Memória feita de esquecimento

29comentários

Lembrar de esquecer
de canjica,
escargot,
e imã de geladeira.
De comer o rabo do camarão,
torta de brigadeiro,
e remédio para emagrecer.
De tratamentos de beleza,
de filipeteiro de semáforo,
de vontade de aprender.
De sopa de shitake,
caranguejo toc-toc,
de mentiras – pernas curtas e tortas.
De pegar suave, mas com força,
de transar de manhã cedinho ao acordar,
de gozar e não fingir.
De computador (orkut, MSN…),
de jogo,
de dinheiro e de poder.
De repetir as mesmas historias,
musica de Ana Carolina,
e falta de memória.
De prisão de ventre,
de insônia,
dor de cabeça e neusaldina.
De Clio preto,
aliança prata,
e de comida japonesa.
De calça capri,
suco de abacaxi,
e de trocar mim por eu
e eu por você.

Esquecer de lembrar
De que toda borboleta é antes de tudo é uma mariposa,
de que meias verdades são mentiras inteiras.
De que muita franqueza é excesso de fraqueza.
De que a extrema coragem de enfrentar a solidão em meio a uma multidão nada mais é de que o supremo medo de enfrentar a companhia de um único alguém.
De que a frieza e a dureza são as principais características do gelo.
De que viver reclamando de tudo em relação aos outros é uma forma de não deixar tempo para que os outros vejam os nossos defeitos.

Esquecer de esquecer
de não querer mais amar,
de que as pessoas não são, em principio más,
de que “nada está perdido quando resta uma esperança” (já dizia o narrador da historinha de chapeuzinho vermelho).
De que ninguém muda na sua essência,
de que o que não tem solução, solucionado está,
e de que perdoar é diferente de esquecer.

Lembrar de lembrar
de acordar cedo pra trabalhar,
pagar as contas (todas);
De cuidar da saúde,
e de ir sempre ao cinema.
De largar todas as mulheres, menos Laila, Clarice e Célia, a analista…
De perder tudo, menos a coerência.

29 comentários para "Memória feita de esquecimento"


  1. Josué Martins

    Nada a comentar destas besteiras!!! Parece coisa de quem não em que fazer nada. Falar em canjica e outra m*****. Pare com isso Deputado. Só podreia vim de uma cabeça vazia como a sua. Careca feio e gordo!!! Procura o que fazer. Deixe de escrever besteira!!!! Tu é vagabundo????? Tá parecendo que é mesmo. Internautas!!!! Manifeste sobre essa idiotice!!!!! Tá! Tá!!!!!!!!

  2. Eraldo Costa

    Quim!!! Tu só escreve m****!!!!!

  3. Anônimo

    Você é maravilho. É um careca muito lindo! Sensual! Gosta de jogar tenis! Naõ usa calça jens! Toma remédio para emegrecer. E pensa que vai ficar mais lindo! Não é mesmo Jojo? Gosta de perfume caro! De uma litorânea! De curtir muito! Comer muito! Penas que é cardíaco! Mas, ainda não sabe. Voce é importante para uma sociedade! Não sei como é eleito e reeleito! Pobres, miseráveis, incultos eleitores nacionais que vendam e trocam seu voto por uma banana e um pão. Estão famitos! Não tem o que comer!!! Era hora de acabar com isso!!! Um dia acaba!!! E tem que acabar!!! Eu sou uma louca!!! Que também sabe escrever muitas besteiras!!! Como essas que acabei de ler!!! Tudo tem sentido!!! E nada tem razão!!! Eu sou louca!!!! Sei ler! Estudei!!! Me formei!!! Sei computação!!! Andar de bicicleta!!! Jofar futebol!! Torço pela Flamengo!!! É isso aí! Estou exauta! Uf! Uf! É o troco que te dou Jojo. Por ter lido o que escreveu! Agora, tenha paciência porque tu vai ter que ler essa também!!! Obrigada!!! Tchau!!! Jojo!!

  4. Margarida

    TJoaquim. do é lindo! Essa poesia que tu fizesta ara tua mãe é linda! Tenha paciência!!!!!!!!

