MA: confirmado o Jazz e Blues Festival em 2016

1comentário

Uma boa notícia para os amantes do Jazz e Blues. O músico e produtor Tutuca Viana confirmou em sua página no Facebook, a realização da 8ª edição do Jazz e Blues Festival em 2016. O evento vai acontecer em virtude do apoio da CEMAR e do Governo do Estado, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

O Jazz e Blues Festival, ainda, não tem data confirmada. O festival tem como local as cidades de São Luís e Barreirinhas.

jazz

1 comentário »

Banda Calhau Jazz no projeto JazzBossa

0comentário

A banda Calhau Jazz reabre o projeto JazzBossa, nesta quinta-feira (18), com show de jazz e Bossa Nova, no bar Taberna da Bossa.

calhaujazz640

Formada por experientes músicos (Arlindo Pipiu, teclados, Arlindo Carvalho na bateria, Sérgio Mariano, contrabaixo acústico e Oriosvaldo, no saxofone) a Calhau Jazz fará uma incursão pelos clássicos do jazz, da bossa nova e de standards da música norte-americana, homenageando os maiores compositores destes gêneros musicais que há décadas encantam o mundo com beleza sonora.

A banda atua no cenário musical da cidade desde novembro 2004, executando o jazz em bares e casas noturnas de São Luís com muito êxito.

Os músicos do Calhau Jazz têm vasta experiência na execução do jazz e em outros estilos musicais, tendo se apresentado dentro e fora do Maranhão com sucesso. O pianista Arlindo Pipiu, por exemplo, foi diretor musical da cantora maranhense Alcione e atuou com artistas do porte de Paulinho da Viola, Zé Ramalho, Amelinha e Elba Ramalho com quem trabalhou por 10 anos. No Rio de Janeiro, trabalhou em casas famosas da noite carioca como Chico’s Bar, Barril 1800, Jazz Mania e Mistura Fina. Falando sobre essa fase de sua carreira, observou que “tocar na noite carioca me deu uma grande bagagem musical. Nesses locais onde toquei o público amante do jaz é muito exigente, o que só nos dá mais confiança para continuarmos nosso trabalho em São Luís”.

O JazzBossa é uma criação artística dos produtores culturais Fafá Lago e Celijon Ramos (Satchmo Produções) com o objetivo de movimentar a cena jazzística, além criar oportunidades de apresentação para os músicos e entretenimento para os apreciadores do Jazz e Bossa Nova. O projeto iniciou em janeiro com muito sucesso e recebeu artistas com categoria de Augusto Pellegrini, Milla Camões, a banda Jazzencontros e o saxofonista italiano Matteo Pescarolo.

SERVIÇO:

O QUÊ: CALHAU JAZZ NO JAZZBOSSA.

ONDE: Bar Taberna da Bossa, Rua Portugal, Praia Grande (ao lado da Casa do Maranhão).

QUANDO: Quinta-feira (18), às 20 horas.

sem comentário »

São José de Ribamar: Leny Andrade em festival de Jazz

0comentário

Leny Andrade, Renato Borguethi e Flávio Guimarães (Blues Etílicos) são algumas das atrações do II São José de Ribamar Jazz e Blues Festival nos dias 25 (quarta-feira), 26 (quinta-feira), 27 (sexta-feira), 28 (sábado) e 29 (domingo) de novembro, no município de São José de Ribamar, localizado a 32 km de São Luís. promovido pela Tutuca Viana Produções.

lenyandrade

Esse evento é totalmente gratuito e foi inspirado no Lençóis Jazz e Blues Festival que acontece anualmente em Barreirinhas.

A programação de 2015 será composta por Oficinas de música (Workshops) e Shows Musicais que serão realizados na Praça da Basília e no Parque da Cidade.

Oficinas

O festival terá início no dia 25/11 com as Oficinas de música (Workshops). Serão dois workshops: um no dia 25, no Cursinho Pré-Vestibular do Município e o outro no dia 26 de novembro, na Escola Estadual Guanabara. Os horários ainda serão definidos.

Chorinho

O festival também contará com um Circuito de Chorinho, que será realizado pela primeira vez na cidade, na sexta-feira (27/11), às 16h, no Parque da Cidade.

Shows

A programação de shows musicais será iniciada na sexta-feira (27/11), às 20h30, na Praça da Basília. Serão três shows por noite e um total de nove shows de artistas locais e nacionais.

