Programação de encerramento SESC Guajajara

0comentário

Depois de oito dias de vasta programação cultural, a 7ª edição da Mostra SESC Guajajara de Artes chega ao fim nesta quinta-feira (1°) celebrando acultura popular brasileira em suas diversas formas de expressão artística.  Ao longo desta edição, cerca de 140 diferentes atrações se apresentaram nos espaços da mostra, dentre as quais shows, espetáculos, performances, oficinas e exibições audiovisuais.

Para este dia de encerramento, a programação se inicia com o Projeto OVER12h, que justifica o seu nome e movimenta dois espaços culturais –o SESC Deodoro e a Praça Nauro Machado – com doze horas ininterruptas de performances teatrais e apresentações musicais. Segundo Isoneth Almeida, Coordenadora Geral da Mostra, o objetivo do OVER12h é promover a diversidade de linguagens artísticas e o intercâmbio cultural, além da celebração coletiva, deixando o público e os artistas com a sensação de “quero mais” para a próxima edição.

As apresentações têm início ao meio-dia com os espetáculos “Poesias da Nossa História” (Tramando Teatro/MA) e “Teatro Lambe-lambe ‘A Caixa’” (Cia Arte de Doi2/MA), passando por uma série de outras encenações, como o Ritual de Morte do Boi Brilho do SESC, com participação do Bumba-meu-boiUnidos de São Bento.

Na Praça Nauro Machado, o clima também é de pura diversidade artística. A partir das 19h, a noite cultural da Mostra tem shows, performances, instalações e intervenções acontecendo simultaneamente. Destaque para o Projeto BR-135, que reúne artistas de diferentes ritmos para desenvolver e dar visibilidade à música produzida no Maranhão. A organização do projeto está sob a batuta da dupla Criolina/MA (Alê Muniz e Luciana Simões), que também se apresenta nesta quinta-feira.

Confira a programação completa do encerramento abaixo:

Dia 1/11 (quinta-feira)

9 h – Intervenção Artística e Instalação Terminais de Integração: Praia Grande e Cohama

9h – Exposição Itinerante e CineSESC nas escolas

PROGRAMAÇÃO DO OVER12H

– Sesc Deodoro

12h – Projeto Deguste Som (Restaurante Sesc Deodoro)

12h – Teatro Lambe Lambe “A Caixa” – Cia Arte de Doi2/MA

12h – “Poesias da Nossa História” – Tramando Teatro/MA

12h 30 – “Serpentiando na Ilha” – Grupo Cara de Arte/MA

13h – “Flash Mob” – Cia Street Masters de Dança/MA

13h10 – “Attivitá” – Grupo Attivitá/MA

13h20 – “Encantos”- Pulsar Cia. de Dança/MA 14h – “Mastro” – Leônidas Portela/MA 14h20 – “Sino” – Tieta Macau/MA 14h40 – “Eu” – Ruan Paz/MA

13h30 – “Brasi Caboco” – INCULCAAR/MA

15h – Bloco Tradicional Pierrot

16h – Show “Bumba Meu Som” com Chico Newman/MA

17h às 19h – Ritual de Morte do Boi Brilho do SESC com participação do Bumba-meu-boi Unidos de São Bento

19h às 21h – Festa Dançante

Praça Nauro Machado

19h às 00h Performances Shows, Performances, Intervenções e Instalações

Shows:

Projeto BR-135

(19h – 00h) –

DJ Franklin/MA

– Eletroacústico Preto Nando/MA

– Diamante Gold/MA

– Purple Chili/MA

– Coletivo Criolina/BSB

– Criolina/MA

Performances:

– “Antropofagia Ato II” – Companhia Paralaxe de Dança-Teatro/MA

– “Mastro” – Leônidas Portela/MA

– “Memorial” – Pulsar Cia. de Dança/MA

– “Ballet Aéreo” – Sandra Miyasawa/SP

Intervenções:

– “Demônio ou Anjo” – Wilson Chagas/MA

– “Invasão” – Grupo Cara de Arte/MA

– “Anjo Infeliz” – Grupo Cena Aberta/MA

Instalações:

– “O Grito” – Tieta Macau/MA

 

sem comentário »

Conexão Dança

0comentário

A quarta edição do Conexão Dança inicia na próxima sexta-feira, 1º de junho, e traz para São Luís mais de quarenta mostras artísticas e espetáculos de dança, sendo onze nacionais, apresentados em vários espaços da cidade.

