Justiça limita entendimento sobre uso de documento particular em alienação fiduciária de imóvel

0comentário

Pela alienação fiduciária, o devedor, mantendo a posse direta do imóvel, transfere sua propriedade para o credor  como forma de garantia do pagamento do empréstimo ou financiamento

Foto horizontal de recorte de imagem de duas pessoas junto a uma mesa. A pessoa à esquerda, homem, veste camisa social cinza clara com gravata azul listrada.E segura um pequeno modelo de uma casa branca com telhado cinza. À direita, uma mulher branca, de cabelos louros, de blusa preta e blazer branco, entrega um conjunto de chaves. Sobre a mesa, documentos e recortes em forma de casa verde, canetas e um bloco de notas.
Usar documento particular com efeito de escritura pública, para alienação fiduciária de imóvel, somente será possível pelas entidades autorizadas a operar no Sistema de Financiamento Imobiliário

A Corregedoria-Geral do Foro Extrajudicial limitou o entendimento sobre a forma exigida para contratação de garantia de alienação fiduciária de imóvel, na qual a propriedade do bem é transferida pelo credor ao devedor após o pagamento total da dívida.

Por meio do Provimento nº 33/2024, a Corregedoria estabeleceu que utilizar documento particular com efeito de escritura pública, para alienação fiduciária de imóvel, somente será possível pelas entidades autorizadas a operar no Sistema de Financiamento Imobiliário, incluindo as cooperativas de crédito.

Na medida, foi considerada a necessidade de padronizar o entendimento sobre a forma exigida para contratação da garantia de alienação fiduciária de bem imóvel, que necessariamente deverá ser adotada por todos os setores e entidades públicas ou privadas, em especial, pelos Registros de Imóveis.

ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA

Provimento nº 33/2024 acrescentou ao  Código de Normas (Provimento nº 16/2022) a Seção XIV ao Capítulo IV do Título III, com o artigo 628-S, que dispõe sobre alienação fiduciária em garantia sobre imóveis.

O disposto nesse artigo não invalida outras exceções legais feitas à exigência da escritura pública, tais como os atos envolvendo administradoras de sonsórcio de imóveis e entidades integrantes do Sistema Financeiro de Habitação.

O entendimento mantido pela Corregedoria é considerado de grande relevância para todos os setores e entidades, especialmente os cartórios de registros de imóveis, por garantir segurança jurídica e influenciar positivamente as questões sociais e econômicas. É também um passo importante para fortalecer os direitos dos cidadãos e evitar que novos conflitos entrem na Justiça.

O entendimento mantido pela Corregedoria maranhense cumpriu o Provimento nº 172/2024, do Conselho Nacional de Justiça, que dispôs sobre a forma para contratação da garantia de alienação fiduciária de bens imóveis, em junho deste ano.

A juíza Laysa Paz Mendes, auxiliar da Corregedoria do serviço extrajudicial explica que, pela alienação fiduciária, o devedor, mantendo a posse direta do imóvel, transfere sua propriedade para o credor  como forma de garantia do pagamento do empréstimo ou financiamento.  Se o devedor saldar a dívida, ele recupera a propriedade plena do bem. Se não saldar a dívida, o credor pode tomar a posse do imóvel, de forma extrajudicial, levando o bem a leilão para quitar a dívida.

sem comentário »

Cinco municípios farão consultas populares no 1º turno das Eleições 2024

0comentário

Consultas envolvem criação de passe livre estudantil em São Luís (MA) e mudança da bandeira de Belo Horizonte (MG), entre outras questões

No dia 6 de outubro, data do primeiro turno das Eleições Municipais de 2024, eleitoras e eleitores de cinco municípios não escolherão apenas candidatas e candidatos que ocuparão os cargos de prefeito e vereador, mas também deverão participar de consultas populares sobre questões relacionadas diretamente à localidade onde moram.

Segundo a Emenda Constitucional n° 111/2021, as consultas populares permitem que as cidadãs e os cidadãos opinem sobre assuntos específicos do município, tais como políticas públicas, creches, escolas, postos de saúde e legislação.

