Sampaio garante vaga na Copa do Nordeste

0comentário

O Sampaio fez valer o seu favoritismo e garantiu a vitória por 3 a 0, contra o Ríver-PI pela pré-Copa do Nordeste. No primeiro jogo, em Teresina, houve empate por 2 a 2.

Com o resultado, o Sampaio garantiu vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste em 2019.

A partida foi bastante complicada devido à condição do gramado por conta da forte chuva, mas o Sampaio conseguiu sair na frente, no primeiro tempo com Carlão cobrando pênalti. O Sampaio ainda teve uma crance incrível de ampliar com Bruninho, mas ele perdeu.

O Ríver dominou o segundo tempo e teve perto de empatar, inclusive com duas bolas no trave, mas o Sampaio definiu o jogo em dois contra-ataques que o estreante Alvinho marcou fechando em 3 a 0, embora o placar não diga o que foi o jogo.

Além do Sampaio, o futebol maranhense terá outro representante na Copa do Nordeste, o Moto Club que foi campeão maranhense. As duas equipes podem se enfrentar logo na primeira fase.

Foto: Lucas Almeida

sem comentário »

Eduardo Braide diz que governo Flávio Dino errou

0comentário

O deputado Eduardo Braide usou a tribuna nesta quarta-feira (25) para informar que as alterações feitas pelo Governo do Estado no Estatuto da Polícia Civil (Lei 8.508/2006), por meio da Lei n° 10.824/2018 não tem nenhum valor jurídico, uma vez que o substitutivo encaminhado e aprovado pela Assembleia Legislativa versa sobre uma lei inexistente.

“O governador encaminhou para esta Casa um substitutivo que, no seu texto, altera a Lei n° 8.058/2006. Ocorre que essa lei não existe. Ou seja, a Lei que alteraria o Estatuto da Polícia Civil não tem efeito algum, uma vez que conforme sancionado pelo Governo do Estado e publicado no Diário Oficial (n° 60 – 02/04/2018) deixa claro o erro cometido pelo Poder Executivo”, explicou o deputado.

Ainda no pronunciamento, Eduardo Braide criticou a forma açodada como têm sido votados os projetos encaminhados à Assembleia Legislativa pelo Governo do Estado.

“Não é a primeira vez que o governador do Estado encaminha para a Assembleia projetos errados. E é isso que geralmente acontece quando projetos importantes são votados em regime de urgência. Lembro aqui o caso do IPREV, onde o próprio governador teve que vetar uma lei de autoria do Poder Executivo e encaminhar um novo projeto para que pudesse ser apreciado novamente por esta Casa. Mais recente, tivemos a Medida Provisória que reestruturou o IEMA, que continha um erro e que somente foi corrigido por meio de uma emenda apresentada por mim na CCJ”, relembrou o parlamentar.

Ao fim do discurso, Eduardo Braide alertou que o Estatuto da Polícia Civil precisa ser cumprido sem qualquer alteração pretendida pelo Governo do Estado.

“O Conselho de Polícia Civil não pode estar se reunindo, por exemplo, sem os representantes da ADEPOL, do SINPOL, da APOTEC, além de outros que o artigo 11 da Lei 8.508/2006 assegura. Alerto ainda ao Governo do Estado que qualquer ato praticado com base nas alterações feitas pela Lei n° 10.824/2018, no que diz respeito ao Estatuto da Polícia Civil, são nulos de pleno direito. O Governo errou e as entidades, portanto, permanecem no Conselho da Polícia Civil do Maranhão”, finalizou.

Foto: JR Lisboa/Agência Assembleia

sem comentário »

Andrea pede convocação de Jefferson Portela

4comentários

A deputada Andrea Murad (PRP) usou a tribuna da Assembleia nesta quarta-feira para destacar o desespero do governador Flávio Dino de ficar sem a “Polícia Política” e se beneficiar nas Eleições 2018. Para a parlamentar, o governador é quem teme a presença do Exército no pleito que irá impedir os abusos também praticados nas Eleições 2016.

