Irresponsabilidade

27comentários

rmurad

27 comentários »

Oito presos

1comentário

onibusilhinhaFoi preso por volta das 19h deste sábado (4), o oitavo suspeito de participação nos ataques a quatro ônibus e a uma delegacia de polícia em São Luís. Os ataques aconteceram nessa sexta-feira (3). De acordo com informações passadas pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, o homem, de 27 anos, foi preso em um apartamento no bairro do Monte Castelo. Ainda de acordo com a SSP, ele seria o coordenador dos ataques que deixaram cinco feridos, incluindo duas crianças.

Ainda na noite de sexta, três suspeitos foram presos pelo ataque à 9ª Delegacia de Polícia, no bairro do São Francisco. Na tarde deste sábado, a secretaria confirmou a apreensão de quatro adolescentes, que teriam confessado o ataque a um ônibus no bairro da Ilhinha.

Das três pessoas que teriam envolvimento no ataque à delegacia, uma já esteve presa no Complexo Penitenciário de Pedrinhas e as outras duas são adolescentes. Um dos jovens já foi liberado pela polícia. A informação foi divulgada ao G1 pelo secretário da Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes.

1 comentário »

Resposta da Polícia

3comentários

policia1

Em resposta aos episódios ocorridos na noite desta sexta-feira (3), na Região Metropolitana de São Luís, o Sistema de Segurança do Maranhão efetuou a prisão de três pessoas suspeitas de participação nos ataques a ônibus. Além disso, o efetivo tanto da Polícia Militar (PM) como da Polícia Civil foi aumentado e haverá uma série de operações sendo desencadeadas a partir deste sábado (4), sem previsão de término.

As medidas foram discutidas durante reunião realizada no gabinete do secretário de Segurança Pública, Aluisio Mendes, com a presença da cúpula das Polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, visando inibir e combater as ações criminosas registradas na noite da última sexta-feira (3) em quatro bairros da capital.

“As ações que estão sendo deflagradas são uma estratégia de estabilização dessa situação que houve na noite de ontem [sexta-feira]. Temos informações comprovadas do Setor de Inteligência Policial de que esses ataques são uma resposta ao sistema de moralização e de retomada da disciplina do Sistema Penitenciário, determinado pela governadora Roseana Sarney. É uma ação que vai continuar ocorrendo, para que não haja mais mortes nas unidades prisionais do estado”, declarou Aluisio Mendes.

Por determinação do secretário de Segurança, as forças policiais estão distribuídas em todas as regiões cidade para garantir a tranquilidade da população. Na análise do Sistema de Segurança, essas ações de bandidos são uma tentativa de reação às medidas adotadas pelo Governo Estadual por meio da Polícia Militar, visando disciplinar, organizar e combater a criminalidade nas unidades prisionais da capital.

A Polícia Civil ampliará suas equipes nos quatro plantões da capital, bem como da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). O Serviço de Inteligência, com apoio de homens do Batalhão de Choque, de todas as unidades e de duas aeronaves do Grupo Tático Aéreo (GTA), desenvolverá ações e operações de modo a ocupar toda a grande São Luís.

Além das medidas de aumento no efetivo, deflagração de operações simultâneas em pontos estratégicos, equipes do Corpo de Bombeiros também estarão espalhadas em vários pontos de São Luís com uma ação de prevenção a novos episódios que ocorram. “Todo o sistema de segurança está mobilizado de uma forma mais intensa e presente para coibir estes crimes,” afirmou o secretário.

policia2
Atuação da PM

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Aldimar Zanoni Porto, garantiu que os trabalhos dentro dos presídios de Pedrinhas irão continuar. “Vamos dar continuidade às atividades de revista, patrulhamento e presença permanente de guarnições da PM nas unidades prisionais. Nosso foco é restabelecer a ordem e a disciplina de maneira coerente, para que os internos possam ter sua integridade física preservada e assim, evitando que ocorram novos homicídios nestes locais”, disse.

Ele observou, ainda, que desde a noite de sexta-feira (3), todos os batalhões já intensificaram as ações, aumentando o número de abordagens e prisões, a fim de retirar armas de circulação, recuperar veículos roubados e prender bandidos. “Estamos unidos ao Sistema de Segurança e daremos uma resposta enérgica a essas facções”, ressaltou Zanoni.

Investigação

Assim como nos outros episódios em que ônibus também foram queimados e trailers da Polícia Militar foram alvos de ataques de criminosos, fatos ocorridos em outubro e novembro do ano passado, Mendes garantiu que já identificou de onde são as ordens, quem as determinou e quem as cumpriu. “Assim como na outra ocasião prendemos todos os envolvidos, faremos da mesma forma desta vez. Já temos claramente quem deu a ordem como deu e quem a recebeu e como a executou. Estamos trabalhando no sentido de prender os que ainda estão nas ruas, cometendo essas ações. Iremos imputar aos que estão detidos, mais esse crime”, comentou.

Aliado ao trabalho investigação, a delegada Geral, Maria Cristina Resende, afirmou que mais um plantão da Delegacia de Homicídios com uma equipe diária composta por um delegado, quatro investigadores e um escrivão permanecerá dentro do Sistema Penitenciário para registrar as ocorrências relacionadas aos crimes contra a vida nos presídio.

Ocorrências

De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), foram registrados quatro episódios envolvendo ônibus coletivo. O primeiro ocorreu no Bairro do João Paulo, onde cerca de cinco elementos interceptaram o veículo, mandaram os passageiros descerem e atearam fogo.