  5. LÚCIFER

    Esqueça de tentar esquecer. Tentar esquecer já é lembrar. Esqueça de tentar. Tentar é lembrar. Esqueça de esquecer. Lembre. Só quem lembra aprende.
    O amnésico é recuperável.
    Lembrar é aprender. Só quem lembra pode aprender o A, o B, o C até chegar ao BEABA.
    Perdoar não é esquecer. Só pode dar quem lembra o que não pode ser esquecido. Lições, sorrisos, gargalhadas, sonhos, poemas, músicas, momentos, roteiros, filmes, quebra-cabeças… Pedaços de vidas. Amor aos pedaços.
    Perdoar é lembrar o bom e o bem. Balança de dois pratos sem carcamano. Sem usar a própria mão para fraudar.
    Tentar esquecer é fraudar a si mesmo. É negar-se a chance de aprender. De mariposa virar borboleta, de viver preso e pressionado, para livremente voar.
    Você só come o que gosta. Só comerá novamente se gostar. Gostar ou não gostar também é memória. Pão, ovo, manteiga, feijão… Sem memória você come o que não gosta e até o que não quer. Não tem memória para lembrar o que não gosta, nem o que não quer.

  6. LÚCIFER

    Depois de tanto lembrar de esquecer, lembrar de lembrar, esquecer de esquecer, esquecer de lembrar… Lembrei o bom e o bem BÁSICO, SIMPLES E DIRETO. Eu gostei muito do teu transbordar de palavras, fluindo, feito a linha e a agulha, ponto a ponto bordando sentimentos. Meu coração gostou.
    Eu também tenho coração 🙂
    E que coração! @
    Viu?

  7. Anônimo

    Muito obrigado caro poeta, você conseguiu traduzir e consequentemente me libertar de uma angustia há muito entalada em ninha garganta.

  8. Joaquim Nagib Haickel

    Resolvi postar os quatro primeiros comentários feitos neste poema como forma de demonstrar à pessoa que os fez, repito, À PESSOA QUE OS FEZ, pois foi uma única pessoa, usando nomes fictícios quem os escreveu e postou (melhor prova disso é o horário quando foram postados) e eu sei de quem se trata, que pouco me importa o que ela, essa pessoa, acha ou sente quanto a mim ou quanto aos meus poemas.
    Vou continuar escrevendo do jeito que gosto e sobre o que eu quiser, quem não gostar, não leia, se ler e quiser comentar, pode, mas só publicarei esse tipo de desaforo quando quiser desmoralizar uma pessoa tão ignorante e tola como a referida

  9. Anônimo

    Deputado, não ligue para os comentários dessas pessoas invejosas…

  10. Patinha

    Joca, que coisa linda vc escreveu! Nossa, fazia tempos q nao lia nada seu tao legal…falaste até da Ana(rsrsrsr)…”Quando eu te vi andava tão desprevenido, que nem ouvi tocar o alarme de “perigo!!”, e vc foi me conquistando devagar, quando notei já não tinha como recuar…”
    Acho q vou ver aquele dvd…srsrsrsr, já que esqueci de esquecer q ele me lembra vc…já q esqueci de lembrar que isso é coisa do passado…já q na minha grande vontade de aprender, e vc de ensinar, só agora lembrei que:” o que não tem solução, solucionado está,
    e de que perdoar é diferente de esquecer.”

    …”De que a extrema coragem de enfrentar a solidão em meio a uma multidão nada mais é de que o supremo medo de enfrentar a companhia de um único alguém.”…lendo isso, lembrei de te lembrar q por isso vc enfrenta a solidão.. e jamais poderei esquecer que essa era nossa maior diferença: o medo supremo de enfrentar a cia de um único alguém…
    Te gosto demais e estais de parabens…
    Bj enorme!
    Te cuida.

  11. Anônimo

    Joaquim, parabéns pela bonita e funcional página postada hoje. Muito legal esta relação de coisas p/ esquecer, p/ lembrar, etc.Sabe,eu tento esquecer seu diário online e não consigo, ele me prende a atenção porque é diversificado.Tenho uma curiosidade, gostaria de ver publicado sua primeira poesia. Também gostaria de ler algo seu com uma dedicatória, acho que dedicar algo a alguém é cultivar a memória afetiva, sentimento que você demonstra ter com o outro.
    Um abraço!

  12. Anônimo

    Metafórica Metamórfica Metanóia
    Borboletas nunca foram mariposas
    Parte I

    Mesma família, mas na essência são diferentes. Nascem de um ovo, como o p****, o peixe e nós. Todos passam por fases, mudanças de forma, metamorfoses. Atenção à metáfora.
    Borboletas não têm a fase de ninfa, só as mariposas viram ninfetas.
    Mariposas só voam à noite, excetuando-se a mariposa cigana que também voa de dia. As borboletas voam de dia, à noite só quando é preciso.
    Antenas diferentes, as da borboleta apontam para cima e as da mariposa para baixo.
    Mariposa quando posa abre as asas na horizontal, enquanto a borboleta recolhe as suas na posição vertical. A primeira é exibida e a segunda é cuidadosa até quando pousa, não quer degolar ninguém, nenhuma pétala…

