FESTA “DEEP SESSIONS” COM DJ PACHECO NO MOKAI

0comentário

O produtor musical e DJ Pacheco, que vem a São Luís “de verdade” para animar a festa do dia 01 de Abril no Mokai Lounge Bar na Av. dos Holandeses.

Amanhã (01.04), Dia da Mentira, o Mokai Lounge Bar (Av. dos Holandeses) promove uma festa “de verdade” e que promete pela qualidades dos DJ´s e proposta.

Estamos falando da festa “Deep Sessions”, que traz à cidade o DJ Pacheco, cujos remixes arrebataram ouvidos importantes no mundo musical; a exemplo de sua produção de “Say Hello” , a qual caiu no gosto do público e de produtores consagrados como Vintage Culture, Jet Lag e Cat Dealers.

O DJ e produtor Pacheco surpreende em suas apresentações e quando ele assume o comando das pick up´s a empolgação toma conta do ambiente e contagia o público. A explicação é a alquímia usada pelo músico, uma mistura de remixes exclusivos, sets para cima, e uma pegada de interação e energia únicas. Em suma, Pacheco “chega, chegando” e vem pra animar a festa literalmente.

E mais, com ele nessa noite, à partir das 22H, completam o line up da festa os DJ´s igualmente feras: Cahio Massuci, Blemes e Thays Habibe. Música eletrônica de qualidade e uma vibe incrível. Ingressos à venda no Mokai, na Av. dos Holandeses. A dica é chegar cedo, pois os ingressos são limitados devido ao espaço com proposta lounge. Informações pelo fone (98) 991041515.

Os DJs Cahio Massuci e Thays Habibe.

sem comentário »

Com a proximidade da Semana Santa, Prefeitura intensifica ações de vigilância sanitária em mercados

1comentário

Com a proximidade da Semana Santa, período em que aumenta o consumo de pescados e crustáceos, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está intensificando a fiscalização em mercados públicos, supermercados e feiras livres que comercializam o produto. As ações estão ocorrendo desde o início do mês e visam avaliar as condições higiêncas e sanitárias dos locais de venda de pescados na capital.

A operação pré-Semana Santa é coordenada pela Vigilância Sanitária Municipal e tem como foco, além de avaliar as condições dos locais de venda, verifcar ainda as normas e práticas dos profissionais que manipulam o alimento. Elas devem estar de acordo com os padrões da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e das boas práticas de manipulação de alimentos.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, a Prefeitura está orientando quanto às condições sanitárias dos boxes, ao correto armazenamento e à exposição do pescado em temperatura adequada. “Essa operação tem um caráter educativo, mas quando necessário serão feitas autuações para a correção de situações que estejam em desacordo com as normas sanitárias, evitando riscos à saúde do consumidor”, afirmou a titular da pasta.

A superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Terezinha Lobo, explica que todo tipo de pescado é extremamente perecível, e caso não seja armazenado adequadamente, pode ocorrer uma proliferação bacteriana e causar problemas à saúde.

O uso de fardamento pelos comerciantes também é um item exigido pelas equipes da Vigilância. “A nossa orientação é que os consumidores observem as condições de higiene dos pescados, dos manipuladores e dos locais de venda. Onde a fiscalização detecta irregularidades, os proprietários são notificados e intimados a fazerem as adequações, e, havendo descumprimento, recebem multa”, destacou.

CUIDADOS

A Vigilância Sanitária recomenda que o consumidor observe se o pescado está totalmente congelado ou fresco, acondicionado em gelo. Nos peixes, é preciso prestar atenção se as escamas estão brilhantes e bem aderentes à pele, as guelras têm que ser róseas ou vermelhas e a carne firme.

No camarão, o aspecto geral precisa ser brilhante e carapaça bem aderente ao corpo. Já para os mariscos, os consumidores precisam atentar para a coloração e evitar adquirir aqueles com corante amarelo.

1 comentário »

Exame especial detecta infecção urinária de repetição

0comentário

Infecções urinárias que surgem mais de três vezes no período de um ano ou duas vezes no período de seis meses são chamadas de infecções urinárias de repetição. Muitas mulheres sofrem com esse problema, mas homens, e também crianças, podem apresentar tal quadro. De acordo com o médico radiologista Sylvio Batista, que atende na Clínica Imedical (Shopping da Ilha), uma das formas de descobrir esse tipo de infecção é submeter o paciente a um exame chamado uretrocistografia miccional.

