Jogo do ano!

1comentário

O Sampaio Corrêa encara no domingo , às 17h, o Mixto(MT), no Castelão. O jogo é válido pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D e dará a um dos times uma vaga na Terceira Divisão do ano que vem. Na partida de ida, em Cuiabá, o Tricolor arrancou um empate por 1 x 1 e está na vantagem, conquistando o acesso com um empate sem gols ou uma vitória comum. O Alvinegro precisa de um empate de 2 x 2 em diante, ou também de um triunfo simples. O placar de 1 x 1 levará a decisão aos pênaltis. Quem passar, além do acesso, estará também nas semifinais da competição e enfrentará o vencedor de Campinense (PB) x Baraúnas (RN), que empataram o primeiro confronto por 1 x 1, em Campina Grande (PB).

A chance do Sampaio, único time invicto da Série D de 2012, de retornar à Série C, de onde se despediu em 2009, no que seria o início de um martírio que já dura três anos, deixou em polvorosa a torcida tricolor que não esconde a euforia e lotar o Castelão.

Mas, se apenas 40 mil felizardos torcedores terão o privilégio de acompanhar o que pode ser o momento mais importante do futebol maranhense nos últimos anos, do lado de fora, outros milhares de corações com sangue tricolor acompanharão espalhados pelo Brasil e o mundo, o desenrolar dos 90 minutos tão aguardados.

A tarefa não será fácil para os tricolores que terão que passar por cima de um time que incorpora o espírito de seu mascote, o tigre, felino caçador por natureza. É com essa persistência de quem vive as dificuldades da selva, que os matogrossenses tentarão estragar a festa Tricolor. Nada que intimide, ou faça a massa boliviana perder a fé. Que domingo traga de volta a alegria de pelo menos uma parte dessa cidade ‘boleira’. É hora de volta a sorrir! Chegou o momento da redenção, pode gritar torcedor –‘Vamos subir, Sampaio!’.

1 comentário para "Jogo do ano!"


  1. Francisco Botêlho de Araújo

    Não é exagero do jornalista quando escreve “… outros milhares de corações com sangue tricolor acompanharão espalhados pelo Brasil e o mundo, o desenrolar dos 90 minutos tão aguardados.”. Como exemplo, estou nesse rol dos tri, tri, tri, tricolores que estão residindo em várias partes do Brasil. Se não fosse pela falta de concorrência no segmento do transporte aéreo nacional e ao mesmo tempo pela ganância comercial das companhias aéreas brasileiras, iria amanhã ao Castelão acompanhar mais uma etapa da excelente campanha do Sampaio neste campeonato. Mas, os meus queridos filhos Gustavo e Renato estarão presentes no Colosso do Outeiro da Cruz, participando desse momento feliz da grande família TRICOLOR DE SÃO PANTALEÃO. Vamos subir Sampaioooooooooooo.

deixe seu comentário