FTB

0comentário

Dez espetáculos integram o circuito de apresentações do Festival Brasileiro de Teatro na capital maranhense. O evento, que promove o intercâmbio cultural entre os estados e abrange nesta edição, simultaneamente, o Maranhão e Ceará, programou nove espetáculos gratuitos e apenas um a R$ 1,99, que estão sendo exibidos nos teatros João do Vale, Alcione Nazareth, Artur Azevedo e na Universidade Federal do Maranhão.

A temporada teve início nesta segunda-feira, dia 28 com o espetáculo de teatro físico “Casa de Ferro”, do grupo Estado Dramático. O evento ocorrerá até o dia 12 de outubro, em São Luís.

Programação 

30/09 – Seu Bomfim 20h Teatro João do Vale Gratuito
01/10 –  Áfricas 15h Teatro Arthur Azevedo Exlusivo para alunos da rede pública, grupos de prod. Cultural e cultura negra
01/10 – Cabaré da Rrrrraça 20h30 Teatro Arthur Azevedo Gratuito
02/10 – Áfricas 15h Teatro Arthur Azevedo Exclusivo para alunos da rede pública, grupos de prod. Cultural e cultura negra
02/10 –  Cabaré da Raça 20h30 Teatro Arthur Azevedo Gratuito
03/10 –  Ó pai, Ó 20h30 Teatro Arthur Azevedo Gratuito
04/10 – Ó pai, Ó 19h Teatro Arthur Azevedo Gratuito
06/10 –  Chuá 15h Teatro Alcione Nazareth Exclusivo para alunos e da rede público e núcleos de prod. Cultural
06/10 –  Novela do Murro 20h30 Teatro Alcione Nazareth Gratuito
07/10 –  Chuá 15h Teatro Alcione Nazareth Exclusivo para alunos e da rede público e núcleos de prod. Cultural
07/10 –  Novela do Murro 20h30 Teatro Alcione Nazareth Gratuito
08/10 –  Estrelas do Orinoco 20h30 Teatro Alcione Nazareth Gratuito
09/10 –  Estrelas do Orinoco 20h30 Teatro Alcione Nazareth Gratuito
10/10 –  Estrelas do Orinoco 20h30 Teatro Alcione Nazareth Gratuito
10/10 –  R$ 1,99 20h30 Teatro João do Vale R$ 1,99
11/10 –  R$ 1,99 20h30 Teatro João do Vale R$ 1,99
12/10 –  R$ 1,99 20h30 Teatro João do Vale R$ 1,99

sem comentário »

Esclarecimento

0comentário

A Empresa Marafolia Promoções e Eventos Ltda. comunica ao público em geral que o show do cantor Lulu Santos, programado para o dia 17 de outubro na Lagoa da Jansen em São Luís, foi cancelado pela empresa responsável pela turnê “LongPlay” nas regiões Norte e Nordeste.

A produção esclarece que o motivo é devido a alteração da agenda do artista. Ainda não temos a confirmação de nova data para a realização do evento.

sem comentário »

‘Deejays’

0comentário

Confirmado para o mês de outubro o 1º Campeonato DJ Extreme 2009. Realizado pelo Expressão e produzido com o selo da Plur DJs, apoiada pela Mirante FM, sob a coordenação do produtor maranhense Alexsandro Costa, a competição promete revelar ‘deejays” da cena eletrônica maranhense.

O concurso é aberto para DJs iniciantes ou amadores, que trabalhem nas categorias musicais “house”, “techno”, “progressive”, “electro”, “drum & bass”, “trance”, “psy” e suas vertentes. As inscrições, que vão até o dia 6 de outubro, podem ser efetuadas na loja Overall Skate Surf Shop (Cohab). Os interessados devem apresentar “set” mixado em uma produção de 30 minutos de duração.

Os candidatos devem ser maiores de 16 anos e residentes no território nacional. A primeira eliminatória será feita por audição no período de 7 a 13 de outubro, com a divulgação de 20 candidatos selecionados por uma comissão julgadora especializada. Os 20 classificados serão divididos em dois grupos de 10. A segunda eliminatória será realizada em local pré-definido pela organização do campeonato nos dias 17 e 18 de outubro.

