‘Centro está com uma nova paisagem’, diz Edivaldo

2comentários

Em nova vistoria às obras do Centro, o prefeito Edivaldo, acompanhado do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Mauricio Itapary, disse que “o Centro de São Luís já está com uma nova paisagem urbana”, se referindo ao avanço das obras de requalificação que já podem ser percebidas pela população. A vistoria aconteceu na manhã desta sexta-feira (19) nas praças Deodoro e Pantheon e alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, que compõem um conjunto de serviços que estão sendo executados na região do Centro da capital. A previsão de entrega do complexo é até o fim deste ano. As obras estão sendo executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura de São Luís.

As alamedas Silva Maia e Gomes de Castro estão finalizadas, enquanto os serviços na Praça do Pantheon estão com mais de 90% concluídos e as obras na Praça Deodoro estão com 70% dos serviços feitos. A vistoria técnica para acompanhar o andamento das obras foi realizada em todo o canteiro de obras do Complexo Deodoro.

Durante a vistoria, o prefeito Edivaldo destacou os avanços do trabalho e a importância que a restauração do espaço tem para a promoção do desenvolvimento econômico, turístico e cultural da cidade. Esta semana, o gestor, também acompanhado de Maurício Itapary, vistoriou a Rua Grande, onde as obras de revitalização estão em pleno andamento e dentro do cronograma previsto para entregar à população, amplamente restaurado, o maior centro de comércio popular da capital.

“Estamos voltando ao canteiro de obras para acompanhar de perto o andamento dos serviços desse importante projeto urbanístico que é a requalificação de todo o Complexo Deodoro realizado pelo Iphan em parceria com a Prefeitura. Temos aqui um volume grandioso de serviços que, sem dúvida alguma, é o maior investimento já realizado nos últimos 30 anos na área central da nossa cidade, o que muito nos alegra porque a restauração desse espaço era um clamor antigo da população que, em muito breve, vai poder usufruir plenamente desses espaços que fazem parte da memória histórica e comercial da capital”, afirmou Edivaldo.

No local, o superintendente do Iphan, Mauricio Itapary, analisou o andamento dos serviços e disse que as obras estão dentro do cronograma estipulado. “Além de acompanhar de perto o andamento dos serviços, nossas vistorias técnicas visam analisar o cumprimento do cronograma e pedir celeridade à execução das obras que entendemos ser de suma importância para a cidade e a população. E contar com a parceria da Prefeitura nesse processo foi fundamental, pois sem esse apoio logístico seria impossível concretizar a contento esse grandioso projeto urbanístico na cidade”, disse Maurício Itapary.

Foto: Maurício Alexandre

2 comentários »

Penha pede escola integral na Camboa

0comentário

Atendendo convite do vereador Raimundo Penha (PDT), o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, visitou, nesta sexta-feira (18), os Centros de Ensino Médio Nerval Lebre Santiago e Joana Batista, ambos localizados no bairro da Camboa, em São Luís.

O parlamentar e o secretário conversaram diretamente com os moradores e com a comunidade escolar, oportunidade na qual foram anunciadas a execução de ações emergencial do programa “Escola Digna”.

O Nerval Lebre, escola na qual Raimundo Penha estudou quando cursou o ensino médio, atende, hoje, 125 alunos distribuídos em cinco salas – três no período vespertino e duas no matutino – sendo que outras sete estão seu uso.

Já o prédio do Joana Batista foi cedido ao município e, neste momento, está sem uso, tendo também doze salas de aula e uma quadra.

Felipe Camarão elogiou o empenho do parlamentar, que está defendo reivindicações feitas pelos moradores e estudantes do bairro, garantindo que, de forma imediata, algumas intervenções serão executadas no Nerval Lebre, tais como climatização de três salas de aula e colocação de novos bebedouros.

Camarão também determinou que a equipe da Seduc promova estudo no sentido de pontuar novas ações que favoreçam a recuperação e utilização dos dois prédios.

“Parabenizo o vereador Raimundo Penha, que é um atuante defensor da educação e tem se dedicado muito por esta região que compreende a Camboa, Liberdade e Fé em Deus. Realizaremos, de forma emergencial, algumas intervenções e, em breve, novas ações serão executadas. Podem confiar que coisa boa vem por aí”, disse o secretário.

O vereador agradeceu a atenção e empenho de Felipe Camarão, que realiza um grande trabalho à frente da pasta da Educação.

