Quem manda no Moto?

1comentário

Não convidem para sentar na mesma mesa o vice-presidente de futebol do Moto, Rocha Neto, que virou interino com a licença tirada pelo presidente Gildo Moraes, e o diretor de futebol do clube, Waldemir Rosa, o Dadá. Os dois entraram em rota de colisão e um deles pode deixar a administração do Papão nos próximos dias.

Dadá está insatisfeito com as constantes intromissões em seu trabalho do vice-presidente Rocha Neto e levará a questão para ser discutida na próxima reunião do Conselho Deliberativo do clube, que deve acontecer sábado pela manhã, no escritório do conselheiro Cursino Raposo. O diretor de futebol não aceita mais o vice-presidente revelar os nomes dos jogadores que está negociando e a indicação de atletas amadores para o time profissional.

Neste último ponto, Dadá tem razão, pois o Moto é time de “Primeira Divisão” e não dá para jogador amador fazer teste no time principal. Quanto a segunda reclamação, acho que ele está exagerando, pois é ridículo essa coisa de ficar escondendo nome de jogador, pois o Papão não está leiloando jogador porque não tem dinheiro e em segundo os atletas que ele trouxe até agora time nenhum daqui quer.
Esse negócio de revelar nome de contratação todo mundo faz, mas apresentar o jogador com festa apenas os clubes grandes o fazem devido a importância das contratações, por exemplo,o São Paulo fez com o Luís Fabiano e o Flamengo com Ronaldinho Gaúcho. O que não tem sentido é o Moto fazer festa para apresenta Daílson ou o Sampaio montar um circo para apresentar Abuda.

Sinceramente, acho que está faltando para o Moto é um presidente de verdade como o Sérgio Frota no Sampaio e o João Vicente no Maranhão, pois as pessoas que estão dirigindo o Papão não pulso e nem liderança, porque quem realmente sustenta e dá as cartas no clube é o Conselho Deliberativo.

1 comentário »

Alberto Ferreira é apanhado fazendo “gato” na energia elétrica da sua fabrica de gelo!

3comentários

Depois de ter escapado da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou a fábrica de “gatos” (jogadores com a idade adulterada), o presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Alberto Ferreira, não escapou de uma vistoria de rotina da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e foi constatado um “gato” (roubo de energia) em uma de suas fábricas de gelo.

Conforme foi publicado no blog do jornalista Daniel Matos, Alberto Ferreira foi flagrado roubando energia elétrica.

O pior é que descoberta do furto de energia aconteceu na mesma semana em que ele completou 20 anos como presidente da FMF.

Confira abaixo o texto do jornalista Daniel Matos na integra:

Em uma vistoria de rotina realizada esta semana, uma equipe da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) constatou furto de energia em uma fábrica de gelo pertencente ao presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Alberto Ferreira. O estabelecimento, localizado na rua da Manga, no Portinho, estava pagando um valor muito abaixo, se comparado à eletricidade que consumia para fazer funcionar suas máquinas.

A descoberta do “gato” de energia foi informada em primeira mão hoje pelo apresentador Silvan Alves, no programa Comando Tático 560, na rádio Educadora. De acordo com Silvan, o fato só não gerou uma ocorrência policial por causa da greve de agentes, escrivães e investigadores lotados em delegacias e plantões.

Como dirigente esportivo, Alberto Ferreira é criticado duramente, há anos, por parte da imprensa, por querer se perpetuar no comando da FMF e é apontado como principal responsável pelo estado de quase falência do futebol maranhense. Agora, ele vê, também, sua imagem de empresário arranhada por um crime ainda mais lesivo à socidade.
Do Blog do Daniel Matos: blogdanielmatos

3 comentários »

Favoritos e candidatos ao rebaixamento…

2comentários

Depois de 21 jogos de um total de 45 partidas já é possível separar o “joio do trigo” no Campeonato Maranhense 2011. Com certeza uma das duas vagas do rebaixamento é do Nacional, que pelo que está apresentando sequer deveria ter entrado na competição. Outro dado que havia adiantado aqui no blog: o Moto montou time apenas para não cair. E que Sampaio, Iape e Maranhão brigaram pelo título.