Essas consultas podem se realizar de duas formas: plebiscito ou referendo. O plebiscito ocorre antes da criação de uma lei. Permite que as eleitoras e os eleitores opinem sobre uma proposta antes de sua implantação. Já o referendo acontece após a aprovação de uma lei pelo Poder Legislativo. Possibilita que o eleitorado local confirme ou rejeite a decisão. Ambos são mecanismos de democracia direta.

Em 6 de outubro, os municípios de Dois Lajeados (RS), Governador Edison Lobão (MA), São Luís (MA), e São Luiz (RR) realizarão plebiscitos e Belo Horizonte (MG) fará um referendo.

Consultas populares

No dia 6 de outubro, além de votarem para os cargos de prefeito e de vereador, as eleitoras e os eleitores de Belo Horizonte (MG) participarão de um referendo sobre a mudança da bandeira da cidade. A consulta foi solicitada pela Câmara Municipal, que aprovou a nova bandeira em 2023. O eleitorado da capital mineira responderá se aprova ou não a alteração da bandeira.

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão aprovou a realização de um plebiscito para decidir sobre a adoção do passe livre estudantil em São Luís, capital do estado. Caso a maioria do eleitorado local seja favorável, a Câmara de Vereadores debaterá a regulamentação do passe livre a partir de 2025.

Já em Governador Edison Lobão (MA), as eleitoras e os eleitores decidirão sobre a mudança do nome do município para Ribeirãozinho do Maranhão. No município de São Luiz (RR), a consulta perguntará se o eleitorado é a favor da alteração do nome da localidade para São Luiz do Anauá. Em Dois Lajeados (RS), quem for votar no primeiro turno das eleições também irá decidir se o novo centro administrativo municipal deve ser construído na área do Parque Municipal de Eventos João de Pizzol.

Aprovação pelas câmaras de vereadores

Para que as consultas populares sejam realizadas simultaneamente às eleições municipais, elas devem ter sido aprovadas pelas câmaras municipais e encaminhadas à Justiça Eleitoral até 90 dias antes do primeiro turno do pleito. Esse prazo terminou em 8 de julho.

As consultas aprovadas pelos tribunais regionais eleitorais (TREs) foram enviadas ao TSE, que verificou a conformidade legal e operacional das propostas, segundo estabelece a Resolução TSE 23.385/2012. As perguntas e as possibilidades de respostas homologadas foram inseridas pelos TREs no sistema de Configurador de Eleições (CFE).

Manifestações favoráveis e contrárias às questões submetidas às consultas populares ocorrerão durante as campanhas eleitorais, conforme as diretrizes dos Regionais, sem a utilização de propaganda gratuita no rádio e na televisão.

HA/EM

Leia mais:

05.07.2024 – Prazo para envio de consultas populares para as Eleições 2024 termina na segunda-feira (8)

sem comentário »

MPF firma acordo para ampliação de cotas para negros e pessoas com deficiência em concurso do BNDES

0comentário

Banco se compromete a reservar 30% das vagas para negros e 15% para pessoas com deficiência, na seleção aberta nesta segunda-feira (22)

O Ministério Público Federal (MPF) firmou termo ajustamento de conduta (TAC) com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a ampliação de cotas para negros e pessoas com deficiência, no próximo concurso da instituição. Com o acordo, o BNDES se compromete a reservar 30% das vagas oferecidas para negros e 15% para pessoas com deficiência (PcD), na seleção aberta nesta segunda-feira(22). Além disso, a instituição se compromete a manter o percentual de 15% para candidatos PcD nos próximos concursos.

O último processo seletivo do banco foi realizado no ano de 2012, antes da Lei nº 12.990/2014, que reserva 20% das vagas de concursos da Administração Pública Federal a pessoas negras. Dessa forma, a instituição tem em seu quadro, atualmente, cerca de 14,5% empregados negros, enquanto na sociedade brasileira este percentual é de 55%, segundo dados do Censo 2022. Assim, tanto MPF quanto BNDES consideraram pertinente a previsão de um percentual superior ao previsto na legislação atual, tendo em vista que um dos objetivos do acordo é obter o maior espelhamento possível da representatividade social do país no corpo institucional do banco.

