Moto começa bem

10comentários

escudomotoO Moto estreou com vitória no Campeonato Maranhense. O time rubro-negro fez 3 a 2, contra o Imperatriz, no Nhozinho Santos e divide a liderança do grupo A, com 3 pontos ganhos ao lado do Cordino, de Barra do Corda.

Os gols da vitória do Moto foram marcados por Felipe, Pierre e Henrique. Para o Imperatriz descontaram Lindoval e Marcleison.

Os dois times voltam a campo na quinta-feira (30). O Moto enfrenta o São José, às 20h15, no Nhozinho Santos. No mesmo horário, o Imperatriz recebe o Araioses, no Frei Epifânio D’Abadia.

Classificação

Grupo A
1º Moto e Cordino – 3 pontos
3º Imperatriz e Araioses – 0 ponto

* O São José ainda não estreou

Grupo B
1º Sampaio – 3 pontos (saldo 3)
2º Santa Quitéria – 3 pontos (saldo 1)
3º Maranhão – 0 ponto (saldo -1)
4º Bacabal – 0 ponto (saldo -3)

* Balsas ainda não estreou

Próximos jogos

29/01 – Quarta-feira
20h15 – Maranhão x Bacabal
20h15 – Balsas x Santa Quitéria

30/01 – Quinta-feira
20h15 – São José x Moto
20h15 – Imperatriz x Araioses

10 comentários »

Viagem de Roseana

6comentários

roseanasarney

A governadora Roseana Sarney abre o roteiro de viagens deste ano com visita à Região Central do Maranhão. Ao lado do secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, a governadora inaugura a obra de melhoramento e pavimentação da rodovia MA-012, nesta terça-feira (27), beneficiando os moradores de Esperantinópolis, São Roberto e São Raimundo do Doca Bezerra.

A inauguração será marcada por atos nas três cidades, que ganharão interligação por asfalto. A rodovia MA-012 tem 41 Km de extensão e a obra de pavimentação é resultado do investimento de cerca de R$ 30 milhões, com recursos do Tesouro Estadual.

“Essa é uma região importante para o Maranhão e a estrada vai garantir mais facilidade no escoamento da produção e vai melhorar o transporte e a vida da população dessas três cidades. Todos terão mais qualidade de vida”, declarou a governadora Roseana Sarney, que durante a visita, será acompanhada por deputados, prefeitos, vices, ex-prefeitos, vereadores e demais lideranças comunitárias da região.

A obra integra o Programa Viva Maranhão, que está mudando o mapa rodoviário do estado. O planejamento do Governo do Estado é de, até o fim de 2014, interligar todas as sedes de municípios por vias pavimentadas, fazendo do Maranhão o primeiro estado do Nordeste a alcançar essa meta de ter todas as cidades ligadas por asfalto.

Para alcançar essa meta, nesta semana o secretário Luis Fernando Silva autoriza obras em novas rodovias. Na quinta (30), assina Ordem de Serviço para obra de pavimentação da estrada entre São Francisco do Maranhão e Barão do Grajaú.

Na sexta (31), o ato será realizado para início dos serviços na via entre Lagoa do Mato e o povoado Gavião. No sábado (1º), o secretário de Infraestrutura autoriza obras de pavimentação da rodovia que liga Afonso Cunha a Coelho Neto. No domingo (2), assina a Ordem de Serviço para asfaltar a estrada entre São João do Caru e Bom Jardim.

6 comentários »

Cidade Digital

0comentário

TeresaMuradA Prefeitura de Coroatá está iniciando um projeto piloto que irá revolucionar o comportamento das pessoas, da economia, dos serviços públicos e proporcionará aos estudantes de todos os níveis uma ferramenta digital com acesso eficiente, rápido e seguro para troca de mensagens, áudios, vídeos e demais aplicativos disponíveis na era digital – gratuita e ao alcance de todos. Trata-se do “Coroatá – Cidade Digital”, um das propostas do plano de governo da prefeita Teresa Murad (PMDB).

Com o financiamento de empresas privadas, o projeto “Coroatá – Cidade Digital” tem como objetivo modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos por meio da construção de uma rede de fibras ópticas que possibilite a conexão entre as Secretarias Municipais, o acesso da população a serviços de governo eletrônicos e a espaços de uso gratuito de internet, bem como a implantação de serviços de videomonitoramento para apoio às ações da Guarda Municipal, da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar.