Além de apresentações em espaços públicos, o evento habitará três espaços culturais: Teatro Arthur Azevedo, Teatro João do Vale e Teatro Alcione Nazaré. Todos os espetáculos em espaços públicos são gratuitos. Nos teatros, os ingressos devem ser retirados na bilheteria mediante a doação de um quilo de alimento não-perecível ou o valor simbólico de cinco reais.

Este ano o evento traz o tema “Para Habitar a Cidade”, convocando os artistas a pensar a relação “corpo, cidade e dança” e os diversos desdobramentos possíveis a partir disso. O projeto foi contemplado pelo Funarte através do Prêmio de Dança Klaus Vianna 2011, tem o patrocínio da Caixa e efetiva-se por meio da colaboração do Laborarte, Santa Ignorância Cia de Artes e BemDitos Coletivo.

Espetáculos Nacionais – Participam da programação nacional do Conexão: Cia. Mário Nascimento (MG), Marcelo Evelin(PI), Núcleo Dirceu (PI), Giorgia Conceição (PR), Ricardo Marinelli (PR), Marcos Morais (SP), Cristian Duarte (SP) e Sheila Arêas (SP). Além do convidado internacional Daniel Matallana, da Colômbia.

Atração internacional – O colombiano Daniel Matallana apresentará o espetáculo “Respira Água”, que faz uma viagem poética através das dimensões sonora, cinética e dramática do corpo humano. Esta performance experimental foi criada pelo artista cênico colombiano como parte de uma pesquisa pessoal ao redor da percussão corporal em movimento. Neste ponto do seu trabalho, o corpo vira um recurso cenográfico onde se encontram a dança e a musicalidade. Para esta ocasião, o artista tem convidado Mestre Patinho, figura emblemática da capoeira e da cultura maranhenses, para fazer parte desta proposta inovadora. Embora, se bem a peça envolve outros artistas na cena, pode se considerar um solo de dança do seu criador e intérprete.

Confira a programação dos Espetáculos:

4 de junho

Teatro Arthur Azevedo

20h – Escapa com Cia. Mário Nascimento/MG

5 de junho

Teatro Arthur Azevedo

20h – Faladores com Cia Mário Nascimento/MG

6 de junho

Teatro Alcione Nazaré

18h – Respira Água com Daniel Matallana/Bogotá/Colômbia

18h30 – Technomaravilha com Giorgia Conceição/PR

Teatro Arthur Azevedo

21h – Travesqueens com Elielson Pacheco (PI), Erivelto Viana (MA) e Ricardo Marinelli (PR)

7 de junho

Teatro Alcione Nazaré

18h – Solo Lisboa + Lover Letter (videodança) com Marcos Morais/SP

Teatro Arthur Azevedo

21h – Travesqueens com Elielson Pacheco (PI), Erivelto Viana (MA) e Ricardo Marinelli (PR)

8 de junho

Teatro João do Vale

15h e 19h30 – Menu de Heróis com Núcleo Dirceu/PI

Teatro Alcione Nazaré

18h – D de Danting  com Marcos Morais/SP

Teatro Arthur Azevedo

21h Cornélia Boom com Cristian Duarte e Sheila Arêas/SP

9 de junho

Teatro Arthur Azevedo

21h – Matadouro com Marcelo Evelin/Demolition Inc + Núcleo do Dirceu/PI

sem comentário »

Sétima Arte

0comentário

O Festival Internacional Lume de Cinema, promovido e organizado pela Lume Filmes será realizado em São Luís entre os dias 14 e 23 de Julho de 2011.

O Festival terá a Mostra Competitiva de longas metragens que contará com 12 longas nacionais e estrangeiros na disputa oficial, constituindo desde já o maior Festival da América Latina no gênero autoral e de arte.

Para disputa de curtas metragens também serão selecionados 24 curtas entre nacionais e estrangeiros. Além da Mostra Oficial Competitiva, o Festival terá a Mostra Olhar Crítico, também competitiva, que contará com 10 filmes. Olhar Crítico será uma mostra paralela com filmes ainda mais autorais, experimentais e independentes, que comprovem o caráter revolucionário que o cinema pode ter.

Cada Mostra contará com um júri específico e independente, composto por críticos renomados, cineastas e estudiosos do cinema a nível nacional e internacional. Além disso, o Festival contará com Retrospectivas, Sessões Especiais, workshops, cursos, palestras e debates. 

