Phill Veras está de disco novo: “Carpete”

0comentário

O cantor e compositor maranhense Phill Veras está de disco novo. Chama-se “Carpete”, o terceiro trabalho do artista. O jovem maranhense desperta-se para novos timbres e formas de guiar suas letras.

phillveras640

Com uma pesquisa partindo dos vários tambores e percursões de São Luis, Phill se reconecta ao seu local sem deixar de ser universal em suas intenções. Dentro de seu universo de estórias e verdades, sua concepção de unidade reuni fios delicados e tensos formando uma envolvente trama que estampa seu Carpete.

O disco foi produzido pelo músico Adnon Soares. O disco foi produzido pelo músico Adnon Soares e é composto por oito faixas dessa trilogia de Phil. São elas: “Sorriso ao Sono”, “Falsa Canção”, “Eu sim”, “Taquicardia”, “Meu Vão”, “Cala”, “Canto” e “Fundo”.

O álbum completo foi lançado no site Musicoteca. Clique Aqui e ouça”Sorriso ao Sono”, entre outras.

sem comentário »

A poesia de José Chagas em disco

0comentário

A audição do disco “A Palavra Acesa de José Chagas” ocorre na próxima quinta-feira, dia 5/12, no Teatro Cidade de São Luís (onde funcionou no antigo Cine Roxy), na rua do Egito, no Centro Histórico de São Luís. Também haverá uma sessão a exibição de um vídeo.

Participam do trabalho em homenagem ao poeta José Chagas, natural da Paraíba, mas maranhense de coração, os seguintes artistas: Alê Muniz, Fernando Filizola, Fagner, Ednardo, Márcia Castro, Nosly, Silvério Pessoa, Tássia Campos, Toinho Alves, Zeca Baleiro, Susana Travassos, Josias Sobrinho, Celso Borges, Beto Ehongue, Assis Medeiros, César Teixeira, Chico César e Dicy Rocha. A produção é de Celso Borges e Zeca Baleiro. Os desenhos são de Paulo Césa e o projeto gráfico de Andrea Pedro.

sem comentário »

Mil e Uma Músicas Para Se Ouvir Numa Sexta Básica

0comentário

Antídoto contra qualquer tipo de Intolerancia essa frase e a música “Na Asa do Vento” com o brasileiro, nordestino, maranhense e cidadão do mundo: João do Valle

“A aranha tece puxando o fio da teia
A ciência da abeia, da aranha e a minha

Muita gente desconhece
Muita gente desconhece, olará, viu?
Muita gente desconhece

Muita gente desconhece, olará, tá?
Muita gente desconhece”

sem comentário »

Mil e Uma Músicas Para Se Ouvir Numa Sexta Básica

0comentário

Para a 5ª edição do Radio Pocket Show, a Satchmo e Acordes produções apresentam a versatilidade da percussionista, violonista e cantora Larissa Baq. Multi-instrumentista, cantora e compositora, natural de Franca/SP, iniciou-se na música aos 12 anos. O show será no dia 23 de agosto (sexta-feira), no bar e restaurante L´Apero (Praia de São Marcos), a partir das 21h, com discotecagem de Pedro Sobrinho.

Foi finalista do concurso “Vale cantar Noel“ do 21 Prêmio da Música Brasileira, (antigo Prêmio TIM, Prêmio Sharp) com sua versão do clássico de Noel Rosa “Rapaz Folgado“, estando em lugar de destaque entre os 10 finalistas e ganhando visibilidade em todo país.

Representando a nova safra de cantores e compositores brasileiros, no ano de 2012, foi convidada a estar na programação do Brazilian Day Barcelona/Espanha, para onde levou o show de seu EP “iR“, que tem produção musical de Fernando Nunes.

Em constante movimento entre Brasil e Europa, já atuou em renomadas casas de show de Londres (Ronnie Scotts Jazz Club, Guanabara, Primo Bar), Paris (Bellevilloise), Lisboa (Mini Teatro Lisboa, Fábrica Braço de Prata, Fnacs), Porto (Breyner85) e Barcelona (Jamboree Jazz Club). Teve sua música de trabalho tocada em rádios de Portugal e da Espanha, estando entre as 5 mais ouvidas na Rádio Kapa de Barcelos/Portugal em apenas dois dias de execução.

Também atua como percussionista, compositora e cantora das “3Marias”, trio de musica popular brasileira, é também integrante do ”Z4 – Percussão Ambulante” e BAK – Live Percussion. Já dividiu palco com os mais diversos artistas como Elba Ramalho e Diego Figueiredo, Elza Soares, Reginaldo 16 (Funk Como le Gusta), Kuki Stolarski (Funk Como Le Gusta).

sem comentário »

Devendra Banhart em Mi Negrita

0comentário

Ouça: Devendra Banhart – Mi Negrita 

sem comentário »

Audição lançamento BR-135 ao Vivo

0comentário

O projeto BR-135, idealizado pela dupla Criolina, Alê Muniz e Luciana Simões, realizou quase 20 shows em 2012, reunindo artistas de diferentes gerações da música produzida no Maranhão. Parte do resultado desses encontros está registrada nas 24 faixas do CD BR-135 Ao Vivo, que terá audição de lançamento no dia 30, às 20h, no Barulhinho Bom (Ponta do Farol), com discotecagem no vinil de Rádio Zion e convidados.