Na última segunda-feira, Andrea Murad entrou com Representação pedindo à Procuradoria Geral da República intervenção no sistema de segurança pública, documento que já está sendo analisado pelo órgão, a determinação da PMMA de um levantamento de todas as lideranças de oposição ao governo Flávio Dino que pudessem provocar embaraços ao candidato comunista.

“Ora, se partiu do governador Flávio Dino o uso da estrutura policial para espionar, monitorar os adversários políticos nos interiores do maranhão, quem é que quer ganhar no tapetão? Isso porque, caso realmente ocorra a intervenção, os interventores deverão ser oficiais do Exército Brasileiro e para Flávio Dino é prejuízo porque ele não poderá ter o controle da sua ‘polícia política’. Porque o Exército quando estiver aqui para fazer a segurança nesse período eleitoral, virão para garantir as eleições livres e democráticas, e Flávio Dino é quem não vai ganhar no tapetão”, discursou a deputada.

Em Requerimento protocolado hoje, Andrea Murad pediu que a Assembleia Legislativa convoque o Secretário de Segurança Jefferson Portela para prestar esclarecimentos sobre a circular do Comando da PMMA e ainda sobre a denúncia de que teria coagido policial para incriminar outro parlamentar no caso de contrabando no Maranhão.

“É fato que a Assembleia tem de investigar o uso da PM para espionar a oposição, inclusive os deputados desta casa. E investigar o abuso praticado pelo secretário Jefferson de incluir, por via de uma delação premiada forçada de um soldado, graves acusações contra o Deputado Cutrim como criminoso. Por isso, entrei com pedido de convocação nesta Cara para que Jefferson Portela também preste esclarecimentos sobre isso. E o presidente Othelino tem que ter um comportamento nesse momento de chefe do Poder Legislativo do Estado, independente como reza a constituição e seu dever inarredável é zelar por isso”, disse Andrea.

Foto: Nestor Bezerra

4 comentários »

Sedel prorroga inscrições dos Jogos Escolares

0comentário

A direção geral dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) 2018 divulgou na quarta-feira (25) a portaria que trata sobre a prorrogação das inscrições dos Jogos Escolares de São Luís (JELs). Com a mudança, a entrega da documentação para inscrição poderá ocorrer até o dia 30 de abril, para modalidades individuais, e 10 de maio para modalidades coletivas.

Além disso, a Direção dos Jogos definiu que somente oito modalidades participaram da competição na etapa classificatória na capital maranhense. São elas: Atletismo, Badminton, Basquetebol, B. Soccer, Futsal, Futebol, Handebol, Voleibol e Vôlei de Praia.

Com as mudanças apresentadas pela Portaria, as demais modalidades dos JEMs do Campeonato Escolar Maranhense (CEM) serão classificadas diretamente para a etapa estadual, desde que inscritas regularmente no prazo. As modalidades que poderão realizar a classificação direta são: Ciclismo, GR, Judô, Luta Olímpica, Natação, Tênis de Mesa, Xadrez nos JEMs e Damas, Jiu-Jitsu e Capoeira no CEM, respectivamente.

Na portaria também estão dispostas informações sobre uniformes, etapas regionais e municipais, e número de inscritos. Você pode ter acesso à Portaria na íntegra no site da Sedel, em www.sedel.ma.gov.br.

sem comentário »

Cutrim diz que Jefferson Portela é um ‘psicopata’

0comentário

Tudo levava a crer que o novo ataque do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela ao deputado Raimundo Cutrim não ficaria sem resposta e não ficou mesmo.

Na sessão desta quarta-feira (25), o deputado Raimundo Cutrim utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa para defender a demissão de Portela a quem chamou de “psicopata”.