Na oportunidade o cineasta Frederico Machado estará lançando o livro Os Filmes que Sonhamos obra que contará com ensaios dos mais importantes críticos brasileiros de cinema e será com certeza, uma rica fonte de consulta e crítica sobre o cinema nacional e mundial.O Festival acontecerá em diversos espaços na cidade de São Luís. O palco principal será o teatro Arthur Azevedo, um dos mais belos teatros do Brasil.

De arquitetura colonial o teatro tem capacidade para quase 1.000 pessoas. Além do TAA, o festival acontecerá no Cine Praia Grande e diversos espaços públicos como praças públicas, auditórios e colégios. Para mais informações, acesse o site www.lumefilmes.com.br/festival2011

Fonte: Assessoria

sem comentário »

Arte de Manipular

0comentário

Nos dias 25 e 26 de setembro, São Luís, mais precisamente a Praça Maria Aragão, na avenida Beira-Mar, centro da cidade, recebe o projeto SESI Bonecos do Brasil 2010, série de espetáculos gratuitos de teatro de bonecos apresentados por 11 companhias de oito estados do Brasil. Antecipando as atividades lúdicas, o projeto oferece oficina gratuita para artistas e amantes da arte de manipular e dar vida a bonecos entre os dias 20 e 24 de setembro. A oficina é destinada a estudantes e profissionais de artes cênicas ou plásticas e terá como tema “Metodologia de Construção de Bonecos para Teatro”.  Confira a programação.

bonequeiro

Oficina gratuita de Metodologia de Construção de Bonecos para Teatro

O projeto oferece oficina gratuita para artistas e amantes da arte de manipular e dar vida a bonecos entre os dias 20 e 24 de setembro. A oficina é destinada a estudantes e profissionais de artes cênicas ou plásticas e terá como tema “Metodologia de Construção de Bonecos para Teatro”.

A carga horária é de 18h/ aula distribuídas em 5 dias, sob a batuta da marionetista, atriz e diretora Beatriz Apocalypse, presidente do museu Giramundo de Bonecos, companhia mineira com 40 anos de atuação. A oficina é indicada para estudantes de artes cênicas e arte-educadores, além de profissionais de teatro (bonequeiros, atores, performers e artistas plásticos). No total serão 60 vagas e as inscrições e outrs informações podem ser feitas no 1º andar – Cohama – Núcleo de Cultura – Contato: Josimael/Igilza: tel.: (98) 2109-1858  E-mail: [email protected].

beatrizapolapsyse

A instrutora:  Beatriz Apocalypse

Beatriz Apocalypse é marionetista, diretora de cena, atriz e diretora de espetáculos. Cursou Belas-Artes na Escola Guignard e se encantou com o mundo dos bonecos. Desde 1985, atuou como manipuladora de bonecos e objetos em 23 espetáculos do Grupo Giramundo, entre eles Pinocchio, A Bela Adormecida, Auto das Pastorinhas e Giz. Atualmente, Beatriz é presidente do Museu Giramundo.

Serviço

Quem participa: As inscrições estão abertas para estudantes de Artes Cênicas e Profissionais do teatro – bonequeiros, atores, performers e artistas plásticos. Arte-educadores com alguma prática em teatro ou artes plásticas também fazem parte do público-alvo.

Carga horária: 18 horas em 5 dias

Datas: 20 e 21/09, das 14h às 17h, e 22,23 e 24/09, das 14h às 18h

Capacidade: 60 alunos

Local: Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n – Ed. Casa da Indústria, 5º andar – Cohama

Inscrições: SESI-DR/MA – Av. Gerônimo de Albuquerque, s/n – Ed. Casa da Indústria,

1º andar – Cohama – Núcleo de Cultura – Contato: Josimael/Igilza: tel.: (98) 2109-1858  E-mail: [email protected]

sem comentário »

Canção Brasileira

0comentário

A 4ª Mostra BNB da Canção Brasileira Independente ocorre de quarta-feira até o dia 30, nos três Centros Culturais Banco do Nordeste. Em Fortaleza (Cariri), Juazeiro do Norte (região sul do Ceará) e Sousa (no alto sertão paraibano). Entre os destaques dos 36 artistas de 11 estados brasileiros que se apresentam estão: Daúde, George Israel, Marku Ribas, Khrystal, Beto Brito, Criolina (Alê Muniz e Luciana Simões), Érica Machado, Marquinho Sathan, Curumin, Fhátima Santos e Nayra Costa, entre outros.

aleluciana1

O objetivo é agregar e promover novos e veteranos talentos da música independente brasileira, que tenham como característica a participação em todas as etapas da produção de seus trabalhos. Desde o processo de composição, passando pelo registro, assinatura de contratos, até a elaboração das apresentações. clique aqui

sem comentário »

Dançar, dançando…

0comentário

São Luís será palco da 4ª edição do projeto Conexão Contemporânea de Dança, com a participação de artistas locais, do restante do Brasil e gringos.