Pessoas com deficiência – O Termo de Ajustamento de Conduta também busca o cumprimento do percentual de contratação de 5% de empregados PcD em empresas com mais de mil funcionários, conforme artigo 93 da Lei nº 8.213/1991. Atualmente, o banco emprega 50 pessoas com deficiência, em um quadro total de 2.435 empregados, representando 2,05% de empregados PcD, valor muito abaixo dos 5% exigidos pela lei.

Segundo o procurador da República Alexandre Chaves, responsável pelo TAC, a política de ações afirmativas pressupõe a compensação de desigualdades historicamente consolidadas contra minorias em relação a grupos majoritários, sendo necessário e legítimo que a distribuição das vagas reservadas a negros e PcD se realize de modo proporcional ao perfil da população brasileira.


Inquérito Civil Público nº 1.30.001.003280/2023-16

sem comentário »

Sampaio Basquete decide com Sesi de Araraquara o título da Liga de Basquete Feminino Maranhense

0comentário

O time, patrocinado pela Equatorial Maranhão, joga nesta terça-feira (23) no Ginásio Costa Rodrigues

O Sampaio Basquete sendo destaque ao conquistar grandes resultados a nível nacional

Nesta terça-feira (23), acontece o confronto decisivo entre o Sampaio Basquete e o Sesi de Araraquara para as Finais da Liga de Basquete Feminino (LBF). O time maranhense vem sendo destaque ao conquistar grandes resultados a nível nacional. A equipe, que já possui três títulos brasileiros nas temporadas 2015/2016, 2019 e 2022, está tendo um excelente desempenho na primeira fase deste ano.

Mesmo com a derrota para o time paulista na última sexta-feira (19), o Sampaio Basquete possui grandes chances de levar novamente o título de Campeão Nacional para casa. Patrocinada pela Equatorial Maranhão, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, a equipe feminina prepara as energias para enfrentar o SESI em casa, no Ginásio Costa Rodrigues, em São Luís. Essa é a segunda vez que os dois times decidem o título da LBF.

Equatorial Maranhão patrocina o Sampaio Basquete, reafirmando o compromisso contínuo com o esporte

Para o Gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão, Rainilton Andrade, projetos de incentivo como esse, além de apoiar o esporte feminino, também causa impactos positivos para a comunidade. “Um dos pilares da Equatorial é o apoio a projetos que incentivam e fomentam o esporte. Presenciar o crescimento do time e saber que fazemos parte da trajetória do basquete maranhense é muito importante para nós. Estamos na expectativa e torcida pela conquista do título” afirmou. Andrade frisa ainda que a Equatorial Maranhão tem o compromisso contínuo com o esporte, destacando o desempenho do Sampaio Basquete na competição como um exemplo de que o esporte feminino tem um papel relevante na promoção da igualdade de gênero e na inspiração da nova geração de atletas a alcançarem seus objetivos e conquistas para o estado.

A parceria entre o Sampaio Basquete e a Equatorial Maranhão é um exemplo de como o patrocínio de empresas privadas pode contribuir para o crescimento e o fortalecimento do esporte no estado. A Equatorial Maranhão acredita no poder transformador do esporte e, por meio de seus incentivos, busca contribuir para que todos possam ter acesso a condições adequadas para a prática esportiva.

O time maranhense já conquistou três títulos brasileiros nas temporadas 2015/2016, 2019 e 2022

Além do patrocínio ao basquete feminino, a Distribuidora também apoia outras iniciativas esportivas relevantes, como o projeto Liberdade com Basquete, ações esportivas do Jaracaty, a Copa Interestadual de Basquetebol em Cadeiras de Rodas, o Centro Desportivo Maranhense para Cegos (Cedemac) e outras atividades que beneficiam diversas comunidades.

sem comentário »

“Em time que está ganhando, não se mexe” e Braide decide manter Esmênia como candidata a vice na chapa à reeleição

0comentário

Sem medo de ser feliaz, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PSD), decidiu manter como companheira de chapa na disputa pela reeleição, a vice-prefeita, professora Esmênia Miranda, tendo como principal ponto de convergência a lealdade que ela tem mantido nesses últimos quatro anos ao lado do gestor municipal.