“Assim como os moradores, pais de alunos e os próprios estudantes, estou muito feliz com esta visita. É simbólica e pode ser um divisor de água para educação desta região. Aqui sonhamos grande, com uma escola em tempo integral ou quem sabe um IEMA”, afirmou Penha.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Tema defende municípios maranhenses em Brasília

0comentário

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) Cleomar Tema, esteve em Brasília, esta semana, reunido com a secretária de Relações Financeiras Intergovernamentais da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda, Priscila Santana, com o coordenador geral do órgão, Renato Andrade e com o subgerente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atrricon) João Lopes Conde.

  Foram dois encontros distintos, com a mesma pauta. Tema reivindicou, tanto na STN, como na Atricon, que na próxima edição do Manual da Contabilidade Pública 2019, elaborada pela STN, que as despesas relativas aos programas do Governo Federal relativas à Saúde, a exemplo da Saúde da Família Agente Comunitário da Saúde, Agente de Combate às Endemias e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), deixem de ser consideradas como despesas próprias de pessoal dos municípios para fins de aferição de limites da Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Esses programas são de natureza temporária e a maioria dos servidores são apenas prestadores de serviços, sem vínculo efetivo. Por isso, deverão ser enquadrados na rubrica orçamentária “Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Física”, afirmou o dirigente da Famem.

Tema destacou ainda que antes de se dirigir a Brasília, determinou que fosse protocolado junto ao TCE-MA, consulta no mesmo sentido.

 A solicitação feita pela Federação do Estado do Maranhão, de acordo com Cleomar Tema, já vem sendo seguido pelos Tribunais de Contas dos Estados do Paraná, Mato Grosso, Rondônia e Minas Gerais.

O líder municipalista maranhense afirmou que sua viagem a Brasília foi bastante proveitosa. “Tivemos êxito inicial em nosso pleito, uma vez que a secretária de Relações Financeira e Intergovernamentais da STN, a doutora Priscila Santana, nos garantiu que levará nossa reivindicação à apreciação do colegiado, na reunião que será realizada em novembro, incluindo a participação de representantes da Atricon”, destacou Tema.

Por sua vez, João Lopes Conde, da Atricon afirmou que: “É papel de nossa entidade normatizar o entendimento comum dos TCEs. Assim, acreditamos na real possibilidade de atendimento, dentro de pouco tempo do pleito da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão”, assinalou.

“Atravessamos uma crise financeira muito grave. As despesas são imensas e os recursos são parcos e variáveis. Esse pedido vai de encontro aos anseios de todos os prefeitos e acredito, pela forma como fomos recebidos, tanto na Associação dos Tribunais de Contas, como na Secretaria do Tesouro do Ministério da Fazenda, que estamos dando um grande passo para a consolidação do nosso pedido”, finalizou Cleomar Tema.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Resposta do senador Roberto Rocha a Zé Reinaldo

0comentário

Por Roberto Rocha

Eu perdi uma eleição amarga, enfrentando duas máquinas onipresentes na política do Maranhão, e ainda o surgimento de um novo fenômeno político nacional que contribuiu para afastar as possibilidades do PSDB surgir com chances de crescimento.

De todos os grandes partidos, fomos o único com presença nacional que não se aliou às duas candidaturas principais.

Minha candidatura, montada pelo PSDB para ajudar o palanque de Geraldo Alckmin – homem público que honra a vida nacional – representou um esforço enorme que, por conta das circunstâncias que todos conhecem, acabou num ponto cego do radar eleitoral.

Ainda assim, não sou daqueles que buscam culpados para as vicissitudes da política. Há que aprender as lições e seguir em frente. Por isso estranhei quando o ex-governador José Reinaldo, de posse dos resultados eleitorais, apontou um único culpado pela derrota de seu pleito. E esse culpado seria eu!

Mas não fui eu que ofereci a ele a única chance de competir por um partido com tempo de televisão e fundo eleitoral? Não fui eu quem prestigiou a sua chegada ao PSDB com a presença em meu gabinete de lideranças nacionais do partido?

E pior, ele ainda guarda palavras de elogio em seu artigo ao atual governador, que de forma infame o escorraçou, e guarda silêncio a quem com tanto sacrifício, Madeira e Alckmin, lhe dispensaram todas as honras para viabilizar a sua candidatura.

Para agradar o governo comunista, e conseguir no próximo ano um emprego, será que precisa ser tão medíocre?

“A mão que afaga é a mesma que apedreja”, lembrando os versos do poeta Augusto dos Anjos, que compara a ingratidão a uma pantera.

Não posso deixar de lembrar disso, ao saber a bisonha explicação que foi a ausência do filho de um ilustre vereador de Caxias na sua chapa que tirou-lhe as chances de competir. O que mais dizer?

