luz no fim do túnel

6comentários

Esperança renovada para a permanência do Moto Clube na Primeira Divisão do futebol maranhense. Ou, pelo menos, uma luz no fim do túnel. Se o Santa Quitéria que desistiu de disputar a Copa União também desistir de jogar o Campeonato Maranhense de 2013, o Papão poderia permanecer na vaga da Raposa, bastando para isso incluir o Santinha como um dos dois rebaixados do Estadual 2012. Mas tudo isso dependerá da aprovação do Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão.

Não se trata de uma virada de mesa, mas de uma adequação da quantidade de times que disputarão a Série A maranhense de 2013, porque se o Santa Quitéria ficar de fora disputa só terá 9 times, pois competição oficial não permite rebaixamento. O mesmo aconteceu em 2011 quando o Nacional de Santa Inês foi eliminado e o Iape de Pererinha desistiu de disputar a competição. Se fosse observado o critério de rebaixamento os times que teriam caído para a Segundona daquele ano seriam: São José de Ribamar e Bacabal.

Quero deixar bem claro que sou contra qualquer tipo de virada de mesa, mas neste caso se trata de uma questão de bom senso. Além disso, tirando a gozação dos torcedores rivais pelo segundo rebaixamento, ninguém quer o Moto fora da Série A. É ruim para o futebol. As competições locais perdem um dos clubes de maior torcida no Estado. Agora, se o Santa Quitéria ficar na Primeira Divisão, o mais correto é o Papão ralar na Segundona para voltar à elite.

6 comentários »

Sampaio confirma favoritismo!

0comentário

Nada melhor que começar minha avaliação dessa primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D com o líder do grupo A2. Isso mesmo! O Sampaio no sábado não tomou conhecimento do Mixto (MT) e detonou com o Alvinegro em pleno Presidente Dutra por 3 × 1. E dessa vez não vou exaltar apenas a qualidade dos jogadores, que efetivamente é mesmo quem ganha o jogo. Mas a presença do técnico Flávio Araújo revolucionou a forma do Tricolor jogar. Tanto é que essa equipe não é nem de perto a mesma que deu vexame no primeiro turno do Estadual, mas que com o comandante se recuperou no returno e conquistou o tricampeonato. Aliás, com Flávio Araújo, que além de humilde e trabalhador é muito competente, a Bolívia tem 14 vitórias e dois empates.

No Albertão, o Comercial (PI) e Araguaína (TO) apenas empataram por 1 x 1. Claro que muito disso vem em função do time piauiense está disputando as semifinais do Estadual, pois o time tem muito conjunto e uma boa estrutura. Só que acho injusto colocar toda a culpa de uma má apresentação na sequencia de jogos importantes, porque a equipe de Tocantins é muito boa.

Ainda no domingo, pelo grupo A1, que na segunda fase cruzará com a chave do Sampaio, o Vilhena (RO) bateu o Remo (PA) por 4 x 2, isso mesmo, venceu o tradicional time paraense, que costuma ser pedra no nosso sapato e assumiu a liderança do grupo. Ainda no mesmo grupo A1. O Penarol (AM) perdeu em casa para o Atlético (AC) por 3 x 1.

Além destes jogos, o que chamou a atenção foi a goleada por 6 x 1, que o Cianorte (PA) meteu no Marília (SP), mostrando que é um franco candidato ao acesso à Série C. Ainda bem que o Sampaio só deve pegar estes medalhões nas últimas fases do Campeonato Brasileiro da Série D, quando já deve estar bem pertinho de alcançar o acesso.