    Resposta: Metafórica Metamórfica Metanóia…

  13. Anônimo

    Não tenho nada a ver com isso. Fazer poesia tem que ter inspiração que faz hesitar a alma de quem faz e de quem ler também. Eu li tudo que está escrito, mas nada tem conexão. É verdadeiramente uma coisa de louco! Só os bbões devem achar lindo. Quem também é uma loucura! Porém, Deputado, não fique desanimado, eu também gosto de ler loucuras. Vou continuar lendo suas locuras! Quero dizer que o mundo é dos loucos. Hoje, quem não for louco é bicha! Eu sou louco e vocês? Respondam-me!!!! Por favor!!!!!!!!!!!!!!!

    Resposta: “Dizem que sou louco, por eu ser um louco assim…”

  14. Anônimo

    O p**** a que me referi é o p**** filho da galinha. O meu p**** com tantas estrelas terminou virando um ovo estrelado.

    Metafórica Metamórfica Metanóia (Borboletas nunca foram mariposas)
    Parte II

    Borboletas nunca roem, mariposas sempre roem. Até são muitas vezes chamadas de traças. São predadoras da vida, tanto que são pragas agrícolas.
    Já as borboletas, essas têm muito valor. E que valor! Responsáveis pela manutenção da vida ajudam na polinização das plantas, de todo o verde que faz melhor o ar que você respira, enche os teus olhos com a beleza e tuas narinas com o perfume das flores.
    Só as borboletas fazem a psicofilia, pois só elas são capazes de extrair o néctar do fundo.
    Borboleta só é borboleta quando se torna adulta, merecedora de ser chamada de IMAGO, que é a designação correta para a borboleta adulta.
    Nessa metafórica metamórfica metanóia só a sua psique pode entender o que é ser um mago.

  15. Cristiana

    Você faz Saudade!

  16. Anônimo

    É linda poeta

  17. Anônimo

    Sou formada em letras. Não sei se isso que está escrito é um poema. Acho, que não. As frase são vazias, sem conexão. Não mexe com sentimentos de nínguém. Entratanto, aprececem um babões que dizem:”É lindo!”. E o pior chama o autor de poeta. O que diria Gonçalves Dias, Bandeira Tribuzi e Olavo Bilac. Poetizar não é para quem quer aparecer. Poetizar é inspiração que exige uma reflexão mexendo coração. Assim sendo, o que está escrito não nada de poema e tampouco de poesia. Isso, na verdade, é rídiculo. Desculpe-me por ter sido sincera!!

    Resposta:Ser formada em letras não significa que você entenda de poesia, tanto isso é verdade que há quem não goste de Olavo Bilac e de seus poemas por exemplo.
    Inspiração!? Reflexão!? Você deve estar brincando, não é professora!?
    Respeito o seu gosto em relação à poesia, mas isso não quer dizer que quem gosta do que eu escrevo seja babão. Desculpe minha sinceridade!

  18. Anônimo

    SIGNIFICAÇÃO
    “Lembrar de lembrar de acordar cedo pra trabalhar…” (o autor quer dizer que ele nunca tabalhou, foi filhinho de político, por isso ele quer lembrar de lembrar de trabalhar).

    “pagar as contas (todas)…” – o autor que é político e todo político esquece de pagar as contas principalmente quando a campanha acaba;

    ”De cuidar da saúde…” o autor quer dizer que tem medo morrer do coração.

    ”e de ir sempre ao cinema…” – o autor quer dizer que isso não é para quem pode, o político como não faz nada ele tem todo o tempo do mundo para cinema!!!

    ”De largar todas as mulheres…’ será que o autor tá assumindo que não gosta do sexo posto???,

    “… menos Laila, Clarice e Célia, a analista …” não posso comentar essas mulheres poder a sua mãe, a esposa ou a filha do autor, com todo o respeito.

    “De perder tudo, menos a coerência…” -o autor, que dizer perder tudo menos a mamata de ser deputado, isso, sim, para ele que é verdadeiramente a coerência.

    Gostaram da interpretação?????

  19. Kenard Coimbra

    Deputado, gostaria de saber o que é escargot??
    Responda-me! OK!!

  20. Kenard Coimbra

    Deputado, o que é filipeteiro???
    Respondapme!!

  21. maria lurdes

    Deputado, se V. Exa. fosse viver poesia morreria de fome. Que coisa mais sem graça!!!