O evento ocorrerá entre os dias 18 e 19, às 20h, no Teatro Artur Azevedo. A produção é de Erivelto Júnior. O acesso é livre com retirada dos ingressos na bilheteria do teatro.

sem comentário »

Arte no Olho da Rua…

2comentários

A Livraria Poeme-se, em comemoração aos seus 22 anos, apresenta: Arte no Olho da Rua. Numa esquina, numa praça, entre os bares, pelas ruas… uma arte itinerante envolvendo as pessoas com poesia, sons, palavras, performances. Nesta quarta-feira, 14, às  19h, rua João Gualberto – Praia Grande, em frente à livraria.

Segundo Ribamar Filho, o Riba, dono do Poeme-se, a mostra Arte no Olho da Rua  é uma forma de valorizar o centro da cidade com a presença de artistas divulgando suas obras e fazendo intervenções.

– É o primeiro de uma série de eventos que queremos fazer na Praia Grande, para ocupar poeticamente a região e espantar essa sombra de abandono que ainda existe ali – afirma. 

Poetas, compositores, atores e instrumentistas se apresentarão a partir das 19h, num palco que será montado ao lado do Poeme-se, na rua João Gualberto, 52, Praia Grande. A programação terá  a participação  musical de  Alê Muniz, Daffé, Zé Maria Medeiros e do violinista e professor da Escola de Música, Manoel Mota; recital de poesias  de Robson Diniz, André Bandeira, Karine Alves, Celso Borges, Josoaldo Lima Rego e Paulo Melo Souza. Estes três últimos poetas  estarão lançando  seus livros mais recentes: Bèlle Époque, Paisagens Possíveis e  Nagon Abioton, respectivamente.

Quem passar pela rua vai ouvir também o “Som do Vinil” de Paulo du Vale, que através da discotecagem em LP, apresenta às novas gerações uma parte menos conhecida da música brasileira e internacional.

Arte no Olho da Rua terá ainda  performances teatrais  da Tapete Criações Cênicas, além da participação do Movimento Brechoniano, que promoverá a venda de roupas de brechó, livros e discos. A próxima mostra acontecerá na segunda quinzena de maio em algum ponto da Praia Grande, com a apresentação de outras artistas da cidade.

2 comentários »

Tudo Blues…

0comentário

edson.jpgEdson Travassos será o representante maranhense na II Mostra BNB de Blues que acontece entre os dias 3 e 27 de junho, no cineteatro do Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (CE). A Mostra terá 17 shows de 14 bandas vindas de seis estados Brasil. Além do Maranhão, tem Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Maranhão, Piauí e Ceará.  Ele se apresenta neste sábado, dia 4.

Durante a mostra haverá exibição de uma série de nove DVDs antológicos de Blues, e também um exposição de caricaturas de todos os artistas participantes da mostra, criadas por Kazane, artista plástico e músico paraibano radicado no Ceará – que faz o show de abertura na próxima quarta-feira, 3, às 17h, seguido pela banda De Blues em Quando, às 18h30.

As apresentações acontecerão sempre às quartas e quintas-feiras de junho (dias 3, 4, 10, 17, 18, 24 e 25), com o encerramento no dia 27 (sábado), quando pontuarão os shows dos guitarristas-cantores Big Joe Manfra e Artur Menezes.

Integram o elenco da mostra sete grupos cearenses, três cariocas (Black Dog, Jefferson Gonçalves e Big Joe Manfra – os únicos a fazerem dois shows), um paulista (Felipe Cazaux), um pernambucano (El Mocambo), um maranhense (Edson Travassos) e um piauiense (Clínica Tobias Blues). Do Ceará, participam: Kazane, De Blues em Quando, Blues Label, Nayra Costa, Puro Malte, Marcelo Justa e a História do Blues, e Artur Menezes.