Em breve divulgaremos a programação completa (sujeita à alterações). Você também pode acompanhar todos os detalhes do festival nas redes sociais:

FANPAGE: https://www.facebook.com/saojosederibamarjazzebluesfestival

TWITTER: @sjrjazzeblues

INSTAGRAM: @sjrjazzebluesfestival

VÍDEO: https://www.dropbox.com/s/zhed02fci9t37h5/V%C3%ADdeo.mp4?dl=0

sem comentário »

Adriano Grineberg realiza oficina em Barreirinhas

0comentário

Estados Unidos, Europa ou África: tanto faz. Para a música, não importa de onde um bom som surge, o importante é transformar a música em uma grande festa. E o jazz e o blues são dois gêneros que têm a capacidade de transformar a alma humana. E, com esta característica peculiar, a sétima edição do Lençóis Jazz & Blues Festival, evento que tem os patrocínios do governo do Maranhão e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, teve início na manhã desta sexta-feira (18), com a realização da Oficina de Piano ministrada pelo músico Adriano Grineberg, na Igreja Nossa Senhora da Conceição em Barreirinhas (Igreja Matriz). A oficina que reuniu crianças do quarto ano da Escola Municipal João XXIII e da Escola de Música de Barreirinhas foi uma aula de ritmos e da história do jazz e blues, entre outros gêneros musicais.

Oficina musical com crianças em Barreirinhas. Foto: Assessoria Festival

Oficina musical com crianças em Barreirinhas. Foto: Assessoria Festival

Com muita simpatia e carisma, Grineberg fez uma verdadeira viagem pela linha do tempo dos dois ritmos. E o contato entre o professor e os alunos foi além do que uma simples aula de música.

“Um workshop desses, você não é o professor, você é o aluno também. Aqui eu deixei um pedaço do meu conhecimento e estou levando um pedaço das experiências das pessoas pela forma como o público participa. Você vê nos olhares das pessoas. A gente tinha aqui filhos de agricultores e de pescadores, tinha maestros, era um público heterogêneo. E de certa forma, a gente estava integrado”, disse Adriano Grineberg.

E a oficina virou uma festa de conhecimento para pequenos aprendizes da Escola de Música e da Escola Municipal João XXIII, ambas de Barreirinhas. “Gostei muito porque aprendi mais sobre o jazz e o blues e sobre outros lugares. Não sabia que a história do jazz e do blues era tão rica”, revelou Maria Eduarda, de 12 anos, aluna da Escola de Música de Barreirinhas. “Foi muito legal. A gente aprendeu demais. Eu gostei porque aprendi que o jazz e o blues vieram de outros países”, comentou Vanessa Vitória Gomes, de 9 anos, estudante Escola João XXII.

Durante duas horas Adriano Grineberg abordou de forma bastante dinâmica e divertida as diversas influências do blues e do jazz. As peculiaridades da música feita na África, na Europa e nos Estados Unidos foram mostradas com riqueza de detalhes e serviu para difundir uma pouco mais do jazz e do blues.

“Esse é um tipo de música que não é tão difundida no Brasil. É muito importante você desenvolver um festival e não só colocar o artista no palco. Estamos formando um público. Um garoto que está aqui pode ter ouvido uma música que ele nunca tinha ouvido na vida dele e isso vai marcar pra vida dele toda”, comentou Adriano Grineberg.

“O Adriano pôde contribuir com todo o conhecimento adquirido ao longo dos anos de estudos e não ficou restrito somente ao piano. Ele deu uma volta na história da música indiana, africana, norte-americana e com uma forma bem lúdica de se ensinar de forma dinâmica e produtiva”, relatou o professor da Escola de Música de Barreirinhas, Diego Reis.

Programação

A programação oficial do Lençóis Jazz & Blues Festival prossegue no período vespertino. Às 16h será iniciada à oficina de animação e mostra de filmes do Grand Prix Anim!Arte Lençóis Maranhenses- Festival Internacional de Curtas-Metragens de Animação.

À noite, a festa da música chega à Avenida Beira-Rio, onde o palco principal foi montado às margens do Rio Preguiças de uma forma diferente para aproximar ainda mais o público dos artistas e deixar o clima da festa bem mais intimista. O cantor maranhense Claudio Lima será a primeira atração da noite desta sexta-feira. Em seu show, às 20h30, o músico terá a companha do pianista Henrique Duailibe. A dupla apostará em um repertório que irá passear por clássicos do jazz americano com pitadas de folclore maranhense.

Na sequência, às 21h30, um show com o pianista, cantor e compositor Adriano Grineberg, que é simplesmente um dos maiores nomes do blues contemporâneo brasileiro. O paulista transformará o jazz em uma expressão universal, inspirada nas raízes africanas do blues. “O show vai celebrar um encontro das muitas expressões da cultura africana e suas extensões”, revelou.

Encerrando a programação da primeira noite do Lençóis Jazz & Blues Festival, às 22h30, Igor Prado & Banda. Com apresentações mundo afora, a banda contabiliza participações nos festivais mais tradicionais do planeta, e isso fez com que se tornasse referência neste gênero musical no mundo.