Semifinal e Final

Nas eliminatórias dos dois grupos, 10 serão classificados para a etapa seguinte. A terceira eliminatória será realizada nos dias 23 e 24 de outubro, no programa Zuada DJ Extreme 2009, na rádio Mirante FM.

A avaliação, nessa etapa, será feita pela comissão julgadora e ouvintes. Dessa etapa, sairão cinco concorrentes. A grande final ocorrerá no dia 31 de outubro na festa “Extreme Multicult”, a ser realizada em local ainda não divulgado pela organização. O evento terá grandes atrações locais e nacionais, como o grupo Paranoid Project, a DJ Morgana (nacional), os DJs Macau, Mochel e Júnior Kleph.

O primeiro, segundo e terceiro colocados receberam prêmios em dinheiro e acessórios de música eletrônica de última geração. O regulamento completo está no site www.mirantefm.com.

sem comentário »

Prorrogadas

0comentário

O prazo para submissão de trabalhos ao I Encontro de Pesquisadores em Comunicação e Música Popular (Musicom) – que ocorre no período de 21 a 23 de outubro, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) – foi prorrogado. A decisão foi da coordenação do evento, que decidiu prorrogar o prazo por causa do aumento da procura pelas inscrições. Com isso, os interessados têm até esta quarta-feira (30) para se inscrever.

Os artigos devem ser enviados de modo completo por meio dos endereços: www.musicom.ufma.br ou www.fsadu.org.br/musicom. O resultado da submissão será divulgado no dia 3 de outubro, no site do evento. Os autores selecionados devem confirmar participação até o dia 7, por meio do pagamento do boleto bancário, tendo em vista tempo hábil para inclusão dos trabalhos no CD-ROM com anais do evento. Os artigos devem ser enviados somente pelo site, ao fim do preenchimento da ficha de inscrição.

sem comentário »

Mangueboy

0comentário

Crítica ao YouTube, “demonização da indústria” foram alguns dos assuntos abordados pelo músico e jornalista Fred Zero Quatro, fundador do grupo pernambucano Mundo Livre S/A e precursor do movimento mangue beat há 15 anos no Recife. Uma das abordagens também durante o bate papo, foi sobre o download na internet. Zero Quatro preferiu não ser demagógico e defendeu o “download pago na rede mundial de informação”.

– Ao contrário do que estão chamando de “movimento para baixar”, ele aposta numa alternativa como o “movimento para pagar e baixar” ou “música para pagar e baixar” ou ainda “música demo para baixar”. A medida deve ser a mesma que acontece com os demos dos games que as empresas disponibilizam. Para ter acesso à versão profissional, tem de pagar. E tem ainda o efeito simbólico do valor da expressão musical. À medida que você começa a criar uma geração que já cresce com esse hábito de todo mês baixar não sei quantas mil músicas, a mensagem que vai pro cérebro é de que a música é uma porcaria qualquer – “argumentou o músico pernambucano.

Zero 4 disse que está preparando um ãlbum de inéditas, mas comentou que o trabalho corre o risco de não sair por falta de recursos.

sem comentário »

Adrenalina

0comentário

sem comentário »

Tocando Negócios

0comentário

Seus pais diziam que música não leva ninguém a lugar nenhum? Eles estavam errados. Prepare-se para ir ao Recife.

O Edital da 2ª edição da Feira Música Brasil, maior evento do gênero na América Latina, já está publicado e disponível no site do evento (www.feiramusicabrasil.com.br), que se realizará entre 9 e 13 de dezembro, no Recife, um dos centros culturais mais produtivos do país.

A Feira, cujo tema este ano é “Música Tocando Negócios”, terá apresentações dos artistas selecionados, rodadas de negócios, painéis de debate, estandes de diversos segmentos e grandes shows. Além disso, 24 artistas de todo o país serão selecionados por um júri formado por grandes nomes de toda a cadeia produtiva, de músicos a jornalistas, de produtores nacionais a editores de conteúdo latino-americanos, de membros da indústria fonográfica a representantes da mídia internacional.

