Já vai tarde, mesmo que seja por pouco tempo…

1comentário

Até que em fim o Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão (TJD-MA) tem um presidente macho com coragem para afastar Alberto Ferreira da presidência da Federação Maranhense de Futebol. Embora o afastamento deva ser por curto tempo, Antonio Américo Gonçalves Lobato fez o que o torcedor maranhense deseja há muito tempo: ver Alberto Ferreira longe do futebol.

Há mais de 20 anos no comando da FMF, Alberto Ferreira é um dos principais responsáveis pela falência do futebol maranhense. Durante sua gestão, o futebol daqui foi alvo de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), escândalos e a queda de todos os times locais para as últimas divisões do futebol brasileiro.
O resgate do futebol maranhense está condicionado a saída em definitivo de Alberto Ferreira do futebol. E nomes para substituí-lo tem muitos como, por exemplo, Sérgio Frota, Nilson Garcia, João Vicente e Carlos Moreira entre outros.

Alberto Ferreira foi afastado do cargo porque não a determinação de Antônio Américo para que assumisse o custeio da Justiça Desportiva para que órgão pudesse funcionar plenamente. A suspensão preventiva e os advogados de Ferreira logo devem revogá-la, mas o lado bom é que sabemos que agora há no TJD um presidente com coragem de peitar o todo poderoso Alberto Ferreira.

1 comentário »

Menos Geografia, baixa a bola!

0comentário

Com a derrota para o Imperatriz por 3 x 1, o Sampaio perdeu a oportunidade de colocar uma das mãos na Taça do Campeonato Maranhense 2010. O fato deve ter aumentado a ansiedade do presidente do Tricolor, Sérgio Frota, em levantar o “caneco”, pois há dois mandatos como presidente, ele tenta conquistar o titulo e ainda perder a fama de pé-frio. Com a proximidade do fim da disputa aumenta também a guerra de bastidores.

O último capitulo na guerra de bastidores do Campeonato Maranhense foi protagonizado pelo diretor técnico da Federação Maranhense de Futebol, José Alberto de Morais Rego, o Geografia, que acusa o diretor de futebol do Sampaio, Edvaldo coelho, e o presidente do clube Sérgio Frota, de tentar copta-lo. O mais absurdo disso tudo foi a resposta dele: “Se aceitar o time perder vão dizer que a culpa é minha e se aceitar o time foi campeão vão dizer que foi influência minha como dirigente”, esquivou-se. É brincadeira!

Todo mundo sabe Geografia foi diretor de futebol do Sampaio por cause uma década e perdeu vários títulos e nem por isso ficou com medo da torcida. Em segundo, ele mesmo declarou que atualmente torce para o IAPE, que o time foi campeão da Copa União, inventada por ele. Gosto muito do Geografia, pois o considero uma pessoa profundamente conhecedora do futebol, mas acho que ele está querendo valorizar o seu passe.

Se o regulamento do campeonato for cumprido a risca e não houver nenhuma maracutáia, o Sampaio tem amplas chances de ser campeão sem a ajuda de Geografia, ou seja, lá quem for. Dos três que brigam pelo título o Tricolor é o único que depende apenas das suas forças. Quanto a guerra de bastidores, acho o nosso futebol muito caidinho para este tipo de coisa.

sem comentário »

No dia da ‘consciência rubro-negra’, Moto vence o Sabiá e retorna a primeira divisão

2comentários

Em jogo tenso do início ao fim, o Moto venceu o Sabiá por 2 x 0 e retornou a Primeira Divisão maranhense, hoje à noite, no Estádio Nhozinho Santos. Que o drama vivido com o rebaixamento sirva de lição para os dirigentes do clube para que em 2011 montem time para brigar por título e não entrar apenas no campeonato. Os cartolas do rubro-negro também precisam aprender que para conseguir o acesso a primeira divisão é preciso jogar a Segundona e não usar virada de mesa ou outras maracutaias.

Porém, é bom lembrar que o Moto só voltou a Primeira Divisão porque a sua torcida abraçou o time e o apoio na Segundona e também porque os “notáveis” resolveram tirar o pijama e apoiar o time. Entre os notáveis estão os ex-presidentes Edmar Cutrim e Jota Pinto. O atual presidente, Gildo Moraes, ficou devendo, pois com uma parceria pra lá de suspeita por pouco não terminou de afundar ainda mais o time.

Quando acabar as comemorações pelo retorno, espero que a diretoria do Papão coloque a cabeça no lugar e já comece a planejar a temporada 2011. O técnico Dirceu Mattos já provou que é competente e deve continuar no cargo assim como boa parte do atual elenco. E não repitam a besteira de 2009, quando após ser campeão, a equipe e a comissão técnica foram despachados e clube foi rebaixado.
Enfim, deixo as criticas de lado e desejo parabéns ao Moto pelo ser retorno a “elite” do futebol maranhense de onde nunca deveria ter saído.

Valeu Papão!

2 comentários »

Boto fé no Beach Soccer maranhense

0comentário

Pode parecer um absurdo, até porque a equipe perdeu a semifinal do Campeonato Brasileiro, mas ainda acredito no sucesso da Seleção Maranhense de Beach Soccer. O trabalho foi bem feito. Formou-se um novo elenco. Foram contratados excelentes reforços para a temporada. Até ser eliminada para a Seleção de São Paulo, a Seleção do Maranhão vinha dando show na disputa.

O presidente da Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS), Eurico Pacífico, faz um excelente trabalho no comando da modalidade no Maranhão. O presidente Eurico também é um sujeito comprometido com o esporte. Um cara que faz bem ao Beach Soccer. Longe de incluí-lo na extensa lista de dirigentes picaretas do futebol maranhense. O Eurico é um cara sério, trabalhador e honesto, do tipo de dirigente que faz falta para o futebol maranhense. Graças, ao esforço dele, o Estado este entre os quatro melhores do país no esporte.

Poucos sabem, mas a Arena de Beach Soccer Domingos Leal, a “Arena da Lagoa” é á única fixa do mundo. Oferece toda a infra-estrutura para o atleta jogar beach soccer. Até perna-de-pau sai de lá sabendo alguma coisa de bola. Não é a toa que tem país do Oriente Médio interessado em copiá-la.

Só acho que falta um pouquinho de calma a torcida. Sei que é complicado. Mas tudo está no caminho certo para o Maranhão ser a maior potencia mundial desse esporte. Só falta acertar a engrenagem. Boto fé no planejamento do Beach Soccer maranhense.

sem comentário »

Um é pouco, dois é bom, mas três é demais!

0comentário

O presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Alberto Ferreira, deve está ficando louco ao sugerir três competições estaduais em 2011, pois os times daqui mal têm condições de disputar sequer um campeonato. O dirigente deve está de olho na grana do Projeto Nota na Mão, que deve ser reeditado no próximo ano, para propor algo tão absurdo.

Como o Alberto Ferreira nunca foi visto “rasgando dinheiro” com certeza não deve ter pirado para propor três competições estaduais em 2011 e deve mesmo está pensando no dinheiro que vai entrar na entidade com o retorno do Nota na Mão. O dirigente não é burro e sabe que grande parte do que for destinado aos clubes entrará na FMF através de taxas e mas taxas que ele cobra dos clubes. Por tanto, quanto mai competições mais dinheiro.

Quem perde com a realização de três competições são os times e o público. Os clubes perderão dinheiro, pois apesar de não estar mai s pagando para jogar terão que usar suas cotas do patrocínio para custear as equipes e viagens em mais competições e com isso não deve sobrar nada para investir nos times. O torcedor perde, pois futebol quantidade não está associado a qualidade.

Espero que os dirigentes dos clubes não caiam nesta arapuca e exijam um calendário enxuto com no máximo duas competições locais. E que tome como o exemplo o prejuízo levado na desastrosa Copa União 2010. Quanto a Alberto Ferreira, espero que caia na real e não vá com tanta sede ao pote!

sem comentário »

Vence quem errar menos…

2comentários

Faltando poucas rodadas para o fim do Campeonato Maranhense 2010, a chapa está esquentando. Esses dias estive pensando e analisando as campanhas dos primeiros colocados no Estadual. O atual líder Iape, com 29 pontos em 14 jogos, precisa vencer os dois jogos que lhe resta e ainda torcer por um tropeço do segundo colocado. O Sampaio, segundo colocado, com 26 pontos em 12 jogos só depende de suas forças para ser campeão. E o Maranhão, terceiro colocado, com 23 pontos em 13 jogos, continua na briga, mas terá que torcer por tropeços do Tricolor e do Canário.

Para os saudosistas de plantão, que foram contra o campeonato de pontos corridos com a alegação que este tipo de disputa não tem emoção, o Estadual 2010 está mostrando exatamente o contrário. Restando poucos jogos para o fim da disputa três times brigam pelo título, coisa que não é vista há muito tempo no futebol local.

Porém, não estou dizendo que este é melhor campeonato dos últimos anos, pois o nível técnico dos clubes é muito ruim. Até mesmo dos três líderes. A taça fatalmente cairá no colo de uma das três equipes mais irregulares que eu já vi na vida. E por razões bem óbvias tenho a convicção que o campeão desse ano não será simplesmente o melhor time do campeonato. Mas sim o que menos errou entre os melhores. Percebem a diferença?

2 comentários »

Pereirinha está injuriado com o Moto

6comentários


O presidente da Câmara de São Luís e presidente de honra do Iape, Isaias Pereira, o Pereirinha, está injuriado com a diretoria do Moto Clube, pois os cinco jogadores que emprestou para o time disputar o returno do Campeonato Maranhense da Segunda Divisão foram simplesmente ignorados pelo novo técnico da equipe, Dirceu Mattos. Pereirinha, que é boliviano de coração, em um ato desportista emprestou sem ônus para o Papão o volante Ferdinand, o lateral-esquerdo e meia Jadinho, o meia Glaydson, o zagueiro Wellington, os atacantes Peti e Robinho e o zagueiro Renato, todos em forma, mas o técnico Mattos prefere trabalhos com jogadores que ele “conhece”, que estão chegando ao clube fora de forma.

Brincadeira, desse jeito o Moto não volta para a Primeira Divisão nunca. O presidente Gildo Moraes é muito amador. A parceria com a Futebol Internacional de Emerson Mendes é a mais perfeita tradução do amadorismo do dirigente. E principalmente a forma como acabou a parceria, com o treinador Pedrinho Rocha abandonado no hotel e os atletas na sede do clube sem passagens para retornar para casa.

Agora, o dirigente recebe cinco jogadores em forma de graça e deixa os garotos irem embora, porque o técnico Dirceu Mattos prefere trabalhar com o grupo dele lá do Paraná. É brincadeira! O pior é a ingratidão com Pereirinha, que pagou o hotel do Pedrinho Rocha e uma parte das passagens dos jogadores trazidos pela parceria com Futebol Internacional. Irritado, o dirigente do Iape já prometeu que não ajudará mais o Papão.

Quanta ingratidão e amadorismo hein.

6 comentários »

Pronto, falei: sem Wescley e Léo o Sampaio não vencerá nada!

0comentário

Sampaio não var a nenhum lugar.
Gosto muito do trabalho do Sandow Feques como técnico. Só acho que as vezes ele quer dar uma de Dr. Pardal e começa a inventar uma coisas que não tem sentido como colocar o atacante Wesclay e o meia Léo do banco de reservas. O Sampaio só tem um meia de ligação e nome dele é Léo. Quanto a atacante, o presidente Sérgio Frota contratou uma penca este ano, mas o único que aprovou foi o Wescley.

Pronto, falei: sem Wescley e Léo, o Sampaio é um time comum, que não oferece muito perigo para os adversários. É preciso o técnico Sandow Feques para com invenção e botar os caras para jogar. Ele não pode se deixar influenciar por dirigente que gosta de ou outro jogador e fazer o que é obvio. As vezes o feijão com arroz basta!.

sem comentário »