“Esse exame avalia o tamanho e a forma da bexiga e da uretra, que é o canal por onde sai a urina. Este procedimento é indicado, por exemplo, para pesquisar se uma criança tem refluxo vesicoureteral, que é uma condição em que a urina da bexiga volta para cima, em sentido inverso, muitas vezes, até o rim”, esclarece o médico.

O exame pode ser solicitado para crianças que apresentam infecções do trato urinário de repetição ou que tiveram pielonefrite. Além disso, também pode ser indicado em casos de suspeita de obstrução da uretra ou dilatação dos rins. A uretrocistografia miccional é realizada por meio do uso de fluoroscopia e um agente de contraste introduzido por meio de uma sonda na bexiga. É realizado em crianças de todas as idades.

“Não há nenhum preparo especial para o exame. Se a criança tem alguma alergia conhecida ao contraste radiológico, informe o médico dela. Vista a criança confortavelmente, com roupas facilmente removíveis, sem botões. Se for necessário, será dado um avental na sala de exames. O responsável pela criança pode ficar na sala de exame, desde que não sejam mulheres grávidas”, explica Sylvio Batista.

sem comentário »

Prefeitura revitaliza e torna mais eficiente iluminação pública de São Luís

3comentários

A Prefeitura de São Luís segue com a revitalização da iluminação pública da cidade com serviços de manutenção elétrica na Avenida Litorânea, no trecho que vai da Praça dos Pescadores à Praia do Calhau e também nas imediações da Praça da Camboa, no bairro de mesmo nome. Até o fim deste mês, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) realizará a substituição de 40 postes e hastes de iluminação bem como de pontos de luzes apagados.

O serviço manutenção nos corredores urbanos da cidade faz parte do plano de modernização da iluminação da capital, desenvolvido na gestão do prefeito Edivaldo, para garantir o bem estar e a segurança da população. “Além do trabalho de manutenção e prevenção de diversos tipos de ocorrências nós mantemos, sob orientação do prefeito Edivaldo, as equipes de reparos sempre alerta para atender os chamados e garantir ao cidadão a qualidade dos serviços prestados pelo poder público”, ressalta o secretário municipal de Obras, Antônio Araújo.

Na Camboa foram substituídos 10 pontos de luz e seis metros de eletroduto e cabos de cobre. Esta intervenção resolveu definitivamente uma inconsistência elétrica provocada pela ação das raízes das árvores da praça, no sistema de abastecimento subterrâneo.

“Muito bom o trabalho de manutenção aqui da nossa praça, logo eles vieram e arrumaram o problema, garantindo mais segurança para a comunidade. O Prefeito está de parabéns”, disse o estudante Adeilton Carlos Oliveira, morador da Camboa.

Na Litorânea, o prazo para a conclusão destes serviços é de até 15 dias. Ao final da operação, além da troca dos instrumentos elétricos, todo o sistema passará por ajustes para garantir o pleno funcionamento da rede de distribuição.

DE CARA NOVA

Na Avenida Litorânea, desde o ano passado, foram adicionados 144 projetores com lâmpadas de vapor metálico de 2.000W voltados para a faixa de areia. Hoje o local dispõe do que há de mais moderno na rede de iluminação da cidade. Neste período foram implantadas cerca de 822 lâmpadas de LED na orla marítima, aumentando a eficiência e economia.

Contando com sistema de gestão nas luminárias, os gerenciamentos destes pontos de luz podem ser realizados à distância, com informações em tempo real sobre falhas no funcionamento do sistema elétrico.

3 comentários »

CURSO DE CAPACITAÇÃO INSERE 25 NOVOS PROFISSIONAIS NA ÁREA DE SANEAMENTO BÁSICO

0comentário

Eliane Barbosa, que integra a turma de 25 formandos do Curso Técnico de Capacitação Profissional em Encanador

Essa quinta-feira (30.03) será um dia muito especial para 25 moradores dos municípios de São José de Ribamar e Paço do Lumiar, trata-se da solenidade de formatura da segunda turma do Curso Técnico de Capacitação Profissional em Encanador, promovido pela Odebrecht Ambiental em parceria com a FIEMA e Amanco. O evento acontece às 15h, na sede da empresa no Maiobão, e vai contar com a presença de todos os parceiros envolvidos no programa.