Além dos serviços já mencionados, o projeto alcançará, em um segundo momento, a implantação de aplicativos de “e-gov” nas áreas financeira, de tributação, educação e saúde e a capacitação dos servidores municipais para o uso e gestão da rede.

sem comentário »

Vitória de Bárbara

1comentário

barbarasoeiroO pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) decidiu, por 5 votos a 1. pela manutenção do mandato da vereadora Bárbara Soeiro (PMN).

O julgamento iniciado no dia 17 de dezembro do ano passado, havia sido suspenso por um pedido de vista do desembargador Froz Sobrinho. O placar era de 3 a 0 em favor de Bárbara Soeiro com os votos do relator Sérgio Muniz e dos juízes Eduardo Moreira e Eulálio Figueiredo. Hoje, Alice Rocha e Clodomir Reis também votaram pela manutenção do mandato de Bárbara Soeiro. O único voto contrário foi o do desembargador Froz Sobrinho.

Bárbara era acusada de ter recebido os salários do cargo que ocupava na Secretaria Municipal de Governo (Semgov), na gestão do então prefeito João Castelo, no período vedado pela Justiça Eleitoral. A ação foi proposta pela suplente Eidimar Gomes Rodrigues (PSDB).

“Sempre disse que confiava plenamente no trabalho da Justiça. A decisão de hoje só confirma o mandato que conquistei nas urnas com o voto de confiança dos eleitores de São Luís”, disse Bárbara Soeiro.

1 comentário »

JEMs 2014

0comentário

alimneto

A Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) apresentou, na última sexta-feira (24), o calendário de competição dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) a secretários dos municípios que irão participar desta edição da maior competição estudantil do Maranhão. O encontro ocorreu no auditório da Sedel com a presença do secretário-adjunto e diretor-geral dos JEMs, Alim Maluf Neto.

Além da apresentação do calendário dos JEMs, o encontro serviu para que os municípios confirmassem o interesse em sediar uma das etapas regionais da competição, que serão disputadas de 14 de junho a 10 de julho. Pelo menos oito cidades demonstraram interesse em sediar as regionais. Todas as solicitações foram entregues à Sedel, que deverá anunciar oficialmente as seis cidades-sede das etapas regionais no dia 14 de março.

“Ficamos felizes em ver que os municípios estão cada vez mais interessados em participar dos JEMs e de sediar as etapas da competição. Agora precisaremos avaliar todas as exigências do caderno de encargos para decidirmos quais municípios receberão as disputas regionais”, declarou Alim Maluf Neto.

Para que um município venha a sediar uma das seis regionais dos JEMs é preciso atender algumas exigências solicitadas pela Sedel, que estão relacionadas às condições das praças esportivas, à hospedagem das equipes participantes na etapa e ao atendimento hospitalar caso necessário, por exemplo. Estas são algumas das solicitações importantes presentes no caderno de encargos para que as etapas regionais ocorram da melhor maneira possível.

Outros assuntos discutidos na reunião de sexta-feira foram as mudanças na fórmula de disputa dos JEMs e os prazos para entregas de documentos referente à confirmação de escolas e municípios nos jogos escolares. As instituições de ensino e as cidades interessadas em participar desta edição dos JEMs devem entregar o termo de adesão até o dia 14 de março. O documento, assim como todo o cronograma dos JEMs 2014, está disponível no site da Sedel. O endereço é o www.esporteelazer.ma.gov.br.

A edição de 2014 dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) sofreu uma pequena alteração no que diz respeito à sua fórmula de disputa. No próximo ano, serão realizadas apenas três etapas (Metropolitana/Municipal, Regional e Estadual) e não mais quatro como nas edições anteriores.

Neste novo cenário, a Etapa Estadual das modalidades coletivas, será disputada com um número maior de equipes, classificadas após a realização das etapas anteriores: dezesseis no total. A primeira etapa dos JEMs classificará oito escolas da Região Metropolitana (São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar) para a Etapa Estadual, sendo quatro escolas da rede pública e quatro da particular.