De acordo com Braide, a professora Esmênia tem sido correta, leal e acima de tudo, deixou uma carreira na Polícia Militar do Maranhão (PMMA) por acreditar num projeto para o desenvolvimento da capital maranhense.
A formalização oficial do ato da chapa à reeleição ao Braide acontecerá nesta quinta-feira, 25, na Assembleia Legislativa do estado.

“Esmênia novamente. Correta, leal e deixou uma carreira na PM por acreditar no projeto”, declarou Braide.

A chapa será oficializada na quinta-feira, 25, em ato na Assembleia Legislativa.

sem comentário »

Facebook é condenado a indenizar mulher que teve conta roubada

0comentário

A empresa Facebook Serviços Online do Brasil Ltda foi condenada a restabelecer a conta de uma usuária, bem como proceder ao pagamento de indenização no valor de 2 mil reais, a título de danos morais. Conforme exposto em sentença do 4º Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo de São Luís, o motivo para a condenação foi o fato de a autora ter a sua conta do Instagram hackeada (roubada por terceiros) e utilizada para aplicar o golpe do PIX.

Na ação, a mulher relatou que possui conta registrada na plataforma Instagram, na qual compartilha momentos vividos, registrava memórias afetivas e conversava com amigos. Narrou que no dia 5 de maio deste ano, ao abrir a plataforma, verificou que sua conta havia sido hackeada, de forma que perdeu totalmente o acesso ao próprio perfil no aplicativo, tendo sido alterados todos os seus dados cadastrais. Acrescentou que o invasor realizou diversas publicações divulgando investimentos suspeitos de altos rendimentos, como o chamado golpe do Pix, utilizando-se do seu nome, imagem e credibilidade para aplicar golpes.

Responsabilidade

Argumentou, ainda, ter realizado um boletim de ocorrência online no mesmo dia, e desde então, teria tentado de inúmeras formas recuperar a sua conta administrativamente, por meio dos poucos canais de comunicação fornecidos pela ré e pelo procedimento sugerido pelo suporte online da demandada. Entretanto, não obteve êxito. Em contestação, a requerida afirmou que não possui responsabilidade quanto à invasão da conta da autora, pedindo pela improcedência dos pedidos. Foi realizada uma audiência de conciliação, mas as partes não chegaram a um acordo.

“Foi observado que a autora provou que invadiram a sua conta, e, que, imediatamente, entrou em contato com o Instagram por meio do link disponibilizado da central de segurança, denunciado a invasão eletrônica (…) Ao contrário do que afirma a ré, não há que falar em culpa exclusiva da vítima e/ou de terceiros, pois, ainda que o réu não possa ser responsabilizado por invasões de contas de seus usuários realizadas por hackers, restou evidenciado que, devidamente notificado acerca do ocorrido, a ré nada fez”, pontuou o juiz Licar Pereira, decidindo pela procedência dos pedidos da autora.

sem comentário »

MAIS OPORTUNIDADES DE CAPACITAÇÃO E PROFISSIONALIZAÇÃO: NOVA TURMA DA ESCOLA DE ELETRICISTAS

0comentário

Programa da Equatorial Maranhão em parceria com o Senai realizou Aula Inaugural em São Luís

Alunos da nova turma da Escola de Eletricistas da Equatorial Maranhão em parceria com o Senai-MA

A Equatorial Maranhão, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MA), promoveu a Aula Inaugural de mais uma turma da Escola de Eletricistas, na última sexta-feira (19), a primeira de 2024, com 25 alunos na cidade de São Luís. O sucesso do programa é tanto, que houve mais de 2.500 inscritos no processo de seleção dessa turma.

Cenira Lima, de 32 anos, foi aprovada e não esconde a alegria por essa oportunidade de mudança de vida com uma nova carreira. “Fiquei muito feliz com minha aprovação e, mesmo sendo uma área ainda vista como masculina pela sociedade, estou muito animada em poder aprender uma nova profissão. Vou agarrar essa oportunidade com todas as minhas forças para crescer muito. Sei que é só o começo de uma grande jornada e sou muito grata a Equatorial Maranhão. O conhecimento abre portas”, disse emocionada a nova aluna do Programa, Cenira Lima.

