O que pedir ao Papai Noel?

2comentários

Santa-Klaus2Confesso que nunca acreditei muito em Papai Noel. Quando eu era criança e pobre ele nunca apareceu no bairro do Bequimão para me levar presente. Ainda assim respeito a magia que existe no Natal. Até por isso gostaria de propor uma brincadeira. Que de repente pode se tornar verdade. Vai saber! Pois então, qual na opinião de vocês leitores seria o melhor presente que seu time poderia receber para 2013?

Tem muito tricolor, por exemplo, dizendo que é o atacante Kléber Pereira e coma manutenção do elenco, que deu show nesta temporada. O Tricolor também quer um meia de ligação. Já os motenses torce mais do que nunca por dias melhores. Quem sabe não pinta um presidente que tire o time rubro-negro do fundo do buraco. Por outro lado o maqueano foi quem mais recebeu presentes. O MAC ganhou de mão beijada uma vaga na Copa do Brasil e outra na Série D do Campeonato Brasileiro, quer mais? E vocês, o que pediriam ao Papai Noel?

2 comentários »

Grupo de esportistas dos anos 1950 promove 21ª Edição dos Jogos Amigos

0comentário

Foto – Daniel Matos, eu, Juscelino Holanda e Mario Carvalho

Já tradicional, o Jogos Amigos realizado sábado no núcleo de esportes do Campus Renascença da Universidade Ceuma, reuniu cerca de 600 convidados para reverenciar a geração de esportista de 1953 de São Luís. Além dos ex-atletas, o evento contou ainda com a presença dos cantores Jerry Adriani e Almir Bezerra (ex-Fevers), que embalaram os participantes com sucesso do passado.

Os Jogos Amigos é uma homenagem a o grupo desportistas de São Luís de 1953, que na época tinha pouca mais de 200 mil habitantes, que costumavam se reunir para praticar basquete, vôlei, futsal e futebol de campo e que fez história nas modalidades. O grupo também participou ativamente da vida social, cultural e política da cidade na época.

Parabéns à família Fecury, que novamente soube acolher os convidados e brindou todos com os shows dos cantores Almir (ex-The Fevers) e Jerry Adriani.

sem comentário »

Os Melhores de 2012

1comentário

Pimentinha foi “o cara” na temporada!

Já que a Federação Maranhense de Futebol (FMF) fez a premiação dos melhores do ano para cada posição, treinadores, árbitros e dirigentes, por falta de dinheiro ou de vontade mesmo. Aproveitei o embalo das várias festas com este tema no Estado e no Brasil para eleger os melhores de cada posição do futebol maranhense nessa temporada. Comente e deixe os seus escolhidos, Valeu?

GOLEIRO – Rodrigo Ramos (Sampaio) – Incontestável! Fechou o gol do Sampaio e foi um dos principais responsável pela campanha maravilhosa do time no Campeonato Maranhense, Série D do Campeonato Brasileiro e Copa União. O Paredão, como é apelidado pela imprensa local, não teve concorrentes na temporada.

LATERAL- DIREITO – Roniery (Sampaio) – Contratado do futebol cearense para ser reserva de Arlindo Maracanã, ele surpreendeu e acabou com titular e colocou o Gago para jogar de volante. Aliás, já tinha ido muito bem no ano passado com o JV Lideral. É rápido e habilidoso. Fez partidas muito boas no apoio ao ataque. Foi uma das principais armas de ataque do Tricolor na temporada.

ZAGUEIRO – Mimica (Sampaio) – Com posicionamento de marcação acima da média, para mim foi o melhor zagueiro do Sampaio na temporada. Depois que retornou do futebol gaúcho não saiu mais do time e deu muita tranqüilidade a defesa do Tricolor na temporada.

ZAGUEIRO – Leone (Imperatriz) – É um zagueiro moderno. Sabe defender com extrema categoria e ainda sobe ao ataque com qualidade. Alguns podem perguntar, porque não escolhi Robinho ou Carlinho Rech do Sampaio? A resposta é simples: estou fazendo uma seleção da temporada e o Leone jogou muito mais que os dois juntos.