Por falar em acesso. Ele, hoje, é a grande obsessão do presidente do Sampaio, Sérgio Frota. Para falar a verdade essa taça é a grande obsessão de todo e qualquer clube maranhense. O torcedor mais jovem deve estar rindo. Afinal como pode uma Série D ser tão importante? Pois é, acredite! É isso mesmo. Desde que o Tricolor caiu da Série B para a C e depois para a D, o futebol maranhense saiu do mapa do esporte no Brasil. Não tem patrocino, cota de TV, bilheteria e para falar a verdade não tem nada.
O pior é que justamente quando o Sampaio entra como favorito na Série Do presidente Sérgio Frota, que sempre segurou a barra sozinho dá sinais de cansaço. Os salários estão atrasados e não há minha perspectiva de ajuda seja do Governo do Estado ou da Prefeitura de São Luís. Para quem não sabe, o Mixto recebe R$ 1 milhão de ajuda de um varejista e do governo do Mato-grosso, o Santos (AP) recebe R$ 1,5 de ajuda do governo do Amapá, o Comercial (PI) é bancado pela prefeitura de Campo Maior assim como o Araguaína (TO). Agora, só o poder público daqui é que não pode dar nada? É brincadeira né?

E o Sampaio não está pedindo nenhuma esmola, mas patrocínio, porque o time só na primeira fase vai jogar em cinco capitais diferentes e terá a camisa expostas nos jornais e programas de TV destes lugares. É retorno de publicidade garantido. O que falta é boa vontade do poder público e dos empresários locais que não investem no futebol por pura falta de vontade.

Se não dá para contar com estes caras, espero pelo menos que a torcida lote o Nhozinho. Sei que o ingresso está um pouco salgado, mas é competição nacional e próximo jogo da Bolívia aqui será daqui a 20 dias. Não custa nada meter a mão no bolso e comprar o ingresso. Até porque R$20 reais é dinheiro de pinga comparado a outros espetáculos populares. Além disso, quase a metade do público paga meia-entrada. E quem é boliviano de verdade tem que tirar a bunda do sofá e ir lá no estádio dar força para o Tubarão.

sem comentário »

Sampaio ainda é favorito na Série D

2comentários

Após quase um mês de paralisação, o presidente do Superior Tribunal Justiça Desportiva (STJD), Rubens Approbato Machado, liberou na última quarta-feira (20) que a Série D do Campeonato Brasileiro seja iniciada já neste final de semana.

Com isso, a equipe do Sampaio Corrêa está prepara para a estreia, que acontece neste sábado (23), em Cuiabá (MT), contra a equipe do Mixto, pelo grupo A2.
A confusão foi criada nas Séries C e D do Brasileiro, e o fato que mais chamou a minha atenção é a ausência de firmeza da CBF e da grande imprensa nacional, que não comentam nada sobre os acontecimentos. Infelizmente, na mente dessas pessoas tais competições são consideradas como as dos excluídos. O resto é conversa fiada e tempo jogado fora.

Porém, fica a duvida: quem pagará pelo prejuízo? A equipe do Sampaio, por exemplo, acumulou prejuízos na casa de R$ 200 mil por conta do longo período sem partidas oficiais. Além do dano técnico, pois o Tricolor deveria ter estreado contra o Mixto no dia 26 de maio quando estava em plena atividade, disputando as finais do Campeonato Maranhense e o seu rival, encontrava-se ainda em formação e até sem time definido.

Apesar de toda a lambança criada pela CBF, ainda acredito que o Sampaio conseguirá o acesso, pois o Tricolor entra na competição, pela primeira vez na gestão Sérgio Frota, com o grupo e a comissão técnica definidos. Só para relembrar, o Tricolor é o atual tricampeão estadual, jogou de igual para igual com o Atlético (PR) na Copa do Brasil e não perde há mais de 15 jogos.

2 comentários »

O que Vera Baldez tem para esconder?

