apoio administrativo onde serão prestados atendimentos por uma equipe multidisciplinar, capacitada e diferenciada, composta de assistentes sociais, psicólogos, terapeutas ocupacionais, profissionais da competência da assistência social, além de cuidadores e auxiliares de cuidadores.

“Está de parabéns o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, e a secretária Dra. Andréa Lauande, que tem desenvolvido um grande trabalho na área social da administração de São Luís”, ressaltou o deputado, ao concluir seu discurso na tribuna.

Foto: JR Lisboa/ Agência Assembleia

sem comentário »

Adriano e Cafeteira selam a paz

5comentários

Os deputados Adriano Sarney (PV) e Rogério Cafeteira (PSB) utilizaram a Tribuna da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (27) para pedir desculpa por conta do episódio reistrado na sessão de ontem, quando os deputados por pouco não partiram para a agressão física por conta do debate sobre o rombo de R$ 1,1 bilhão, que segundo Adriano Sarney será deixado pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

O deputado Adriano Sarney disse que se descontrolou e pediu desculpa aos colegas e à população do Maranhão.

“Subo hoje a esta Tribuna para lamentar o ocorrido de ontem e dizer que eu peço desculpas à sociedade do Maranhão, peço desculpas a todos os deputados. Ontem, me descontrolei. Precisamos debater números, debater o que é bom para o Maranhão e deixar, à parte, as baixarias pessoais deixar, à parte, as questões familiares. Foram três anos ouvindo agressões a meus familiares e chega um momento que você não aguenta. Isso não quer dizer que eu não queira comparar o governo passado com o governo atual, eu acho natural, normal e sadio, inclusive é o meu desejo, comparar o governo passado com o governo atual, mas quando você começa a entrar na seara pessoal, aí complica. Eu reprovo o que aconteceu ontem e peço desculpas humildemente para toda a população do Maranhão”, afirmou Adriano.

o gesto de grandeza de Adriano Sarney foi repetido em seguida pelo líder do governo, deputado Rogério Cafeteira.

“Assim como o deputado Adriano, que esteve há pouco na tribuna, eu também quero aqui registrar minhas desculpas a todos que tiveram o desprazer de ver a nossa discussão ontem. Eu tenho certeza que não é o tipo de discussão que se espera dentro de um Parlamento. Então eu queria registrar minhas desculpas. De maneira nenhuma, aqui faço questão de enfatizar, desde que me elegi deputado eu jamais faltei com respeito com a família do deputado Adriano Sarney. Eu jamais fiz um ataque pessoal. Queria registrar minhas desculpas ao povo do Maranhão sobre os fatos ocorridos ontem e espero que daqui para frente a gente possa, eu e o deputado Adriano e todos aqui presentes, todos de governo e oposição, possamos fazer um debate no mais alto nível, defendendo sempre o melhor para a população”, disse Cafeteira.

Política com “P” maiúsculo é assim. Com respeito a todos!!!

Foto: JR Lisboa/Agência AL

5 comentários »

Sampaio perde Andrey para jogo com a Ponte

2comentários

O goleiro Andrey será o principal desfalque do Sampaio, na partida com a Ponte Preta, nesta quarta-feira (28), às 19h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, no interior de São Paulo.

Andrey vinha se constituíndo como um dos principais jogadores do Sampaio na temporada.

O jogador vinha sentindo dores na mão e foi diagnosticado com uma lesão no tendão. Ele realiza exames e aguarda o resultado para saber a gravidade da lesão e o período em que terá que ficar afastado da equipe.

O titular em Campinas será o goleiro André, contratado junto ao XV de Piracicaba e fará a sua estreia contra a Ponte Preta.

O time do Sampaio segue agora à tarde para São Paulo definido com André; Junio Rocha, Maracás, Joécio e Kaique; César Sampaio, Yuri, Fernando Sobral e Marlon. Uilliam e Rodrigo Fumaça.

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

2 comentários »

Concita Pinto pede reforma de mercado

1comentário

Os secretários de de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Ivaldo Rodrigues e de Articulação Política, Jota Pinto visitaram nesta segunda-feira (26), o mercado da Raimundo Correa, no Monte Castelo.