É brincadeira, o que o Nacional está fazendo no Campeonato Maranhense. Colocaram uma equipe amadora para disputar uma competição profissional. Isso é uma falta de respeito. É muito perigoso a participação deste time no Estadual, pois em uma competição de pontos corrido, o saldo de gols pode ser decisivo e por não ter nenhum compromisso com a competição, exceto com o rebaixamento, é temerário. Eles endureceram o jogo contra o Sampaio, mas abriram as pernas contra o Maranhão e o Iape.
Outro candidato ao rebaixamento é o Bacabal, pois em cinco jogos tem apenas um ponto. Acho que o único que pode tirar a segunda vaga de rebaixado do BEC é o Cordino, que está disputando a Série A como se fosse a Segunda Divisão.
Já a campanha pífia do Moto não é surpresa para ninguém, pois conseguiram montar um time para o Estadual ainda mais fraco do que o da Segundona do ano passado. O Papão vive uma crise administrativa e financeira sem precedentes e pode se dar por satisfeito só em permanecer na Série A.

O que é uma grata surpresa é a “Garotada do Parque” Valério Monteiro, que estão jogando um bom futebol neste início de Estadual e podem com certeza brigar pelo titulo se conseguirem manter o ritmo. O Sampaio assim que deixar de lado a Copa do Brasil e concentrar-se exclusivamente no Campeonato Maranhense é um sério candidato a erguer o troféu, porém, quanto mais demorar na competição nacional mais tempo deixará de lado a disputa local. E o Iape, com 100% de aproveitamento, não é nenhum novidade diante do investimento do seu presidente de Isaias Pereirinha.

Estou muito entusiasmado com este início de Estadual disputado no sistema de pontos corridos e acredito que a competição ficará ainda mais emocionante com o decorrer dos jogos.

2 comentários »

Alberto Ferreira completa 20 anos como presidente da FMF

0comentário

Uma data para ser esquecida. Alberto Ferreira completa hoje 20 anos como presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF). Durante esse período, o futebol maranhense vem sofrendo um processo de destruição com os times completamente falidos e os estádios na sua maioria vazios. Se não fosse pelo esforço isolado de alguns dirigentes, acho que o futebol aqui já teria acabado.

Enquanto muitos países mulçumanos estão se livrando dos seus ditadores, os clubes maranhenses assistem parados Alberto Ferreira completar 20 anos no comando da FMF. A maioria dos dirigentes o critica, porém, não fazem nada para tirá-lo.

Alberto Ferreira já disse que prefere ficar em casa assistindo os jogos do Flamengo pela TV que ir ao estádio assistir os jogos dos times maranhenses. Ele foi alvo duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI). Durante sua gestão na FMF, o futebol local caiu da Série B para a D. O dirigente nunca fez uma prestação de contas e sequer revela o valor da mesada que recebe da Confederação Brasileira de Futebol (FMF).

Em 2010, o presidente da Federação Amazonense de Futebol (FAM), Dissica Tomáz Valério, que estava no cargo há mais de 20 anos, e presidente da Federação Piauiense de Futebol, Lula Ferreira, foram afastados do cargo pelo Ministério Público dos respectivos estados. Ai fica a pergunta: porque o Ministério Público daqui não faz o mesmo? Será que os procuradores do Maranhão só sabem investigar vendedor de CD e DVD pirata? Se tudo isso que foi relatado não é motivo para investigação o que é então?

Acho que já passou da hora de Alberto Ferreira pendurar as chuteiras, pois em nada tem contribuído para o bem do futebol maranhense. Pelo contrário, tem afugentado os torcedores, que se recusam a ir a campo em competições promovidas pela FMF. Porém, seu atual mandato vai até 2014 e pelo visto ele é candidato a reeleição.

sem comentário »

Parabéns! Sampaio Corrêa Futebol Clube pelos seus 88 anos

0comentário

Um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro comemora 88 anos. O Sampaio Corrêa Futebol Clube é um dos times de maior torcida do Maranhão e também um dos mais vitoriosos. Além das comemorações é bom fazer uma reflexão sobre situação do clube avaliando conquistas e projetando metas.

O Sampaio é sem duvidas um dos maiores times do futebol maranhenses, mas para ele ser grande ainda falta muita coisa, por exemplo, ter um estádio, voltar a Série B do Campeonato Brasileiro e um centro de treinamento digno dos grandes times.

Apesar de todas estas dificuldades, o Sampaio é grande. Grande no amor de sua torcida e nas suas conquistas dentro de fora de campo. Apesar do time não entrar em campo hoje a sua torcida deve se encontrar na sede do clube para comemorar a data.

Uma grande festa está sendo organizada no Parque José Carlos Macieira hoje à noite e o torcedor tem a obrigação de ir até lá comemorar os 88 anos do clube, pois a festa só terá sentido se o torcedor estiver reunido.
Parabéns Sampaio e muitos anos de vida!

sem comentário »

ACOOOORDAAAA KLEOOOO!

0comentário

Quando o Kléo surgiu no futebol profissional pensei que iria explodir e se tornar um grande craque do futebol brasileiro, mas o inexplicavelmente ele se tornou um jogador comum como tantos que temos no Maranhão. O que me impressiona é que numa mesma partida, ele consegue realizar jogadas decisivas e logo em seguida some dentro de campo. É inconstância do dele, o torna um problema para ele e o Sampaio, que está contratando um meia de qualidade, quando dispõe de um dentro do próprio elenco.

Assim como o atacante Rôni mostrou que a solução para o ataque do Sampaio que não fazia gols estavam dentro do próprio elenco, o meia Kléo poderia fazer a mesma coisa, pois quando quer jogar é um verdadeiro craque. Porém, o que se vê nos jogos é um atleta cheio de altos e baixos, que ao mesmo tempo decide uma jogada se torna um peso para o time por dormir dentro de campo.

Contra o Santo André, no jogo de ida pela Copa do Brasil, o Kléo começou o jogo sonolento e em algumas oportunidades errando passes que armaram o contra-ataque do adversário, irritando a torcida e seus companheiros, mas depois que acordou para o jogo deixou os companheiros duas vezes na cara do gol. Pena, que ele não consegue jogar desta forma os 90 minutos como se tivesse um distúrbio de concentração.
Ainda me lembro daquele Campeonato Maranhense, que ele ajudou o Sampaio conquistar em 2003, quando foi contratado. Lembro que ele parecia o Zidane, um jogador de meio de campo que joga com a cabeça erguida e muito habilidoso com a bola.

O que mais impressiona é que o problema de Kléo não parece motivacional, pois todos os técnicos que passaram pelo Sampaio nos últimos sete anos deram oportunidade para ele jogar. No Tricolor, os salários estão em dia e todos estão sendo muito bem pagos para o nível do futebol local. Ai fica a pergunta: porque Kléo não fica ligado os 90 minutos? Sinceramente, não sei.
Ainda acredito que o Kléo pode ser um dos craques do futebol maranhense, pois talento ele tem. É um jogador que passa bem a bola, sabe bater falta, arma as jogadas e faz gols. Porém, falta ele acordar para a realidade e deixar de ser um burocrata dentro de campo, pois já estou acreditando que ele nasceu para ser funcionário público.

sem comentário »

Mal-acostumado!

8comentários

O torcedor e parte da imprensa maranhense estão mal-acostumados com grandes espetáculos, pois teve muita gente reclamando de filas e de cambistas nos jogos, principalmente, do Sampaio pela Copa do Brasil.

Gente! Todo e qualquer bom espetáculo tem fila para entrar, os ingressos são caros e cambista é uma “erva daninha” quem brota em todo e qualquer evento que concentre multidões.

Acho um absurdo criticar as pessoas só por criticar. Como o jornalista esportivo Edivan Fonseca escreveu no jornal O Estado no sábado: “que bom seria se em todos os jogos no Maranhão houvessem filas para entrar no estádio”. O problema é que a maioria das pessoas está acostumado com as rendas pífias das competições locais e quando um time daqui está bem numa disputa nacional e trazendo clubes conhecidos para jogar aqui, quer pagar o mesmo valor no ingresso e ir para o estádio como se estivesse indo para uma praia deserta: sem filas, sem congestionamento e sem tumulto.

Quanto ao valor dos ingressos parece que as pessoas nunca ouviram falar da Lei da “oferta x procura”. É claro que não dá para cobrar em um jogo do Sampaio x Santo André pela Copa do Brasil o mesmo valor que é cobrado por um Sampaio x Nacional pelo nosso combalido Campeonato Maranhense. E com certeza, cambista nenhum vai ganhar dinheiro com um Iape x São José pelo Estadual, mas num Iape x Atlético (MG) ele fará a festa.
Não sou advogado do presidente do Sampaio, Sérgio Frota, muito pelo contrário como ele mesmo diz sou seu maior critico, mas não dá para agüentar pessoas dizendo que o cara venal porque quer aumentar o preço dos ingressos e que está roubando a renda por causa na demora na publicação dos borderôs dos jogos pela Copa do Brasil. É cumulo do absurdo dizer que o cara que está há mais de três anos tirando dinheiro do próprio bolso para sustentar o clube que ele está roubando a renda. Isso para é surreal, pois uma pessoa que já colocou mais de R$ 5 milhões no Tricolor não iria roubar R$ 50 mil, pois em primeiro lugar estaria roubando dele mesmo e em segundo o valor sequer dá para pagar a premiação dos atletas. Outra dizer que Frota é oportunista por querer aumentar o valor dos ingressos é covardia, pois na única oportunidade que ele tem no ano de diminuir o prejuízo dele, ele vai fazer caridade? E quem é que vai pagar a folha do time? É brincadeira!

Com certeza, estes falsos críticos estão mal-acostumados com grandes espetáculos. Ou nunca pisaram ou assistiram pela TV coberturas de jogos da final do Carioca, Paulista e Copa do Mundo, pois em todos estes jogos tem filas para entrar, cambistas e o preço dos ingressos são aumentados em relação a jogos de pequena importância.

Foto – Douglas Júnior

8 comentários »

Apesar da vice-lanterna no Paulista, o Santo André não é um time fraco

1comentário

Jogo fácil que nada! Quem está pensando que o Sampaio encontrará moleza diante do Santo André está redondamente enganado, pois em borá o time do ABC paulista não esteja jogando uma bola redonda, pela sua estrutura é uma equipe que merece respeito. Tem muita ai dizendo que o Ramalhão é vice-lanterna do Campeonato Paulista, que foi rebaixado da Segunda para a Terceira Divisão e que na primeira fase da Copa do Brasil bateu o fraco Naviraense, mas estão esquecendo, que este mesmo clube já foi campeão desta competição e que há dois era da Série A.

Apesar do Santo André ter apenas 10 pontos no Campeonato Paulista conquistados em 13 jogos dos quais foram uma vitória, sete empates e cinco derrotas, não acredito que ele seja “cachorro morto”. Embora tenha marcado apenas 9 gols e sofrido 20 obtendo aproveitamento de pouco mais 25% dos pontos disputados no Paulista , a equipe do Ramalhão não é nenhum Nacional de Santa Inês.

O Santo André é vice-lanterna de uma campeonato que tem Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, quatro dos maiores times brasileiros, e sem falar que os times do interior paulista dão de pau em qualquer clube daqui. Para ter uma idéia, o Célio Codó, que era artilheiro no Sampaio, sequer é reserva no Ramalhão. Detalhe, além de Codó a equipe paulista tem outro maranhense no seu elenco, Rychelly, que é natural de Santa Luzia.

Realmente acredito na vitória do Sampaio sobre o Santo André e até na classificação do time maranhense para a terceira fase da Copa do Brasil, porém, não acho que a missão será tão fácil como muitos acreditam.

Foto – De Jesus

1 comentário »

Quem for vestido de camisa, calção e meião pode sair jogando

1comentário

Sabe aquela piada: quem for ao estádio vestindo camisa oficial, paga meia, quem for vestido com camisa e calção, não paga e quem for vestido de camisa, calção e meião pode sair jogando, pois foi exatamente desta forma que o Nacional montou a sua equipe para a estréia no Campeonato Maranhense e por isso foi goleado pelo Maranhão por 8 x 0. Não estou tirando o mérito da goleada histórica do MAC, mas questionando Gavião tem condições de disputar o Estadual? É inadmissível, que uma equipe amadora dispute um campeonato profissional. Só no futebol daqui isso acontece!

O time do Nacional chegou com 30 minutos de atraso no Nhozinho Santos e os atletas desceram da van direto para o campo sem sequer se aquecer.
O presidente do Gavião, Caetano Alves, alegou que atraso foi ocasionado por um engarrafamento na BR 135, mas o transtorno poderia ter sido evitado se a delegação tivesse saído de Santa Inês pela manhã, porém, o clube não tinha como pagar o almoço dos atletas.

Pior foi na hora de inscrever os atletas para a partida contra o Maranhão. A diretoria do Nacional profissionalizou cerca de 18 jogadores às 18h da sexta-feira e fiado, pois alegou que não tinha dinheiro para pagar as taxas de inscrição. Do jeito que a coisa foi feita, parece até que o Caetano Alves juntou um bando de garotos que estavam jogando uma pelada num campinho qualquer de Santa Inês e os convidou para jogar o Estadual.

O Nacional também não onde jogar, pois o Binezão está tomado pelo mato, pois há dois anos foi abandonado pela prefeitura de Santa Inês. Em Zé Doca, cidade que teria adotado o Gavião, o Estádio Florestão não tem alambrado, vestiários, banheiros e cabines de rádio.

A culpa disso tudo é da Federação Maranhense de Futebol (FMF), que aceita um time amador participar do seu campeonato profissional e principal competição do estado. Se o presidente da FMF, Alberto Ferreira, realmente administrasse a entidade jamais permitiria um absurdo deste.

Foto – Biaman Prado

1 comentário »

Sampaio está de parabéns!

1comentário

Um classificação para entrar para a História. A classificação para a segunda fase da Copa do Brasil foi suada! O Sport (PE) jogou muita bola e valorizou demais o resultado. O Sampaio abriu o placar, mas os donos da casa conseguiram uma virada heróica, com uma a menos dentro de campo, pois o goleiro do Leão, Magrão, que estava agarrando até pensamento, foi expulso. O Tricolor só conseguiu conseguiu construir o placar de 2 x 2, que lhe garantiu a permanência na disputa, depois de muito sufoco. E ainda teve que agüentar a pressão infernal exercida pelo adversário até o final do jogo

Para quem não acompanhou a rodada desta quarta da Copa do Brasil e leu no jornal que o Sampaio passou para a segunda fase da Copa do Brasil depois de um empate com o Sport por 2 x 2 pode até pensar que foi fácil conseguir a classificação! Não fez mais do que a obrigação! Em princípio é verdade. O Tricolor enfrentou uma pedreira, pois teoricamente o Sport, um time com uma folha de R$ 1,5 milhão e da Segunda Divisão enfrentou uma equipe da Quarta Divisão cuja a folha é de R$ 120 mil.Assisti ao jogo e posso dizer sem medo de errar que muitos desses jogadores, com algumas exceções, do Tubarão jogariam tranqüilamente em equipes da região Sudeste do País, pois atuaram de igual para igual contra o Leão e em alguns momentos até foram superiores.

A classificação do Sampaio foi muito boa para o moral de nós torcedores do futebol maranhense, pois fazia tempo que um time daqui não conseguia um feito deste. No ano passado, o Tricolor também chegou a segunda fase da Copa do Brasil, mas enfrentou na primeira fase um timinho do interior de Sergipe. Agora, a coisa foi muito mais complicada porque o Sport é uma grande equipe do futebol brasileiro e vencedora da competição em 2008 ao bater na final o Corinthians.

O torcedor sentiu a diferença e foi em grande número receber os jogadores no aeroporto. Não foi o número ideal, pois ainda tem muita gente que insiste em torcer para os clubes de fora, mas o importante é que teve recepção aos atletas. Espero que o Sampaio consiga passar pelo Santo André, que assim como o Sport é uma grande equipe do futebol brasileiro.

Sei que muito precisa ser feito, pois o time do Sampaio precisa com urgência de lateral-direito, um meia de criação e atacantes, mas acredito que as coisas estão no caminho certo e com um pouco de esforço a diretoria conseguirá encontrar a peças certas. O mais difícil já foi feito, montar uma base sólida que passe confiança para o torcedor.

Parabéns Tubarão!

Foto: Antonio Carneiro/Gazeta Press

1 comentário »