As outras oito vagas serão destinadas para equipes do interior do Estado, sendo que duas serão do campeão e do vice da fase municipal de Imperatriz. Os últimos representantes serão os campeões das seis etapas regionais, totalizando, assim, dezesseis escolas participando da Etapa Estadual.

A única exceção será na modalidade futsal, que contará com vinte equipes na Etapa Estadual dos JEMs 2014, sendo doze classificadas na Etapa Metropolitana, duas classificadas na fase municipal de Imperatriz e os seis campeões regionais.

Foto: Biaman Prado

sem comentário »

Mutirão Carcerário

0comentário

defensores

A segunda etapa do mutirão carcerário foi iniciada, nesta segunda-feira (27), pelo grupo de 55 defensores públicos (21 do Maranhão e 34 de outros estados) que integram a Força Nacional da Defensoria Pública formada. O trabalho integra uma das ações do Comitê de Gestão Integrada, presidido pela governadora Roseana Sarney.

Durante a manhã, foi apresentada aos defensores públicos que vieram de outros estados como é sistematizado e como se operacionaliza o sistema de Justiça do Maranhão. Depois da reunião, realizada na sede da Defensoria Pública (DPE), em São Luís, os defensores foram ao Fórum para iniciar a análise dos processos.

“Após a análise jurídica, vamos para uma entrevista individual com o preso, pois, o mais importante, é o detento ter conhecimento de sua situação jurídica. Saber da atual posição jurídica, a causa efetiva da sua prisão, ajuda o processo de pacificação”, observou Andre Girotto, defensor do Rio Grande do Sul que, juntamente com o defensor Paulo Rodrigues da Costa, do Maranhão, coordena a Força Nacional da Defensoria Pública.

“No Fórum, vamos distribuir os processos, sendo um trabalho prévio no sentido de fazer toda uma busca no sistema sobre a situação de cada um dos presos”, explicou Paulo Rodrigues da Costa. Ele disse, ainda, que o grupo será dividido em equipes, sendo cada uma responsável por averiguar a situação dos presos provisórios, os definitivos, os que estão em regime semiaberto e aqueles que estão no sistema fechado.

O mutirão será realizado nas instalações do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, inicialmente no Centro de Detenção Provisória (CDP), em seguida, na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ). O mutirão carcerário faz parte do plano de 11 medidas emergenciais, anunciado pelo governo do Maranhão, com o Ministério da Justiça para contornar a crise no sistema penitenciário.

O defensor-geral da DPE-MA, Aldy Mello Filho, destacou que o trabalho, iniciado nesta segunda-feira (27), reforça o que é realizado pelos defensores do Maranhão, deste o dia 15 deste mês, com o objetivo de promover a mais ampla revisão dos processos dos que estão no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Ele informou que foi solicitado, também, à Corregedoria de Justiça, os processos de presos provisórios onde não há defensoria.  “Nos locais onde há defensoria, nós estamos em 26 comarcas e os defensores têm feito o acompanhamento desses processos”, contou.

Durante o mutirão, os defensores vão identificar os detentos que têm direito à liberdade por estarem presos provisoriamente há mais tempo que o permitido por Lei, por já terem cumprido a pena ou que tenham direito à progressão de regime e à liberdade condicional. O trabalho vai durar duas semanas. O mutirão dará agilidade aos processos dos presos e com isso espera-se que diminua a tensão dentro da penitenciária.

Medidas

Entre outras medidas emergências que foram anunciadas pelo Governo do Estado e Ministério da Justiça, estão o Comitê Gestor de Ações Integradas (já criado em atuação), remoção de presos, Plano de Ação Integrada de Inteligência prisional, reforço no auxílio da Força Nacional, Plano de Ação Integrada de Inteligência e Segurança Nacional, implantação de Núcleo de Atendimento a Familiares de Presos (saúde e assistência psicológica), integração do Ministério Público e Poder Judiciário, implantação de plano de atendimento e capacitação de policiais envolvidos diretamente em ações de segurança, penas alternativas e monitoramento eletrônico e a construção de novas unidades prisionais.