A visita atende a um requerimento na Câmara de São Luís de autoria da vereadora Concita Pinto (PEN) que pede a reforma do mercado.

Segundo Concita Pinto a reforma é um sonho antigo da comunidade.

“O secretário Ivaldo Rodrigues prometeu em 15 dias apresentar o projeto de reforma do mercado ao prefeito Edivaldo Jr.”, disse a vereadora.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Dino está quebrando a Previdência, diz Adriano

1comentário

Depois da revelação de que o Maranhão fechou o exercício financeiro de 2017 com déficit primário de R$ 1,1 bilhão – segundo dados publicados no Diário Oficial pela Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan) –, o deputado estadual Adriano Sarney (PV) revelou, ontem, em discurso na Assembleia Legislativa, que a gestão Flávio Dino (PCdoB) também registrou déficit previdenciário no mesmo período.

A informação, destacou ele, é do mesmo Relatório Resumido de Execução Orçamentária do Poder Executivo.

De acordo com o documento, o Regime Próprio de Previdência Social (RRPS) do Estado do Maranhão registrou receitas de R$ 1.018.075.994,95, e despesas de R$ 1.540.949.027,67, para um déficit de R$ 522,8 milhões.

“O governador Flávio Dino está quebrando a Previdência do Estado”, destacou o parlamentar.

Ele apontou, ainda, um dado curioso sobre o orçamento do Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (Fepa): de acordo com a Seplan, os valores do fundo que estavam investidos ou aplicados caíram quase pela metade: havia R$ 1,1 bilhão em “Investimentos e Aplicações” em 2016; e apenas R$ 665 milhões em 2017.

“[O governador Flávio Dino] desfalcou o Fepa, desfalcou as reservas previdenciárias do Estado do Maranhão em mais de 500 milhões de reais. Esse governador irresponsável, porque ele é um irresponsável, R$ 500 milhões desfalcados do Fundo Previdenciário do Governo do Maranhão. Eu quero ver agora, daqui para frente, qual será o impacto em cada um de vocês, senhoras e senhores, funcionários e funcionárias, efetivos ou aposentados do Estado do Maranhão, porque isso vai dar o que falar”, destacou.

Adriano Sarney levantou a possibilidade de o Executivo ter utilizado a formatação do recém-criado Instituto de Previdência do Maranhão (Iprev) – com prevalência de membros do governo no Conselho Superior do Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (Consup) – para aprovar as medidas que geraram o déficit.

“O governador Flávio Dino precisa explicar onde ele colocou mais de quinhentos milhões que ele retirou do Fundo de Previdência do Estado, do Fepa. Eu quero saber se aquela palhaçada que foi feita aqui de mudança de lei para alterar a lei para o Iprev foi um golpe para retirar mais de quinhentos milhões do Iprev”, questionou.

Procurado pela reportagem de O Estado, o Governo do Maranhão não se manifestou sobre o assunto até o fechamento desta edição.

Governo retirou R$ 29 milhões do Fepa para fazer asfalto

Em agosto do ano passado, o governador Flávio Dino (PCdoB) editou um decreto para reforçar a dotação orçamentária da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra).

O comunista liberou à pasta comandada por Clayton Noleto (PCdoB) crédito suplementar de R$ 50 milhões.

Desse total, R$ 29 milhões foram remanejados do Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (Fepa). Os recursos seriam usados no programa “Mais Asfalto”.

À época, o governo manifestou-se alegando que esse era uma recurso que “não faria falta”, como se o Fepa estivesse operando em superávit.

Para o líder do governo, deputado Rogério Cafeteira (PSB), porém, o remanejo da verba do Fepa para a Sinfra não pode ser entendido como estar mexendo no dinheiro do servidor.

