Bruno fazendo escola…

0comentário

CAROLINA
Foto – Carolina Miranda prestou queixa em delegacia. Ela afirma que foi agredida pelo goleiro do Flamengo Marcelo Lomba. (Foto: Fernando Quevedo/Ag. O Globo)

Está difícil o Flamengo se livrar dos marginais. O novo camisa 1 da Gávea, Marcelo Lomba, que substituo do goleiro Bruno, suspeito da morte da amante Eliza Samudio, também tem um histórico de agressão a mulher. Em 2009, o atleta foi acusado pela ex-namorada, Carolina Miranda, por agressão após uma discussão na balada.

De acordo com Carolina Miranda, ela foi agredida com um soco no rosto por Marcelo Lomba quando estava indo embora de uma boate no bairro Laranjeiras (RJ). O goleiro, na época reserva de Bruno no Flamengo, em depoimento na 9ª DP (Catete) por não aceitar o fim do relacionamento.

Marcelo Lomba teve a cara de pau-de-agredido de pedir o aditamento no processo movido por Carolina Miranda na 9ª DP alegando que ela estava alcoolizada e sentada no banco do carona do seu carro, o agrediu e quase provocou um acidente no bairro de Laranjeiras.

Carolina e Marcelo namoraram durante três anos, e havia rompido há dois meses o relacionamento. Segundo ela, após deixar a boate na última madrugada, os dois discutiram, pois Lomba não queria aceitar o fim do relacionamento.

Marcelo Lomba não foi preso pela agressão já avisou que mudou o comportamento. Para não voltar a fazer besteira. Como todo marginal pego em flagrante, ele disse que é evangélico e que deixou as baladas.

Porém, mais uma vez o Flamengo é envolvido em uma polêmica com mulher. Depois do caso “Bruno e Eliza Samudio”, o que mostra que a Gávea ainda está cheia de marginais, que só denigrem a imagem de um clube com tantas glórias.

Sem comentário para "Bruno fazendo escola…"


deixe seu comentário