O Edital e a Ficha de Inscrição, disponíveis no site, trazem as orientações necessárias aos artistas que desejam submeter o seu trabalho e concorrer à participação num dos mais prestigiados eventos de música do Brasil, endossado por importantes organizações e instituições relacionadas à música e à cultura no país.

Fonte: Assessoria

sem comentário »

Jingle Bells

0comentário

O cantor americano Bob Dylan cedeu os direitos autorais de seu disco natalino ao Programa Mundial de Alimentos (PMA), para ajudar as crianças que vivem em regiões com falta de alimentos, informa a instituição nesta quinta-feira (24).

A receita procedente dos direitos autorais de “Christmas in the heart”, serão para ajudar a combater esse problema que afeta 108 milhões de pessoas no mundo.

 “A generosidade de Bob Dylan para ajudar o PMA a alimentar os famintos não pode chegar em um momento melhor”, disse a diretora-executiva do PMA, Josette Sheeran, mediante um comunicado à imprensa nas Nações Unidas.

A crise financeira internacional e o aumento dos preços dos alimentos aumentaram o número de crianças no mundo em situação de pobreza e, portanto, com problemas para obter alimentos.

“O número de famintos no mundo, muitos deles crianças, alcançou um número historicamente alto, enquanto a assistência alimentícia está em níveis historicamente baixos”, acrescentou Sheeran.

O álbum inclui músicas como “Here comes Santa Claus,” “Winter wonderland,” “Little drummer boy” e “Must be Santa”. A previsão é que álbum seja lançado no dia 13 de outubro nos Estados Unidos.

O lançamento de “Christmas in the heart” era um rumor até agosto passado, e havia sido anunciado extra-oficialmente por revistas como “Isis” e “Billboard”. Nascido em Minnesota em 1941, Dylan cresceu no judaísmo, e se converteu ao catolicismo entre o final da década 70 e começo dos 80.

Fonte: G1

sem comentário »

Samba Gringo

1comentário

“Tá legal, Tá legal, eu aceito o argumento. Mas não me altere o samba tanto assim. Olha que a rapaziada está sentindo a falta. De um cavaco, de um pandeiro ou de um tamborim. Sem preconceito ou mania de passado. Sem querer ficar do lado de quem não quer navegar”.  Oh, Paulinho da Viola, se for para navegar em outras praias, o samba não está nem aí, pois é bom que se diga. Ele não morreu, nem morrerá. Não está perdido, nem perdeu a essência. Apenas ganha aliados, seja flertando com o rock, com hip hop, com o sampler do DJ, a gaita, a guitarra, a rabeca ou o violino. Desde que o samba é samba, ninguém vai conseguir entristecê-lo com qualquer que seja a reinvenção.

E seguindo a tradição do samba e ao mesmo na contramão de qualquer argumento, a boa é experimentar as inúmeras possibilidades da música. E São Luís terá o privilégio mais uma vez de assistir ao show do violinista Nicolas Krassic, acompanhado desta vez de um trio que adotou como família musical. Além de Krassik, o grupo é composto de Alfredo Del Penho (voz/cavaquinho), Nando Duarte (violão) e João Hermeto (percussão). Mesmo tendo o samba como elemento primordial no repertório, Nicolas traz ainda ba bagagem musical o xote, xaxado, entre outras nuances da musicalidade brasileira.

O show, que tem a assinatura de Mario Moraes, ocorrerá no dia 2 de outubro, sexta-feira, no Da Gema, na Ponta do Farol. O DJ Franklin fará à base com seu ‘setlist’. No dia seguinte, o show será no Espaço Armazém (Praia Grande). O Espinha de Bacalhau e o Argumento também participam da festa do samba.

Trajetória

O violinista Nicolas Krassik, 39 anos, radicado no Brasil, descobriu a música brasileira em eventos realizados em Paris. Chegando ao Rio de Janeiro, em setembro de 2001, teve imediato contato com o Samba, o Choro, o Forró, no bairro da Lapa, tocando com grandes artistas brasileiros.