O Lençóis Jazz & Blues Festival continua até domingo (20) em Barreirinhas. Nos dias 25 e 26 deste mês o evento ocorrerá em São Luís.

sem comentário »

JJ Jackson em show único no TAA

0comentário

O músico norte-americano JJ Jackson faz show único nesta sexta-feira, dia 1º de novembro, às 21h, no Teatro Arthur Azevedo. Canções como Mustang Sally, Stand By Me, You Don´t Give, Blue Rose e Fanny Mae vão estar no setlist do artista, que esteve na 5ª versão do Lençóis Jazz e Blues Festival, realizado em agosto deste ano, nas cidades de Barreirinhas e São Luís. Ele será acompanhado pelos músicos Alex Barbosa (contrabaixo), Richard Veja (bateria), Marcelo Squillace (guitarra) e Fernando Cesar (Teclado).

jjjackson2624

Histórico

J.J. Jackson vive da música desde os 15 anos de idade. Nascido em Arkansas, nos Estados Unidos, filho de militar, morou em várias cidades do país, inclusive em Seattle, onde estudou na mesma escola do lendário guitarrista Jimi Hendrix, com quem integrou a primeira banda chamada Rockin’ Teens, época que ele diz que marcou a sua vida.

Pela estrada, o norte-americano teve a oportunidade de encontrar outros ícones. Dividiu palco com artistas consagrados, como B.B. King e Lightinin Hopkin. “Dividi e aprendi muito com as pessoas que passaram por minha vida. Tenho respeito com o trabalho deles e escutá-los é sempre uma aula de como fazer música.”

No Brasil, participou como compositor e intérprete de diversas trilhas sonoras de novelas, como “Bebê a Bordo”, “Vamp”, “Salvador da Pátria”, “Rainha da Sucata”, e outras, além de jingles para grandes marcas do mercado nacional.

O seu trabalho no Brasil rendeu-lhe, no dia 31 de março de 2001, o título de “Personalidade Brasileira 500 Anos” pelo Conselho de Honrarias e Méritos do Brasil, em cerimônia realizada no Teatro Municipal de São Paulo, ao lado de grandes nomes da cultura nacional.

Afinidade

A história de J.J. Jackson com o Brasil começou por acaso, em 1980, após temporada no México com um grupo chamado Irmãs Montezzi, composto por três bailarinas e cantoras brasileiras. Recebeu convite delas para passar dias ensolarados no País.

– Foram férias que se prolongaram; seis meses depois estava entre vindas e idas entre Brasil e Estados Unidos, e fui ficando cada vez mais por aqui – conta.

Para J.J. Jackson, o Brasil tem tudo a ver com o blues. – Aqui existem ótimos ‘bluseiros’, que fortalecem e defendem o estilo. Sabem o que fazer, porque fazem como devem fazer – define.

“O Brasil me atrai por sua música, muito rica e bela, essa arte que é desenvolvida aqui é envolvente”, diz em português supercompreensível.

Os ingressosjá estão à venda na bilheteria do Teatro Arthur Azevedo. Custam R$ 50,00 plateia, Frisas e Camarotes e R$4 0,0, balcão e galeria. Informações poderão ser obtidas pelos fones: (098)9976-3087 ou 8268-3076.

sem comentário »

Venda de ingressos para show de JJ Jackson na 3ª

0comentário

Os amantes do jazz e do blues poderão assistir pela primeira vez, em São Luís, o show do norte-americano JJ Jackson e banda. Será no dia 1º de novembro, às 21h, no Teatro Arthur Azevedo.

jjjackson600

Os ingressos,para o show do músico norte-americano JJ Jackson, serão vendidos na bilheteria do Teatro Arthur Azevedo a partir desta terça-feira, dia  22 de outubro. Os ingressos custarão R$50,00 para Plateia, Frisas e Camarotes e R$40,00 para balcão e galeria. JJ Jackson, intérprete das trilhas sonoras de novelas como “Bebê a Bordo”, “Vamp”, “Salvador da Pátria” e “Rainha da Sucata”, entre outros sucessos, vai apresentar aos fãs o melhor de sua extensa discografia. No repertório estarão Mustang Sally, Stand By Me,You Don`t Give a Damn About Me, Blue Rose e Fanny Mae.

Canções que encantaram o público durante o V Lençóis Jazz e Blues Festival, em Barreirinhas, também estarão no set list do músico, no Teatro Arthur Azevedo. O show “JJ Jackson e Banda” em São Luís é um oferecimento da Tutuca Produções Artísticas e faz parte do Projeto Lençóis Jazz e Blues Festival. Esse projeto chegou a sua V Edição, em 2013, consagrado pelo público e por artistas nacionais e internacionais com um dos maiores e melhores festivais desses gêneros no país.

Durante única apresentaçã,o que fará em São Luís, JJ Jackson contará com a banda formada pelos músicos Alex Barbosa (contrabaixo), Richard Veja (bateria), Marcelo Squillace (guitarra) e Fernando Cesar (Teclado).