LATERAL-ESQUERDO – Deca (Sampaio) – Tem jogado tanta bola nas últimas temporadas que é difícil procurar um adversário em meio aos times locais. Destoa da maioria. Tanto que por várias vezes tem sido lembrado nas seleções de melhores do ano.

VOLANTE – Robson Simplício (Sampaio)- Primeiro volante forte, rápido e de excelente nas roubadas de bola. Talvez é quem melhor faça a proteção de zaga no futebol maranhense. Ele jogou muita bola este ano, principalmente, na Série D do Campeonato Brasileiro.

VOLANTE – Arlindo Maracanã (Sampaio) – Tirando o companheiro de clube, Pimentinha, ele é o melhor jogador do Maranhão na atualidade. Apesar dos 34 anos, tem uma disposição incrível e além de defender, ataca com muita capacidade. Se continuar assim fará uma excelente temporada em 2013.

MEIA – Eloir (Sampaio) – Arrebentou na Série D do Campeonato Brasileiro tanto como volante como meia. É reconhecidamente um cara acima da média que ganhou tudo o que podia. Só falta definir onde vai como vai jogar: meia ou volante?

MEIA – Cleitinho (Sampaio) – Fora de série! Um dos melhores de todos da equipe do Tricolor. Quando jogou arrebentou e colocou o Sampaio entre os melhores. Quando ficou de fora o time perdeu a criatividade e a velocidade no meio de campo.

ATACANTE – Naôh (Maranhão)- Artilheiro da Copa União juntamente com Raylan do Imperatriz, ambos com 8 gols, esse cara é iluminado. Tem cheiro de gol. Uma capacidade de balançar as redes que poucas vezes vi na vida. Para mim é o típico camisa 9, que faz falta para muitos times maranhenses, inclusive o Sampaio.

ATACANTE – Pimentinha (Sampaio) – Um cara que faz 17 gols na temporada, sendo 9 por uma equipe fraca tecnicamente como a do São José de Ribamar no Estadual deste ano e seis gols na Série D do Campeonato Brasileiro merece ser valorizado. Fico pensando quantos gols faria se tivesse jogando desde o início da temporada pelo Tricolor.

TREINADOR – Flávio Araújo (Sampaio) – É um treinador acima da média. Ao contrário de muitos treinadores que só trabalham com jogadores que conhece e ai costuma carregar por onde andam um bando atletas, o Flávio Araújo soube aproveitar bem a matéria prima que tinha no Sampaio e além de conquistar o Estadual e o terceiro acesso na carreira em competições nacionais, foi campeão invicto da Série D.

CRAQUE: Pimentinha (Sampaio) – Ele só não fez chover com a camisa do Tricolor. Nos jogos no Castelão, sobretudo, infernizou as defesas adversárias com seu forte apoio ao ataque. Ele foi “o cara” (do futebol e não o da música de Roberto Carlos) nos momentos decisivos do time do Parque José Carlos Macieira na Série D do Brasileirão e na Copa União. Muito rápido e habilidoso, é apelidado pela torcida do Sampaio de Messi do Maranhão! Precisa falar mais alguma coisa?

REVELAÇÃO – Alex (Sampaio) – Vai ter gente rindo e sendo clubista. Mas não tem problema. Sei que muita gente diz que a revelação foi o Raylan do Imperatriz, mas ele já está pelo menos na sua segunda temporada e o Alex saiu das categorias de base do tricolor este ano. Esse jovem volante substituiu na Série D do Brasileiro dois monstros na posição: Robson Simplício e Arlindo Maracanã, com muita personalidade. E pela bola que joga duvido que fique muito tempo no Parque José Carlos Macieira.

ÁRBITRO – Robson Martins – Muito seguro nos jogos que atuou, principalmente, nas finais. O Robson fez arbitragens incontestáveis em uma temporada em que a arbitragem maranhense deixou muito a desejar.

ASSISTENTE – Márcio Fonseca de Sousa – Para varias vai ter um bando de gente dizendo que estou votando nela por ser mulher, mas não tem nada a ver. Nos jogos que bandeirou foi muito bem e merece a lembrança.