Foi a sua forte e natural identificação com a cultura brasileira que fez com que Nicolas decidisse ficar no Brasil. Ele já tocou com artistas consagrados como: Yamandú Costa, João Bosco, Zé da Velha, Silvério Pontes. Krassik participou do Cd “Nome Sagrado”e DVD “A madrinha do Samba” da cantora Beth Carvalho, CD de Argemiro Patrocínio, da Velha Guarda da Portela produzido por Marisa, Monte e Paulão ‘7 cordas’, no CD “Café Brasil II” do grupo Época de Ouro e nos Cds da Marisa Monte “Infinito particular” e “Universo ao meu redor”. Como artista solo já lançou os CDs “Na Lapa”, “Caçuá” e “Nicolas Krassik e Cordestinos’, dedicado à Música Nordestina.

Nicolas Krassik é formado em música erudita pelo Conservatoire National de Region d’Aubervilliers-la Courneuve, e em Jazz pelo C.I.M. (Centre de Fomation Musicale de Paris).

1 comentário »

Cena Baiana

3comentários

São Luís vai receber um evento grandioso. Trata-se do Festival Brasileiro de Teatro (FTB), que ocorrerá entre os dias 28 de setembro e 12 de outubro, nos Teatros Alcione Nazareth, João do Vale, Arthur Azevedo e UFMA, com acesso livre.

Além de apresentar de graça espetáculos de qualidade, uma das intenções do Festival do Teatro Brasileiro é contribuir para a qualificação de profissionais das diferentes etapas da cadeia produtiva das artes cênicas, além de propor atividades de introdução às artes para jovens em situação de vulnerabilidade social.

Arte Cênica

O FTB se preocupa também em formar platéias e melhorar o acesso do público ao teatro, sem distinção de classe social, através da democratização do acesso a bens culturais, a partir de apresentações em teatros, praças e feiras. No caso do maranhão, todos os espetáculos serão gratuitos, com exceção da peça “R$ 1,99”, que até mesmo por se pensar na interação com o público, está com o preço simbólico de R$ 1,99. Vale ressaltar que um dos direcionamentos do Festival são as apresentações exclusivas para alunos da rede pública, que nesta edição participarão das apresentações das peças “Chuá” e “Áfricas”.

Destaque para a peça “Ó pai, ó” do Bando de Teatro Olodum, adaptada recentemente para a Rede Globo com a série homônima.

O público vai conferir também o espetáculo de teatro físico “Casa de Ferro”, do grupo Estado Dramático. Tem ainda as peças “Seu Bomfim”, monólogo da companhia Território Sirius Teatro; “Redimunho”, também do grupo Estado Dramático; o infanto-juvenil “Áfricas”, e a montagem musical “Cabaré da Rrrrraça.

Intercâmbio

Criado em 1999, o Festival do Teatro Brasileiro tem como um dos seus objetivos divulgar a produção teatral brasileira para os brasileiros. A cada etapa, um estado tem a chance de conhecer o produto cultural de outro estado. Além da Cena Pernambucana na Bahia e em Sergipe no primeiro semestre de 2009, o Festival já levou, por exemplo, a Cena Mineira ao Rio de Janeiro e as Cenas Baiana, Mineira e Pernambucana para Brasília.

– A possibilidade de mostrar um painel representativo da produção cênica de um estado para o público de outro estado é uma das singularidades do FTB. Nos últimos dois anos, o Festival vem focando no intercâmbio entre os estados do nordeste. É uma forma de aproximar vizinhos. O caráter nômade do FTB permite a criação de inúmeras cenas. A opção por realizar a Cena Baiana no Ceará e no Maranhão objetiva também a contribuição ao fomento da criação de circuitos inter-regionais de circulação das artes – explica o maranhense Sérgio Bacelar, da Alecrim Produções Artísticas, de Brasília, idealizador e coordenador do Projeto.

O Festival do Teatro Brasileiro, que está em sua nona edição, conta com o patrocínio da Eletrobrás, Chesf, Caixa Econômica Federal, Ministério do Turismo, Fundo de Cultura da Bahia/Governo da Bahia e apoio da Funarte, Secretaria de Cultura do Ceará /Governo do Ceará, Lei Federal de Cultura/ Ministério da Cultura/ Governo Federal, Secretaria de Estado da Cultura do Maranhão e Fundação Municipal de Cultura de São Luis.

3 comentários »