Programação

Shows MusicaisKazane (CE)Dia 3, qua, 17hPersonalidade importante do Blues no Ceará – inclusive com participação efetiva no CD Blues Ceará, tocando e cantando com a Sub-Blues -, o guitarrista, cantor e artista plástico Kazane busca neste espetáculo mostrar seu mais recente trabalho. 60min.

De Blues em Quando (CE)

Dia 3, qua, 18h30

Simplicidade e autenticidade. Esta é a tônica de um trabalho autoral em Português, que torna o gênero acessível a todos, explorando sua sensibilidade e paixão, sem deixar de lado os clássicos que fizeram do blues um estilo mundialmente conhecido. 60min.

Blues Label (CE)

Dia 4, qui, 17h

Apresenta um trabalho apurado de pesquisa, aspecto que deu ao grupo livre trânsito por entre várias vertentes dessa música: blues de raiz, country, jump, blues-rock, funk e soul music. Atualmente o grupo desenvolve o projeto “Casa do Blues” em parceria com a Prefeitura de Fortaleza. 60min.

Edson Travassos (MA)

Dia 4, qui, 18h30

Estudou na “Musiarte”, escola dirigida por Isidoro Kutno, com metodologia baseada no material do GIT e da Berklee (EUA). Foi vencedor do concurso nacional de bandas promovido pelo programa “Ultrasom” da MTV e teve veiculado os clipes “Mary Juana Blues” e “Véio” naquela emissora. 60min.Nayra Costa (CE)

Dia 10, qua, 17h

Destaque para sua voz forte e grande carisma. Apresentações nos principais bares e boates do circuito musical de Fortaleza, algumas vezes com a banda MaraJazz ou com o seu trabalho solo, o projeto “I Love Janis”, interpretando clássicos da trajetória da polêmica cantora estadunidense Janis Joplin. 60min.Puro Malte (CE)

Dia 10, qua, 18h30

Como um bom uísque, a Puro Malte visa o deleite e a satisfação de quem tiver a oportunidade de assistir a seus shows. Ela busca unir doses generosas do bom e velho Blues com a energia e a virilidade do rock’n’roll – tudo misturado por um contagiante tempero cearense. 60min.

Marcelo Justa e a História do Blues (CE)

Dia 17, qua, 17h

A valorização das diversas nuances – tradicionais e modernas – do Blues está no foco. A mistura sonora dessa concepção registra obras magistrais compostas por B.B. King, Stevie Ray Vaughan, Johnny Winter, Willie Dixon, Robert Johnson, Eric Clapton, Jeff Beck, Kenny Wayne Shepherd e outros. 60min.

Black Dog (RJ)

Dia 17, qua, 18h30 e 18, qui, 17h

Grupo carioca de Rock e Blues com 15 anos de estrada, tornou-se conhecido no Brasil e internacionalmente como sendo o único a tocar toda discografia da banda inglesa Led Zeppelin. Em virtude dessa característica, o grupo foi convidado para shows diversificados e apresentações em diferentes pontos culturais de Fortaleza. 60min.

El Mocambo (PE)

Dia 18, qui, 18h30

Suas apresentações têm uma energia ímpar. Com um trabalho autoral totalmente independente e acabando de sair do forno, a El Mocambo demonstra a alquimia de sentimentos peculiares ao Blues, numa configuração específica aos costumes e devaneios da cidade de Recife. 60min.Felipe Cazaux (SP)

Dia 24, qua, 17h

Paulista radicado no Ceará. Destaque na revista Guitar Player e em matérias de jornais e revistas cearenses. Recebeu também ótimas resenhas da revista Blues’n’Jazz, a maior em seu segmento, além de destaques em sites da internet como o Palco Mp3, do provedor Terra. 60 min.

Jefferson Gonçalves (RJ)

Dia 24, qua, 18h30, e 25, qui, 17h

O virtuoso gaitista tem estilo pessoal com influências do melhor do blues da música estadunidense. Em suas apresentações, o artista sintetiza a bagagem acumulada em suas andanças pelo Brasil afora, Nordeste adentro, em palcos de suas pesquisas de ritmos nordestinos. 60min.

Clínica Tobias Blues (PI)

Dia 25, qui, 15h30O

Power Trio teve marcante participação na I Mostra de Música do Piauí e no II Festival de Blues do Maranhão. Com registros disponíveis para audição gratuita e download na Internet (www.palcomp3.com.br/ctblues <javascript:void(0);> ), a banda inicia o processo de gravação do primeiro CD, com mais de 70% de material inédito. 60min.