Para os formandos, a capacitação é o passaporte para a volta ao mercado de trabalho, após meses de desemprego. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o Estado do Maranhão encerrou 2016 com mais de 18 mil pessoas sem emprego. Apenas em janeiro deste ano mais de 2 mil postos de trabalhos foram desativados.

Na contramão da crise, a Odebrecht Ambiental vem promovendo grandes investimentos em São José de Ribamar e Paço do Lumiar, através de obras para implantação de 22 novos sistemas de abastecimento de água. As ampliações dos sistemas representam a geração direta e indireta de novos postos de trabalho, como afirma Helder Dantas, diretor de Concessão da Odebrecht Ambiental – Maranhão.

De acordo com o Instituto Trata Brasil, cada 1 milhão de reais investido em obras de esgotamento sanitário gera cerca de 50 vagas de empregos diretos e indiretos. “Vamos investir mais de R$ 450 milhões em obras nos sistemas de água e esgoto. Nosso objetivo é mudar a realidade dessas duas cidades, promovendo as transformações tão necessárias no saneamento básico e também o desenvolvimento socioeconômico das comunidades atendidas”, destaca Dantas que já comemora a entrega do primeiro e maior centro de reservação das duas cidades, no bairro do Maiobão, ocorrida no início de março.

Entre os formandos está Eliane Barbosa, moradora de Paço do Lumiar, e uma das duas mulheres dessa turma, que contesta o estereótipo da profissão. “Eu era operadora de caixa em um supermercado mas estou desempregada há meses e vi nessa oportunidade uma chance de melhorar de vida e sustentar meus 2 filhos. Vou mostrar que uma encanadora mulher pode ser muito competente”, declarou ela.

sem comentário »

Cestas de alimentos do PAA contribuem para alimentação saudável de famílias atendidas pelos CRAS

3comentários

Produtos como maxixe, quiabo, abóbora, vinagreira, macaxeira, pimentão, cheiro verde, alface, cebolinha, couve, pepino e abacate, importantes para uma alimentação saudável por serem fonte de carboidratos, fibras, água e vitaminas, têm reforçado a alimentação das famílias contempladas com cestas de alimentos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Cerca de 200 famílias são beneficiadas semanalmente com o recebimento das cestas entregues pela Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria de Segurança Alimentar (Semsa).

Nesta quarta-feira (29), foram contempladas famílias moradoras do bairro de Fátima e de áreas vizinhas assistidas pelo Centro de Referência e Assistência Social (Cras) desta localidade. Representando o prefeito Edivaldo, o vice-prefeito Julio Pinheiro ressaltou, durante seu pronunciamento, a importância do programa que somente ano passado atendeu mais de 45 mil famílias.

“O prefeito Edivaldo entende como fundamental esse programa que tem uma dimensão social grande por tratar diretamente com os produtores da nossa cidade, fortalecendo a economia familiar, a agricultura da nossa zona rural e permitindo que os produtos oriundos desses produtores venham atingir positivamente as famílias da cidade de São Luís”, disse Julio Pinheiro.

“A cesta ajuda muito na alimentação da família, para complementar o que a gente tem em casa”, disse Eliza Fonseca Carvalho, grávida de seis meses e que foi contemplada com uma das cestas entregues pelo vice-prefeito, Julio Pinheiro. A entrega foi na Igreja Nossa Senhora de Fátima, reunindo centenas de pessoas.

Um dos principais benefícios do programa é a garantia da produção rural familiar tornando possível ao produtor investir em sua plantação, ampliá-la e ter o sustento familiar, enfatiza a secretária Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Fatima Ribeiro. “O programa é um instrumento implantado pelo prefeito Edivaldo que vem possibilitando o pleno desenvolvimento da agricultura familiar na capital e garantindo alimento de qualidade para milhares de famílias”, disse a gestora.