“É um psicopata. É uma questão de preocupação pública. Mais de 10 partidos e a sociedade organizada pedem a intervenção federal na Segurança do Maranhão. Há um clamor de preocupação em relação ao pleito eleitoral que se aproxima. Questiono senhores deputados, galeria, imprensa, se esse senhor tem condição de permanência no cargo de secretário? Tem a condição de imparcialidade administrativa dos conflitos, dos interesses contrariados de nossa gente? Não tem”, afirmou.

O deputado Raimundo Cutrim questionou sobre a circular da PM que mandava monitorar os polítivos de oposição ao governo do seu próprio partido e reafirmou a denúncia do policial militar Fernando Paiva Moraes Júnior que afirmou ter sido coagido pelo secretário de Segurança Pública Jefferson Portela a delatar o parlamentar.

“Um oficial de polícia baixaria uma circular para investigar adversários do governo sem o conhecimento de seu comandante maior, que é o Secretário de Segurança? Um Secretário de Segurança sério, equilibrado e isento, não comandaria uma investigação forçada, forjada para atingir os seus desafetos. Portanto, o que questiono é se esse senhor deve permanecer no cargo?”, declarou.

O deputado disse que a Assembleia e o governador Flávio Dino não podem permanecer omissos diante dos fatos.

“A Assembleia não pode compartilhar com esse desmando. O Governo do Estado não pode se isentar de providências para uma questão tão séria. O gestor de segurança, para a tranquilidade do Estado, não pode permanecer. É um psicopata. O que ele colocou, depois tirou e voltou de novo a me atingir pessoalmente”.

O deputado fez um apelo aos colegas para que assinem o requerimento de criação da COmissão parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os últimos episódios envolvendo a Segurança Pública no Maranhão.

“Vejam a patacoada que ele fez com a delação premiada do policial Paiva foi tão grande, que ele estava presente sendo testemunha de acusação, pressionando a pessoa para incluir pessoas que nem lá estavam e nem estão e nunca estiveram. Isso é um absurdo. Comprometeu três procuradores de justiça sérios. O que ele estava fazendo sábado na Procuradoria da República, conversando com uma pessoa que queria fazer uma delação penal forçada, pressionada, ele sendo testemunha de defesa? Isto é gravíssimo. E esta Casa, nós não podemos, de maneira nenhuma, deixar isso passar em branco. Isso atingiu o parlamento. Nós temos que assinar esta CPI para que possa se esclarecer todos esses fatos.”

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Edilázio defende professores na Assembleia

0comentário

O deputado estadual Edilázio Júnior (PSD) solidarizou-se com os professores da rede pública estadual que ocuparam a galeria da Assembleia Legislativa durante a sessão desta terça-feira (24), assegurando voto em defesa do total cumprimento do Estatuto do Magistério no Maranhão.

De acordo com Edilázio, o Governo do Estado tenta a votação de uma Medida Provisória (MP) que altera o Estatuto do Magistério e dispõe sobre o reajuste salarial dos professores. “A matéria altera o texto do Estatuto sancionado em 2013, e prevê, para este ano, reajuste de 8% sobre os vencimentos e a Gratificação por Atividade no Magistério (GAM) para quem ganha abaixo do piso. E somente sobre a GAM, para as demais classes. A categoria, no entanto, sustenta que os professores que ganham abaixo do piso são minoria, e exige reajuste dos vencimentos para toda a classe”.

Para o deputado, “a valorização do professor da rede estadual expressa em propaganda institucional é uma farsa. Só quem mora em outro estado, e que assiste à propaganda do governo pela TV, acredita [no discurso de valorização]. Nós maranhenses, principalmente parlamentares, que estamos aqui, diariamente, ouvindo o clamor dos professores, sabemos que é uma grande mentira”, disse.

Edilázio também assegurou defesa da categoria quando for votada a MP dos professores. “Registro que nós, da oposição, votaremos com vocês e a favor do cumprimento do Estatuto do Educador”, afirmou.