Big Joe Manfra (RJ)

Dia 25, qui, 18h30 e 27, sáb, 17h30

Um dos maiores intérpretes do Blues “made in Brasil”. O guitarrista, com experiência internacional, apresenta um repertório formado por composições próprias e clássicos como “I Just Want To Make Love To You” (Willie Dixon) e “Red House” (Jimi Hendrix), exibindo, além de refinada técnica, a sensibilidade característica dos grandes bluesmen. 60min.

Artur Menezes (CE)

Dia 27, sáb, 16h

Guitarrista e cantor, participou de vários eventos ligados a cena do blues no Ceará, além de temporadas em Chicago (EUA), onde se apresentou ao lado de John Primer, Charlie Love and The Silky Smooth Band, Linsey Alexander, Phill Guy, Brother John e Big Ray, entre outros. 60min.

Exibição de DVDs

Albert Collins – In Concert: Ohne Filter (Albert Collins & The Icebreakers) (2003)Mestre da Telecaster, o “the Iceman” Albert Collins foi um dos mais influentes bluseiros de seu tempo. No palco, o texano mostra todo seu arsenal com seus blues funkeados. 60min.B.B. King – Live at Nicks (2002)

O rei B.B. King em uma arrebatadora apresentação no Nick’s em Dallas. Em ação, B.B. mostra porque é considerado uma lenda com a execução de “The Thrill is Gone”, “Everyday I Have the Blues” e outros clássicos. 50min.

The American Folk Blues Festival – The British Tours 1963-66

Esse especial é uma compilação de programas gravados entre 1963 a 1966 para a TV britânica com grandes nomes como: Sonny Boy Williamson, Muddy Waters, Lonnie Johnson, Big Joe Williams, Lightnin’ Hopkins, Sugar Pie DeSanto, Howlin’ Wolf, Big Joe Turner, Junior Wells and Sister Rosetta Tharpe. 77min.The American Folk Blues Festival 1962-1966 – Volume 1

Gravado em uma pequena TV alemã, esse primeiro volume da série The American Folk Blues Festival é um registro histórico com performances de mestres do quilate de Muddy Waters, Sonny Boy Williamson, Buddy Guy, John Lee Hooker e Sippie Wallace, realizadas entre 1962-63. 70min.

Lightnin’ Hopkins Rare Performances – 1960 – 1979

Flagra o grande mestre do Texas Blues, Lightnin’ Hopkins, em momentos até mesmo inusitados, como o registro de Lightnin’ tocando nas ruas e em uma birosca da cidade de Houston. O DVD traz ainda performances “elétricas” de Lightnin’ Hopkins para um especial de TV gravado em Austin, Texas. 70min

Deep Blues: A Musical Pilgrimage to the Crossroads

O diretor Robert Mugge e o escritor Robert Palmer percorrem o Delta do Mississipi, Arkansas e Memphis, registrando nomes como R. L. Burnside, Junior Kimbrough, Jessie Mae Hemphill, Roosevelt “Booba” Barnes e outros não tão conhecidos, mas que mostram de que o Blues é feito de verdade. 91min.

Muddy Waters – Got My Mojo Working – Performaces Raras 1968-1978

DVD com performances raras do Rei do Chicago Blues. Além de verdadeiras lendas do Blues como Otis Spann e Pinetop Perkins no piano, Carey Bell, Paul Oscher e Jerry Portnoy na gaita, Pee Wee Madisone, Bob Margolin e Luther Johnson nas guitarras e grandes bateristas como Leary e Willie “Big Eyes” Smith. 54min.

Paul Lamb and the King Snakes

O rei da gaita britânica em uma performace ao vivo no Jazz and Roots Club, em fevereiro de 2003. Com influência de Sonny Terry e do Blues da Costa Oeste dos EUA, Paul Lamb continua sendo a principal referência da gaita britânica. 85min.

Rod Piazza & The Mighty Flayers – Bis Blues Party

Um dos principais ícones do West Coast Blues, o californiano Rod Piazza em uma de suas excepcionais performances no Sierra Nevada Brewery “Big Room”, na cidade de Chico, Califórnia (EUA). Acompanhado por sua esposa (Honey Piazza – piano), Henry Carvajal (guitarra), Bill Stuve (baixo acústico) e Paul Vicent Fasulo (bBateria). Um Blues dançante com muita influência das grandes big bands. 80min. 

sem comentário »