Tamires Baltazar Santos, 24, que também recebeu uma cesta, contou que mora na casa da mãe com mais cinco pessoas e que os alimentos vão garantir uma refeição mais nutritiva e saudável para a família. “Nem toda a vez a renda dá pra gente comprar todos os alimentos que precisamos, então essa é mais uma ajuda extra”, disse Tamires Baltazar, que também está grávida e espera o filho para o mês de maio.

“É com muito carinho que o Prefeito Edivaldo traz a mais uma comunidade o Programa de Aquisição de Alimentos. Esse momento só é possível graças ao engajamento da administração municipal em garantir alimentação segura e adequada a quem mais necessita. Nesse sentido, a Semcas atua na mobilização das famílias em situação de vulnerabilidade social, para o recebimento do benefício”, destacou a secretaria da Criança e Assistência Social, Andreia Lauande, também presente na entrega.

SOBRE O PROGRAMA

No Programa de Aquisição de Alimentos, a produção familiar rural é comprada diretamente pela Prefeitura de São Luís, sem intermediários e com preço recompensador. Os alimentos adquiridos são destinados de imediato às famílias atendidas pelos Cras. No Bairro de Fátima, as famílias receberam cestas com itens diversos incluindo frutas, verduras, legumes, polpa de frutas e outros. É realizada uma entrega semanal, sempre às quartas-feiras.

O PAA é uma ação de estímulo à agricultura familiar, atividade que gera mais de 80% da ocupação no setor rural. No Brasil responde por sete de cada 10 empregos no campo e por cerca de 40% da produção agrícola. Os dados são da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A agricultura familiar favorece ainda o emprego de práticas produtivas ecologicamente mais equilibradas, como a diversificação de cultivos, o menor uso de insumos industriais e a preservação do patrimônio genético.

PARCERIA

Idealizado pelo Governo Federal, em São Luís, o Programa de Aquisição de Alimentos é desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Agricultura e Pesca (Semapa) e Assistência Social (Semcas).

Os recursos são do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) com adesão mista com o Governo do Estado. Os produtos são adquiridos nas regiões de Matinha, Cinturão Verde e Tajipuru, nesta etapa são 178 agricultores familiares cadastrados.

Em São Luís, o PAA é executado na modalidade Doação Simultânea, onde a Prefeitura adquire os produtos dos agricultores e os distribui às famílias cadastradas. Os agricultores, por sua vez, recebem os recursos diretamente do Governo Federal, por meio de cartões bancários pessoais, vinculados à conta de cada um dos agricultores cadastrados no programa.

3 comentários »

Pesquisa realizada no Ceuma identifica agentes causadores de infecções respiratórias em crianças

0comentário

Em pesquisa realizada na Universidade Ceuma pelo Dr. Lídio Gonçalves Lima Neto, com auxilio dos alunos de mestrado Hivylla Lorrana dos Santos Ferreira, Marilha da Silva Cariolano, Matheus Silva Alves, e os de iniciação científica Karen Karollynny Pereira Felipe, Gustavo de Souza Oliveira e Elen Sousa de Abreu Silva, identificaram vírus e bactérias que causam infecções respiratórias agudas em crianças, auxiliando no tratamento delas e na redução do número de mortes causadas por esses organismos. O resultado pode fazer com que pacientes que estão sendo tratados com antibióticos parem de tomá-los quando eles não são necessários, dizem os pesquisadores. O trabalho tem a parceria da professora Lee Ann Campbell, da University of Washington em Seattle nos Estados Unidos.

O diagnóstico é realizado com base na pesquisa do DNA bacteriano ou DNA/RNA viral em amostras respiratórias dessas crianças, utilizando a PCR em tempo real, hoje considerada umas das técnicas mais sensíveis para essa finalidade no mundo.

De acordo com Dr. Lídio Neto a pesquisa ainda precisa avançar para que se possa desenvolver mecanismo mais eficientes para combater as infecções. “Ainda se precisa definir quais bactérias e vírus causam essas infecções aqui no Maranhão e associá-las a fatores de risco, assim como a identificação da sazonalidade dessas infecções como forma de buscar estratégias de prevenção; este estudo é inédito no país e servirá de exemplo a outros pesquisadores no Brasil”, finalizou.