DIRIGENTE – Sérgio Frota (Sampaio) – Por último, porém, não menos importante, o presidente do Sampaio, Sérgio Frota, merece não apenas o reconhecimento dos torcedores do Sampaio, mas de todos os clubes maranhense pelo que fez pelo futebol local este ano. Não sou muito de jogar confete em cartola e por isso poucos são meus amigos e merecem o meu respeito como é o caso do Frota. Apesar de folclórico, falastrão e espaçoso, que ainda vai me render um livro com as perolas dele, ele trouxe para o maranhão um novo conceito de gestão esportiva. Pegou um time falido e fez dele um modelo para a região. Não é a toa que tem muito torcedor de outros clubes que o elegem como principal destaque do Sampaio e não os jogadores ou treinadores.

1 comentário »

Sampaio muda o escudo do time em 2013

10comentários

Com a conquista da Série D do Campeonato Brasileiro e a Copa União, o Sampaio Corrêa deve mudar o seu escudo, que passará a ter 3 estrelas simbolizando a conquista dos três títulos nacionais do clube: a Série B de 1972, a Série C de 1996 e a Série D deste ano. E possivelmente deve substituir a bola que ficava entre as duas estrelas por uma coroa em alusão a conquista da Tríplice Coroa.  O Tricolor terá um novo fornecedor de material esportivo para a temporada 2013. Conforme apurou o Blog, o Tubarão acertou com a Finta. A expectativa é que a equipe tenha os novos jogos de camisas já com as mudanças.

Um dos empresários da Finta deve vir na próxima semana assinar o contrato e definir partes pendentes do acordo entre a companhia e o time não como tempo, termos financeiros e outros detalhes como os royalties da venda de produtos que devem ficar entre 5% e 15%.

Caso o vínculo com o Sampaio Corrêa se concretize, a Finta ampliará seu portfólio de equipes. No momento, ela veste América-MG, Araxá-MG, Confiança-SE e Vila Nova-GO, além de Sada/Cruzeiro e Minas, clubes de voleibol da Superliga.

A associação com os maranhenses pode vir em boa hora. A fabricante de material esportivo não deve renovar com um de seus parceiros, o América-MG. O time alviverde utilizou produtos da empresa durante toda a temporada de 2012, ano de seu centenário.

Embora pequena a empresa e lucro com o contrato, acho uma mudança significativa do Sampaio em trocar a gaúcha Dalponte pela mineira Finta, pois em vez de pagar para vestir seus jogadores, agora, receberá algo em troca.

10 comentários »

Para alegria dos tricolores, Sampaio é homenageado pela CBF!

6comentários

Havia poucas surpresas reservadas para a noite de Premiação Brasileirão 2012, nesta segunda-feira, numa casa de shows em São Paulo. Ao contrário dos anos anteriores, a CBF já havia antecipado, em 23 de novembro, o anúncio dos vencedores. A festa oficial da CBF-Globo, o chamado, exibida pelo SporTV, canal fechado da Globosat, foi um verdadeiro palanque para cartolas e políticos. Eles apareceram até mais do que os personagens do campo no evento realizado em São Paulo. A única coisa boa no evento para nós maranhenses foi o Sérgio Frota recebendo das mãos do presidente da Federação Maranhense de Futebol (CBF), o troféu de campeão (invicto) do brasileiro da Série D.

Logo de cara, falou o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin, que homenageou o presidente da Federação Paulista de Futebol e vice da CBF, Marco Polo Del Nero. Pela primeira vez no comando da Premiação do Brasileirão, o presidente da CBF, José Maria Marín, ao lado da mulher, Neusa, celebrou em pleno palco do evento os seus 55 anos de casamento e deu um beijo carinhoso na esposa. Brincadeira, né? A festa ainda teve farta presença de presidentes de federações estaduais, políticos, como o ex-ministro do Esporte e atual governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, que apareceu bastante, a exemplo do governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Porém,entre todos aqueles caras que não deveriam estar no palco, porque não ter nenhuma relação direta com futebol, quem mais chamou atenção, não só por aparecer bastante, mas pelo que falou foi Marcelo Campos Pinto, diretor da Globo Esporte, empresa que cuida da aquisição de eventos esportivos para a emissora carioca. Em longo discurso, num tom bem crítico e quase que no papel de quem dita as regras no futebol brasileiro, ele alegou que a Globo com o canal aberto e os nanais por assinatura gastará mais de R$ 1,5 bilhões em 2013 com eventos esportivos e os clubes locais precisam se organizar.  