Houve também ataques na Vila Sarney, Ilhinha e uma tentativa no Jardim América. Em todas as ocorrências, as polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros foram acionados. O 9º Distrito Policial (São Francisco) também foi alvo dos bandidos.

O cidadão que presenciar algum fato, atitude suspeita ou tiver informações sobre o envolvimento de pessoas nos ataques pode denunciar através dos telefones 190, do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), ou do Disque Denúncia (3223 5800).

Fotos: Francisco Silva

3 comentários »

Jogo duro

1comentário

cel_ivaldoO comandante de Policiamento Especializado (CPE) , coronel Ivaldo Barbosa, falou sobre a situação nos presídios e defendeu o endurecimento da vigilância dentro das unidades.

“Vamos fechá-los em suas devidas celas e intensificar a vigilância. Essas pessoas precisam entender que elas não podem matar as pessoas e ficar rindo dentro das celas. Eles vão assumir as consequências dos seus atos. Na minha visão, preso é preso e ponto final. Toda vigilância em cima dele é pouco. A operação vai ser constante”, declarou à TV Mirante.

O endurecimento da vigilância dentro das unidades teria sido a causa dos ataques a quatro ônibus e a uma delegacia na noite desta sexta-feira (3). Durante a ação que, segundo o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes teria sido ordenado dentro do presídio quatro pessoas tiveram o corpo queimado e permanecem internadas no Hospital Socorrão II.

O caso mais grave é de uma menina de apenas 6 anos. Ela teve 90% do corpo queimado. Um parente da vítima que não quis se identificar deu um depoimento assustador à TV Mirante: “Ela [a mãe da criança] pediu para eles não fazerem nada com as crianças, porque elas não tinham feito nada. Na hora, eles nem ligaram, não tiveram sentimento e tocaram fogo na menina, que está em estado muito grave no hospital”.

1 comentário »

Ônibus vão parar

20comentários

onibusOs ônibus vão parar a partir das 18h deste sábado depois do ataque de ontem à noite quando quatro ônibus foram incendiados por bandidos.

Segundo os Sindicato dos Rodoviários, os ônibus também vão parar no domingo, às 18h e segunda-feira às 19h. Na terça-feira, os rodoviários farão uma nova reunião para avaliar a situação.

Ao meu ver, a decisão do Sindicato dos Rodoviários é totalmente equivocada e só serve para beneficiar os bandidos que ordenaram os ataques ontem em São Luís.

E a SMTT o que diz?

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), informou que diante do anúncio de paralisação temporária do sistema de transporte coletivo – em razão das mais recentes e graves ocorrências que resultaram em atentado a Delegacia de Polícia e incêndio a ônibus – o secretário de Trânsito e Transportes, Carlos Rogério Araújo, está permanentemente em contato com os sindicatos dos rodoviários e dos empresários do setor, da mesma forma que com órgãos do sistema de Segurança Pública do Estado, no sentido de encontrar meios que garantam o atendimento normal aos usuários de transporte coletivo.

20 comentários »

Duplicação da Holandeses

2comentários

holandeses1A duplicação da Avenida dos Holandeses, na Região Metropolitana de São Luís, está avançando, com a conclusão da rede de drenagem de águas pluviais. Os serviços são essenciais para evitar o alagamento da via em dias de chuva, garantindo maior trafegabilidade e segurança para os motoristas que passam pelo local.

De acordo com Astrogildo Uchôa Sampaio, um dos responsáveis pela obra, atualmente o terreno está sendo escavado para que sejam colocadas as últimas tubulações que formarão a rede de drenagem da via, serviço que deve ser concluído nos próximos dias.

Após a realização dessa atividade, será iniciado o processo de terraplenagem do trecho, que será duplicado e posterior pavimentação.

– Depois disso, vamos iniciar o processo de terraplenagem, com a colocação da sub-base, da base e depois o asfalto – disse.

Além disso, uma empresa está responsável pelo processo de desapropriação de imóveis construídos no entorno da via, que deverão ser retirados durante as obras.

holandeses2Serviços

Os serviços na via estão sendo executados pela Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sinfra), comandada pelo secretário Luis Fernando Silva, e prevêem a duplicação da pista em um trecho de três quilômetros, que estende do bairro Araçagi até o entroncamento com a rodovia estadual MA-204, próximo ao Condomínio Alphaville. Na próxima etapa da atividade será dado inicio às escavações para a construção de um viaduto, que será erguido no entroncamento entre a MA-203 e 204.

Com a duplicação, serão construídas três faixas para veículos em cada via da pista (uma será exclusiva para ônibus) e um canteiro central com preparação para ônibus biarticulado.

Também serão feitas melhorias na iluminação e na sinalização horizontal e vertical, que beneficiarão os condutores que trafegam pelo local, principalmente no período noturno.

A obra, orçada em aproximadamente R$ 30 milhões, está sendo executada pela Ducol Engenharia Ltda. As atividades foram iniciadas no mês de outubro, com a limpeza dos extremos da pista, e a previsão é de que os serviços sejam concluídos em 10 meses.

Esse trecho da Avenida Holandeses é muito utilizado por motoristas da capital para fugir de congestionamentos dos horários de pico (início da manhã e fim da tarde), de vias que estão saturadas pelo excesso de veículos. Com a duplicação, é esperado que haja redução na quantidade de acidentes que são registrados na região, facilitando a fluidez do trânsito na área.

Além de facilitar o acesso a algumas praias da Região Metropolitana de São Luís, a ampliação da Avenida dos Holandeses, no trecho previsto, deverá estimular a rede hoteleira e a expansão de novos negócios na região, conforme previsão do Ministério do Turismo (MTur).

O Estado

2 comentários »