Sem título-1Além de Alê Muniz e Luciana Simões, estão no disco Flávia Bittencourt, Madian, Preto Nando, Gororoba, Tribo de Jah, Afrôs, Tutuca, Canelas Preta, Nathalia Ferro e a poesia de Celso Borges, entre outros. (Lista completa de faixas e artistas abaixo).
 
– Queremos fazer uma celebração desse projeto que representa a cena atual da nossa música. É uma grande alegria poder registrar esse momento e dar a chance de as pessoas poderem levar o BR 135 para casa – afirma Alê Muniz, idealizador do projeto ao lado de Luciana Simões.
 
O álbum, mixado e masterizado por Alê Muniz e Marquinhos Cliff, terá distribuição gratuita.

– O disco tem rock, rap, pop e poesia. É um balanço do que a gente colocou no palco no primeiro ano do BR 135. É o fechamento de um ciclo importante do projeto que este ano vai ter outros desdobramentos – afirma Luciana Simões.
 
FAIXA A FAIXA 

BETO EHONGUE E CANELAS PRETA Inna Boreal
 
CRIOLINA Revanche
 
DICY ROCHA Jolie
 
MADIAN E O ESCARCÉU Um Rei
 
ZÉ MARIA MEDEIROS Boi Prateado
 
AFRÔS Maguinha Cajuína
 
FLÁVIA BITTENCOURT Parangolé
 
MANU BANTU Nega Nagô
 
PRETO NANDO 4P 
 
VINIL DO AVESSO Blues da Escuridão
 
CELSO BORGES O Futuro Tem um Coração Antigo
 
BRUNO BATISTA As Cigarras
 
PÉ DE GINJA Salsa de um Ex-amor
 
NATHALIA FERRO Sangue do Meu Sangue
 
SOUVENIR Reach Out the Sun
 
MEGAZINES Golden Boy
 
RAIZ TRIBAL Jah Sigo
 
COLETIVO GOROROBA Na Contramão da Maré
 
SANTA CRUZ Riqueza
 
TRIBO DE JAH Neguinho Babaçu
 
JOSIAS SOBRINHO E CHICO SALDANHA Botequim
 
OMAR CUTRIM Remelexo
 
LEGENDA A paz
 
TUTUCA Melodias
 
Serviço 
 
LANÇAMENTO DO CD BR 135 AO VIVO 

Com discotecagem no vinil de Radio Zion e convidados
 
Quando: Dia 30 de abril, terça-feira, 20h
 
Onde: Barulhinho Bom (Rua Maçarico, quadra 16, nº 2 – Ponta do Farol)

sem comentário »

É Sabadô. Dia do Pôr do Som

0comentário

Sábado (25), é dia de Pôr do Som, no bar e restaurante L`Apero, na praia de São Marcos. A agenda do fim do tarde em que se toca a música de A a Z na discotecagem dos ‘deejays’ Pedro Sobrinho e Franklin. A audição ‘freestyle’ começa às 17h.

sem comentário »

Pôr do Som, Sabadô, com Indie, Synth, Eletrorock e muito Freestyle

0comentário

É Sabadô (18/8) ! E mais uma edição concorrida do Pôr do Som, com muito Indie na discotecagem do ‘deejay’ Vinnie.

Venha compartilhar com a ideia e ouvir muito indie, synth e eletrorock, além do ‘freestyle’ de todos os sábados dos ‘deejays’ residentes Pedro Sobrinho e Franklin.

A audição começa às 17h, no bar e restaurante L´Apero (Praia de São Marcos), com direito à vista para baía de São Marcos, aperitivo, descontração e muito barulho sonoro.

sem comentário »

DJ Ksyfux no Pôr do Som

1comentário

Sábado (28), é dia de Pôr do Som, no bar e restaurante L´Apero (Praia de São Marcos). Os ‘deejays’ residentes Pedro Sobrinho e Franklin recebem a visita do ‘deejay’ Ksyfux, pela primeira vez participando do ‘freestyle’ mais animado e divertido do fim de semana.

A audição começa às 17h, e a sua presença é inevitável !

1 comentário »

Raçaman

0comentário

O Natiruts mostra no mais recente álbum “Raçaman’ que a música está além dos limites geográficos, e que é possível se comungar com a outra comunidade, desde que haja algum consenso.

 

Preocupados em estar enquadrado a atual conjuntura mercantilista da música, o grupo brasiliense ainda rega a planta do reggae, mas também optou em trabalhar com a diversidade musical brasileira. Não é à toa que nasceu a parceria com a cantora Cláudia Leitte em “Sorri, Sou Rei”.

A canção integra a mais nova canção do Natiruts, que não está aqui para confundir, mas sim para comungar com as boas idéias.  “Sorri, Sou Rei“.

sem comentário »