Comentário e Resposta

1comentário

Como faço quando acredito ser relevante vou publicar um comentário como post, e a consequente resposta a ele vem a seguir, abaixo.

Recebi um post e um e-mail contendo o texto abaixo, assinado por uma Fernanda Matos que acredito ser um nome fictício. Li, achei graça e resolvi usa-lo a favor e não contra minha postagem anterior. Fazendo isso talvez ensine ao tolo que escreveu esse comentário um pouco sobre a vida.

“Eu não acredito que você tenha coragem publicar esse meu comentário, mas mesmo assim envio-lhe para comprovar o que penso a seu respeito. Você é mais um paspalho, um puxa-saco, um verme que se alimenta da carne apodrecida dessa oligarquia que escraviza o Maranhão faz cinquenta anos. Você escreve um texto pobre, sem nenhuma profundidade, sem nenhum proposito, falando de um assunto que você mesmo se recusa a comentar, fazendo um suspense a respeito de fatos que todos estão carecas de saber e que os jornalistas do Sistema não se cansam de abordar a respeito da candidatura de Roseana Sarney ao senado e sua eventual renuncia ao cargo de governadora do nosso sofrido Estado. Você acha que sabe de tudo, como quando analisa as eleições de vereadores e deputados, dizendo quem vai se eleger e consequentemente quem não se elegerá. Você erra muito e dessa forma prejudica quem poderia se eleger.

Nesse seu texto você demonstra toda sua covardia, todo seu oportunismo, toda sua má fé, quando deveria simplesmente dizer o que você pensa. Que Roseana tem que ser candidata ao senado, caso contrário ela ficará em situação delicada, pois não terá um mandato para se proteger. Que ela deve se acertar com o presidente da Assembleia, Arnaldo Melo, no sentido de ele ser o governador e fazer a campanha de Luis Fernando, pois Arnaldo sendo governador, as coisas vão ficar ótimas para você e para seus amigos deputados aproveitadores, os mesmos que traíram a governadora e Ricardo Murad e elegeram Arnaldo Melo.

Você cita previsões sobre futebol e cinema como se quisesse demonstrar conhecimento nessas áreas, coisa que sabemos que você não tem. Você cita isso com ares de expert, dando a parecer que tem segurança nesses assuntos. Você é arrogante e prepotente. Você se acha o cara, mas não passa de um canalha sem escrúpulos.

Repito. Duvido que você tenha coragem de publicar meu comentário”.

Aqui vai minha resposta:

Como tenho certeza que o nome que você usa neste comentário bem como o e-mail aqui utilizado por você são falsos, não vou nem me dar o trabalho de contra argumentar suas afirmações, porem devo dizer que pela forma que esse texto foi escrito tenho motivos para desconfiar que eu saiba quem é o autor dessas mal traçadas linhas.

Quanto ao conteúdo da pretensa ofensa de seu comentário, devo dizer que a-do-rei, pois você demonstra uma certa “adoração” pelos meus  textos, como acredito que já fez antes. Você se dá ao trabalho de “analisar” tão minuciosamente esta minha postagem, demonstrando no mínimo que você leva muito em conta as coisas que eu escrevo, ainda mais quando se lembra de textos anteriores onde abordos outros assuntos. Poxa, Fico lisonjeado com tamanho apreço que você me dispensa, mesmo sendo ele motivado por um declarado desprezo. Ocorre que ser desprezado por pessoas imbecis como você me dá um prazer ainda maior. Saber que incomodo gente preconceituosa, pequena, mesquinha e burra como você me causa uma alegria vitoriosa, quase olímpica. Saber que ser como sou, que mostrar clara e abertamente como eu penso, sinto e ajo, causa incomodo a pessoas como você, é uma verdadeira gloria para mim.

Quanto ao conteúdo de meu texto, seu imbecil, digo “seu”, pois o fato de assinar um nome feminino e escrever claramente como alguém do sexo masculino me dá mais certeza de que você não é lá alguém bem resolvido na questão de gênero, mas não tem importância, eu não sou preconceituoso. Mas voltando. O conteúdo de meu texto era exatamente sobre aquilo que você não alcançou. NÃO FALANDO DO ASSUNTO, EU ESTAVA O ENFATIZANDO. Pelo visto usei a ironia, o deboche, de forma tão magistral que você, raso, nem entendeu seu babaca.

AO ME RECUSAR A FALAR SOBRE UM ASSUNTO QUE PRECISA SER FALADO E O QUAL EU SINTO UMA DECLARADA VONTADE DE ABORDAR, PASSO A FALAR DELE SEM DIZER UMA ÚNICA PALAVRA DIRETAMENTE SOBRE ELE.

Ah! Coitado! Você não entendeu, não é?! Não importa seu besta. Quem eu queria que entendesse, eu tenho certeza que entendeu. E se não entendeu é tão besta quanto você.

Só para teu controle: Sobre a premiação do Oscar da noite de ontem, eu comentei em meu texto que “existem algumas quase certezas, como Cate Blanchett, de Blue Jasmine, Jennifer Lawrence de Trapaça”. ACERTEI A PRIMEIRA E ERREI A SEGUNDA. “e uma antipatia gratuita de minha parte com “Gravidade” e com seu diretor, Alfonso Cuarón”. GRAVIDADE LEVOU SETE PRÊMIOS INCLUSIVE O DE DIRETOR, MAS NÃO LEVOU E DE MELHOR FILME. EU SABIA QUE GRAVIDADE ERA FORTE CANDIDATO, APESAR DE EU NÃO GOSTAR DELE. ELE É BOM, TECNICAMENTE FALANDO, MAS NÃO O SUFICIENTE PARA SER O MELHOR FILME. TER O MELHOR SOM, A MELHOR FOTOGRAFIA, A MELHOR MONTAGEM, MELHOR EFEITOS VISUAIS E ATÉ O MELHOR DIRETOR NEM SEMPRE GARANTE A UM FILME QUE ELE SEJA O MELHOR.

NA VIDA É ASSIM. NA POLITICA É TAMBÉM ASSIM.

Pra finalizar, eu disse o obvio, pois é o obvio aquilo que normalmente acontece: “TUDO PODE ACONTECER…” ACONTECEU BEM PARECIDO COM O QUE EU DISSE, NÃO FOI?… VAMOS AGORA ESPERAR PELO CAMPEONATO MARANHENSE DE FUTEBOL E POR “OUTRAS COSITAS MÁS…”

QUEM VIVER VERÁ!

Tchau, otário!

PS: Estou acompanhando a minha mãe em um procedimento médico e não vou alongar esse papo.

1 comentário para "Comentário e Resposta"


  1. Adenilson

    Bom dia,gostaria de parabenizar lo pela excelente resposta dada a este grande enxergue no que por ser alguém frustrado pessoal e profissional. Usa o espaço para agredir gratuitamente o nobre blogueiro que de forma simples e direta coloca sua posição quanto ao momento político atual. Parabéns pelo texto e pela resposta. Adenilson- Caxias Mas.

deixe seu comentário