Em segundo plano ficaram os verdadeiros heróis da festa: jogadores e treinadores. Logo depois, a primeira surpresa. Foi anunciada a Musa do Brasileirão, e venceu a candidata do Grêmio, a loura Martina Spier, que desfilou com um vestido preto ao som de “Assim você mata o papai”, música do Sorriso Maroto, sucesso na novela “Avenida Brasil”, tocada ao som de… violino.

As premiações seguiram com o trio de arbitragem. Wilton Pereira Sampaio, filiado à Federação Goiana de Futebol, levou o de melhor árbitro. Entre os assistentes, foram eleitos Altemir Hausmann, do Rio Grande do Sul, e Cleber Lucio Gil, de Santa Catarina. Depois, os 11 jogadores eleitos pelos 900 jornalistas subiram ao palco.

A festa chegou ao momento final na hora da entrega das taças. Ao Sampaio, a de campeão da Série D. Ao Oeste, de Itápolis (SP), o da Série C. Ao Goiás, a tão sonhada taça da Série B que reconduz o clube goiano à primeira divisão. E a do Fluminense, a do tetracampeonato brasileiro. Os jogadores e a diretoria subiram ao palco, receberam as medalhas e a taça para nova comemoração. Com bandeira e tudo, a arena parecia as Laranjeiras em festa.

O momento mais vibrante para os maranhense foi, sem dúvida, quando o locutor e apresentador da TV Globo Kleber Machado e a apresentadora da Federação Paulista de Futebol (FPF), Carolina Galan, chamou ao palco o presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antônio Américo, para entregar o troféu de campeão brasileiro da Série D ao presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota. A conquistada do título de forma invicta, o terceiro, em três divisões diferentes foi enaltecido durante a cerimônia. Só faltou a volta olímpica.

Apesar da participação do Sampaio ter sido muito pequena na festa, para nós maranhenses foi a mais emocionante, porque como o presidente do Tricolor, Sérgio Frota, destacou é muito difícil um time sem apoio de ninguém ser campeão de forma invicta em uma competição nacional. E para o futebol maranhense foi uma gloria ser destacado em algo, nos últimos 16 anos, que não seja negativo.

Parabéns Sampaio!

6 comentários »

Sampaio conquista Tríplice Coroa

7comentários

O Sampaio Corrêa tem grandes motivos para comemorar os resultados obtidos na temporada 2012. Neste domingo, dia 2 de dezembro, a equipe tricolor sagrou-se campeã da Copa União, competição estadual, ao vencer a representação do Maranhão Atlético Clube pelo placar de 1×0 em confronto realizado no Estádio Nhozinho Santos, em São Luís. E com a conquista do Campeonato Maranhense 2012 e Série D do Campeonato Brasileiro da Série D.

Para o técnico Dejair Ferreira, o elenco tricolor utilizou da velocidade dos contra-ataques para vencer a força física dos atletas maqueanos, que vão ficaram mais um ano na fila por um título. A temporada 2012 foi excelente e os atletas demonstraram a evolução técnica necessária para conquistar todos os títulos que disputou, com exceção da Copa do Brasil. Com jogador, ele foi um craque e está mostrando que com o técnico tem muito futuro na profissão.

O título é sempre o grande prêmio para uma equipe que treina forte e busca a vitória com consciência e determinação. O troféu de campeão é mais do que merecido a um elenco que cumpriu com responsabilidade todas as orientações técnicas transmitidas no decorrer do campeonato.

A Tríplice Coroa conquistada pela Sampaio fica completa com a consagração do elenco que levantou o troféu de campeão da Copa União Campanha com- Jogos: 16 – Vitórias: 9; Empates: 2; Derrotas: 5; Gols pró: 23; Gols contra: 17; Saldo de gols: 6; Aproveitamento 60%. Rsultado importante, para um grupo que estava no fim de temporada, depois de uma difícil Série D do Campeonato Brasileiro.

 

Os resultados da Temporada 2012:

Campeão Maranhense 2012

Campeão da Série D do Campeonato Brasileiro 2012

Campeão da Copa União 2012

 

 

7 comentários »