Atualmente o Poder Judiciário, a Defensoria Pública e o MP (Ministério Público Estadual) estão realizando o mutirão processual, que começou no último dia 15 e analisa os processos de todos os presos provisórios e definitivos de todo o estado. O mutirão processual ocorre até o mês de abril, no Fórum de São Luís.

Foto: Geraldo Furtado

sem comentário »

Promoção de professores

0comentário

gilcutrimA Prefeitura de São José de Ribamar divulgou lista contendo nomes dos professores da rede municipal de ensino que estão aptos a receber promoções, benefício que representará a estes profissionais novo ganho salarial e ascensão vertical na carreira nestes próximos meses. A lista pode ser conferida no http://www.saojosederibamar.ma.gov.br/noticia/professores-ribamarenses-serao-beneficiados-com-novas-promocoes

Participaram do processo de avaliação dos requisitos para obtenção do benefício somente os docentes que, em 2013, deram entrada no pedido de promoção junto à Secretaria Municipal de Educação (SEMED). Os requerentes com parecer desfavorável tiveram o pedido de promoção convertido para progressão, sendo este deferido.  Já os requerentes com processos em diligência devem comparecer à SEMED para apresentar as documentações complementares e os com parecer desfavorável devem aguardar a decisão final da Secretaria de Planejamento Administração e Finanças (SEMPAF) para apresentar pedido de reconsideração, caso assim o servidor entender.

O trabalho de concessão de ganhos salariais para os profissionais do magistério de São José de Ribamar faz parte das ações de incentivo e valorização do setor educacional desenvolvidas pela administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB) desde 2011.
Nos últimos três anos, os professores da rede municipal de ensino da cidade foram beneficiados com três reajustes salariais (15% em 2011, 22% em 2012 e 8% em 2013), o que representa um reajuste global nos vencimentos destes profissionais de 45%.

Atrelado a isso, o prefeito Gil Cutrim implantou, em 2013, progressões para os docentes, benefício previsto na Lei 900/2010 que Institui o Plano de Carreiras, Cargos, Salários e de Valorização dos Profissionais da Educação Básica, no âmbito do Poder Executivo do município de São José de Ribamar.

A progressão é a elevação do profissional da educação de uma referência para outra imediatamente superior, dentro da faixa salarial da mesma classe, obedecendo critérios de desempenho e tempo de serviço, com interstício mínimo de quatro anos.

Novos pedidos – O protocolo dos pedidos de promoção 2014/2015 deverão ser protocolados na SEMED no período compreendido entre 4 de fevereiro e 31 de março, sendo exigidos os seguintes documentos: a) ficha cadastral preenchida; b)
espelho do contracheque; c) cópia autenticada do diploma de graduação e/ou certificado de pós graduação; d) além dos documentos constantes no item c), cópia autenticada da segunda pós graduação para quem for solicitar promoção para Classe II, se cargo de professor de nível superior, ou Classe V, se cargo de professor nível médio; e e) histórico escolar.

sem comentário »

Nove dígitos

0comentário

celularOs números de telefones celular no Maranhão ganharão mais um dígito a partir de 9 de novembro.

O anúncio foi feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (anatel), no Diário Oficial da União publicado hoje (27).

Para fazer uma ligação, o usuário terá que digitar o número 9 antes dos outros oito números da linha.

A medida que já vale para São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, além do Maranhão valerá para os estados do Pará, Amazonas, Amapá e Roraima.

sem comentário »

Maranhão, Afeganistão, Arnaldo Jabor…

10comentários

foto1Por Brenda Silveira*, com ilustrações do blog do Marco D’Eça

Não li e nem quero ler o tal artigo no qual o articulista global Arnaldo Jabor compara o estado do Maranhão ao Afeganistão.

Apesar da rima e dos trocadilhos engraçadinhos aos quais o textos de Jabor são sempre predispostos, eu protesto e digo: pra cima de mim, seu Jabor, não!

Aliás, a rima preconceituosa, fruto da visão burocrática de um jornalista carioca zona sul atinge, numa só tacada, dois povos distintos, porém ambos de culturas fantásticas e históricas.

Mas, aproveitando a deixa do articulista, vou comparar as situações sob outro ponto de vista.