Que todos os candidatos a deputado do partido assinaram um documento manifestando apoio a candidatura de Waldir Maranhão e Alexandre Almeida, mas que eu contornei, e depois de muita conversa acatamos a indicação da irmã do prefeito de Pinheiro para compor a chapa de José Reinaldo? Que ele foi o único que recebeu 100% da verba do fundo eleitoral, a que nem mesmo eu recebi integralmente? Que fez sua campanha no Rádio e na TV e nos impressos sem citar os nomes dos candidatos a governador e presidente da República do partido que financiava sua campanha?

Ele sabe que eu só tinha a candidatura registrada, mas na maior parte do tempo fiquei com minha família, por causa do grave problema de saúde com meu filho. Sabe que estou em São Paulo, com meu filho, que está internado no hospital fazendo quimioterapia. Sabe que bem no início da campanha meu filho teve agravado seu estado de saúde. Sabe que naquele momento só não retirei oficialmente a candidatura para não ser acusado de estar a serviço do adversário. Sabe que os poucos programas que gravei eram frequentemente repetidos, e que no final foi contratada uma atriz porque não conseguia mais gravar. Ele sabe que esperei, em casa, a única oportunidade de estabelecer o contraste, a diferença, entre os candidatos a governador, que foi o debate da Globo/Mirante. Nunca fui a uma reunião com nossa equipe para me preparar para esse debate, que foi o primeiro da minha vida. E foram feitas quase 10 reuniões.

Fiquei em casa, vivendo os dias mais difíceis da minha vida, à beira de uma depressão, bebendo para dormir, e acordando para beber.

Uns preferem se drogar, outros se suicidar, a minha fuga da realidade era dormir. Nunca chorei tanto em minha vida, mas escondido.

Não é tarefa fácil para um pai parecer forte diante da enfermidade grave de um filho querido e amado. Eu pensava que era um homem forte, mas agora eu conheço minhas maiores fraquezas, meus limites.

Então agora, com os resultados conhecidos, o culpado pela derrota do ex-governador e do PSDB foi Roberto Rocha? Decerto ele sabia, desde o início, do tsunami eleitoral que varreria o pleito. Decerto sabia que ainda assim, a bordo do PSDB, teria a única chance de vitória. Ele diz que foi uma exceção, num deserto de ideias. Que foi o único que discutiu propostas para o Maranhão. Pois é. Durma-se com um barulho desses.

Termino mais uma vez lembrando o poeta. “Ninguém assistiu ao formidável enterro de tua última quimera. Somente a ingratidão, esta pantera, foi tua companheira inseparável.”

E meu saudoso pai me ensinou: “Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas”. E eu completo: Para quem está morrendo afogado, jacaré é tronco.

* Roberto Rocha é senador

sem comentário »

Maranhão registra 759 focos de incêndio em outubro

0comentário

O Maranhão já registrou 759 focos de incêndio durante o mês de outubro, segundo o ranking Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgado nessa sexta-feira (19). Somente nos últimos cinco dias, o estado registrou 143 focos.

Os dados são referentes até o dia 18 de outubro. O estado ocupa a oitava posição entre os 10 estados do Brasil que mais registrou focos de incêndio durante o mês de outubro, atrás do Pará, Amazonas, Mato Grosso, Piauí, Bahia, Tocantins e Rondônia.

No mês de setembro, o Maranhão registrou 3.178 focos de queimadas ocupando a sexta posição no ranking do Inpe. Ainda segundo o instituto, de 2014 a 2018, o estado já registrou mais de 9,6 mil focos de incêndio.

O Inpe afirma que o estado deve ter reforço de brigadas de incêndio nos próximos dias para evitar novas queimadas na região.

Leia no G1

sem comentário »

Pão com Ovo recebe medalha na Assembleia

2comentários

Em sessão solene, a Assembleia Legislativa realizou, na manhã desta quinta-feira (18), a entrega da Medalha do Mérito Legislativo João do Vale ao grupo de atores maranhenses da comédia “Pão com Ovo”. Durante a solenidade, presidida pela deputada Ana do Gás (PCdoB), o deputado Edson Araújo (PSB), autor da proposição, destacou a importância e o alcance do trabalho realizado pelos atores César Boaes, Adeilson Santos e Charles Júnior.

Em seu discurso, o deputado Edson Araújo foi enfático ao destacar a importância da produção artística do grupo para o entretenimento e o desenvolvimento cultural e artístico do Maranhão.

Ele afirmou que os três atores maranhenses conseguiram uma empatia muito grande dentro e fora do estado com o espetáculo “Pão com Ovo”, considerado atual fenômeno do teatro maranhense.

“Os temas encenados levam as pessoas às gargalhadas e ao mesmo tempo as fazem refletir sobre questões sociais e classes emergentes. Desse modo, ressalta-se a importância da atuação dos atores da comédia “Pão com Ovo”, tendo em vista que o teatro é a forma de expressão artística mais antiga da humanidade, e que, ao longo dos séculos, além de entreter, visa também educar, formar, politizar, incluir e contribuir para a conscientização das pessoas sobre os mais diversos temas”, afirmou o deputado Edson Araújo, em seu pronunciamento.

Agradecimentos

No encerramento da solenidade, os três atores manifestaram agradecimento à Assembleia Legislativa, especialmente ao deputado Edson Araújo, e fizeram um breve relato de seus trabalhos. César Boaes disse que ficou muito honrado com a homenagem, por se tratar de um reconhecimento de uma instituição tão importante.

“O nosso teatro é um teatro popular e esta homenagem tem um significado todo especial, porque estamos sendo homenageados em nossa própria terra, por uma casa que representa o povo do Maranhão”, frisou.

O ator Adeilson Santos disse que, além da dedicação, o grupo trabalha com muita seriedade. “Estamos nessa luta há 21 anos e a nossa emoção é muito grande, porque nos dá a certeza de que, ao longo desse tempo todo, nós trilhamos o caminho certo”.

Charles Júnior declarou que a missão deste grupo de atores maranhenses é a de levar alegria para as pessoas. “Ficamos muito felizes com esta homenagem, porque é um reconhecimento de tudo que fazemos com muito trabalho e muito esforço. A gente rala muito para que as pessoas sejam cada vez mais felizes”, ressaltou.

Foto: Márcio Diniz / Agência Assembleia

2 comentários »

Nova loja do Moto é alvo de bandidos

0comentário

A loja oficial do Moto Club, na avenida Beira-Mar foi alvo da ação de bandidos na madrugada de hoje (19). Os bandidos entraram pelo fundo.

A loja que foi inaugurada no mês passado foi arrombada e vários jogos de material esportivos que seriam utilizados pelo time profissional na próxima temporada foram levados, além do dinheiro que estava no caixa.

O presidente Natanael Júnior disse acreditar que tenha sido apenas furto. Ele registrou boletim de ocorrências na polícia e disse que vai reforçar a segurança no local.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Sem sentido

1comentário

A nova estratégia dos membros do grupo político do governador Flávio Dino (PCdoB) é tentar atrelar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) ao grupo da ex-governadora Roseana Sarney (MDB). O deputado eleito, Duarte Júnior (PCdoB), sempre a serviço de Dino, usou as redes sociais para fazer a fraca relação.

É óbvio que não há a ligação entre Bolsonaro e o grupo Sarney. O próprio ex-presidente José Sarney (MDB) se posicionou neutro neste segundo turno.

O que ocorreu é que lideranças do MDB e também de outros partidos de oposição, como o deputado Adriano Sarney (PV) e o senador Roberto Rocha (PSDB), declararam votar no segundo turno no candidato do PSL.

E a situação local é que determinou a posição dos oposicionistas. A equação é simples: a candidata a vice-presidente na chapa de Fernando Haddad é Manuela D’Ávila, que pertence ao partido de Flávio Dino. Se ganha o petista, Flávio Dino se fortalece no Maranhão.

E para quem é adversário e contra o comunismo estabelecido por Dino no estado, não há nada mais natural do que votar contra o que fortalece o seu adversário político.

O problema é que o governador e seus aliados querem levar até para a disputa presidencial essa dicotomia cansada de Sarney/anti-Sarney, que não deverá mais sustentar o discurso dos comunistas nos próximos quatro anos.

Estado Maior

1 comentário »

Sarau conta história do Maranhão por meio da arte

3comentários

Sarau Histórico, evento da Prefeitura de São Luís realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), que acontece nesta sexta-feira (19), a partir das 19h, na Praça Benedito Leite (Centro), retratará, por meio de uma peça teatral, o auge das produções maranhenses com nomes como Artur Azevedo, Graça Aranha e Ferreira Gullar. O evento é uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo e integra o Programa Reviva que inclui ainda o Passeio Serenata e Roteiro Reggae.

A companhia responsável pelas atuações será a Teoria das Artes, proporcionando uma verdadeira aula de história maranhense por meio da arte. Além disso, a noite contará ainda com muita música com o grupo Regional Atraente, que também apresentará ao público um repertório composto por músicas maranhenses.

Sarau Histórico faz parte do Reviva, programa da Prefeitura que busca incentivar a ocupação de lugares do Centro. Em vigência desde julho de 2017, o programa inclui também o Roteiro Reggae e o Passeio Serenata, ambos partindo da Praça Benedito Leite.

Foto: Divulgação

3 comentários »

Ribamar se transforma na ‘cidade das letras’

0comentário

Aberto nesta quinta-feira (18) a 1ª edição do Festival Ribamar Literário. Até esta sexta-feira (19), estudantes e professores de escolas públicas e particulares da cidade terão a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos em contato direto com escritores de renome nacional, intelectuais, e escritores, por meio de palestras, oficinas literárias, feira de livros, sessões de leitura, além de várias atividades literárias.

Momentos, classificados pelo prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando silva, anfitriã do evento, como de grande “significado e importância” na vida das crianças e dos adolescentes.

“O festival tem o sentido de aproximar nossas crianças e adolescentes de quem produz literatura e aqui temos grandes nomes no cenário nacional, e imortais, exatamente porque precisamos estimular aqueles que consomem, ou seja, nossas crianças e adolescentes, pois sem dúvida temos potenciais produtores ribamarenses, dessa mesma literatura”, refletiu o prefeito.

O festival, que chega em nova roupagem, foi lembrado pelo presidente da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar, como sendo uma iniciativa pioneira,  criado pelo prefeito, e que hoje serve de inspiração para centenas de municípios que passaram a realizar festivais literários e partir daí incentivar os jovens para a cultura literária.

“Com a maior alegria, satisfação e honra atendemos ao convite do Luis Fernando, pois foi ele que lá em 2005, de forma visionária já pensava a literatura como mecanismo de estímulo ao conhecimento. De parabéns mais uma vez, esse gestor exemplar, pelo Festival e por essa nova roupagem que reúne tantos nomes que certamente irão contribuir para o fomento do conhecimento”, falou o presidente AML ressaltando ainda a participação de outros nove imortais.

Ainda na abertura, a professora de português libanesa, radicada no Brasil, Dad Squarisi foi convidada para comandar a palestra de abertura juntamente com espetáculo literário, seguido de lançamento do livro “Rio das Balsas e das Paixões” de Alessandra Machado. Para a professora, o momento é de grande expectativa e de alegria, uma vez que Ribamar se transforma na cidade das letras.

“Uma alegria e responsabilidade muito grande, primeiro em estar presente e claro, responsabilidade em abrir o evento tão lindo e importante não apenas para São José de Ribamar, mas para o Maranhão, afinal os olhares se voltam à cidade das letras”, brincou a professora que também participou de oficina literária com alunos do Ensino Médio no Cursinho Pré-Vestibular.

Já a escritora Alessandra Machado, que lançou o livro “Rio das Balsas e das Paixões”, também falou da iniciativa do prefeito Luis Fernando que classificou como ímpar. “São José de Ribamar não tem apenas um prefeito e sim, o melhor prefeito do Brasil, e isso ocorre exatamente pelo trabalho sério e comprometido que vem exercendo a frente da prefeitura”, classificou.

Também convidada para o Festival, a jornalista e escritora, Maria Clara Arreguy, disse que o Festival é uma contribuição para a população, sobretudo as crianças e jovens, no estímulo contínuo para a literatura. A escritora também participou da feira de livros montada na Praça da Matriz.

Programação

Além de contação de histórias, encontros com escritores, corrida literária, teatro, dança e cinema, a primeiro dia do Festival Ribamar Literário, foi marcado pela Ribamaratona de Soletração. A atividade que envolve alunos do ensino fundamental, visa estimular as crianças para a prática permanente da leitura.

No total, 18 escolas ribamarenses com alunos na faixa etária de 9 anos, participam da iniciativa. Durante o dia, as crianças selecionadas de cada escola passam por uma bateria de dez perguntas que significam etapas no processo. Os finalistas serão premiados com celular, tablet e jogos educativos.

A programação literária que segue até está sexta-feira (19), inclui também palestras, e lançamento de livros, será desenvolvida de forma simultânea no Colégio Patronato, Salão do Turismo, nas Escolas Liceu Ribamarense I, (Vila Roseana Sarney), Liceu II, (Parque Jair), Escola Municipal Diomedes Pereira (bairro J. Câmara), Escola Municipal Parque Vitória, CEM Vieira, CAIC e IFMA. Na praça da Matriz serão promovidas feiras de livros e recitais de poesia durante os dias do evento.

Foto: Wanderson Silva

sem comentário »