  22. Joaquim Nagib Haickel

    RESPOSTA AOS QUATRO COMENTÁRIOS ABAIXO: Acho que está mais que claro que o autor dos quatro comentários a baixo é uma única pessoa (veja o pequeno lapso de tempo entre um post e outro) e que não é uma pessoa lá muito bem informada, pois não sabe o que é escargot nem filipeteiro (como filipeteiro é neologismo vou explicar, é quem distribui filipetas. Agora você vai ao Google e pesquise o que é escargot e aproveite veja o que é filipeta e neologismo que você também não deve saber do que se trata).
    Quanto à significação, bem se vê que o comentarista está tentando fazer graça, e que pra isso também não leva nenhum jeito… Coitado…

  23. Anônimo

    Que me perdoem:

    A Célia na quarta, a Clarice na quinta e a Laila na terceira.
    O céu claro da noite, a geométrica heresia de ser desmedida.
    Os nulos agudos, retos obtusos, rasos côncavos e convexos ângulos de vista sem nenhuma visão. Com quantos paus se constrói uma canoa? Com quantas copas, ouros e espadas uma tábua de salvação? Para que tanta subtrativa divisão? Para desenhar e construir, o que quer que seja, até mesmo a reta, tudo o que é preciso é um ponto. Único. Indivisível. Perfeição angular é a completa, por ser completa pode girar.
    As reticentes vírgulas, os pontos finais que nada finalizam, continuando pontos de interrogação sem exclamação.
    As consoantes, que nada soam sem as vogais. Que me perdoe o ah, o é e o uh, quando a precisão é botar o pingo no i.
    Os doutores, os que se fazem e os que dizem. Todos náufragos do mesmo mal, no mesmo mar morto a prometerem tábuas de salvação. A velha tabuada pelo menos ensina que 2 vezes nada é igual a nada.

    Resposta: PERDOAR!? PQ!?… ADOREI!

  24. Anônimo

    Essa é a última!

    Do A ao Z
    Sem faltar nenhuma letra
    Poema é qualquer composição em verso
    Verso é qualquer linha que coincida com outra linha. Com rimas ou sem rimas. Brancos ou livres
    O que conta é a melodia
    Escuta quem pode
    Não quem quer
    Inspiração ou transpiração
    Quem pode medir?
    Quantas batidas o coração deu para exprimir cada palavra?
    Quantas gotas de suor para escrever cada letra?
    Quantas lágrimas para regar uma flor única?
    Só o mar, gêmeo em água e sal
    Do sangue, do suor e da lágrima
    Zangada e zonza preciso fugir
    Zunindo já me vejo no universo
    Que como gosta de aparecer
    Não deve ser também um poema
    Apesar de ser um verso único

    Resposta: Gostei muito! Muito bom mesmo!

  25. Anônimo

    Joaquim, como sempre, as suas respostas continuam tão boas quanto seu texto. Parabéns e continue assim, pois é assim que seu leitores e eleitores gostam de você.

  26. Anônimo

    Joaquim,
    Vim procurar novidades, não encontrei.Mas, encontrei mais uma vez sua escrita, na páigina postada e nos comentários. Este encontro diário com você no seu diário online está se tornando um de meus vícios, além , é claro, da Folha de São Paulo e a atual coleção que estou adquirindo: Coleção Grandes Escritores, o livro do último domingo foi Libertinagem e Estrela da Manhã de Manuel Bandeira.Ótima coleção, eu recomendo…
    Um abraço!

  27. Anônimo

    Verdades Cruéis
    Florbela Espanca
    Acreditar em mulheres
    É coisa que ninguém faz;
    Tudo quanto amor constrói
    A inconsistência desfaz.

    Hoje amam, amanhã ‘squecem,
    Ora dores, ora alegrias;
    E o seu eternamente
    Dura sempre uns oito dias!…
    escrito em 28.02.1916

  28. Aninha

    Olá Joaquim fiquei muito feliz por retornar a encontrar seus posts que caem como uma luva dentro de mim a cada vez que me deleito com as suas palavras, no mais não vou escrever muita coisa pq acredito que esse post já deu as polêmicas que poderia dar, só não entendo pq as pessoas não se contentam em respeitar o gosto e a opnião das outras se elas gostam ou não é direito delas escolher, mas daí a falar mal pq não gosta soa como incompetência já dizia minha avó “quem desdenha quer comprar e não pode!” eu por exemplo gosto muito dos seus posts e não me sinto melhor e nem pior do que ninguém por isso. Obrigada pelas suas palavras, mais uma vez me cairam sob medida!

  29. Princesinha do Cerrado

    Todo amor tem suas fases, até a lua insolida tem as suas, entao por que nao perdoar ao inves de esquecer?

deixe seu comentário