O parlamentar, também, questionou a propaganda sobre o programa “Escola Digna”. “Há um outro fake news que são essas ‘escolas dignas’ e aqui estão os professores, que educam e sabem dessa realidade mais que qualquer um de nós. Em um povoado do município de Riachão, o vice-governador foi inaugurar uma escola, ao lado do líder do governo na Assembleia, Rogério Cafeteira, e no momento da solenidade, caía uma chuva. Quem estava dentro da escola se molhou mais do quem estava do lado de fora. Essa é a escola digna”, disse.

Edilázio comprometeu-se com os professores e afirmou que atuará em defesa da categoria.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Moto inicia venda de ingressos para estreia em casa

0comentário

A venda de dos ingressos para o jogo entre Moto e Sparta-TO, no domingo, às 15h45, no Estádio Nhozinho Santos, pelo Campeonato Brasileiro Série D começam a ser vendidos hoje (25).

Os preços são: arquibancada R$ 20 e cadeira coberta R$ 40. A expectativa é de que a torcida compareça em grande número após a vitória por 1 a 0, na estreia contra o Assu-RN.

A venda será na sede do Sócio-Torcedor do clube, no Palácio dos Esportes, na Rua do Alecrim, no Centro de São Luís, das 14h às 18h, até a próxima sexta-feira (27).

O torcedor pode comprar seus ingressos até sábado (28), também nos seguintes locais: Loja Luiza Variedades (Centro), Lojas O Torcedor, nos shoppings da Ilha e Rio Anil, e Lojas Marcelo Surf, nos bairros do João Paulo, Cohab, São Cristóvão e Cidade Operária.

No sábado, a venda será feita no Nhozinho Santos, das 9h às 17h e no domingo no dia da partida.

sem comentário »

Jefferson Portela ataca Raimundo ‘Salomé’ Cutrim

6comentários

O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela partiu novamente para o ataque contra o deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB).

Nas redes sociais, Jefferson Portela respondeu ao deputado que se manifestou na Tribuna da Assembleia Legislativa sobre a denúncia do policial militar Fernando Paiva Moraes Júnior que afirmou ter sido coagido pelo secretário de Segurança Pública Jefferson Portela a delatar o deputado Raimundo Cutrim.

“Deputado Cutrim, você não tem moral nem para me dar bom dia. Fique no seu mundo das sombras”, disse.

Em outra rede social, Jefferson Portela foi ainda mais duro e irônico. “O deputado Raimundo “Salomé” Cutrim quer a minha cabeça. Não tem moral nem para me dar bom dia. Virou um ventrilóquo da oligarquia, a quem sempre serviu. Caiu a máscara”, disse.

Foi uma resposta ao pronunciamento feito por Cutrim na segunda-feira (23), na Assembleia.

“A tentativa criminosa do Secretário de Segurança Pública tentando me envolver em uma quadrilha ou associação criminosa de contrabandistas, reflete em uma irresponsabilidade sem precedentes quanto à sua função pública. O que presenciamos hoje é um Secretário de Segurança Pública desequilibrado, que chega ao ponto de comprometer o governador. Sua permanência no cargo fragiliza o respeito ao Governador do Estado, ao ponto de suas atribuições, de suas ações e omissões, chegarem às redes nacionais, e inclusive ao Fantástico. Que vergonha para o nosso povo. Governador, a permanência de Jefferson Portela compromete o seu governo e desrespeita a Assembleia. Confio no governo que faço parte e espero que, como foram exonerados os responsáveis da circular, que seja também exonerado da função de Secretário de Segurança Pública. Sugiro também fazermos uma CPI, vamos assinar para que tenha a assinatura dos 42 deputados, para que a gente possa trazer isto a limpo, para que fatos desta natureza não possam mais ocorrer em nosso Estado”, disse Cutrim.

A briga entre os dois comunistas é acompanhada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e pelo próprio presidente da legenda, Márcio Jerry que cruzaram os braços e estão esperando o final dessa história.

Jefferson Portela chegou a acusar Cutrim de estar fazendo o jogo do grupo Sarney.

“Esse Deputado Cutrim, braçal da oligarquia por longos anos, voltou para o ninho e pia no ritmo dos antigos chefes”, afirmou.

E Raimundo Cutrim vai ficar calado?

Será que Cutrim vai continuar apoiando o governador Flávio Dino que não faz nada diante desses fatos?

E a Assembleia Legislativa vai continuar de braços cruzados?

São perguntas que por enquanto ainda estão sem respostas…

Foto: Reprtodução

6 comentários »

Prefeito tenta manter prática ilegal em Coroatá

0comentário

A deputada Andrea Murad (PRP) se posicionou através das redes sociais sobre a tentativa do prefeito de Coroatá, Luis Filho, de derrubar a liminar que determina que o Poder Executivo cumpra com a Constituição Federal e com a Lei Municipal sobre a contratação através de Processo Seletivo, acabando com a contratação com fins políticos eleitoreiros. O Agravo de Instrumento está com o Desembargador Paulo Velten para apreciação.

O Ministério Público Estadual ajuizou uma Ação Civil Pública em face da contratação irregular de professores em Coroatá, que vem sendo feita sem seletivo, por critérios políticos e ferindo a lei que o próprio prefeito Luis Filho criou. A justiça concedeu a liminar suspendendo as contratações para que no prazo de 30 dias o prefeito possa fazer o seletivo e em seis meses o concurso.

“Quero destacar que acredito no senso de Justiça do desembargador Paulo Velten, que não irá reformar uma decisão da juíza Anelise Reginato, que concedeu liminar acabando com a prática da contratação de professores temporárias com fins políticos. Na decisão, a magistrada também determinou a imediata realização de um seletivo, com normas e critérios divulgados em edital público, assegurando a todos oportunidades iguais. E determinou ainda, até julho, a realização do concurso público para preenchimento do quadro de professores do município. Decisão esta que preserva a igualdade de todos. Ratifico, decisão extremamente necessária, legal, garantindo que qualquer um tenha oportunidade de participar de um processo simplificado, onde todos terão oportunidade de disputar uma vaga de emprego e os princípios constitucionais da igualdade, legalidade irão que prevalecer”, explicou a deputada Andrea.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Estranha defesa

0comentário

A decisão do ministro do STJ, Ribeiro Dantas, em desfavor do secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, num pedido de liminar em habeas corpus impetrado pela defesa do gestor, revelou uma estranha estratégia do secretário.

Carlos Lula tenta barrar no STJ as investigações da Polícia Federal no bojo do inquérito nº 0606/2017, que apura fraude na licitação para a escolha e contratação de instituto administrativo para a UPA de Chapadinha.

Ocorre que Lula não questiona as irregularidades já apontadas pela PF, sobretudo no que diz respeito à Operação Pegadores.

Ele não rebate a constatação da polícia, com vasta prova material de que houve vultosos desvios de dinheiro público na estrutura da SES, onde a PF desbaratou uma organização criminosa.

A defesa do secretário tenta, tão somente, fazer com que o inquérito seja repassado para a esfera estadual. Em outras palavras: Carlos Lula não quer ser investigado pela PF, mas sim pela polícia do Maranhão, que está sob o comando do Governo do Estado.

A alegação é de que os crimes cometidos no atual Governo e apontados nas investigações não ocorreram com uso de recursos federais e sim do Tesouro Estadual.

É estarrecedor, sim. Mas é exatamente o argumento utilizado pelo auxiliar de Flávio Dino. Lula, que é advogado, não questiona os desvios. Questiona, sim, o poder da PF de investigar os desvios já constatados. É por isso que ele quer que a remessa processual seja toda transferida para a polícia estadual.

Fácil entender, principalmente depois da revelação de que a PM já estaria sendo usada para monitorar políticos de oposição ao Governo no interior do estado.

Estado Maior

sem comentário »