Errar é humano, persistir no erro é burrice!

0comentário

Em um ato que prefiro acreditar que foi por inexperiência, o presidente do Moto, Cleber Verde, liberou todos os jogadores do clube, inclusive os prata da casa, na última sexta-feira. Graças ao ato tresloucado, o Papão não terá sequer um jogador para iniciar a temporada de 2010.

Depois de ter liberado o atacante Mizael de graça para o Ceará e ele está valendo hoje mais de R$ 1 milhão, pensei que os diretores do Moto jamais repetiriam o erro. Porém, Cleber Verde liberou de uma só vez: Lucas, Diego Sousa, Gefferson, Delacy, Fabinho, Deco, Juninho e Flaubert. Preocupados com o seu futuro, os atletas já estão procurando clube, pois não querem começar o ano desempregados.

O próximo presidente que assumir o Moto, além de encontrar o time na Segunda Divisão terá que começar a montagem do time para a temporada do zero.

Sem comentário para "Errar é humano, persistir no erro é burrice!"


deixe seu comentário