O Afeganistão, país Islâmico soberano da Ásia Central tornou-se inimigo público número um dos norte-americanos a partir de um suposto (e dez anos depois) ainda mal explicado, “ataque terrorista” a dois suntuosos prédios na ilha de Manhatthan , curiosamente, transmitido ao vivo pelas TVs do mundo inteiro.

Na falta de um inimigo real o “Terror” tornou-se o maior adversário norte-americano, personalizado pelo chefe do Taliban (grupo que domina o país) Osama Bin Laden, que teoricamente teria ordenado os ataques.

foto2Estranho que a mídia não tenho dito que Osama era amigo dos estadunidenses até aquela ocasião. Que tinha sociedade em negócios de petróleo com a família Bush. Ou seja; aquele que era aliado do país durante anos, em segundos tornara-se o vilão da nação.

Estava instituída a Islamofobia.

Nenhuma novidade para quem se interessa um pouquinho pela política internacional e sabe primariamente dos interesses da decadente economia norte-americana no petróleo daquela parte do mundo; desde a famigerada guerra do golfo na qual os americanos na sua arrogante postura de superioridade, atacaram covardemente e destruíram impiedosamente o Iraque, berço da cultura da humanidade. A imprensa mundial chegou a circular com insistência uma imagem, cedida pela CNN, de um pássaro do mar recoberto por petróleo que teria sido derramado no Golfo Pérsico, por ordem de Sadam Hussein. Uma mentira midiática internacional que levou ao suicídio o jornalista que forjou a fotografia.

Após os acontecimentos ocorridos desde o segundo semestre do ano passado, com recrudescimento no final de 2013 e início de 2014, na Penitenciária de Pedrinhas, no Maranhão, a primeira reação de todo o país foi de uma preconceituosa, xenofóbica e irritante histeria coletiva. Os ataques da imprensa nacional e seus articulistas à realidade, ao povo e aos acontecimentos no Maranhão não resistem à uma breve “GooglePress” sobre a dramática situação de presídios e presidiários em todo o país, inclusive com atos de crueldade infinitamente superiores aos ocorridos na ilha de São Luis. No Rio de Janeiro, por exemplo, no final dos anos 90, um conflito entre facções levou presos a decapitarem detentos rivais, comerem suas vísceras e jogarem futebol com suas cabeças.

Isso para não se falar do massacre do Carandiru que – sob a batuta do Estado e suas instituições – protagonizou um dos maiores banhos de sangue do país com mais de 100 mortos no episódio.

foto3A polícia de São Paulo é tida como uma das mais violentas do mundo e chega a matar em uma década o dobro do que é contabilizado em mortes na guerra do citado Afeganistão, cerca de 13 mil pessoas.

Enfim, conheço desde muito cedo a realidade do Maranhão. Conheço bem de perto a realidade dos morros cariocas que emolduram com imensa pobreza e violência a bela Zona Sul, onde reside o articulista Jabor.

Conheço a realidade de São Paulo, suas guerras civis quase silenciosas e sua violenta polícia militar.

Não quero com isso negar o inegável: que não haja pobreza, miséria, tristeza, analfabetismo, falta de saneamento básico, precária estrutura de saúde, educação e transporte coletivo no Maranhão e na ilha de São Luis. Mas nada disso foge à realidade brasileira, mesmo que em escala maior, e que justifique essa “Maranhensefobia” que se instalou nos meios de comunicação do Brasil.

Afinal, se o Maranhão é governado por uma Oligarquia esse padrão político/cultural é fruto de práticas bem conhecidas de quase todos os estados da federação. E esse grupo político não permaneceu por quatro décadas no poder, apenas com o voto de seus humildes eleitores. Essa oligarquia maranhense foi alimentada pelo poder político e econômico central que, certamente, lucrou bastante com isso. E não é privilégio do Maranhão. Em Minas Gerais temos ainda “feudos” e currais eleitorais como os dos Neves, para ficar num só exemplo e que, com seu poderio faz calar a imprensa em escândalos policiais envolvendo seus políticos com o tráfico de drogas.

O povo nordestino – apesar de ter dado ao país os brasileiros mais ilustres nas artes, nas ciências, na literatura e na política – foi, historicamente subestimado pelo “rico” e branco sul e sudeste que, neste momento de crise, ao invés de olharem para um problema de tamanha complexidade e de extensão nacional, preferem acusar e reforçar seus preconceitos contra um estado nordestino de grande riqueza natural, humana e cultural.