Sérvio Túlio, Pres. da Equatorial Maranhão, Raimundo Arruda, Dir. Regional do Senai-MA e José Jorge Soares, Dir. Rel. Institucionais da Equatorial Maranhão

A Escola de Eletricistas existe desde 2022, tem como objetivo capacitar e preparar profissionais para o mercado de trabalho no setor elétrico, e continua a expandir suas atividades, promovendo a inclusão social, o desenvolvimento técnico e profissionalizante de muitos maranhenses, juntamente com a expertise do Senai-MA.

A qualificação possui carga horária de 40 horas semanais, totalizando 480 horas do curso profissionalizante e 112 horas de curso comportamental, promovendo o desenvolvimento de habilidades cognitivas, como raciocínio lógico, comunicação e relacionamento interpessoal. O Programa tem duração aproximada de quatro meses e, durante este período, a Equatorial Maranhão irá ofertar uma ajuda de custo mensal para auxiliar os alunos na conclusão da formação.

O Presidente Sérvio Túlio com lideranças da Equatorial Maranhão na aula inaugural da nova turma da Escola de Eletricistas

O Programa é parte de um compromisso maior do Grupo Equatorial, alinhado com a agenda ESG, e que visa promover o desenvolvimento socioeconômico do estado e contribuir com a mudança de vida das pessoas nos territórios onde atua. A aula inaugural da primeira turma de 2024 ocorreu na sede da Equatorial Maranhão e contou com a presença dos alunos, do Presidente da Equatorial Maranhão, Sérvio Túlio, e do Diretor Regional do Senai– MA, Raimundo Arruda.

“Nosso objetivo, além de fornecer energia elétrica de qualidade, é também criar oportunidades para que nossa comunidade possa crescer e prosperar. Nada melhor que a oportunidade de se capacitar para trabalhar em um segmento em crescimento, como é o setor elétrico. Desejamos boa sorte a todos os alunos e que aproveitem muito as aulas com os professores do Senai-MA, nosso grande parceiro nesse projeto vitorioso”, declarou o Presidente da Equatorial Maranhão, Sérvio Túlio.

O Presidente da Equatorial Maranhão Sérvio Túlio dando as boas-vindas aos novos alunos da Escola de Eletricistas – Turma 2024 na sede da Distribuidora em São Luís

Para o diretor do Senai-MA, Raimundo Arruda, a parceria com a Equatorial é estratégica e muito importante. “Essa parceria é fundamental para o Maranhão porque estamos capacitando pessoas e promovendo a inclusão desses alunos no mercado de trabalho. A Equatorial tem um papel fundamental na oferta de empregabilidade para mais maranhenses e demonstra essa missão através da parceria junto ao Senai-MA na Escola de Eletricistas”, declarou Raimundo Arruda.

A alta empregabilidade dos egressos da Escola de Eletricistas é uma realidade. Ana Leia Dutra foi aluna do programa em 2023 e, em poucos meses de formada, conquistou um emprego na Equatorial Maranhão. “Eu tenho 22 anos e sou eletricista de média e baixa tensão, formada pelo programa. Faço parte do quadro da Equatorial e trabalho na equipe de manutenção dentro das subestações. Esse curso realmente te direciona bem para o mercado de trabalho, pois tanto oferece uma prática robusta, como te ensina questões comportamentais importantes. Terminei o curso em outubro de 2023, já em dezembro fui contratada e estou adorando a experiência. Quero seguir crescendo nessa carreira, pois tenho em meu pai, que é eletricista de alta tensão, minha maior inspiração. Ele sempre me estimulou muito e quero abrir portas para mais mulheres nessa área” informou a eletricista da Equatorial, Ana Leia Dutra.

A aluna Cenira Lima (primeira da foto), junto aos colegas, está muito feliz e otimista com a possibilidade de uma nova carreira profissional

O Diretor Administrativo da empresa DPL Construções, Pedro Igor Pinho Fonseca, elogiou a Escola de Eletricistas que, segundo ele, tem sido relevante na formação de novos profissionais para o setor elétrico. “Esse programa tem sido fundamental para capacitar mais profissionais para ingressarem no mercado de trabalho. As empresas do setor elétrico, como a DPL, precisam muito de profissionais bem qualificados. Parabenizamos a Equatorial por essa iniciativa” disse ele.

Luiza Neves, Coordenadora da Escola de Eletricistas ressalta o crescimento do programa desde a sua implantação. “Esse projeto nasceu em 2022, já com o objetivo de potencializar a empregabilidade e a inserção dos alunos nesse mercado de trabalho do setor elétrico, no qual há escassez de profissionais qualificados. Até o momento, já formamos mais de mil eletricistas e, este ano, vamos ofertar 600 vagas nos estados de concessão da Equatorial (MA, PI, PA, AL, GO e RS). Estamos em plena expansão e contribuindo com o desenvolvimento social dos territórios onde atuamos”, resumiu a Coordenadora da Escola de Eletricistas, Luiza Neves.

Ana Leia Dutra, eletricista formada pelo programa e atualmente contratada da Equatorial, com Luzia Neves, Coord. da Escola de Eletricistas

Sobre o Programa Escola de Eletricistas

O programa integra a plataforma E+, idealizado pela Equatorial Maranhão, que já formou mais de mil alunos como Eletricistas de Rede de Distribuição de Energia Elétrica. 

Na edição de 2024, o Programa foi ampliado para mais municípios, totalizando 21 cidades onde serão realizadas turmas de formação e qualificação profissional nos estados do Maranhão, Pará, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Sul e Goiás, resultando em mais de 8 mil inscritos interessados em participar do programa.

O projeto está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), especialmente o de número 4 que visa promover educação de qualidade e é um dos objetivos prioritários do Grupo Equatorial. Também atende aos Objetivos 1 (erradicação da pobreza), 5 (igualdade de gênero), 8 (trabalho decente e crescimento econômico) e 10 (redução das desigualdades).

sem comentário »

Bumba Meu Boi e Tambor de Crioula para encerrar as férias no CCVM

0comentário
TC Raizes Africanas – Foto Jesus Pérez

As férias estão acabando, mas ainda dá tempo de curtir o melhor da cultura popular maranhense no Centro Cultural Vale Maranhão!

Na quinta-feira (25), o Tambor de Crioula Raízes Africanas realiza a apresentação Cultura da Baixada nas Estradas. O grupo promete levar para o CCVM o seu jeito próprio de tocar e pungar

E para fechar com chave de ouro, diretamente da cidade de Santa Inês, o Bumba Meu Boi Proteção de São João é a atração da sexta-feira (26)! 

As apresentações começam às 19h e são gratuitas. O CCVM fica localizado na Rua Direita, nº 149, Centro Histórico de São Luís.

sem comentário »

Espetáculo musical inédito do cantor e compositor James Pierre estreia nesta quinta-feira (25), em São Luís

0comentário

A apresentação será no palco do Teatro Sesc “Napoleão Ewerton” (no Jardim Renascença), às 20h

O cantor e compositor James Pierre – Foto – Isaque Junior

“Minha expectativa é poder me conectar com o público. Que as pessoas se conectem com as canções e que isso seja como um ‘restart’, começando com o pé direito essa minha volta aos palcos em projeto solo”, destacou o cantor e compositor James Pierre – paulista de nascimento e maranhense de coração – sobre sua nova fase musical, que será celebrada em grande estilo com o espetáculo musical “Tudo Que Eu Queria Cantar”, que estreia nesta quinta-feira (25), no palco do Teatro Sesc “Napoleão Ewerton” (no Jardim Renascença), em São Luís, às 20h.

No show, além da nostalgia das canções que marcam a trajetória musical do artista, também estão canções que moldaram sua caminhada artística e fonográfica: faixas até então guardadas nas gavetas do peito e que finalmente ganharão vida em 2024 – e com várias surpresas.

Entre os destaques da apresentação, estão previstas as participações de Carlos Ernane, Gabi Marques, Matheus Pinheiro e Romulo Marques – todos parceiros musicais de James Pierre ao longo de sua jornada musical.