Doenças

As infecções respiratórias podem ser causadas por vírus, fungos ou bactérias, gerando doenças como faringite, rinite, sinusite, rinossinusite, pneumonia e bronquiolite, por exemplo.

Em geral, vírus são responsáveis pelo resfriado comum e alguns tipos de pneumonia. Já as bactérias geralmente são responsáveis por infecções respiratórias mais graves e podem provocar sinusite ou pneumonia, e merecem um cuidado especial.

Segundo a Organização mundial de saúde (OMS), a desnutrição infantil, o baixo peso ao nascer, a falta de amamentação materna e a poluição do ar são alguns fatores que aumentam as chances de uma criança desenvolver infecções respiratórias e cerca de 90% delas é de origem viral e podem ser facilmente controladas com a toma de medicamentos.

Parte da equipe responsável pela pesquisa, que pode revolucionar o combate a vírus e bactérias que atacam o sistema respiratório infantil

sem comentário »

Câmara realiza Audiência Pública com taxistas nesta sexta-feira (31)

0comentário

Será realizada nesta sexta-feira (31), na Câmara Municipal de São Luís, uma Audiência Pública com os defensores de táxis da capital maranhense. O debate, proposto pelo vereador Marcial Lima, terá início às 10h e contará com a participação dos taxistas, da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT), e do Procon.

No início deste mês, Marcial Lima abordou a temática na tribuna da Câmara. Na ocasião, elaborou um requerimento solicitando a realização da Audiência Pública para o último dia 23. No entanto, a discussão teve de ser remarcada para esta sexta-feira (31). Segundo o vereador, é fundamental que São Luís discuta este assunto o quanto antes.

“Temos certeza de que essa discussão será de vital importância para esta categoria trabalhadora. Levamos este tema à Câmara Municipal porque acreditamos ser necessário garantir direitos aos defensores de táxis, que lutam, há anos, por melhores condições de trabalho e direito a permissões (placas) para possuírem seus próprios táxis. Como parceiro e autor do requerimento da audiência, continuaremos presentes nesta luta para que a conquista dos defensores de táxis seja concretizada brevemente”, explicou o parlamentar.

Além do debate por melhorias para a classe de taxistas, a Audiência Pública desta sexta-feira também irá tratar sobre maneiras de melhorar e ampliar o serviço prestado em São Luís.

 “O sistema de transporte de São Luís precisa ser organizado, fato este que está diretamente relacionado ao direito destes defensores de terem a oportunidade de garantir permissões para possuírem seus próprios táxis”, concluiu o vereador Marcial Lima.

sem comentário »

ANEEL aprova processo de ajuste para reversão do Encargo de Energia de Reserva

0comentário

A Diretoria da ANEEL aprovou hoje (28/3), durante Reunião Pública, processo extraordinário de ajuste na tarifa das distribuidoras de energia elétrica. O objetivo é reverter os efeitos da inclusão da parcela do Encargo de Energia de Reserva (EER) correspondente à contratação da usina de Angra III no ano de 2016.

O procedimento tem duas etapas. Na primeira, durante o mês de abril, a tarifa será reduzida para reverter os valores de Angra III incluídos desde o processo tarifário anterior e, ao mesmo tempo, deixará de considerar o custo futuro do EER dessa usina. Na segunda etapa, que começa em 1º de maio e permanece até o próximo processo tarifário de cada distribuidora, a tarifa apenas deixará de incluir o EER de Angra III, conforme ilustra o quadro abaixo.

O efeito prático dessa reversão é o deslocamento da parcela de EER referente à usina de Angra III, isto é, em vez de o componente ser capturado pelos consumidores em 12 parcelas (com a remuneração pela SELIC) a partir do processo tarifário de cada distribuidora, esse movimento fará a reversão em um único mês. A percepção da redução tarifária nas faturas dos consumidores se dará de acordo com os ciclos de leitura e faturamento de cada um, podendo levar até dois meses para se completar.

A Agência também determinou que as distribuidoras incluam texto padronizado nas faturas de abril e maio de 2017 de modo a informar os consumidores sobre o processo de ajuste para reversão do Encargo de Energia de Reserva. As concessionárias também devem utilizar outros meios de comunicação para divulgar o movimento tarifário.

