Descoberta a molécula envolvida na resposta do nosso organismo ao frio

0comentário

DSC_0210 (1)
Um estudo recente, publicado na conceituada revista Nature Communications, demonstrou novas evidências dos mecanismos envolvidos na resposta do organismo às baixas temperaturas. Nesse estudo, foi identificada a participação essencial de uma molécula denominada TRPA1, na resposta vascular ao frio.

Quando uma região da pele é exposta às baixas temperaturas, ocorre diminuição do fluxo sanguíneo na região na tentativa de proteger o tecido da perda de calor, chamada de vasoconstrição. Essa resposta é seguida de um aumento do fluxo sanguíneo, chamada de vasodilatação, o qual tem como objetivo o “aquecimento” da região afetada e a prevenção de danos teciduais.

A perda da capacidade de elevar aos níveis normais, a temperatura da região afetada, pode ocasionar condições dolorosas ao organismo, além de acarretar danos teciduais e consequente perda de função das regiões afetadas.

O TRPA1 participa tanto da resposta inicial de redução quanto da recuperação do fluxo sanguíneo no local afetado, exercendo um papel protetor no organismo contra o frio.

O trabalho é resultado de uma parceria entre a Dra. Susan Brain, pesquisadora da Escola de Medicina da Universidade King´s College London, na Inglaterra, com a pesquisadora da Universidade CEUMA, Dra. Elizabeth Soares Fernandes, a qual é professora dos Programas de Mestrado em Biologia Parasitária e em Odontologia da Universidade CEUMA, e do doutorado da Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal.

A colaboração envolve diversos projetos financiados por órgãos de fomento brasileiros e ingleses, como a FAPEMA, o CNPq, a Arthritis Research UK, entre outros.

Fonte: Jornal O Estado do Maranhão

Sem comentário para "Descoberta a molécula envolvida na resposta do nosso organismo ao frio"


deixe seu comentário