9comentários

Romário, Vera Balzes e Kleber

Esses dias a candidata a vice-presidente do Moto, Vera Baldez, veio a público despejar um montão de abobrinhas. Entre elas a que mais surpreendeu foi desdenhar do próprio Conselho Deliberativo time de coração (pelo menos ela diz que é de coração!). Isso mesmo! Ao ser chamada para dar esclarecimento sobre os patrocínios que teria conseguido, que na verdade foi o Kleber Pereira quem os conseguiu, ela que os mesmos “vão ter que me engolir”. É brincadeira? Ficou também criando picuinhas políticas, dizendo que o Sarney Neto, atual presidente, não teve competência para conseguir os patrocínios e que não precisa dar explicações dos seus atos porque alguém da oposição, se é que existe, pode roubar suas ideas. Estranho. Muito estranho.

Nada de anormal que os conselheiros convoquem Vera Baldez e Kleber Pereira para darem esclarecimentos sobre os possíveis patrocínios que teriam conseguido para o clube. Até porque, ninguém pode sair por ai pedindo dinheiro em nome de uma instituição sem autorização. Falta ainda os dois esclareceram como o dinheiro do patrocínio vai entrar nos cofres do Moto, pois o clube não pode abrir conta em banco por causa da penhoras on-line. O dinheiro que pode vir será depositado na conta da Vera ou do Kleber? Essa é uma pergunta a ser feita também.

Mas o que soube de fato é que tudo isso não passaria de uma conspiração da Vera Baldez para assumir o controle de futebol do clube. Esse é o grande sonho dela. Ou seja, para ela pouco importa o sucesso do time. E aí se explicam as fortes críticas. Ela já vinha tentando desestabilizar o trabalho do Sarney Neto, que a crise financeira se agravou no clube durante o segundo turno do Campeonato Maranhense.

Querem que eu diga a verdade? O patrocínio da Adidas foi o Kleber quem conseguiu e o da City Lar foi o Romário, a pedido do K23. E Vera Baldez só foi recebida pelo deputado Baixinho e pelo ministro Lobão por causa do Sarará. E os dirigentes do Moto estão com medo dela assumir o clube por ela não ter menor credibilidade. Pronto falei! Só não entendo porque o Kleber não assume essa barca, porque é ele que está fazendo tudo.

Se tem dinheiro envolvido ou não nessa história, prefiro nem saber. Até para evitar uma repentina ânsia de vômito. Mas independente desses conflitos pelo poder, o mais correto é preservar o time. Ainda mais em um momento tão difícil na história do clube. Por isso estou convicto que a Vera Baldez está sendo extremamente anti-motense. Se somando a tantos outros espalhados pelo Estado. Vergonhoso o que o poder faz na cabeça das pessoas.

9 comentários »

Iziane dá aula vida na Universidade Ceuma

0comentário

O reitor do Ceuma, Marcos Barros, Iziane e o assessor de marketing da instituição Glauber Santos

Vou pedir licença ao leitor do blog para comentar um pouco sobre basquete e educação. Achei muito bacana a recepção que ala da Seleção Brasileira e do Atlanta Dream, Iziane Castro Marques teve sábado pela manhã na Universidade Ceuma. Não apenas por ela ser uma estrela mundial do basquete, mas pelo reconhecimento de um talento genuinamente maranhense e incontestável no esporte. Para mim, ela é atualmente a maior estrela do esporte do Maranhão.

Com uma simplicidade digna de uma estrela, Iziane atendeu a todos os fãs, tirou fotos e distribuiu autógrafos como toda estrela. Porém, o mais importante foi o relato dela de querer cursar uma faculdade. Para muito isso pode parecer besteira, até porque ela já está mais do que encaminhada na vida, mas ela fez que questão de ressaltar que o ensino é algo muito importante na vida de todos, independente da idade ou da profissão escolhida.
Esta é a segunda tentativa de Iziane de conseguir um curso superior, que só foi possível porque a Ceuma oferece cursos na modalidade EAD. Quando ela tinha 19 anos passou no vestibular para Medicina em São Paulo, mas como teve que deixar o país não deu para cursar a graduação. Se não fosse o ensino a distância ficaria muito complicado, porque mesmo o curso não sendo presencial ela ainda têm dificuldades para conciliar seu tempo de atleta com os estudos

Com maior simplicidade do mundo ela ainda brincou e mostrou o quanto a graduação de Administração poderá ser importante na sua vida. “Escolhi administração para administrar meus bens (risos), o Maranhão Basquete e o Instituto Iziane. É um curso que vai me dar várias opções para o futuro”, comentou.