Outras informações poderão ser obtidas pelos fones: (098)9976-3087 ou 8268-3076.

sem comentário »

Fãs pediram e JJ Jackson está de volta a SLZ

0comentário

jjjackson

sem comentário »

Lançamento Lençóis Jazz e Blues Festival

0comentário

tutucaviana510Foi com casa cheia que aconteceu na noite desta segunda-feira (10), o lançamento da 5ª edição do Lençóis Jazz e Blues Festival [Clique Galeria de Fotos do Na Mira], que ocorrerá nos dias 2 e 4 de agosto em Barreirinhas, e 9 e 10 do mesmo mês, em São Luís. A solenidade teve como local o Amsterdam Pub (Lagoa da Jansen).

O músico Tutuca Viana abriu à noite falando da importância do festival para o Maranhão, agradeceu as empresas e as pessoas que acreditam na ideia. Na sequencia, a jornalista Patrícia Santiago apresentou um video relatando as quatro edições anteriores do festival.

E para garantir uma maior interatividade entre o público e o festival, durante o evento de lançamento foi apresentada pelo jornalista Marcos Saldanha, a versão 2013 do site do www.lencoisjazzeblues.com.

Nele o público poderá acompanhar as notícias, a programação, interagir nas redes sociais (facebook, instagram e twitter), além de assistir a vídeos e curtir dezenas de fotos dos eventos ligados ao Lençóis Jazz e Blues Festival.

Para fechar, o grupo Marabrass e o guitarrista Márcio Glam e amigos residente da casa fizeram um “pocket show” animado e garantiram a diversão de quem saiu de casa.

Enfim, o Lençóis Jazz e Blues Festival se aprimora a cada versão e vem preencher em mais um ano o calendário cultural de São Luís. Não se trata apenas de um festival de música. Segundo Tutuca Viana, é um evento que mobiliza com oficinas, gera emprego e renda, estimula o Ecoturismo e diverte. Nesta edição, os shows serão de graça e em espaços públicos.   Fotos: Carlos Brasileiropatriciasantiago510

sem comentário »

Música & Turismo

0comentário

Barreirinhas será palco pelo segundo ano consecutivo do Lençóis Jazz & Blues Festival, articulado pela iniciativa privada. O evento ocorre nesta sexta (13) e sábado (14) no Gran Solare Lençóis Resort. È um encontro entre músicos de fora e locais afinados com os dois gêneros musicais.

lencois

Entre os artistas convidados para esta edição estão o guitarrista cearense Artur Menezes, integrante da banda Blues Label, o gaitista carioca Jefferson Gonçalves, fundador da banda Baseado em Blues, além dos maranhenses, o violonista Luiz Jr., o percussionista Luiz Cláudio, o guitarrista Pedro Araújo e  o cantor e compositor Nosly. Esse diálogo não ficará apenas no palco. Trata-se de uma troca de informações, experiências, que será traduzida também em Jam Sessions”, canjas e oficinas.

Na sexta, 13,, o músico Luís Cláudio ministrará uma oficina de ritmos percussivos para crianças e adolescentes da comunidade, dentro da programação do festival de Jazz e Blues. Sábado, 14, o guitarrista Artur Menezes coordenará aulas de iniciação à guitarra. A idéia é fazer com que a comunidade de Barreirinhas participe do evento e se permita a conhecer e ouvir uma outra música que vai na contramão do que é imposto diariamente pela ‘mass midia’, (rédio e TV).

Apesar de estar apenas no segundo ano, o festival já faz parte do calendário cultural da cidade de Barreirinhas. Por causa disso, a comissão organizadora já planeja mudar a configuração do evento já em 2011 e estender o festival por três dias e realizar uma edição em São Luís.

É louvável a atitude dessas pessoas que mesmo sabendo das dificuldades arriscam em fazer um festival dessa natureza e não visando somente o lucro, mas o de mostrar que no Maranhão também é possível. Pedro II, no Piauí, Guaramiranga, no Ceará, estados vizinhos nosso, começaram de maneira tímida com festivais de jazz e blues e hoje são referèncias dentro e fora do País.

Se um dos temas em questão por parte dos gestores públicos é alavancar o turismo no Maranhão, além do patrimônio arquitetônico e da beleza natural,  a música, exemplificando o jazz e o blues, é também um caminho a ser seguido e sinalizado, preferencialmente pela cor verde.

sem comentário »

Música nos Lençóis

0comentário

A segunda edição do Lençóis Jazz Blues e Festival está confirmada para os dias 13 e 14 de agosto, no Gran Solare Lençóis Resort, na cidade de Barreirinhas.

Artur Menezes, Jeferson Gonçalves, Pedro Araújo e Nosly são algumas das atrações já garantidas no ‘cast’ do evento.

sem comentário »