Hoje, uma matéria veiculada na imprensa do Maranhão revela que a taxa de ocupação dos hotéis da histórica Ilha de São Luis tiveram uma queda record de 80% na sua taxa de ocupação. Uma visível consequência negativa e que penaliza diretamente o povo deste já, tão sofrido estado do país.

foto4Enquanto isso, acontece ( neste exato momento) uma grande movimentação cultural no Estado – atualmente um dos maiores polos de produção e distribuição cinematográfica do país – reunindo agentes culturais de todo o estado e cineastas nacionais na Mostra de Cinema Maranhão na Tela. Certamente nada disso foi noticiado. E eu me pergunto o que há por detrás de tudo isso? O que realmente move essa comoção midiática?

Senhor Jabor, guarde seus preconceitos no bolso e dê um “rolezinho” na periferia de sua cidade. Além de ver que a força do braço nordestino é a que move a engrenagem das grandes e desestruturadas cidades brasileiras, vai entender que o seu “Afeganistão” pode rimar também com Complexo do Alemão.

Ou então pelo noticiário de ontem na capital Paulista onde o trânsito foi paralisado pelas inúmeras e catastróficas inundações, ônibus queimando em chamas pela revolta popular, caminhões tendo suas cargas saqueadas e , em plena luz do dia, assaltantes fazem trabalhadores reféns.

E  vai ver que a rima pode também ser Itaquerão…

*Jornalista de Belo Horizonte (MG), pós-graduada em Cinema
Artigo Maranhão, Afeganistão, Arnaldo Jabor e o seu complexo de (do) alemão… extraído da rede social Facebook

10 comentários »

Combate à hanseníase

0comentário

caminhada

O Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase foi comemorado, neste domingo (26), pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), em parceria com universidades e órgãos estaduais, com uma caminhada na Avenida Litorânea. Foram distribuídos folderes com informações para a população, como forma de alertar para os riscos, sinais e cura da hanseníase. Embora o Maranhão esteja há sete anos reduzindo a incidência, em 2013 foram registrados 3.369 casos novos em todo o estado.

O secretário-adjunto de Vigilância em Saúde, Alberto Carneiro, explicou que a caminhada e outras ações realizadas pela SES têm o intuito de sensibilizar a população, informando que a hanseníase tem cura, se o tratamento for feito corretamente. “Queremos divulgar, a partir da Região Metropolitana, a importância do tratamento e da cura da hanseníase. A SES, durante o Governo Itinerante, fez a busca ativa dos pacientes, está oferecendo tratamento e informando que as pessoas acometidas podem levar uma vida normal no trabalho, na família e na sociedade”, disse ele.

A hanseníase é uma doença que atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz. O tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas é longo. Pode variar de dois a até mais de 10 anos. A doença pode causar deformidades físicas, que podem ser evitadas com o diagnóstico no início da doença e o tratamento imediato.

O ser humano é considerado a única fonte de infecção da doença. O contágio se dá por meio do contato direto de uma pessoa doente não tratada, que o expele através das vias aéreas superiores. Entre as ações adotadas pela SES, em parceria com o Ministério da Saúde, em 2013, para eliminação da doença no Maranhão, destacam-se campanhas em escolas do ensino fundamental em 77 municípios considerados prioritários. A campanha teve como objetivo a detecção de casos novos de hanseníase entre menores de 15 anos. Foram encaminhados para exames de avaliação nas unidades de saúde 26.353 alunos, dos quais 86 foram confirmados com a doença.

A dermatologista Celijane Melo, diretora do Hospital Aquiles Lisboa – referência para o tratamento da hanseníase no Estado – explicou que durante todo este mês foram feitas atividades com a intenção de divulgar os sintomas e favorecer a chegada dos pacientes no serviço de saúde. “O grande problema ainda é a falta de diagnóstico precoce. A SES oferece tratamento e as pessoas precisam deixar o preconceito de lado e buscar tratamento, somente assim vamos evitar as complicações e incapacidades consequentes da hanseníase”, justificou.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »