Um Pedaço de Ponte – Parte VIII

4comentários

Dando continuidade ao texto “Um Pedaço de Ponte” leia a seguir: 
 
Na trave 
 
      Coló era bem menor que os outros pequenos.  Ao invés de jogar, preferia ficar sentado ao pé de uma das traves com a japonesa na mão – microfone – “Lá vai Chico pela esquerda. Passa bem por Piticáia. Toca para Sarará. Ele pára, olha, enfia para Dicão. Dicão mata no peito e arreia na grama. 26 corridos do segundo tempo, 1 x O para o time de MadreDeus lá vai Dicão, pode marcar, atenção, chutou, na traaa… “‘
Trave de pelada, na areinha, são dois paus de mangue, enfiados no chão e um em cima, às vezes, amarrado com cipó.

Neste dia, Coló não voltou para sua casa, ali no Lira. Foi levado às pressas para o HospitaL O chute de Dicão derrubou o pau da trave na cabeça do Osmar Santos, da Areinha.

No Hospital, Coló chegou tarde na dividida com a morte. A pelada acabou com o placar de Vasco da MadreDeus 1, Belira Esporte Clube 0. No Instituto Médico Legal, o laudo Médico é lido: “O menor Colombo Lopes Botelho faleceu hoje à tarde antes de dar entrada no Socorrão, vítima de uma bolada na trave. O poste superior, que não estava bem amarrado, caiu sobre a cabeça do garoto, causando-lhe esmagadura do crânio com substancial perda de substância.”

4 comentários para "Um Pedaço de Ponte – Parte VIII"


  1. José Maria Barros de Sousa

    Relato impecável de meus tempos de criança (meados dos anos 70), vividos exatamente, por ali, na Madre Deus, Lira, Belira, Codozinho… Você também viveu por lá?
    Hoje moro no Rio de Janeiro e me lembro com saudade de minha terra… Há dois anos levei meus filhos para conhecer São Luis, mas eles não podem nem imaginar como era bom viver ai, empinar papagaio, sair em bloco de sujo… Parabéns, lindo texto.

  2. Ítalo Gustavo Leite

    Arte é memória e invenção. Esse texto é um exemplo disso. E o nome disso é literatura.
    Acesse notasjudiciosas.wordpress.com

  3. Agostinho Nalin

    Meu querido joaquim, estava vendo o jornal da manhã e vi você lá batalhando para tentar mudar nossa telefonia móvel…passei apenas para agradecer a força. Apenas como um maranhense qualquer , que está de saco cheio de contas caras, e as vezes esperar por horas para uma simples ligação….Não aguento mais “Rede Ocupada” no meu visor do celular. Você deve estar sentindo a mesma raiva….

    Ps: Parabéns pela cadeira na AML, acabei de ler seu discurso muito bem escrito como de costume…..

    Abraço grande

    Agostinho Nalin

  4. michel silva

    CARO DEPUTADO!

    DEONDE MENOS ESPERAMOS, SOMOS APUNHALADOS,
    MAS LOGO ESTE TAL MUNDIQUINHO SE ARRENPENDERÁ
    DE TAL TRAIÇÃO E TENTARÁ VOLTAR ATRÁS. E PODERÁ
    SER TARDE DE MAIS…
    …….(CENSURADO -NÃO VOU POSTAR NENHUM INSULTO A QUEM QUER QUE SEJA- CENSURADO)…….
    ABRAÇOS…

deixe seu comentário