“O Fepa possui seis fontes de recursos e três delas são de recursos próprios, que são: as fontes das receitas de contribuição do servidor; do aporte patronal, que o Estado faz; e, também, existem as receitas de rendimentos de aplicação e alugueis. Essas são fontes que o Tesouro estadual não pode mexer e não está mexendo. As outras três fontes que são alocadas dentro do orçamento do Fepa são recursos do Tesouro. O Tesouro aporta recursos, coloca no orçamento aquela previsão e caso o Fepa não precise daquele valor orçamentário, o Tesouro pode remanejar para outro órgão ou despesa”, explicou, na ocisão, o deputado Rogério Cafeteira, líder do governo na Assembleia.

Foto: Paulo Soares/ O Estado

O Estado

1 comentário »

Diá critica fórmula de disputa do Maranhense

7comentários

O Campeonato Maranhense chega a sua penúltima rodada na fase de classificação e ainda tem gente reclamando da tabela e fórmula de disputa e nem era para menos. Fórmula essa que, por não garantir o equilíbrio pode deixar de fora das semifinais equipes importantes.

Vamos para a sexta rodada com os três times da capital jogando com mando de campo. Vale lembrar que, em pelo menos duas rodadas sequer tivemos jogos em São Luís, o que é um absurdo com a maioria dos times sendo da capital.

Ontem, em entrevista coletiva, em meio a uma partida importante contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil, o técnico Francisco Diá, do Sampaio reclamou da fórmula de disputa do Campeonato Maranhense. Ele até inocentou a Federação Maranhense de Futebol (FMF) e disse que a culpa era dos dirigentes de clubes que aprovaram uma fórmula de disputa que nem de longe garante o equilíbrio na disputa.

Ele lembrou que o Sampaio jogou em Imperatriz e Santa Quitéria fora, mas não receberá essas equipes em casa. A declaração do técnico do Sampaio é tardia, porém absolutamente pertinente, pois os dirigentes de fato nada fizeram para mudar a fórmula de disputa.

Não me surpreende a reclamação. Antes mesmo do Campeonato Maranhense começar alertei aqui quanto a isso. Infelizmente, somente o Moto reclamou, embora tenha assinado o regulamento e fórmula de disputa ruins proposto pelo Departamento de Futebol da FMF.

O Moto reclamou sozinho… Agora o Sampaio começa a reagir também….

Foto: Reprodução/ TV Mirante

7 comentários »

Rol de desafetos

2comentários

A traição do governador Flávio Dino (PCdoB) ao ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido) foi só mais um golpe na rede de aliados que se envolveu com ele, desde 2006, para levá-lo à vida pública. De lá para cá, grande parte dos líderes foi esvaziada pelo próprio Dino, que tenta, ao lado do seu lugar-tenente Márcio Jerry, construir um núcleo próprio de poder que não inclui nenhum desses aliados.

Na lista de desafetos construída por Flávio Dino, estão o senador Roberto Rocha e o ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira (ambos do PSDB), a ex-prefeita Maura Jorge (Podemos), os deputados estaduais Eduardo Braide (PMN) e Wellington do Curso (PP), o ex-prefeito de Barreirinhas, Léo Costa (PSDB), além de prefeitos como Luciano Genésio (Avante), de Pinheiro, e Hilton Gonçalo (PCdoB), de Santa Rita.

No seio do governo, há ainda uma série de insatisfeitos, que não têm a coragem ou a condição de independência necessárias para romper, mas que seguem com o comunista ressentidos com sua postura de hegemonia do PCdoB e de Márcio Jerry. Neste grupo, estão os deputados federais Eliziane Gama (PPS) e Waldir Maranhão (Avante), o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), e uma infinidade de deputados estaduais frustrados com a política de exclusão do governador.

É com toda essa turma que Flávio Dino seguirá para a disputa eleitoral de outubro. O que pode cobrar um alto preço eleitoral.

Desmentido

O secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, nega que tenha conversado com o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) sobre a filiação de José Reinaldo Tavares.

– Eu não tenho esta intimidade toda com o Maia para fazê-lo repensar a vinda ao Maranhão – justificou, dando isso como fator do rompimento de Tavares com Flávio Dino.

Mas o próprio Tavares já garantiu que a conversa de Jerry e Maia – se houve ou se não houve – não teve qualquer influência no processo.

Estado Maior

2 comentários »