“Todos eles são muito importantes para este espetáculo. Carlos compartilha música praticamente todo dia comigo. A Gabi me ensina tanta coisa musicalmente também. O Matheus veio pra somar em outro projeto e seguiu conosco, carregando toda a sua sensibilidade no teclado e no piano. E o Romulo eu sempre admirei: era um sonho meu participar de alguma coisa com ele e terei esse privilégio no meu show”, comemorou James Pierre pelas parcerias.

E garantiu: “Tudo Que Eu Queria Cantar” contará com outras novidades. “Eu tô muito feliz de estar compartilhando música com essas parcerias. Para além deles, estamos pensando em outras participações especiais durante o show. Com certeza, será uma noite com muitas surpresas”, acrescentou.

Este novo momento da carreira musical de James Pierre terá novas faixas, que poderão ser conhecidas muito em breve: irão integrar o primeiro álbum de estúdio do artista e será lançado em breve, pelo selo Piauí Records/Sony Music.

“A estreia de ‘Tudo Que Eu Queria Cantar’ vem para consolidar essa nova fase. Espero que seja uma noite positiva, que seja satisfatório para todos nós, tanto para os músicos quanto para a plateia. Que saiam todos felizes e que possam receber a mensagem que minha música carrega. A de esperança e de humanidade, para entender que todo mundo tem os questionamentos que são comuns e que a gente pode conversar e aprender abertamente uns com os outros”, pontuou James Pierre.

O compositor acrescenta que além das faixas do novo álbum, a apresentação também contará com outras faixas “perdidas” da sua jornada musical, como canções que fazem parte do documentário caseiro “Girassóis”, disponibilizado em 2019.

O espetáculo musical “Tudo Que Eu Queria Cantar” conta com duração de 60 minutos e classificação indicativa livre. Para retirada dos ingressos, basta acessar o site do Sesc-MA, no link: https://www.sescma.com.br/.

James Pierre

James Pierre é um cantor e compositor inserido no contexto musical pela família desde a infância. Levado por essa forte ligação com a música, timidamente começou suas apresentações nos púlpitos da igreja onde cresceu. Em 2009, foi convidado por Edimar Filho para interpretar algumas de suas canções. Daí nasceu o EP “Música pra Dois”, com poucos recursos de gravação, mas com muito afeto e dedicação.

O encontro com Memel Nogueira (músico e produtor que já trabalhou com diversos artistas maranhenses, como Phill Veras, Marcos Lamy, Israel Costa, Regiane Araújo, entre outros) resultou no seu primeiro trabalho oficial, o EP homônimo “James Pierre” (2014). O álbum contém 5 faixas, sendo canções de sua autoria e outros grandes amigos e parceiros.

O projeto “Gabi + James Duo”, ao lado de Gabriela Marques e Carlos Ernane, surgiu como uma proposta minimalista da banda onde se conheceram, a chamada “JazzEncontros”, que soma participações em edições do Lençóis Jazz e Blues Festival, um dos festivais de música mais importantes do Maranhão.

Em 2020, lançou o single “Deixa”, em parceria com A Quarta Antena e foi um marco na trajetória de James Pierre: marcou um caminho para novas sonoridades a serem exploradas pelo artista, assim como o “Projeto Ys”, de 2023, feito em parceria com Carlos Ernane.

Siga o cantor James Pierre nas redes:

·        Spotify: https://open.spotify.com/intl-pt/artist/1jPNeqtPvVo9BjcN6hhc5D

·        Instagram: https://www.instagram.com/jamespierre31/

·        Facebook: https://www.facebook.com/james.pierre.108

SERVIÇO

O QUÊ: o espetáculo musical “Tudo Que Eu Queria Cantar”, do cantor e compositor James;

ONDE: no Teatro Sesc “Napoleão Ewerton” (no Jardim Renascença, em São Luís);

QUANDO: nesta quinta-feira (25), às 20h (sessão única), com duração de 60 minutos e classificação livre;

INGRESSOS: antecipados, no site do Sesc-MA: R$ 10 (público geral), R$ 8 (conveniado), R$ 5 (meia para estudantes) e R$ 2,50 (funcionários Fecomércio/Sesc/Senac). Acesse em: https://www.sescma.com.br/.

sem comentário »

Cacuriá Balaio de Rosas e Tambor de Crioula do Laborarte levam a magia do Maranhão para o Rio de Janeiro

0comentário

Nos dias 26 e 27 de julho, o Rio de Janeiro será palco de uma celebração festiva e cultural única com a participação especial do Cacuriá Balaio de Rosas e do Tambor de Crioula do Laborarte, diretamente do Maranhão. O grupo foi convidado pelo Sebrae para integrar o Tiradentes Julina, um evento que promete reunir uma verdadeira festança com música, comidas típicas, danças, artesanato, literatura de cordel e a participação de estados de todo o Brasil com suas atrações regionais.

A Praça Tiradentes, localizada no centro do Rio de Janeiro, será o cenário perfeito para esta festa que celebra as tradições juninas e a diversidade cultural brasileira. O evento será realizado no Centro de Referência de Artesanato Brasileiro (CRAB SEBRAE), um espaço que não apenas acolhe as manifestações culturais, mas também valoriza o artesanato e as expressões artísticas de diferentes regiões do país.

Além das apresentações do cacuriá e tambor de crioula, o Tiradentes Julina, também receberá o Boi de Morros e uma programação diversificada que inclui a tradicional quadrilha, shows de música regional, barracas com iguarias típicas da culinária junina, exposições de artesanato e a poesia rimada dos cordelistas. É uma oportunidade única para os cariocas e visitantes mergulharem na cultura popular brasileira em um ambiente festivo e acolhedor.

O evento é uma iniciativa do Sebrae que visa não apenas promover a cultura brasileira, mas também fortalecer o turismo local e valorizar as tradições regionais que fazem parte da identidade nacional. Com a presença de diversos estados brasileiros, o Tiradentes Julina reafirma a riqueza e a diversidade cultural do Brasil em um só lugar.

Confira a programação do evento:

26 de julho, sexta-feira, 16h às 21h

Tambor de crioula – 16h05
Repentistas – 17h40
Bumba-meu-boi de Morros – 18h55
Quadrilha Junina Corações Unidos – 20h30
Orquestra Sanfônica Balaio Nordeste – 21h35

27 de julho, sábado, 10h às 21h

Ciranda – 10h55
Isaias do Pandeiro – 12h00
Dança do Cacuriá – 13h40
Coco de Roda – 15h15
Quadrilha de Sampaio – 16h20
0 Xaxado – 17h25
Bumba-meu-boi de Morros – 18h30
Trio Pé de Serra – 20h05
Orquestra Sanfônica Balaio Nordeste – 21h05

Levando a cultura maranhense para outras regiões do Brasil

Além de encantar o público no Tiradentes Julina no Rio de Janeiro, o cacuriá Balaio de Rosas tem sido um verdadeiro embaixador da cultura maranhense em eventos por todo o Brasil. Recentemente, o grupo teve a oportunidade de participar do renomado Arraiá da Anita em Curitiba, onde levaram suas danças tradicionais e ritmos contagiantes para o sul do país.

O Arraiá da Anita, conhecido por sua atmosfera festiva e pela valorização das tradições juninas, foi o palco perfeito para o Balaio de Rosas mostrar a riqueza cultural do Maranhão. A participação do grupo não apenas enriqueceu o evento, mas também proporcionou aos curitibanos uma experiência autêntica das festas populares do Nordeste brasileiro.

Além das apresentações em eventos, o Balaio de Rosas também tem se dedicado a compartilhar seus conhecimentos através de oficinas, onde ensinam não só os passos do cacuriá, mas também a história e a importância cultural dessa manifestação artística.

Com iniciativas como essa, o Balaio de Rosas não só preserva as tradições maranhenses, mas também fortalece os laços de união e respeito às diversidades culturais do Brasil, levando alegria e conhecimento por onde passa.

sem comentário »
https://www.blogsoestado.com/marciohenrique/wp-admin/
Twitter Facebook RSS