Não tenho duvida que assim como na carreira de atleta, Iziane será vitória na sua trajetória acadêmica. Sucesso garota, arrebentas nas notas como você faz em quadra.

sem comentário »

Esticar o pires e pedir dinheiro para o poder público…

1comentário

Com exceção do Sampaio Corrêa e, por incrível que pareça, do Moto Clube, que ainda estão em atividade. Essa é a vergonhosa estratégia dos times maranhenses para disputar a Copa União. O futebol do Maranhão chegou ao fundo do poço. Depois de fechar o patrocínio de R$ 2 milhões na mesma competição no ano passado, eles declaram sua total dependência a este dinheiro, que para quem monta um time competitivo como o Tricolor é dinheiro de pinga, pois não dá mais que R$ 200 mil para cada clube. E, birrentos como uma criança, ameaçam até não disputar a competição se não houver o patrocínio.

O Maranhão já adiantou que se não tiver o dinheiro do Viva Nota disputará a Copa União com a molecada da base. É brincadeira, né? Acho ridículo o vice-campeão maranhense ficar dependendo do dinheiro do Viva Nota para manter, apenas, 10 jogadores de fora, que não ganham nenhuma fortuna.

Os times do interior, com exceção do Sabiá, todos tem ajuda da suas respectivas prefeituras e não tem motivo para não disputar a Copa União. Por tanto, esse negocio de condicionar a participação deles ao dinheiro do Viva Nota é puro “Migué”. Ainda mais, porque este ano é eleitoral e a maioria dos prefeitos é candidato a reeleição.

Agora, ficar com pires esticado na mão é a maior prova de incompetência, porque tem muito Estado que o Governo não ajuda com um centavo e o futebol não para. Há mais de 10 anos estes mesmos times estão vivendo sem o Viva Nota, porque agora não podem mais? Sinto muito, mas essa não cola…

1 comentário »

Novo capítulo na casa da Mãe Joana

3comentários

Tem muito torcedor motense que não gosta de mim porque sou muito crítico ao Moto. Mas dá pra ser diferente? Juro que estava tendo uma ótima impressão do grupo que está querendo assumir o clube. Porém, ao pagarem a conta de luz da sede e mandaram o time treinar só comprova que o clube virou à verdadeira “casa da Mãe Joana”. Vou logo adiantando que não tenho nada contra elas, mas fica esquisito pessoas assumirem um time sem ter havido eleição. Acho que se elas querem ajudar o Papão deveriam se candidatar primeiro, pois do contrário fica parecendo apropriação e até onde sei, o rubro-negro tem diretoria constituída e que ainda está no exercício do seu mandato.

Não sou advogado do Sarney Neto e nem tenho procuração para defendê-lo, mas que esse pessoal que quer assumir o time tem usado a paixão do torcedor pelo clube para transformá-lo em vilão perante a mídia. Mas a verdade é que o principal culpado por toda essa confusão que se transformou a administração do Moto são os aspones que o fizeram assumir a presidência do clube. A crise financeira, o rebaixamento tanto faz. Os caras deveriam ter cumprindo tudo o que prometeram a ele. E não fizeram nem metade. Pura sacanagem, né?

No início, quando o time estava com o salário em dia, as coisas até estavam indo para frente. E se analisar os resultados, o Moto não fez um mal primeiro turno embora não tenha se classificado para a final. Nenhum bicho de sete cabeças. Muito pelo contrário. De repente tudo travou. O pote secou e ninguém o ajudou. E ainda tem o agravante que o rapaz estava cuidando da mãe, que estava doente e faleceu. Agora vai por culpa no cara?

Não sei o que vai ser dele a partir de agora. Só sei que ele não deve continuar e está certo de não querer, pois além de colocar a mão no bolso para manter o time ainda é xingado. Ele pode até continuar, mas não acredito que terá a mesma desenvoltura de antes. O que me preocupa é o que vai ser do Moto daqui para frente? Será que estas pessoas realmente têm competência para administrar o time? O que foi prometido por eles será cumprido?

Sinceramente, espero que o Moto consiga reorganizar e voltar à Primeira Divisão pela porta da frente e não com virada de mesa. O que não pode é o time continuar sendo a mais perfeita tradução da “casa da mãe Joana”.

3 comentários »

Tricampeonato merecido!

0comentário

Foto - De Jesus / Comemoração pela conquista do tri

É verdade que era fácil apontar o time que seria campeão maranhense. Para mim o vencedor do Estadual era óbvio que seria o Sampaio, que é muito superior tecnicamente ao Maranhão. Tanto é que venceu os dois jogos. Agora leva para o parque José Carlos Macieira o seu troféu de número 31 na história. O Tricolor é o maior recordista. Parabéns ao técnico Flávio Araújo pelo trabalho, pois foi desde que assumiu o time, não perdeu para ninguém e está invito há 15 jogos. Dois jogadores em especial mereceram muito esta conquista: Edgar, que vive uma briga judicial com o MAC, e Arlindo Maracanã, que após ter sua capacidade contesta deu a volta por cima e terminou a competição como o craque da disputa. E não podemos esquecer o presidente raçudo do clube, Sérgio Frota, que como um guerreiro defende o Tricolor, praticamente sozinho, contra tudo e contra todos. Comemorem! Tricampeão merecido!

Por mais que o Maranhão tenha valorizado esse duelo decisivo, o Sampaio tem uma equipe incrível. Essa turma do Edgar joga muita bola. Nem mesmo aquela turma do final dos anos 90, que foi campeão da Série D tinha conseguido faturar por três vezes consecutivas o título de campeão maranhense. Por isso esses jogadores vão construíndo uma bela história. E ainda pode chegar muito mais longe. Até onde será?

Acredito com toda certeza que o Sampaio pode conseguir o acesso para a Série C, se a mesma ainda for disputada este ano, porque comissão técnica e jogadores o Tricolor tem. Só falta o presidente da CBF, José Maria Marin, o Zé das Medalhas, tirar a bunda do sofá e buscar uma solução para o imbróglio envolvendo as disputas das Séries C e D.

Alias, bem que o poder público e a iniciativa privada poderiam dar uma forcinha para o Sampaio na Série D, porque o time é o único no país que não tem apoio de ninguém na competição nacional. Durante a final do Estadual, vi muitos políticos e empresário dando tapinhas nas costas do Sérgio Frota, mas colocando a mão no bolso para ajudar o cara não vi ninguém.

Ainda bem que o Sampaio está acima de tudo, inclusive, destes oportunistas de plantão. Mas o momento é de festa e quero dar parabéns para o maior campeão do futebol maranhense, o Sampaio Corrêa Futebol Clube, a Bolívia de maior torcida do meu Maranhão…

sem comentário »

A espera de um milagre…

0comentário

montagem Ricardo Lima

Nesta quinta-feira teremos o complemento das finais do Campeonato Maranhense 2012. E melhor: com dois clubes grandes da capital. O Sampaio acredito que terá a tarefa menos difícil. Pega o Maranhão que não consegue vencer o Tricolor há mais de cinco jogos. O Tubarão tem o melhor ataque da competição com 53 gols marcados enquanto que o Mac tem a pior defesa da disputa com 35 gols sofridos. É brincadeira??? Mesmo assim não dá pra vacilar. Time grande sempre é raçudo e tem a característica de nunca desistir. Só que se o Edgar estiver inspirado, amigo, já era! Do lado do Bode a barra é bem mais pesada, porque a além de precisar vencer pela diferença de 4 gols, porque foi derrotado no primeiro jogo por 3 x 0, o ataque do clube é cardíaco.

Quando o Sampaio perdeu para o Atlético (PR) lá na Copa do Brasil muita gente questionou a a qualidade do time tricolor. Falaram que não jogavam nada! Para vai! Esse grupo é muito acima da média para o nosso futebol. Só perderam porque além de faltar experiência, os paranaenses tinham mais time mesmo. Só que por aqui o Tubarão tem dominado e mantido a seqüência de bons resultados. E, lógico, pela qualidade dos craques Edgar, Cleitinho e Célio Codó. Esses três desequilibram qualquer duelo. Não tem no futebol maranhense ninguém hoje com a mesma capacidade de definição do Artilheiro de Deus. O Maranhão não foi páreo nesse primeiro jogo e não será também no segundo.

Porém, é preciso separar o joio do trigo. A equipe do MAC também é muito boa para os padrões maranhenses. Quando o professor André Baratz assumiu o grupo, o objetivo era brigar para não cair, mas o cara soube armar o grupo e o time venceu o primeiro turno do Estadual. É preciso dar continuidade no trabalho e não deixar o time ser desmanchado como alguns dirigentes já estão anunciando, porque deste jeito o time não vai dar liga nunca. Sem essa frescura de clubismo, o segundo lugar para o Bode está muito bom tamanho diante de tudo que produziu no Campeonato Maranhense.

Apesar do Maranhão está a espera de um milagre… Acredito que o torcedor de ambos os times tem motivos de sobra para encher o Nhozinho Santos, pois estará em campo as duas maiores forças do futebol local no momento. E não me venham com essa conversa fiada de que o jogo deveria ser à tarde porque quinta é feriado, porque os jogos do Brasileirão e da Libertadores começam às 22h e ninguém reclama.

Além do jogão de bola ainda terá um mega show da Banda Sacode, que promete sacudir as torcidas como muito forró.

sem comentário »

Castelão será reaberto no dia 5 de setembro por causa de show de Roberto Carlos

5comentários

Uma fonte palaciana me confidenciou que o jogo de reabertura do Castelão deverá ser uma partida do Campeonato Brasileiro da Série A da rodada do dia 5 de setembro, porque no dia 8 do mesmo mês, no qual se comemora o aniversário de 400 de São Luís, acontecerá um show de Roberto Carlos na cidade. Quem não gosta do Rei vai me perdoar, mas uma apresentação dele ofusca qualquer outro tipo de espetáculo. Achei bacana a idéia, pois oportunidade das pessoas de curtirem as duas atrações.

Acho que a reinauguração do Castelão merece um destaque maior pela importância do Estádio para o Maranhão e se fosse comemorada no mesmo dia do aniversário de São Luís, provavelmente, seria ofuscada. Ainda mais, que o governo está querendo trazer o jogo Fluminense x Santos, que está previsto para a rodada do Brasileirão do dia 5 de setembro. Se confirmado o jogão entre o Flu e o Peixe será uma baita atração para o torcedor maranhense, porque são dois dos melhores times do Brasil.

Com o estádio recuperado e modernizado, o torcedor de São Luís terá um dos estádios mais modernos e confortáveis do Brasil e ele não pode ser reinaugurado com um jogo qualquer. É preciso que venha uma atração de peso. Com todo respeito aos times daqui, seria complicado reinaugurar o Castelão com um jogo de duas equipes locais, porque o maior clássico do estado: Sampaio x Moto, não está levando nem 5 mil torcedores ao estádio.

É por isso que defendo a idéia de que o jogo de reabertura seja no dia 5 de setembro, porque apesar do Neymar, Ganso, Deco e Fred, que devem estar em campo na partida que reabrirá o estádio, o rei Roberto Carlos ainda está na preferência de muitas pessoas e poderia esvaziar o espetáculo de bola.

5 comentários »