Entenda o processo

O processo tarifário no setor de energia elétrica é de alta complexidade e, por isso, sua metodologia possui mecanismos que visam equilibrar variáveis previsíveis e imprevisíveis. Os dados utilizados nos processos tarifários de reajuste ou revisão consideram a melhor estimativa à época em que são utilizados.

Anualmente, a ANEEL é informada da previsão de custos para aquisição de energia de reserva (como é o caso da energia de Angra III), para subsidiar os processos de reajuste e/ou revisão tarifária das distribuidoras. Essa previsão passa a compor o conjunto de custos a serem suportados pelas distribuidoras para atendimento a seu mercado até o processo tarifário subsequente.

Posteriormente, o mecanismo conhecido como CVA (Compensação de Variação de Valores de Itens da Parcela A) compara o que foi considerado nas tarifas com o custo efetivamente incorrido pelas distribuidoras, sendo que as diferenças a maior ou a menor são remuneradas pela taxa Selic e devolvidas aos consumidores ou cobrada deles por meio de um componente tarifário que pode ser positivo ou negativo.

 Assessoria de Comunicação e Imprensa da Aneel

sem comentário »

ODEBRECHT AMBIENTAL MAIS PERTO DA COMUNIDADE

0comentário

A cliente Dulcenira Pena Farias, moradora do São José III, que fez inscrição no programa “Tarifa Residencial Popular” na unidade móvel, sem sair do seu bairro.

A Odebrecht Ambiental, responsável pelos serviços de água e esgoto nos municípios de Paço do Lumiar e São José de Ribamar, iniciou desde a última segunda-feira (27/03) o atendimento móvel nos bairros mais distantes das duas cidades, através de van adaptada. O objetivo é estar cada vez mais perto dos clientes, oferecendo todos os serviços disponíveis nas lojas em locais de mais fácil acesso aos cidadãos.

O primeiro bairro a receber o serviço é o Condomínio Residencial São José, localizado na Vila São Luís, em São José de Ribamar. O atendimento móvel está sendo realizado até essa sexta-feira (31/03), das 9h às 17h, na Rua Rio Grande do Sul. Além dos moradores do Residencial, os clientes residentes na Vila São Luís, Jardim Tropical e bairros próximos também poderão dirigir-se ao atendimento itinerante e solicitar serviços.

Para Adriano Pavezi, gerente Comercial e de Atendimento ao Cliente da Concessionária, a iniciativa promove uma aproximação junto às comunidades atendidas. “No atendimento móvel o cliente poderá solicitar serviços, tirar dúvidas e negociar débitos sem sair do seu bairro. Nossos agentes comerciais estarão a postos para resolver problemas e executar ordens de serviço com mais agilidade. Estamos de fato trazendo a concessionária para perto dos clientes”, afirma Pavezi.

Dulcenira Pena Farias, moradora do São José III, foi a primeira cliente a procurar o atendimento móvel e aprovou a iniciativa: “Às vezes não temos como sair do bairro, para quem trabalha fica complicado, mas com o atendimento aqui perto ficou bem mais fácil”, comemora Dulcenira, que aproveitou para realizar seu Cadastro na Tarifa Residencial Popular – benefício oferecido pela Concessionária que concede desconto na fatura de água e esgoto às famílias de baixa renda.

Para realizar a inscrição na Tarifa Residencial Popular, basta comparecer no atendimento móvel e comprovar ser beneficiário de algum Programa de Proteção Social do Governo Federal (como Bolsa Família, Bolsa Escola, etc.) ou possuir renda familiar mensal de até meio salário mínimo por pessoa. O cliente também deve ser cadastrado na categoria residencial e apresentar histórico de consumo de energia elétrica de até 80 kWh.

O projeto de atendimento móvel da Odebrecht Ambiental já tem agenda fechada para todo o mês de abril, entretanto as comunidades também podem solicitar o atendimento para os próximos meses, através dos canais de atendimento da Concessionária, ligando gratuitamente no 0800 771 0001 ou pelo site www.odebrechtambiental.com/maranhao.

sem comentário »